Comportamento

Passo a passo de como plantar grama de milho de pipoca para gatos (com fotos)

A grama de milho de pipoca oferece vários benefícios para a saúde e bem-estar do seu pet
A grama de milho de pipoca oferece vários benefícios para a saúde e bem-estar do seu pet

Se você nunca ofereceu uma graminha para o seu gato comer, é hora de mudar isso. Os felinos são animais extremamente exigentes quando se trata da alimentação, mas por outro lado, eles amam um matinho. Com muitos benefícios para a saúde, principalmente no sistema digestório, a grama para gatos deve fazer parte da rotina do seu gato e pode ser cultivada até nas casas mais pequenas. A grama de milho de pipoca é uma das mais fáceis e acessíveis, além de crescer super rápido. Quer aprender como plantar grama de milho de pipoca? A gente te ensina!

Quais os benefícios da grama de pipoca para gatos?

Por mais que sejam animais que se adaptam com tudo, a digestão de um gatinho é um processo delicado e que requer alguns cuidados. A grama para gatos estimula a digestão e ainda previne diarreias e vômitos. Além disso, qualquer alimento diferente que o gato consumir pode resultar em desconfortos gastrointestinais. A grama para gatos alivia o incômodo e pode até ajudar o animal a regurgitar.

Por outro lado, a graminha de gato previne um problema que costuma ser o terror dos gateiros: os vômitos com bolas de pelo. Ao contrário do que algumas pessoas pensam, as bolas de pelo não fazem bem para os gatinhos e podem até trazer complicações à saúde do animal. Rica em fibras, a grama de pipoca traz benefícios para a função digestiva e ajuda a prevenir o incômodo.

Por último, e não menos importante, a grama de milho de pipoca também impacta o comportamento do felino: mantém o animal entretido e ainda alivia o estresse. Ou seja, é uma ótima opção de enriquecimento ambiental.

Como plantar grama de milho de pipoca? Veja o passo a passo!

Plantar a grama de milho de pipoca é super fácil e prático. Você vai precisar de um potinho ou um vaso de planta em tamanho médio, cerca de 200 gramas de milho de pipoca (pode ser mais ou menos, dependendo do tamanho do recipiente), terra fértil, uma pazinha ou colher para manipular a terra e água. Veja o passo a passo com fotos na galeria abaixo:

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
       Passo 1:  coloque boa parte da terra no recipiente em que a grama de pipoca vai ser plantada e reserve um pouco para cobrir os grãos;
    Passo 1: coloque boa parte da terra no recipiente em que a grama de pipoca vai ser plantada e reserve um pouco para cobrir os grãos;
       Passo 2:  borrife água até a terra ficar bem úmida;
    Passo 2: borrife água até a terra ficar bem úmida;
       Passo 3:  Despeje o milho de pipoca até cobrir toda a terra;
    Passo 3: Despeje o milho de pipoca até cobrir toda a terra;
       Passo 4:  Deixe o gato verificar se o plantio da graminha está do agrado dele;
    Passo 4: Deixe o gato verificar se o plantio da graminha está do agrado dele;
      Passo 5:  Cubra os grãos com a terra reservada e borrife água novamente;
    Passo 5: Cubra os grãos com a terra reservada e borrife água novamente;
      Passo 6:  Coloque o vaso em uma janela bem iluminada e regue em dias alternados.
    Passo 6: Coloque o vaso em uma janela bem iluminada e regue em dias alternados.
      Passo 7:  quando as folhas estiverem com cerca de 6 centímetros, dê a graminha para o seu gatinho apreciar!
    Passo 7: quando as folhas estiverem com cerca de 6 centímetros, dê a graminha para o seu gatinho apreciar!
       Passo 1:  coloque boa parte da terra no recipiente em que a grama de pipoca vai ser plantada e reserve um pouco para cobrir os grãos;
       Passo 2:  borrife água até a terra ficar bem úmida;
       Passo 3:  Despeje o milho de pipoca até cobrir toda a terra;
       Passo 4:  Deixe o gato verificar se o plantio da graminha está do agrado dele;
      Passo 5:  Cubra os grãos com a terra reservada e borrife água novamente;
      Passo 6:  Coloque o vaso em uma janela bem iluminada e regue em dias alternados.
      Passo 7:  quando as folhas estiverem com cerca de 6 centímetros, dê a graminha para o seu gatinho apreciar!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Uma das principais vantagens da grama de milho de pipoca para gatos é que ela cresce super rápido: com 3 dias os brotinhos já começam a aparecer e, normalmente, com 1 semana e meia já está pronta para ser servida ao seu bichano!

    Você também pode usar outros ingredientes para preparar a graminha para o seu gato, como a semente de trigo. Também é possível encontrar o matinho já cultivado em pet shops e floriculturas. Mas é importante sempre se certificar de que a grama é indicada para o consumo de pets para evitar intoxicação.

    Redação: Luana Lopes

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Próxima matéria

    Veja 100 fotos de cachorro para se apaixonar!

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!
    Adestramento

    Cachorro e gato juntos: 8 truques para melhorar a convivência e 30 fotos para você se apaixonar!

