Passeio

Passear com cachorro na quarentena: veterinário infectologista explica a forma correta de limpar as patinhas

Como limpar a pata de cachorro depois do passeio? Nós tiramos todas as dúvidas com um especialista!
Como limpar a pata de cachorro depois do passeio? Nós tiramos todas as dúvidas com um especialista!

Passear com cachorro na quarentena demanda uma série de cuidados a mais com você e com o animal - entre eles evitar aglomerações, manter a distância mínima de 1,5 metro de outras pessoas e até usar máscaras em alguns casos. Se limpar as patinhas do cachorro ao chegar da rua não fazia parte da sua rotina de cuidados com ele, esse hábito certamente foi repensado agora. Mas fica a dúvida: existe algum protocolo de higienização para garantir que nenhum micro-organismo seja levado para a sua casa nesse período? Deve-se lavar as patas do cachorro ou um pano úmido resolve? Pode passar álcool gel nas patinhas? Para esclarecer suas dúvidas sobre o assunto, o Patas da Casa entrevistou o veterinário infectologista Paulo Tabanez, de Brasília. Veja as recomendações do especialista a seguir!

Por que é importante limpar a pata do cachorro depois do passeio?

A pata do cachorro tem contato com várias substâncias e micro-organismos durante o passeio na rua: bactérias, vírus, parasitas (como pulgas e carrapatos), fezes de animais e outras secreções, que podem ou não estar contaminadas. Além de prejudicar a saúde do próprio animal, a sujeira pode levar problemas para os humanos também. Se você não higienizar as patinhas corretamente ao chegar em casa, o animal vai espalhar todos os micro-organismos que teve contato na rua pelo chão e ainda levar para sofás, cama e qualquer outra superfície que ele tiver contato. Por isso, após os passeios é fundamental separar um tempinho para limpar e cuidar das patinhas. Lembre-se também que os cachorros têm o hábito de levar as patas à boca com frequência, então você precisa sempre se certificar que essa área do corpo do animal está bem limpa.

Afinal, como limpar pata de cachorro quando chegar da rua?

Água e sabão? Lenço umedecido? Álcool gel? Solução com vinagre? A maioria dos tutores tem dúvidas sobre como limpar as patas do cachorro corretamente. Durante a quarentena, surgiu um novo questionamento: o que realmente é eficaz na hora de eliminar os micro-organismos que podem ficar alojados nessa região? O veterinário Paulo tem uma resposta simples e direta para isso: “Não recomendo usar absolutamente nada além de lenços umedecidos e água e sabão para a limpeza”. Sim, esses métodos são suficientes para garantir que a pata do seu cachorro fique devidamente higienizada depois do passeio. 

O melhor é fazer isso antes de entrar em casa para garantir que as patinhas não vão levar nada para o interior da residência. Caso isso não seja possível, limpe bem o chão onde o cachorro pisou com água sanitária. Se o seu cãozinho for pequeno e não se importar, você também pode carregá-lo até o tanque para fazer essa limpeza. Quando terminar, descarte bem os lenços utilizados e lave bem as mãos. E ah, não esqueça de também deixar os seus sapatos do lado de fora da casa, ok?!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Lavar a pata do cachorro com água e sabão é uma forma segura de eliminar micro-organismos trazidos da rua
    Lavar a pata do cachorro com água e sabão é uma forma segura de eliminar micro-organismos trazidos da rua
    Depois de passear com o cachorro, você também pode usar lenços umedecidos para a higienização
    Depois de passear com o cachorro, você também pode usar lenços umedecidos para a higienização
    Lavar a pata do cachorro com água e sabão é uma forma segura de eliminar micro-organismos trazidos da rua
    Depois de passear com o cachorro, você também pode usar lenços umedecidos para a higienização

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Cachorro

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cachorro

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena
    Cachorro

    Pinscher 0, 1, 2 ou miniatura: entenda os tamanhos desse cachorro de raça pequena

    Se você está pensando em ter um pinscher na sua vida pode estranhar a numeração que normalmente acompanha o nome da raça. O cachorro pinscher é conhecido por ser bem pequeno, mas ainda assim há variações de tamanho: as classificações 0, 1, 2 ou miniatura são super importantes para saber a dimensão aproximada do cãozinho. Além disso, pode ajudar muito na hora de decidir pelo seu novo melhor amigo.

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Cachorro

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Limpar as patas do cachorro de maneira inadequada pode trazer problemas

    É importante que a limpeza seja feita em toda a região da pata do cãozinho, e não apenas na área inferior das almofadinhas. Caso o tutor prefira lavar a região com água e sabão, não pode esquecer de secar muito bem depois. “É preciso ter muito cuidado, pois limpar várias vezes ao dia e não secar as patas adequadamente aumenta a incidência de dermatite e problemas dermatológicos”, alerta o infectologista. Ele também não recomenda o uso de álcool gel e outras substâncias, pois esses produtos podem provocar lesões na região: “Outra coisa que costumam utilizar é um pano com vinagre. O vinagre tem certo efeito antisséptico pela mudança de ph, mas não é o mais indicado para pets”. 

    Se o seu animal possui alguma alergia ou outro problema de pele, a melhor dica é conversar com o veterinário que acompanha o caso para que ele possa indicar o melhor método de higienização das patas. O lenço umedecido deve ser específico para animais, assim como o sabonete usado caso você decida lavar as patas do cachorro. Como a maioria dos cães odeiam que toquem na região, você pode usar petiscos como recompensa para ajudar nessa tarefa. 

