Saúde

Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

Raças de cachorro como o Labrador estão mais propensas a desenvolver a   displasia coxofemoral em cães
Raças de cachorro como o Labrador estão mais propensas a desenvolver a displasia coxofemoral em cães

Uma das melhores coisas para os pais e mães de pet é ver seus filhos de quatro patas fortes e saudáveis. Contudo, às vezes mesmo com todos os cuidados necessários para cuidar da saúde do animal, o cachorro pode acabar adoecendo, e, em alguns casos, o principal motivo para isso é a herança genética. Como muitos sabem, algumas raças de cachorro são mais predispostas para o desenvolvimento de certas doenças e, por isso, é preciso ter um cuidado redobrado com esses cães. A seguir, reunimos as doenças genéticas de cachorro consideradas mais comuns e quais as principais raças que são afetadas por elas.

1) Displasia coxofemoral em cães: doença afeta principalmente cachorros de porte grande

Também conhecida como displasia de quadril canina, a displasia coxofemoral é uma doença que afeta principalmente os ossos, músculos e tendões das patas traseiras do cão, atrapalhando a mobilidade desses animais. Os cachorros acometidos geralmente sentem muita dor e desconforto, principalmente para andar, e os movimentos do cãozinho ficam bastante limitados. É um quadro que costuma afetar principalmente as raças de cachorro grandes, como Labrador, Rottweiler, Golden Retriever, Pastor Alemão e Pitbull.

2) A dermatite atópica canina é caracterizada por irritações na pele do animal

Esse é um tipo de alergia em cachorro considerado bastante comum e que se propaga de forma genética. Isto é, filhotes de outros cães que apresentam quadros de dermatite canina costumam desenvolver a mesma condição, sendo que as raças mais afetadas geralmente são o Shih Tzu, Lhasa Apso, Labrador, Maltês e Bulldog Francês. Não é difícil de perceber um quadro de dermatite atópica canina: ele se manifesta principalmente por meio de irritações e coceiras na pele do cãozinho, deixando a região bastante avermelhada e podendo causar queda de pelos no animal acometido.

3) Hipotireoidismo em cães: entenda como a doença se manifesta

Trata-se de uma doença endócrina que consiste na baixa produção de hormônios da tireoide. Esses hormônios, por sua vez, são os responsáveis por regular o nível de energia do cachorro e pode afetar significativamente a qualidade de vida e bem-estar dele. Dentre os principais sintomas do hipotireoidismo em cães, destaca-se o ganho de peso, sedentarismo, intolerância ao frio e a exercícios físicos. As raças de cachorro mais predispostas a essa condição são Golden Retriever, Labrador, Cocker Spaniel, Beagle e Boxer.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Luxação da patela em cães: Dachshund, o cachorro salsicha, tem predisposição genética para a doença
    Luxação da patela em cães: Dachshund, o cachorro salsicha, tem predisposição genética para a doença

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    4) Luxação da patela é comum em cachorros de pequeno porte

    Essa é uma condição bastante frequente em animais de pequeno porte, principalmente das raças Pug, Chihuahua e Dachshund (o famoso cachorro salsicha). Na prática, a luxação de patela em cães acontece quando há o deslocamento da rótula, um ossinho localizado no joelho dos cachorros. Esse quadro geralmente traz bastante dor e desconforto no paciente, e pode ser identificado por meio de inchaços na região e movimentos limitados do joelho, o que deixa o cachorro mancando. Ao perceber qualquer sinal da doença, é necessário buscar o auxílio de um veterinário. Dependendo da gravidade do caso, o tratamento mais indicado é a cirurgia.

    5) Cardiomiopatia dilatada em cães afeta principalmente os animais grandes

    Dentre os vários tipos de cardiopatias que podem afetar os cães, a cardiomiopatia dilatada é uma das mais comuns. Essa doença é caracterizada por uma dilatação do músculo cardíaco que reduz progressivamente a capacidade de bombear sangue pelos ventrículos, podendo levar a um quadro de insuficiência cardíaca. Cansaço, fraqueza, desmaios, arritmias são alguns dos principais sinais da cardiomiopatia dilatada em cães, e as raças mais propensas para o desenvolvimento da doença são Doberman, Dogue Alemão, Boxer, São Bernardo, Afghan Hound e Old English Sheepdog.

    6) Síndrome respiratória braquicefálica: o que você precisa saber

    Você já deve ter ouvido falar nas raças de cachorro braquicefálicos, certo? São animais que têm o famoso “focinho achatado” - estrutura anatômica que, na verdade, acaba sendo prejudicial para esses cães. O problema é que algumas dessas raças, como o Pug, Bulldog Francês e o Shih Tzu, tem maior predisposição para desenvolver o que chamamos de síndrome respiratória braquicefálica, uma doença que tem como principal sintoma a dificuldade na hora de respirar. Além disso, alguns cães tendem a ficar ofegantes com facilidade, e outros chegam até mesmo a roncar enquanto dormem. 

    Redação: Juliana Melo

     

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Próxima matéria

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!
    Carrapato

    Sintomas da doença do carrapato: veja os mais comuns e aprenda a identificar se seu cachorro está doente!

    O carrapato é um dos principais parasitas que ameaça o dia a dia e a saúde de cachorros criados em casa. Além da infestação ser incômoda para o animal, ele também pode transmitir a doença do carrapato — que, na verdade, pode se manifestar no corpo do animal de quatro formas diferentes. Os sintomas da doença do carrapato são a primeira forma de identificar o que está acontecendo com o seu cachorrinho. Para esclarecer todas as dúvidas sobre a doença do carrapato em cachorro, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro. Dá uma olhada no que ela explicou aqui embaixo!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Ver Todas >

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?
    Saúde animal

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?

    Não são só os humanos que ficam mais propensos a ficar doentes no inverno. Algumas doenças de cachorro também são mais frequentes e intensas durante a época mais fria do ano. Isso acontece porque as defesas do organismo tendem a cair com as temperaturas mais baixas. Portanto, é importante manter seu cãozinho agasalhado e sempre com as vacinas em dia. Os problemas mais comuns são aquelas que acometem o sistema respiratório, mas cachorros com problemas nas articulações também sofrem.

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos
    Saúde animal

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

    Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

    Quais as doenças de gato mais perigosas?
    Saúde animal

    Quais as doenças de gato mais perigosas?

    É inevitável se preocupar com a saúde do gato, até porque nenhum tutor gosta de ver o próprio bichinho doente. E, às vezes, mesmo com todos os cuidados necessários, ainda corre o risco dos bichanos adoecerem inesperadamente. Mas quais são as doenças de gato consideradas mais graves e que precisam de maior atenção? A FIV e FeLV são bons exemplos disso, pois o diagnóstico positivo requer mudanças na rotina do pet. 

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma
    Saúde animal

    Cachorro não quer comer? Veja os problemas de saúde mais relacionados com o sintoma

    A falta de apetite é um sintoma comum a muitas doenças que acometem os cães. É normal um tutor relatar "meu cachorro não quer comer", mas algumas vezes o cão apenas tem apetite seletivo ou o dia está muito quente. Porém, se a situação se estender e vier acompanhada de outros sintomas, pode significar uma infecção viral ou bacteriana, contaminação por parasita, problemas digestivos ou renais e até mesmo questões psicológicas. 

    Ver Todas >