Gato

Quais são as fases do ciclo de vida do gato?

Publicado - 22 Novembro 2022 - 12h10

Atualizado - 25 Maio 2024 - 19h13

Quanto tempo vive um gato depende de diversos fatores. Ter isso em mente ajuda a entender melhor as fases do ciclo de vida do gato e perceber as mudanças físicas e comportamentais. A expectativa de vida do gato é de 15 a 20 anos e, nesse meio tempo, os cuidados com o animal vão demandar mais ou menos esforço. Conhecer cada estágio da vida do gato é fundamental para cuidar de sua saúde. Leia a matéria a seguir para entender as fases do gato.

Recém nascido: como são as primeiras horas de um gato?

A fase do gato filhote, principalmente quando acaba de nascer, é a mais frágil. O recém nascido deve permanecer ao lado da mãe: somente ela vai garantir a amamentação e os primeiros cuidados, como a higiene da placenta e o corte natural do cordão umbilical. A gata também vai trazer mais segurança à ninhada, que ainda não vai entender bem o que está acontecendo. A troca entre a mãe e os filhotes é marcada por muitos miados, ronrons e, mesmo sem enxergar e ouvir, eles já podem “amassar pãozinho” na mãe como uma forma de carinho.

Filhote de gato: os seis primeiros meses de vida

Após a fase neonatal, eles vão miar menos e ganhar mais independência. Após duas semanas, os olhos se abrem e eles já começam a ouvir. Nessa fase, o tutor deve supervisionar os filhotes, que aos poucos se distanciam da mãe e buscam uma socialização entre a ninhada. O filhote de gato precisa de um ambiente livre de qualquer risco, pois com 20 dias eles já estão andando com mais firmeza e são cheios de energia e uma ingênua curiosidade - que dura até o sexto mês. O crescimento dos filhotes é rápido e já no primeiro mês as orelhas e rabinho estão proporcionais e vão crescer conforme o desenvolvimento do corpo.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

A dieta nas primeiras semanas é limitada ao leite materno e, na ausência dele, ofereça leite artificial para filhotes. O desmame do gato começa aos dois meses e a introdução alimentar deve começar com papinhas e ração úmida para filhotes. O acompanhamento de um veterinário também é fundamental para aplicação de vacinas e vermífugos, além de recomendar outros cuidados que vão garantir a saúde do felino ao longo da vida.

Com quatro meses a fêmea pode ter seu primeiro cio e o melhor é castrar entre o primeiro e segundo cio (mas nada impede a cirurgia da gata aos quatro meses, desde que ela tenha o peso ideal e esteja com a saúde em dia). Já o macho atinge a maturidade sexual com oito meses e ele deve ser castrado com menos de um ano. Um gato é filhote até os seis meses e a partir daí começa uma nova fase.

Infância felina: fase dura dos sete meses aos dois anos

Essa fase é cheia de mudanças comportamentais, pois gato com 1 ano já passou por boa parte do desenvolvimento físico e vai começar a  moldar a sua personalidade. O gato de 1 ano tem algumas características do jovem, mas o comportamento infantil do filhote permanece e ele vai ter energia para dar e vender! Os brinquedos para gato vão ajudar a entreter o bichano e esse é o melhor momento para ensinar que ele não deve destruir objetos e que também não deve fazer suas necessidades fora da caixa de areia para gato. Em um lar com mais felinos, ele tende a imitar o comportamento dos demais e isso o ajuda a aprender a dinâmica da casa.

Nesse estágio é capaz dele atingir sua aparência final e as mudanças físicas cessam. O visual sofre pequenas alterações e sua pelagem se adapta ao longo das estações do ano. Mas os cuidados permanecem e é importante seguir o calendário de vacinação e manter o vermífugo em dia, além de uma nova transição alimentar para ração de gato adulto. Em caso de felino castrado, não deixe de buscar ração premium com essa categoria para evitar a obesidade.

