Saúde

Piometra em cadelas: saiba tudo sobre essa doença silenciosa e como evitar

A piometra em cadela é uma doença que demora a ser percebida, mas pode ser prevenida
A piometra em cadela é uma doença que demora a ser percebida, mas pode ser prevenida

A piometra em cadelas é uma doença silenciosa e desconhecida por grande parte dos donos de animais. Ela é uma infecção causada por bactérias no útero e pode até ser leva à morte caso demore a ser diagnosticada e tratada. Ela pode acontecer a partir do primeiro cio da sua cachorra, mas é mais comum em animais que já chegaram à fase adulta. Para esclarecer algumas dúvidas sobre a piometra canina, nós conversamos com Jorge Morais, veterinário e fundador da rede Animal Place. Descubra mais sobre a condição aqui embaixo! 

O que é piometra em cadelas?

“A piometra é uma infecção que ocasiona o pus intrauterino”, conta o profissional. Quando a cadela entra no cio, as alterações hormonais do seu organismo fazem com que a probabilidade de proliferação de bactérias em seu útero aumente — o órgão reprodutor fica mais exposto, principalmente quando não há a fecundação de óvulos e a gravidez. Os níveis altos de progesterona após o ciclo são responsáveis pela transformação do ambiente intrauterino da cadela no ambiente perfeito para a ação das bactérias. Quando elas atravessam a parede uterina e são transportadas para outras partes do corpo da cadela através da circulação, podem causar complicações sérias no estado de saúde da sua amiga de quatro patas. 

Quais são os sintomas da piometra canina?

Mesmo que seja uma doença silenciosa no início — os sintomas costumam começar a aparecer apenas dois meses depois do cio da cadela —, a piometra em cadelas tem um sintoma muito marcante relacionado à infecção: “o principal sintoma é uma secreção vaginal purulenta, mas, antes disso acontecer, a paciente pode apresentar um aumento de volume abdominal, inapetência (falta de apetite), febre e ausência de cio regular”, explicou o veterinário. Além desses sintomas, você também pode ficar atento à fraqueza, dor na região abdominal, aumento da sede e do xixi dos animais. 

Piometra canina aberta x fechada: a diferença entre as duas apresentações da doença 

A piometra canina pode se desenvolver de duas formas diferentes no útero das cadelas. A apresentação aberta da doença é a mais comum de todas, em que o colo do útero permanece aberto, o que permite que a secreção com pus seja liberada. A piometra fechada, por sua vez, acontece quando a infecção causa nódulos que obstruem o colo do útero da cadela, o que gera o acúmulo de pus. Ela é bem mais séria e mais difícil de ser diagnosticada. 

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças muito independentes Golden Retriever e Yorkshire são cães que gostam de curtir a companhia dos humanos Border Collie e Jack Russell Terrier são cheios de energia e amam aventura
    A piometra em cadelas é diagnosticada com a ultrassonografia
    A piometra em cadelas é diagnosticada com a ultrassonografia

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Como é feito o diagnóstico da piometra em cadelas? 

    Para os tutores, é mais simples identificar a necessidade de ir ao veterinário quando a cadela está com a piometra aberta, já que a secreção vaginal é identificada com facilidade. Ainda assim, a consulta é necessária assim que você reparar em qualquer um dos sintomas na sua cachorrinha. “O diagnóstico da piometra é feito através da avaliação dos sintomas clínicos associada a exames de sangue e a um ultrassom”, contou o veterinário. Ou seja: tudo começa através das mudanças de comportamento e sinais de que algo pode não estar muito bem com a sua cadela. 

    O tratamento da piometra em cadelas pode acontecer de duas formas diferentes

    Depois de diagnosticada, a piometra canina deve ser imediatamente tratada para evitar complicações para a saúde e a qualidade de vida da cadela. Jorge explica quais são as duas opções de resolução desse problema: “o tratamento mais indicado é a cirurgia de piometra em cadelas, em que o útero é retirado. Também existe o tratamento medicamentoso, mas ele é dispendioso e não exclui a possibilidade de reaparecimento da doença, por isso, não costumo recomendar”. 

