Gato

Saiba tudo sobre o complexo gengivite estomatite felina

Publicado - 01 Julho 2022 - 17h47

Atualizado - 21 Maio 2024 - 14h44

Vanessa Zimbres / Veterinária especializada em Medicina Felina

CRMV CRMV: SP 19672

Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Uberlândia; pós-graduada em Medicina de Felinos pela Universidade Anhembi Morumbi. Especializada em Clínica Médica e Cirúrgica de Felinos pela Universidade Castelo Branco. Membra da AAFP (American Association os Feline Practitioners).

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

Pouco se fala no complexo gengivite estomatite felina, mas a verdade é que esta é uma síndrome bastante séria e que precisa de muita atenção. Caso contrário, a integridade dos dentes e gengiva de gato podem sofrer as consequências. É isso mesmo: quando falamos da saúde dos bichanos, isso inclui os cuidados com a higiene oral. Muitos tutores não levam a sério a recomendação de escovar os dentes de gato com frequência ou de fazer check-ups regulares com um especialista, mas tudo isso ajuda a prevenir uma série de problemas indesejados, como a gengivoestomatite felina.

Caso você não esteja familiarizado com o assunto, mas queira se aprofundar nesta questão específica da saúde de gato, é só acompanhar a matéria abaixo. O Patas da Casa conversou com a médica veterinária Vanessa Zimbres, que é especializada em medicina felina e sabe tudo sobre o tema. Veja só o que ela nos contou!

O que é o complexo gengivite estomatite felina e quais as causas?

Vários problemas podem acometer a boca, gengiva e dentes do gato, desde a formação de placas bacterianas e tártaro até situações ainda mais graves e complicadas, como o complexo gengivo estomatite felina. Mas do que se trata essa condição, afinal? Conforme a especialista explica, essa é uma síndrome clínica caracterizada por uma severa inflamação, ulceração e proliferação dos tecidos da mucosa oral.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

“A causa exata não é totalmente conhecida. Vários fatores estão envolvidos no desenvolvimento da doença, como uma resposta imune exacerbada e anormal a bactérias e/ou vírus presentes na placa bacteriana e/ou gengiva de gato. Algumas raças apresentam a doença com mais frequência do que outras, sugerindo também uma possível causa genética”, conta. Em todo caso, lembramos que fazer check-ups anuais da saúde do animal ajudam a evitar que problemas ainda mais graves se desenvolvam, por isso é importante manter uma certa regularidade.

Como é a gengiva de gato saudável?

É importante observar e conhecer muito bem o corpo do seu amigo de quatro patas para saber quando há algo de errado com ele (e isso inclui verificar, com cuidado, a boca dele). Não é muito difícil reconhecer uma gengiva de gato saudável: “A borda gengival de gatos saudáveis (parte da gengiva em contato com os dentes) não deve apresentar hiperemia (vermelhidão).”

Se a região está muito vermelha, é um forte indicativo de que o gato está com gengivite e precisa de ajuda. “Animais com gengivite apresentam, além dessa vermelhidão, edema no local, fazendo com que a gengiva não esteja totalmente aderida ao dente, predispondo ao acúmulo de alimentos e pelos, o que leva a formação do cálculo dental, também chamado de tártaro em gatos. O cálculo dental acumula bactérias que perpetuam a inflamação, podendo levar a outras doenças periodontais mais severas. Portanto, uma boca saudável não deve ter vermelhidão, sangramento, inchaço, mau odor e nem placa bacteriana”, alerta a médica veterinária.

 

Pessoa escovando dente de gato

 

Complexo gengivite estomatite felina e a gengivite em gatos não são a mesma coisa

 

Apesar de ter gengivite no nome, o complexo gengivo estomatite felina é um problema muito mais específico e por isso não deve ser confundido com uma simples inflamação do tecido gengival. Nesse sentido, é necessário entender exatamente o que cada termo significa para não haver confusões na hora de saber como tratar gengivite em gatos ou o complexo gengivo estomatite felina.

É o que explica Vanessa: “O termo gengivite refere-se a qualquer inflamação na gengiva, normalmente quadros leves que respondem bem ao tratamento quando a causa é corrigida. Já o complexo gengivite estomatite felina é um termo indicativo de inflamação e proliferação de tecidos da gengiva e mucosa oral que podem também afetar o palato, faringe, borda lateral e/ou caudal da boca, e língua do gato. Os quadros são graves e crônicos e o tratamento alcança o controle, mas nem sempre a cura da doença”.

Sintomas do complexo gengivite estomatite felina são variados

Os gatos normalmente são animais que escondem muito bem o que sentem e dificilmente demonstram quando estão incomodados com alguma coisa. Por isso, nem sempre é fácil perceber que o pet está doente e precisando de ajuda. Mas, no caso do complexo estomatite gengivite felina, um olhar mais atento do tutor - assim como um olfato apurado - é capaz de identificar os seguintes sintomas, segundo a especialista:

  • Dor na mastigação (o que faz o gato mudar suas preferências de alimento, buscando, preferencialmente, alimentos pastosos, como o sachê para gatos);
  • Mau cheiro com ou sem sangramento oral;
  • Salivação;
  • Perda de peso.