    Durante muito tempo, cachorro e gato foram declarados inimigos. Algumas pessoas acreditavam que onde havia um cão não poderia ter um gato e vice-versa. Se antes eles não tinham o hábito de conviver, hoje moram juntos e alguns até são inseparáveis. Mas atenção! Nem sempre os animais se entendem de primeira e o processo de adaptação requer tempo e paciência do tutor para que aprendam a respeitar a presença um do outro. Para você que tem um cãozinho e um gatinho e precisa de ajuda para adaptá-los, separamos oito truques para melhorar a convivência. O adestrador Max Pablo, do Rio de Janeiro, deu algumas dicas e também conversamos com a cat-sitter Nathane Ribeiro, que tem três gatos e já precisou adaptá-los com um cão. Veja o que eles disseram!

    Gatos Bengal: características, personalidade, saúde... saiba tudo sobre a raça (+ galeria com 30 fotos)
    Raças

    Gatos Bengal: características, personalidade, saúde... saiba tudo sobre a raça (+ galeria com 30 fotos)

    É impossível não reconhecer a raça de gatos Bengal. As manchinhas de sua pelagem são únicas, assim como o seu rabo comprido, traços finos e olhos claros. Ele lembra um leopardo! A inteligência é uma das características mais marcantes da raça de gato Bengal, junto com as diferentes maneiras de vocalizar e a facilidade em ser adestrado. Quer saber mais sobre esses gatinhos? Preparamos um guia com tudo que você precisa saber - desde os níveis da raça, até os problemas de saúde mais comuns. Confira!

    Grama para gatos: conheça os benefícios e aprenda como plantar em casa
    Comportamento

    Grama para gatos: conheça os benefícios e aprenda como plantar em casa

    Você sabia que, assim como os cães, os felinos adoram comer uma graminha? Além da diversão promovida por esse comportamento, a grama para gatos ajuda na digestão e no controle das bolas de pelos. Se você mora em casa, com certeza já deve ter visto o seu gatinho se deliciar com os matinhos que encontra pela frente. Agora se você mora em um apartamento que não tem muitas plantas, é possível encontrar grama de gato pronta para venda e também sementinhas para plantar. Conheça os diferentes tipos de gramas que o seu felino pode comer, os benefícios desse comportamento e um pequeno tutorial de como plantar um matinho natural para o seu amigo felino.

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar
    Cuidados

    Plantas tóxicas para gatos e cachorros: descubra quais espécies você precisa evitar

    Quem se pergunta como cuidar de um cachorro ou gato por estar dando as boas-vindas a um desses animais em casa em breve vai descobrir que a adaptação do ambiente é mais do que necessária. Buscando a segurança e o conforto do seu novo amigo, é normal instalar telas de proteção e liberar um cantinho para a cama e a ração dele, mas muita gente passa direto pelas plantas: algumas espécies bem comuns em jardins, quintais e vasinhos são tóxicas quando ingeridas e podem até ser fatais.

    Ver Todas >

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?
    Comportamento animal

    Gato-de-bengala: quais os comportamentos selvagens que a raça possui?

    O gato Bengal - também conhecido como gato-de-bengala - tem uma história fascinante: a raça é derivada do cruzamento entre um felino doméstico e um leopardo selvagem. Na prática, isso quer dizer que, diferente da maioria dos gatinhos que vemos por aí, o gato Bengal tem uma aparência inusitada e um comportamento ainda mais instintivo por ser descendente direto de selvagens. 

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença
    Comportamento animal

    Setembro amarelo: 9 coisas que um cachorro ou gato pode fazer para te ajudar a enfrentar a doença

    No mês do Setembro Amarelo, as campanhas sobre a prevenção do suicídio ganham um grande destaque. Cuidar da saúde mental é muito importante, e o acompanhamento de médicos e terapeutas são fundamentais para auxiliar no tratamento de depressão. O que poucas pessoas sabem é que, aliado a isso, ter um bichinho de estimação também faz toda a diferença na vida de pessoas que convivem com a doença.

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano
    Comportamento animal

    Gato Munchkin: preço, comportamento e convivência com esse bichano "rebaixado"

    O gato Munchkin - carinhosamente apelidado de gato “salsicha” - é um dos felinos mais adoráveis que existem. Ele tem pernas curtinhas e um corpo alongado, o que faz com que muitas pessoas se refiram a ele como gato rebaixado ou gato anão. Mas além da aparência inusitada, o que será que esse bichano tem de tão especial? A convivência com o Munchkin com certeza é algo surpreendente.

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar
    Comportamento animal

    5 coisas que o cachorro latindo pode significar

    O cachorro latindo é um comportamento mais comum dos que os tutores esperam. Afinal, como todos sabem, os latidos fazem parte da linguagem canina e são uma forma do seu amigo de quatro patas se expressar. Mas você sabia que existem vários tipos de latidos de cachorro, e cada um deles representa uma situação diferente? É importante ficar atento ao comportamento animal, mas também treinar o seu ouvido para conseguir decifrar o verdadeiro significado por trás de um cachorro latindo.

    Ver Todas >