 

Gato cinza recebendo carinho na cabeça

 

Gato adolescente: a juventude dos três aos seis anos

Chamada de ‘gatolescência’, na puberdade o felino já tem o seu físico e personalidade formados e se ele ainda não aprendeu a usar a caixa de areia, agora vai ser mais difícil ainda de ensinar. Nessa fase, qualquer adaptação é complicada, desde a socialização com outro pet a outros comportamentos do gato que são inadequados. Assim como os adolescentes humanos, os gatos também vão fazer muita birra! Porém, tudo tem solução, desde que o tutor tenha muita paciência para educar um gatinho desobediente.

Essa conduta piora quando o bichano não é castrado: ele vai ter mais vontade de conhecer o mundo e pode fugir. Mas é importante não permitir as "escapadinhas do gato" - ele pode não voltar. A criação indoor sempre será a melhor solução. Toda a vitalidade está em alta e boa parte dos problemas são comportamentais. Mesmo assim, não deixe de fazer a manutenção da saúde felina.

Gato adulto: dos sete aos dez anos o felino é ‘maior de idade’

Quando o assunto é com que idade o gato fica adulto, o início dessa fase varia de acordo com algumas raças. Por exemplo, uma raça que vive por mais tempo tende a entrar nesse estágio aos dez anos. Já um gato com menos expectativa de vida, se torna adulto aos sete. Aqui ele começa a dar indícios da terceira idade e alguns problemas vão surgir. Se o gato tem predisposição a alguma doença, é nessa hora que ela vai se manifestar. Por isso, redobre alguns cuidados e fique atento ao comportamento do gato para identificar qualquer coisa fora do normal.

O gato adulto, próximo da terceira idade, fica mais dorminhoco e preguiçoso, com menos energia para brincar. Isso gera um aumento de peso e, para driblar isso, os tutores devem incentivar brincadeiras e exercícios contra o sedentarismo.

Ao contrário do adolescente que é desobediente, o conserto de algum comportamento é mais fácil e um gato adulto é mais aberto às correções - mas ainda é necessário certa paciência. Entenda que pequenas atitudes podem ser corrigidas, mas não a personalidade dele. Se o felino é reservado ou carente, vai continuar assim.

Gato na terceira idade: fase começa a partir dos 11 anos

Um gato na meia-idade é mais carente do que brincalhão e a pouca energia é poupada para brincadeiras leves ou pedir carinho. Se antes o maior problema era o comportamento, agora é hora de prestar mais atenção à saúde, pois os problemas se intensificam e todo cuidado é pouco.

Um gato idoso costuma ter problemas para se movimentar e uma casa confortável vai ser essencial. Ele pode desenvolver demência felina e vai se esquecer de coisas básicas (como comer e beber água) em situações mais graves. Portanto, assim como os filhotes, o tutor deve cuidar do gato geriátrico e o incentivar a fazer suas atividades, além de deixar tudo de fácil acesso para ele.

Nesse ciclo-vida, gato velho também volta a sofrer transformações físicas: a pelagem se torna mais frágil e sem brilho, além de ganhar uma tonalidade branca. A queda de pelos também é comum. Já o semblante do felino muda e ele parece mais cansado.

Os cuidados são essenciais em cada fase do gato

O tempo de vida do felino vai de acordo com a sua qualidade de vida, mas a raça também influencia nessa expectativa. Um gato Siamês vive mais que um Ragdoll, por exemplo. Mas não importa a raça, os cuidados com a saúde do animal são por toda a vida. Infelizmente é um mito dizer que o gato tem sete vidas, portanto, a única vida dele deve ser a melhor possível.

Redação: Erika Martins

Edição: Luana Lopes

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Adoção

Casal atravessa o oceano para tirar férias relaxantes e acaba resgatando um gato de rua machucado

O Dia dos Namorados Pet não é só um momento para celebrar o amor que você sente pelo seu gato ou cachorro. É também época para recon...

Comportamento

Com quantos anos você descobriu que os gatos no Egito eram divindades e símbolos de proteção?

Você sabia que os gatos no Egito eram adorados e vistos como criaturas místicas? A relação entre humanos e gatos ao longo da históri...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Ver todas