close
Comportamento

Rabo de gato: anatomia, curiosidades e significado de cada movimento... tudo sobre a cauda dos felinos

Atualizado · 10 de junho de 2020 · 15h38

Publicado · 30/04/2020 · 18h16

O rabo de gato é uma estrutura fundamental para auxiliar no equilíbrio dos felinos. Saiba mais!
O rabo de gato é uma estrutura fundamental para auxiliar no equilíbrio dos felinos. Saiba mais!

Todo gateiro de plantão sabe que o rabo de gato, além de ser um charme, também é uma parte do corpo que é repleta de significados e curiosidades. Isso porque muitos gatos utilizam a cauda como forma de expressão - por isso, entender a linguagem felina é muito importante para saber como lidar com eles. É com com essa leitura que é possível entender o comportamento de gato e até mesmo saber quando o bichano está feliz ou não. Além disso, o rabo do gato precisa de certos cuidados para evitar problemas, como as fraturas. Para esclarecer tudo que você precisa saber sobre o assunto, o Patas da Casa reuniu as principais informações sobre a cauda de gato. Veja a seguir!

Anatomia do gato: a importância do rabo de gato

Conhecer o corpo do seu gato por inteiro é algo incrível - e necessário também. Você sabia que os felinos têm cerca de 230 a 290 ossos no corpo, enquanto os humanos têm apenas 206? O número de ossos varia de acordo com a raça do gato e a sua estrutura corporal, mas ainda assim a diferença é grande.

A cauda do gato, por exemplo, concentra pelo menos 10% dos ossos do animal. Além do mais, vale destacar que ela é uma continuação da coluna vertebral dos felinos e desempenha algumas funções, principalmente atuando no equilíbrio e na flexibilidade do gato. Não é à toa que os bichanos são famosos por ter uma perspicácia danada na hora de desfilar por aí, né? Mas atenção: certos cuidados são necessários com essa parte do corpo do seu amigo de quatro patas! Problemas na cauda do gato, como fraturas, podem acabar desencadeando outras complicações na saúde dele, sendo a mais comum delas a dificuldade de locomoção.

Rabo: gato não gosta que toquem nessa parte do seu corpo

Por mais que muita gente ache fofo e tenha vontade de "afofar" o rabo do gato, é preciso evitar totalmente esse tipo de comportamento. Os bichanos se sentem extremamente desconfortáveis quando alguém toca nessa parte do seu corpo e isso pode gerar graves traumas e lesões no animal, como as temidas fraturas. Como o rabo de gato nada mais é do que uma extensão da coluna vertebral, o toque pode causar muito incômodo ao bichano. Por isso, o mais recomendado é que as pessoas resistam a essa tentação e evitem ao máximo tocar na cauda do animal.

Fratura no rabo de gato: o que pode causar isso?

Além do toque na cauda, existem diferentes razões que motivam lesões nessa parte do corpo do animal. Como os bichanos adoram estripulias e aventuras em lugares altos, não é difícil imaginar que, em alguns momentos, isso pode acabar dando errado, né? Apesar de toda a destreza e agilidade, acidentes acontecem e isso pode acabar resultando em uma fratura no rabo do gato. Se ele convive com outros animais ou tem o hábito de sair para a rua, brigas podem acabar machucando a cauda também. Além disso, atropelamentos também são comuns nesse cenário de rua. Outras possíveis causas para uma lesão na cauda do gato são pisões ou quando o rabo fica preso em algum lugar.

6 sinais de que o rabo do gato sofreu uma fratura

1) Gato mia muito ou está com um comportamento mais quieto triste;

2) O animal apresenta dificuldade para se locomover;

3) O gato demonstra desequilíbrio ao andar;

4) O rabo do gato está com um formato estranho, como uma espécie de nó;

5) O bichano parou de mexer a cauda repentinamente;

6) O gato está com incontinência urinária ou fecal.

O que fazer ao perceber a cauda do gato fraturada?

Atenção é tudo nessas horas! Nem sempre é fácil perceber quando um gato está com o rabo lesionado, mas se você observar algum dos sinais destacados acima, é fundamental procurar um médico veterinário para averiguar a situação. Como o rabo do gato afeta diretamente o equilíbrio e a locomoção do animal, é imprescindível procurar um tratamento adequado o quanto antes. Caso contrário, seu amigo vai continuar sentindo muita dor e desconforto na região. Também é importante frisar que, dependendo do local em que fratura ocorreu, existe a possibilidade de que ela provoque problemas neurológicos no animal.

Já sobre o tratamento, é importante ter em mente que isso vai depender muito do diagnóstico realizado pelo médico. Em casos simples, pode ser que apenas o uso de uma tala seja suficiente para cuidar do seu amigo de quatro patas. Entretanto, em casos mais graves, a cirurgia muitas vezes se torna a melhor solução. Além disso, é fundamental seguir todas as orientações do veterinário para garantir que o seu gatinho vai se recuperar da melhor forma.