Ainda assim, não devemos restringir o quadro somente a esses sintomas e qualquer alteração deve ser avaliada por um profissional. “Existem diversos graus da doença, com sinais clínicos diferentes em maior ou menor grau, também associados a locais diferentes”.

Como é feito o diagnóstico do problema?

A gengivite estomatite felina é uma síndrome clínica, mas sem diagnóstico específico. De acordo com a veterinária, a inspeção visual da cavidade oral é capaz de diagnosticar o problema, mas não pode identificar a causa. “Exames diagnósticos adicionais - que incluem radiografias odontológicas, testagem de FIV e FeLV, PCR para isolamento viral e bacteriano, exame histopatológico e exames de sangue - são necessários para investigar possíveis fatores subjacentes ou doenças concomitantes que podem influenciar na resposta à terapia”, destaca.

 

Veterinária escovando dentes de gato

 

Tratamento da gengivite estomatite felina pode incluir a extração de dentes

 

Existem vários tratamentos diferentes para amenizar o complexo gengivo estomatite felina. Eles variam de acordo com a causa da doença, resposta individual do paciente e fatores concomitantes. “O objetivo do tratamento é a resolução da inflamação oral, mas às vezes o melhor que se alcança é somente uma diminuição da inflamação. A higiene oral deve ser o primeiro passo a se seguir e, em muitos casos, a extração de múltiplos dentes de gato - ou até mesmo todos - é uma forma de controlar, mas não curar os sintomas e a inflamação”.

Além disso, a médica veterinária acrescenta que, frequentemente, o uso de anti-inflamatórios à base de corticoides ou tratamentos mais agressivos imunossupressores também são uma opção. “Antibióticos para gatos sozinhos ou sem tratamento periodontal não são eficazes. O importante é certificar-se da saúde de cada paciente antes de administrar medicações que podem comprometer o sistema imune ou levar a distúrbios hormonais”.

A maioria dos tutores fica relutante quando se toca no assunto de extração de dentes de gato, mas é uma alternativa que melhora significativamente o processo inflamatório. “O alívio, mesmo que a cura não seja alcançada, é bem evidente após o procedimento. Eu costumo dizer que é melhor não ter dentes do que ter dentes que nunca vão parar de doer. Os animais com dor na boca, inclusive, não permitem que sejam medicados por via oral, independente da forma / apresentação da medicação. E, além disso, como o tratamento visa controle e não a cura, pode se fazer necessário por toda a vida do animal”.

É possível prevenir o complexo gengivite estomatite felina?

“Como se trata de uma doença com componente imunológico, então para prevenção o indicado é diminuir qualquer possível inflamação oral”, sugere Vanessa. Significa que o tutor deve ter uma atenção redobrada com a saúde bucal do pet, fazendo a devida higiene da região para evitar a formação de placa bacteriana - consequentemente, o tártaro em gatos, que pode causar uma inflamação do tecido gengival. “Isso inclui uso de produtos para a saúde da gengiva, como: gel dental, spray oral, produtos que podem ser misturados na água, se possível escovação dos dentes, e claro: acompanhamento veterinário.”

Aliado a todos esses cuidados, também é importante manter uma boa nutrição do pet e manter a carteira de vacinação do gato atualizada. Tudo isso contribui para que o seu bichinho de estimação não fique doente.

Saúde bucal do gato: quais cuidados são indispensáveis?

Já deu para perceber que não se pode dar mole com a saúde oral dos gatos, né?! Além do complexo estomatite gengivite felina, vários outros problemas podem acometer a boca dos bichanos, e quando você menos espera, tem um dente de gato inflamado ou pior - mas você pode evitar que isso aconteça! “Além de auxílio e orientação de um médico-veterinário especializado em medicina felina, caso o gato precise passar por um tratamento periodontal (o que é conhecido como “limpeza de tártaro em gatos”), este deve ser exclusivamente realizado por um odontologista veterinário especializado e um raio x de todos os dentes durante o procedimento é imprescindível. Ao primeiro sinal de que pode ter alguma inflamação na cavidade oral do felino, um odontologista deve ser consultado para investigar se o problema não está na raiz dos dentes ou abaixo da gengiva.”, aconselha a especialista.

Redação: Juliana Melo

Raças

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

Cuidados

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Raças

Salmiak: possível nova raça de gato com pelos "grisalhos" é descoberta por cientistas

Cerca de 74 raças de gato são oficialmente reconhecidas pela TICA (The International Cat Association), um órgão que registra os pedi...

Saúde

Esses são os 6 sinais mais comuns de verme de gato: alguns passam despercebidos até se você for um tutor muito atento

Assim como o verme em cachorro filhote e adulto, um dos problemas mais preocupantes que podem afetar os bichanos é o verme de gato. ...

Adoção

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

Raças

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

Raças

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Cuidados

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Ver todas