    A melhor forma de combater a piometra em cadelas é com a prevenção

    Mais uma vez por causa dos sintomas silenciosos, que, em alguns casos, são identificados e percebidos quando é tarde demais, a prevenção é a melhor forma de lidar com a piometra canina. Por não ser uma doença contagiosa, a solução aqui passa longe de ser uma vacina: “a castração logo após o primeiro cio é uma das maneiras de se evitar esse e outros problemas de saúde”, afirma o profissional. Mesmo que a sua cadelinha já tenha passado pelos primeiros cios, ainda é válido apostar nessa solução. Converse com o seu veterinário sobre a possibilidade da cirurgia: provavelmente ele vai pedir alguns exames para verificar o estado de saúde da sua cachorra antes de indicar a castração, mas ela é sempre uma opção que garante maior qualidade de vida ao animal. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Próxima matéria

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    Quem nunca viu aquele cãozinho simpático de “Legalmente Loira”? Se você não lembra desse filme (ou não é da sua geração), deixou de conhecer uma das mais brilhantes atuações de um Chihuahua, o menor - e mais corajoso - cão do mundo. O cachorro é pequeno, mas sua origem é cercada de teorias e histórias: não se sabe ao certo se ele é descendente do Techichi, um cão selvagem do México pré-colonial, se surgiu na China e foi levado por comerciantes espanhóis para o restante do mundo ou se é resultado de cruzamentos do Techichi com alguma raça minúscula chinesa.

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato
    Raças

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato

    Já ouviu falar no gato Turkish Van? Também chamado de Van Turco ou o contrário, Turco Van, o animal desta raça é muito cobiçado e especial aos olhos dos amantes de felinos. Extremamente dócil e cativante, não é muito difícil entender por que as pessoas se apaixonam por esse bichano de pelagem felpuda e macia. Mas afinal, que outras características são típicas desta raça de gato? Como é a personalidade dele? Que cuidados são necessários no dia a dia do gatinho? Para desvendar todas essas questões, preparamos uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o Van Turco. Dá só uma olhada!

    Pinscher: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Raças

    Pinscher: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    O Pinscher é uma das raças de cachorro mais populares do Brasil. Esse cachorro pequeno e leve é conhecido pela coragem e até por não levar desaforo para casa. Por outro lado, o cachorro Pinscher é muito companheiro. Uma curiosidade é em relação ao tamanho da raça: você pode encontrar as variações de Pinscher 0, Pinscher 1, Pinscher 2 e Pinscher miniatura. Conheça as características desse cãozinho! 

    Ver Todas >

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações
    Saúde animal

    Pode dar dipirona para gato? Descubra se o medicamento é permitido e quais são as recomendações

    O uso da dipirona é algo comum entre os humanos, mas quando recomendada para os animais domésticos pode gerar dúvidas nos tutores. Normalmente receitado para aliviar dores e baixar a febre, o medicamento começou a ser comercializado no Brasil em 1922. A ação anti-inflamatória da dipirona possui poucos efeitos colaterais quando comparada a outros medicamentos.

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro? Qual o impacto na saúde? Saiba tudo sobre o sistema imunológico canino

    A saúde do cachorro sempre deve estar em primeiro lugar para quem é pai de pet. Os cachorros tem um sistema imunológico que trabalha desde seu nascimento e vai se desenvolvendo conforme o cão é exposto a patógenos. Assim como nos humanos, alguns fatores externos podem prejudicar o sistema imunológico canino. Situações de estresse, má alimentação, mudanças de clima e baixas temperaturas, por exemplo, podem afetar o sistema imunológico do cãozinho. A defesa desabilitada do organismo do cachorro pode resultar em doenças recorrentes, abatimento e cansaço. Lembre-se que é sempre necessário a avaliação de um médico veterinário de confiança caso seu amigo de quatro patas esteja apresentando sintomas de qualquer doença. Se você quer entender mais como aumentar a imunidade baixa do cachorro e entender melhor o funcionamento do sistema imunológico canino, o Patas da Casa reuniu todas as informações sobre o assunto. Vem dar uma olhada!

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?
    Saúde animal

    Castração de gato: quais os cuidados que você deve ter no pós-operatório?

    A castração de gato é um procedimento cirúrgico que vai muito além de evitar a gravidez indesejada e o possível abandono de animais: ela também é uma forma de cuidar da saúde do seu amigo de quatro patas. No entanto, é comum que muitos tutores se sintam inseguros com a cirurgia, principalmente porque é necessário ter alguns cuidados antes e depois de castrar gato. 

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema
    Saúde animal

    Cálculo renal em gatos: como se desenvolve? Tem cura? Veterinária explica tudo sobre o problema

    Não é mistério que os felinos têm certa dificuldade para beber água no dia a dia. A questão é que muitas vezes isso acaba desencadeando vários problemas na saúde do gato, principalmente no sistema urinário, trazendo grande preocupação para os tutores. O cálculo renal em gatos é uma doença mais comum do que se imagina e precisa de alguns cuidados. Por isso, é essencial saber identificar um gato com problema renal para procurar a ajuda de um especialista o quanto antes. 

    Ver Todas >