Cachorro

Quanto tempo vive um cachorro cardíaco? Veterinário responde essa e outras dúvidas sobre problema no coração

Publicado - 03 Janeiro 2024 - 12h32

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Cardiopatias são doenças que acometem o coração dos cachorros. Estima-se que um a cada dez cães vai desenvolver esse tipo de problema, cujo tratamento pode levar toda a vida. Cachorro com sopro no coração, cardiomiopatia ou insuficiência cardíaca, por exemplo, precisa de mudanças na rotina para ter um maior bem-estar. Mas quanto tempo vive um cachorro cardíaco? A expectativa de vida desses cães é menor do que a de um animal saudável? Problemas cardíacos podem influenciar em quantos anos vive um cachorro?

O Patas da Casa conversou com Lucas Zagatto, médico veterinário com pós-graduando em cardiologia. Ele tirou essas e outras dúvidas sobre doenças no coração e ainda ensinou o que fazer durante uma parada cardíaca em cachorro. Confira!

O que é cardiopatia em cães?

Cardiopatia é o nome dado a qualquer alteração no coração do cachorro, ou no sistema cardiovascular como um todo. São problemas que podem ser adquiridos ao longo da vida, congênitos ou hereditários. Existem vários quadros que podem resultar em um cachorro cardiopata, como:

Imagem Quiz:Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Teste seus conhecimentos sobre a saúde de cachorro!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Cardiomiopatia dilatada (ou cardiomegalia em cães)
  • Sopro no coração
  • Hipertensão
  • Doença degenerativa da válvula mitral
  • Insuficiência cardíaca

Assim como nos humanos, no cão, coração é um órgão importantíssimo e que demanda atenção. É por isso que muitas vezes a demora em identificar os sintomas de um cachorro com problema de coração - e, principalmente, em buscar assistência - pode afetar a longevidade do animal. 

O que causa problemas cardíacos em cães?

O problema cardíaco em cães pode ter diferentes origens. Em alguns casos, o animal desenvolve a doença ao longo da vida. Em outros, pode ser um problema congênito - ou seja, que nasce com o animal - devido a uma má-formação ou por causa da própria genética, sendo uma condição hereditária.

Quando a cardiopatia é desenvolvida ao longo da vida, alguns fatores que contribuem para isso são o sedentarismo, alimentação inadequada e até mesmo o uso de alguns medicamentos de forma errada. Tudo isso pode deixar o cão cardiopata (principalmente cachorros idosos).

Quais sintomas de cachorro com problemas de coração?

Existem diferentes tipos de doenças cardíacas em cães, cada uma com suas particularidades. Porém, no geral quando falamos de um cachorro com problema no coração, sintomas em comum costumam se manifestar na maioria delas. O veterinário Lucas citou alguns sinais para ficar de olho:

  • Dispneia, ou dificuldade para respirar;
  • Tosse de cachorro contínua;
  • Apatia;
  • Inchaço no abdômen ou nas pernas;
  • Cansaço fácil ou fraqueza;
  • Falta de apetite;
  • Desmaios.

Fique atento a quadros de arritmia (irregularidade nos batimentos cardíacos). Cachorro não deve ter o coração batendo nem muito rápido nem muito devagar. É fundamental ficar atento, principalmente à questão do cansaço, dificuldade de respirar e tosse cardíaca em cães. Como tratar rapidamente é a melhor maneira de evitar consequências mais graves, é fundamental que ao sinal de qualquer sintoma o tutor visite o veterinário.

O que fazer quando o cachorro tem problema no coração?

Ao suspeitar de um problema de coração em cachorro, sintomas devem ser passados para um veterinário especializado em cardiologia imediatamente. O profissional ficará encarregado de solicitar os exames necessários, fechar o diagnóstico do paciente e indicar o tratamento mais adequado para o seu bichinho.

Por que a insuficiência causa tosse cardíaca em cães, como tratar e quais são os sintomas?

A insuficiência cardíaca congestiva (ICC) é uma das doenças do coração mais graves. "Caracteriza-se por um bombeamento de sangue insuficiente. Assim, a tendência é o acúmulo de sangue nos vasos, dificultando o fluxo normal", explica Lucas.

Um dos grandes perigos da ICC é a formação de edemas, quando há acúmulo de líquido em certas partes do corpo. "Quando ocorre nos pulmões, os principais sintomas são cansaço e tosse. Outro sinal da enfermidade é a ascite em cães, que se caracteriza pelo acúmulo de líquido na cavidade abdominal".

O cachorro tossindo pode estar dando um sinal de insuficiência cardíaca. Por isso, é importante ficar alerta à tosse cardíaca em cães. Como aliviar esse problema? Normalmente, são usados diuréticos, pois ajudam a expulsar o excesso de líquido, melhorando a respiração.

Quanto tempo vive um cão com insuficiência cardíaca?

Quanto mais cedo o cão cardiopata for diagnosticado, melhor será o prognóstico. Há relatos de cães que chegam a viver cinco anos ou mais depois do diagnóstico da cardiopatia. 

O que significa um cachorro com sopro no coração? 

Você já deve ter ouvido falar em cachorro com sopro no coração, mas pode não saber muito bem do que se trata. "Caracteriza-se por uma falha anatômica nas válvulas que leva a um descontrole na passagem de sangue e, por consequência, pode levar à insuficiência cardíaca", explica.

