close
Saúde

Síndrome do gato paraquedista: veterinária explica as características e perigos dessa condição

Você já ouviu falar na síndrome do gato paraquedista? Saiba mais sobre o problema!
Você já ouviu falar na síndrome do gato paraquedista? Saiba mais sobre o problema!

Se você tem um bichano e nunca ouviu falar da síndrome do gato paraquedista - também chamada de síndrome do gato voador -, chegou a hora de saber mais sobre o assunto. Essa, na verdade, é uma condição bastante comum e que pode afetar animais de todas as idades e, como o próprio nome indica, tem totalmente a ver com “voar nas alturas”, que é algo típico do comportamento felino. Para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa entrevistou a médica veterinária Bruna Oliveira, que é especialista em felinos. Veja só o que ela nos contou!

Gato paraquedista: entenda do que se trata essa síndrome e quando ela representa perigo

Para quem não está familiarizado com essa expressão, a profissional explica: “Esse termo é usado para se referir àqueles gatos que caem ou pulam de locais muito altos. Geralmente ocorre quando esses animais são estimulados pelo instinto de caça”. Logo, quando os peludinhos estão atrás de algum bichinho, como pássaros, por exemplo, isso pode acabar desencadeando a síndrome do gato paraquedista. Segundo a veterinária, a partir do momento em que o gato se sente estimulado a pular, já é considerado uma situação de risco para a saúde do felino. Mas vale destacar que isso não acontece somente quando o bichano está perseguindo suas presas não, viu? É necessário ficar atento, porque o problema pode surgir até mesmo durante brincadeiras.

Quedas de alturas baixas também precisam de atenção

Quando se fala da síndrome do gato paraquedista, normalmente as pessoas têm a concepção de que ela só se manifesta quando os felinos pulam de lugares bastante altos, porque essa é a situação que mais oferece riscos à saúde do animal. Conforme Bruna alerta, é importante redobrar a atenção com alturas a partir do segundo andar de um prédio, mas isso não exclui o fato de que alturas baixas também podem ser perigosas. “Afinal, quanto mais curta a queda, menor a chance de o animal conseguir rotacionar o corpo e se colocar de forma segura”, justifica. Ou seja, as chances da pata do gato conseguir alcançar o solo da maneira correta são menores, o que pode acabar provocando danos ao corpo do pet.

Ainda assim, é necessário frisar que, independente do tamanho da queda, se o animal sofrer com a síndrome do gato paraquedista, o tutor deve procurar imediatamente um atendimento veterinário 24h, mesmo que o felino não apresente machucados aparentes.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Gato paraquedista: veja como evitar esse comportamento felino
    Gato paraquedista: veja como evitar esse comportamento felino

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Síndrome do gato paraquedista: o tratamento vai depender de cada caso

    Quanto maior for a altura da queda, maiores serão os danos à saúde do pet. No entanto, é difícil estipular um tratamento genérico para o gato paraquedista, porque isso é algo que vai depender exclusivamente do quadro de cada animal. “Alguns gatos podem ter fraturas, lesões em órgãos que podem levar a hemorragias internas e que, consequentemente, precisarão ser corrigidas com cirurgia. Estes animais precisam de acompanhamento bem de perto, então a internação também é indicada”, explica Bruna. Justamente por isso que é tão importante buscar orientação médica assim que o gato sofrer uma queda. Os tratamentos são individualizados e a análise e o diagnóstico do paciente devem ser feitos por um profissional qualificado para poder dar início ao tratamento.

    Telar as janelas de casa e investir na gatificação é a melhor forma de evitar o gato paraquedista

    Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre a síndrome do gato paraquedista, é necessário saber como prevenir esse tipo de comportamento felino, certo? O primeiro passo é simples: antes de ter um gatinho dentro de casa, é de extrema importância telar todas as janelas do apartamento ou da casa em questão (caso tenha mais de um andar). Além disso, as demais orientações da médica veterinária Bruna são as seguintes: “Também precisamos fazer enriquecimento ambiental como a gatificação da casa e introduzir brincadeiras bem estruturadas que mimetizam as caçadas na natureza. Quando enriquecemos o ambiente dentro de casa, temos um gato feliz e sem interesse pelo meio externo”.

    Redação: Juliana Melo

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)
    Raças

    Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)

    A raça de gato Siamês é uma das mais conhecidas e queridinhas do mundo. Além dos olhos azuis e da pelagem escura na face, orelhas e patas, esse lindo gatinho também tem uma personalidade totalmente adorável. O gato Siamês costuma ser muito tranquilo e carinhoso com a sua própria família, mas pode ser um pouco mais reservado perto de estranhos. Ele também é muito ativo e nunca dispensa uma boa brincadeira.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >