Comportamento

Seu gato come barata e outros bichinhos? Veja quais os perigos desse hábito do bichano e como evitar

Ao ver gato comendo rato, barata e outros bichos, é importante acabar com esse hábito
Ao ver gato comendo rato, barata e outros bichos, é importante acabar com esse hábito

Todo tutor se preocupa com a saúde do gato. Não é à toa que muitos investem em uma alimentação de qualidade e sempre procuram a melhor ração para dar aos bichanos. No entanto, parece que às vezes mesmo com as melhores comidas à sua disposição, os gatos insistem em procurar outros bichinhos para se alimentar. Baratas, ratos e até mesmo passarinhos acabam sofrendo nas mãos de um gato caçador. Mas por que isso acontece? Esse comportamento pode trazer prejuízos para o organismo do felino? Como evitar gato comendo rato, barata e outros bichos? Para tirar as principais dúvidas sobre o assunto, preparamos uma matéria especial para você. Veja a seguir!

Gato caçador: entenda por qual motivo os felinos caçam suas presas, mesmo se forem bem alimentados

A personalidade de cada gato pode variar bastante. Alguns são mais preguiçosos, enquanto outros são mais ativos. Contudo, uma característica é comum a todos os felinos: o seu instinto. Mesmo que esses animais tenham sido domesticados há anos, o instinto deles sempre fala mais alto, e é por isso que alguns comportamentos do gato nos chamam a atenção, como o hábito de esconder as fezes ou de arranhar objetos para marcar território e afiar as garras.

Dentre esses costumes, não se pode ignorar o do gato caçador, que é quando o animal tem o hábito de correr atrás de suas presas. Mas, ao contrário do que muitos podem pensar, isso não tem nada a ver com fome ou com a dieta deles. Mesmo os felinos que são bem alimentados podem apresentar um comportamento de caçador porque é algo totalmente natural para eles e que faz parte do seu instinto. Tanto é que na maior parte das vezes, esses animais sequer chegam a matar os bichinhos: eles só gostam mesmo é de perseguir as presas e mostrar quem é que está no poder.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Gato caçador: alguns brinquedos e acessórios podem ajudar a estimular os instintos do animal
    Gato caçador: alguns brinquedos e acessórios podem ajudar a estimular os instintos do animal

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Gato comendo rato, barata e outros bichos pode prejudicar a saúde do pet

    Embora seja algo meramente instintivo, esse comportamento pode se tornar problemático quando o gato come passarinho, barata, rato e outros animais. É preciso ter em mente que os felinos domesticados têm um organismo mais frágil do que os selvagens, e ao ingerir algo que foge da dieta alimentar deles, isso pode acabar fazendo mal. Ratos, baratas e insetos podem conter milhares de bactérias, vírus e outros parasitas que, por sua vez, podem desencadear vários probleminhas na saúde do gato, como infecções gastrointestinais. Logo, não é a caça em si que representa perigo, e sim a possibilidade de ingestão dos bichinhos.

    Saiba como evitar que o gato coma barata e outros insetos

    Se seu gato come barata, insetos e outros animais, o ideal é cortar este hábito e redirecionar o instinto de caça do animal para outras coisas. Uma boa forma de fazer isso é investindo em brinquedos que são feitos justamente para estimular o lado caçador e cognitivo dos gatos, como o ratinho de corda, o laser e a varinhas de penas. Eles são acessórios que divertem e distraem o peludinho na medida certa, de forma que o seu amigo de quatro patas não vai ter a necessidade de suprir os próprios instintos caçando bichinhos de verdade. Mas atenção: é importante manter a interação e brincadeiras com o pet em dia, pois de nada vai adiantar comprar os brinquedos e deixá-los parados. O gato precisa de estímulos frequentes, e o tutor deve participar disso, fazendo o papel de “presa” dos brinquedos.

    Redação: Juliana Melo

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Próxima matéria

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar
    Cuidados

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar

    Quem se pergunta como cuidar de um cachorro ou gato por estar dando as boas-vindas a um desses animais em casa em breve vai descobrir que a adaptação do ambiente é mais do que necessária. Buscando a segurança e o conforto do seu novo amigo, é normal instalar telas de proteção e liberar um cantinho para a cama e a ração dele, mas muita gente passa direto pelas plantas: algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos são tóxicas quando ingeridas e podem até ser fatais.

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa
    Cuidados

    Gato cego: 7 cuidados essenciais para garantir a segurança e bem-estar do bichano em casa

    Adotar um gatinho requer algumas adaptações em casa para criar um ambiente seguro e confortável para o animal, onde ele possa expressar seus comportamentos naturais e descansar sempre que quiser. Agora quando o bichano precisa de cuidados especiais, como é o caso do gato cego, a situação se torna mais delicada ainda. Será que é preciso tomar precauções extras para mantê-lo em segurança? Como ajudar o gatinho a viver melhor? Como proporcionar a ele um ambiente mais adaptado? Para te ajudar a deixar sua casa pronta para receber o seu novo amigo da melhor forma e em um ambiente seguro, confira 7 dicas e cuidados indispensáveis para lidar com um gato cego.

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!
    Saúde

    Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!

    A diabetes é muito comum entre os humanos, mas você sabia que os felinos também podem sofrer com a doença? A diabetes em gatos é uma doença grave e capaz de atrapalhar a qualidade de vida do felino em vários níveis se não for tratada corretamente. A patologia requer acompanhamento médico, tratamento constante e, muitas vezes, aplicação de insulina diariamente. É um caso específico de endocrinologia, que requer atenção para não prejudicar mais ainda a saúde do animal, principalmente se ele for um gato obeso. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e aprender a cuidar de gato com a doença, nós conversamos com o médico veterinário Rafael Cunha, do Rio de Janeiro!

    Síndrome do gato paraquedista: veterinária explica as características e perigos dessa condição
    Saúde

    Síndrome do gato paraquedista: veterinária explica as características e perigos dessa condição

    Se você tem um bichano e nunca ouviu falar da síndrome do gato paraquedista - também chamada de síndrome do gato voador -, chegou a hora de saber mais sobre o assunto. Essa, na verdade, é uma condição bastante comum e que pode afetar animais de todas as idades e, como o próprio nome indica, tem totalmente a ver com “voar nas alturas”, que é algo que os gatos adoram fazer. Para esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa entrevistou a médica veterinária Bruna Oliveira, que é especialista em felinos. Veja só o que ela nos contou!

    Ver Todas >

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    Ver Todas >