    Pata: cachorro precisa de cuidados específicos com a região

    Além de saber como higienizar patas do cachorro depois do passeio, outros cuidados também são necessários para manter essa parte do corpo do seu amigo sempre saudável. Cortar os pelos que crescem em volta dos coxins, por exemplo, é uma medida fundamental para prevenir o acúmulo de sujeiras na região. Outro ponto muito importante é cuidar das unhas do cão: elas precisam ser aparadas regularmente.

    Redação: Juliana Melo

    Nomes para Shih Tzu: veja uma lista com 150 opções para chamar o cãozinho

    Próxima matéria

    Nomes para Shih Tzu: veja uma lista com 150 opções para chamar o cãozinho

    Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa
    Passeio

    Não pode passear com o cachorro na quarentena? Veja 6 dicas para gastar a energia do seu amigo em casa

    Em um período de quarentena, será que realmente vale a pena arriscar e passear com cachorro na rua? Desde que o novo coronavírus surgiu, as recomendações dos principais órgãos de saúde são para que a população evite ao máximo sair de casa. Entretanto, para quem tem um bichinho que está acostumado com os passeios diários, isso pode ser um problema. Mas e se a gente te dissesse que é totalmente possível resolver isso? Existem várias formas de fazer o seu doguinho gastar energia dentro de casa - ou até mesmo dentro do prédio - e, em tempos de quarentena, essa é a melhor maneira de garantir que tanto você quanto o seu pet vão estar seguros! Confira algumas dicas a seguir!

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença
    Diarreia

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença

    Por mais que não seja a atividade mais agradável do mundo, é na hora de analisar os xixis, cocôs e vômitos eventuais do nosso cachorro que a gente descobre que alguma coisa não está indo tão bem. Um cachorro vomitando sangue, por exemplo, pode estar com uma série de viroses e doenças — o mesmo acontece quando o sangue sai nas fezes do animal. Esse é, inclusive, uma das principais ações da giárdia em cães: o verme age no sistema digestório do animal e causa a giardíase, doença que pode ser transmitida para os humanos e é comum em cachorros que frequentam canis, parques e outros lugares em que têm contato com outros animais.

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado
    Passeio

    Passear com cachorro: 9 motivos para não deixar o passeio de lado

    Passear com cachorro é mais que um momento de lazer ou um horário destinado para o animal fazer as necessidades fisiológicas, é um ato de cuidado e amor. Ter um animal requer muita responsabilidade e algumas horas dedicadas para proporcionar mais qualidade de vida a ele. Isso inclui brincadeiras, cuidados com a higiene, visitas ao veterinário, uma alimentação de qualidade e, claro, os passeios. Antes de comprar ou adotar um cachorro, esteja preparado para sair com seu novo amigo pelo menos uma vez por dia.

    Como passear com cachorro em trilhas de forma segura e confortável para o animal?
    Passeio

    Como passear com cachorro em trilhas de forma segura e confortável para o animal?

    Quem gosta de fazer trilhas sabe o quanto faz bem se conectar com a natureza e respirar ar puro. Mas você já pensou em passear com cachorro de uma forma totalmente diferente do convencional? Sim, isso mesmo: é super possível fazer trilha com cães! O contato com o natureza é muito positivo para eles - e é claro que, como qualquer aventura, é preciso ter toda uma preparação e cuidados para que tudo ocorra bem. O cãozinho Bento (@lifewithbento), de Curitiba, é um Golden Retriever que faz passeios em trilhas desde os três meses de idade. 

    Ver Todas >

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?
    Cachorro

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    O sistema digestivo do cachorro é composto por boca, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus e cada um desses órgãos possui uma atividade específica durante a digestão dos alimentos. O problema é que, assim como ocorre com os humanos, os cães também podem sofrer com algumas doenças que atingem o sistema digestivo canino e que são causadas por fatores que variam desde a ingestão de alimentos contaminados até quadros de estresse ou ansiedade. 

    9 curiosidades sobre a raça de cachorro Bull Terrier
    Cachorro

    9 curiosidades sobre a raça de cachorro Bull Terrier

    O Bull Terrier é uma das raças de cachorro grande mais populares entre os amantes de pet. Seus olhos pequenos, cabeça oval e focinho alongado são inconfundíveis, é quase como uma marca registrada. Com origem e características surpreendentes, é fácil se apaixonar e querer levar um filhote de Bull Terrier para casa. Se você ficou curioso para saber mais desse cãozinho, separamos 9 curiosidades sobre a raça.

    Cachorro

    "Meu cachorro tem muita fome": quando a fome em excesso passa a ser uma compulsão alimentar?

    Quando se trata da alimentação do cachorro, normalmente a situação que mais aflige os tutores é quando o animal não quer comer ração. Contudo, é importante ter muita atenção se o comportamento do seu amigo for o contrário disso, porque às vezes o cachorro comendo muito é um sinal de compulsão alimentar - o que pode trazer prejuízos para a saúde do pet a longo prazo. 

    Ensinar cachorro: 6 hábitos que os cães precisam aprender desde cedo
    Cachorro

    Ensinar cachorro: 6 hábitos que os cães precisam aprender desde cedo

    Depois de adotar um cachorro, é bom ter em mente que nem tudo será diversão. Os aprendizados também devem fazer parte da rotina do animal. Quanto antes os treinos começarem, mais fácil será para o cachorro aprender - e, consequentemente, a convivência com o cãozinho será melhor em todos os sentidos. O adestramento nem sempre precisa ser feito com um profissional.

    Ver Todas >