Saiba como evitar possíveis fraturas na cauda do gato

Geralmente, as lesões no rabo do gato são derivadas de um fator externo. Por isso, a melhor maneira de evitar que esse tipo de coisa aconteça é tendo alguns cuidados básicos com o animal. Uma das maiores recomendações é não deixar que o seu amigo tenha acesso à rua. Assim, acidentes e confrontos com outros animais podem ser facilmente evitados - e a cauda do gato estará totalmente segura.

Além disso, como já foi dito, não se deve tocar no rabo do gato, nem mesmo se for um carinho ou uma brincadeira. Isso é péssimo e traz muito desconforto para o bichano, portanto, respeite sempre o corpo do animal. Também é importante redobrar a atenção ao caminhar perto do seu pet para não pisar na cauda do gato. Apesar de serem medidas simples e básicas, garantimos que elas podem ajudar bastante a prevenir que acidentes aconteçam com o rabo do gato.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O rabo de gato é uma ferramenta de linguagem corporal dos felinos
    O rabo de gato é uma ferramenta de linguagem corporal dos felinos
    Rabo: gato pode indicar que está assustado com o movimento da sua cauda
    Rabo: gato pode indicar que está assustado com o movimento da sua cauda
    A cauda do gato é extremamente sensível ao toque. Por isso é importante evitar o contato com essa região
    A cauda do gato é extremamente sensível ao toque. Por isso é importante evitar o contato com essa região
    O rabo do gato parado significa que o animal está relaxado
    O rabo do gato parado significa que o animal está relaxado
    Gato sem rabo: algumas raças, como o Gato Manês, não possuem cauda ou têm o comprimento reduzido
    Gato sem rabo: algumas raças, como o Gato Manês, não possuem cauda ou têm o comprimento reduzido
    O rabo de gato é uma ferramenta de linguagem corporal dos felinos
    Rabo: gato pode indicar que está assustado com o movimento da sua cauda
    A cauda do gato é extremamente sensível ao toque. Por isso é importante evitar o contato com essa região
    O rabo do gato parado significa que o animal está relaxado
    Gato sem rabo: algumas raças, como o Gato Manês, não possuem cauda ou têm o comprimento reduzido

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Rabo: gato utiliza essa parte do corpo para se comunicar

    Uma boa maneira de aprender a interpretar o comportamento do gato é analisando os movimentos da sua cauda. Pode parecer esquisito, mas a verdade é que o rabo do gato é uma das formas que o bichano encontra de se expressar e se comunicar com os humanos. A linguagem corporal felina significa muito, e dependendo da posição e do movimento da cauda de gato, é possível saber se o bichano está de bom humor, assustado ou até mesmo irritado com alguma coisa. Depois que você aprende a interpretar esses sinais, fica muito mais fácil conseguir se comunicar com os felinos.

    Rabo de gato: entenda o que cada movimento pode significar

    - Rabo para cima com pelos baixos

    Se o bichano está com a cauda ereta, mas os pelos estão aparentemente baixos, quer dizer que ele está tranquilo. Essa posição, na verdade, é muito comum e não é motivo para preocupação. Às vezes, é até possível perceber que o rabo do gato está “apontando” para um determinado local.

    - Rabo para cima com pelos eriçados 

    Já quando o gato está com a cauda ereta, mas os pelos também estão para cima, é preciso ter atenção. Isso acontece quando o gato se sente ameaçado por alguma coisa, seja um outro animal ou até mesmo alguma situação - como o banho. Então não se assuste se o bichano tomar uma postura defensiva. O ideal é identificar o motivo disso e tentar acalmar o seu amigo.

    - Rabo de gato com uma curva

    Esse movimento com o rabo normalmente significa que o seu amigo de quatro patas está sob um momento de tensão e não deve ser incomodado. Por algum motivo, ele está se sentindo inseguro e desconfiado. Desta forma, o melhor a se fazer é deixar o gato quieto até que ele volte a se sentir confortável e tranquilo. Pode acontecer, por exemplo, quando há muitas pessoas desconhecidas por perto.

    - Rabo relaxado e com pouco movimentos

    Notou que o seu pet está com o rabo relaxado, parado ou se movimentando muito pouco? Não há com o que se preocupar! Isso quer dizer que o bichano está descansando, mas ainda assim atentos ao que está acontecendo ao redor. É um ótimo momento para chegar bem pertinho do animal e fazer um carinho nele.

    - Rabo com movimentos mais longos

    Por outro lado, se a cauda do gato está se movimentando calmamente como se fosse um aceno, quer dizer que algo despertou a curiosidade do animal naquele ambiente. Tanto é que, além do rabo do gato, é possível notar também o seu olhar atento e curioso àquilo que despertou o seu interesse.