Ao identificar um cachorro com sopro no coração, o veterinário confirma o diagnóstico de valvulopatia, uma das doenças cardíacas mais comuns em cães. "Esta é uma doença que traz sérias complicações ao coração. É mais comum em raças de pequeno porte, como Pinscher, Maltês, Yorkshire e Poodle".

Quanto tempo vive um cachorro com sopro no coração?

Muitos tutores se perguntam se o cachorro com sopro no coração pode morrer, e a verdade é que sim. Se a condição não for tratada, o animal pode vir a óbito. Por outro lado, a expectativa de vida de um cachorro com sopro no coração não é das mais baixas: cães com sopros cardíacos podem viver longos anos, desde que recebam o tratamento adequado.

cachorro cardíaco: cão sendo examinado no veterinário
A expectativa de quanto tempo vive um cachorro cardíaco pode variar

Quanto tempo vive um cachorro cardíaco? 

Não dá para definir com precisão quanto tempo vive um cachorro cardíaco, pois cada caso é um caso. As doenças no coração normalmente afetam o cachorro idoso a partir dos 7 anos. Na verdade, Lucas explica que os problemas cardíacos são uma das maiores causas de morte de cães idosos.

Hoje, existem diferentes tipos de tratamento e remédio para insuficiência cardíaca em cães, assim como para outras doenças no coração. Por isso, cães cardíacos podem viver por bastante tempo. Isso vai depender da qualidade de vida oferecida ao cachorro com problema de coração, tratamento adequado e acompanhamento veterinário. 

Como cuidar de cachorro cardiopata?

Para um cachorro com problema de coração, tratamento vai além de medicamentos. Uma boa qualidade de vida é essencial para aumentar a expectativa de quanto tempo vive um cachorro cardíaco. Alguns cuidados devem ser adotados no dia a dia.

"O animal recebe a medicação adequada e, dependendo da fase da doença, é indicada uma dieta. Hoje, existem rações especialmente formuladas por nutricionistas e veterinários feitas para o animal que tem problemas no coração", orienta o especialista.

Além disso, atividades físicas podem ser de grande ajuda. "Exercício físico também é importante, pois ajuda a liberar algumas substâncias que vão proporcionar uma qualidade de vida melhor", esclarece. Converse sempre com o veterinário e não exagere na intensidade dos exercícios. "Tomando os cuidados necessários, seu cão pode viver por muito tempo", complementa Lucas.

Cachorro cardiopata ofegante: o que fazer?

O cachorro com coração debilitado pode ter sintomas que se manifestam com frequência, como a respiração acelerada. Ao ver um cachorro cardiopata ofegante, o mais indicado a se fazer é buscar assistência profissional, relatando o ocorrido para que o animal seja socorrido.

 

Como saber se o cachorro está tendo uma parada cardíaca?

Em um ataque cardíaco em cachorro, sintomas surgem de maneira muito repentina. Então como reconhecer o problema? Geralmente, os sintomas de parada cardíaca em cachorro mais comuns são perda da consciência, língua roxa, respiração alterada, espasmos, pupilas dilatadas e queda brusca dos batimentos cardíacos.

O que fazer ao presenciar uma parada cardíaca em cachorro?

Como o tutor é pego desprevenido, é importante saber que procedimento seguir nesse caso. O cachorro deve ser imediatamente levado ao veterinário. Como é essencial que um ataque cardíaco fulminante em cachorro seja tratado o mais rápido possível, você pode fazer algumas manobras de salvamento durante o trajeto ao hospital.

O especialista Lucas ensina como: "Colocando a palma da sua mão sobre o coração do cão, faça uma pressão firme e rápida e solte (pressione rapidamente e solte uma vez por segundo). Faça entre 100 a 120 compressões por minuto no peito. A cada 30 compressões, execute 2 respirações "ventilação boca-a-focinho”. Pode-se fazer essas manobras até chegar ao pronto atendimento mais próximo de sua região, para ser assistido da melhor forma com ajuda de um profissional".

Publicado originalmente em: 02/05/2022
Atualizado em: 03/01/2024

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Adote um animal

Fiapo de manga: a nova "raça" de cachorro vira-lata que tem feito sucesso na internet

Há quem diga que vira-lata caramelo representa mais o Brasil do que samba e futebol - não à toa que existem propostas de lei para el...

Cachorro

Cruzamento de cachorro: tudo que você precisa saber sobre o assunto

O cruzamento de cachorro é um assunto que desperta a curiosidade da maioria dos tutores. Enquanto alguns se preocupam em evitar que ...

Gato

Os melhores gatos para famílias com crianças: veja a lista com as 10 raças mais indicadas

Quando se trata de escolher um bichano para as crianças, algumas raças de gato se destacam por serem os companheiros ideais. Com per...

Comportamento

Tem um gato arranhando o sofá? Cientistas identificaram as causas desse comportamento e mostram como fazer o pet parar

Conviver com um gato arranhando o sofá é um problema que vários tutores têm dificuldade de corrigir. Apesar de ser um instinto nato ...

Adote um animal

Nomes para cachorro com a letra A: mais de 100 ideias para nomear o seu pet

Pesquisar e selecionar nomes para cachorro para o mais novo integrante da família é uma das partes mais divertidas do processo de ad...

Adote um animal

Maltês: 12 coisas que você precisa saber antes de ter um

Se você está em busca de um cachorro fofo e cheio de personalidade, o Maltês talvez seja a escolha perfeita. Esperto, dócil e brinca...

Ver todas