    - Rabo do gato entre as pernas

    A expressão “rabinho entre as pernas” é muito popular e normalmente é associada a arrependimentos no geral. Mas quando se trata dos felinos, o rabo do gato entre as pernas normalmente significa que o animal está triste e deprimido. Por isso, se você notar que o seu bichano anda assim, é importante começar a dar mais atenção para ele e fazê-lo se sentir amado.

    - Rabo de gato para baixo

    Quando o rabo do gato fica para baixo quer dizer que o seu amigo de quatro patas não está legal. Normalmente, indica doenças e problemas de saúde. Se observar outros sinais de apatia, a melhor atitude a ser tomada é levar o bichano ao veterinário para entender o que pode estar acontecendo.

    - Rabo relaxado com movimentos curtos e rápidos

    Isso normalmente acontece quando o animal fica muito empolgado com alguma coisa: seja quando o tutor mostra um brinquedinho novo ou quando oferece uns petiscos para ele. 

    - Rabo de gato mexendo sem parar

    Se o bichano está mexendo o rabo de um lado para o outro incansavelmente, é preciso ter certo cuidado. Isso significa que o animal está de mau humor e não quer ser incomodado. Por isso, nem tente chegar perto dele nessas horas!

    - Rabo do gato colado no corpo

    Esse movimento pode acontecer quando o bichano for pego no colo, de forma que ele “gruda” o rabo junto a sua barriga. Tal posição significa que o gato está nervoso e desconfortável com a situação, e por isso ele acaba tomando essa atitude de “proteger” a barriga, que está vulnerável.

    Gato sem rabo: o que você precisa saber

    Apesar de o rabo de gato ser muito importante para o seu equilíbrio e flexibilidade, não são todos os felinos que podem usufruir de uma longa e bela cauda. Isso porque existem algumas raças de gato que não apresentam essa estrutura da forma que estamos acostumados. Não é à toa que muita gente se refira a elas como raças de gato sem rabo. O gato Manês - ou “Manx cat” - é um grande exemplo disso. Os animais dessa raça, na verdade, podem sofrer com a ausência total do rabo, mas também existem variações em que esses gatos têm rabos bem curtinhos. Isso acaba interferindo na maneira que esses bichinhos andam e, por isso, eles acabaram criando um jeitinho próprio de se locomoverem.

    Redação: Juliana Melo

     

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Próxima matéria

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato Caracal doméstico: descubra tudo sobre essa curiosa raça felina
    Raças

    Gato Caracal doméstico: descubra tudo sobre essa curiosa raça felina

    O Caracal é uma espécie de gato selvagem cujo habitat natural são regiões semidesérticas ou florestas secas localizadas entre África, península Árabe e Índia. O que poucas pessoas sabem é que a partir do felino Caracal selvagem - que também leva o nome de lince do deserto -, surgiu o que conhecemos hoje como gato Caracal doméstico. Na prática, o animal é resultado do cruzamento direto de um Caracal com uma raça de gato domesticada.

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos
    Comportamento

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos

    Não há nada mais fofo do que ver um gato dormindo. Essa, inclusive, é uma cena bastante comum na vida dos pais de pet, já que os felinos aproveitam boa parte da vida intercalando sonecas. Mas você já parou para pensar quantas horas dorme um gato? Às vezes parece até que esse ciclo dura o dia todo… será que esse é um comportamento normal ou pode ser motivo de preocupação? O que os gatos sonham (se é que ele sonham)? São muitas perguntas que precisam ser respondidas, mas não se preocupe. 

    Bobtail Japonês: saiba tudo sobre essa raça de gato com rabo curtinho!
    Raças

    Bobtail Japonês: saiba tudo sobre essa raça de gato com rabo curtinho!

    O Bobtail Japonês tem potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos! O felino de aparência exótica e cauda curtinha tem muita energia e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem asiática, esse gatinho é super inteligente e ama explorar. Deu vontade de saber mais a respeito dele, né? O Patas da Casa preparou um guia completo sobre a raça e vamos te contar tudo, desde a origem até os cuidados necessários para manter esse pet feliz e saudável.

    Ver Todas >

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?
    Cuidados dos animais

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    A coleira com guizo em gatos está longe de ser o presente ideal para o seu amigo felino. Apesar de parecer uma boa estratégia para localizar o animal dentro de casa, o sininho que costuma vir pendurado na coleira incomoda bastante os bichanos e pode deixá-los bem estressados. Isso não quer dizer que você deve abrir mão de uma coleira de identificação para o seu pet. O único cuidado deve ser em relação ao guizo na coleira no gato, que deve ser evitado. 

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Ver Todas >