Gato

Onda de calor extremo: veja como proteger os pets das altas temperaturas

Publicado - 18 Setembro 2023 - 14h45

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Laura Furtado / Redatora

Jornalista em formação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói. Desde pequena, sempre tive um amor e carinho especial por todos os animais. Quando completei 6 anos, meus pais me presentearam com um cãozinho da raça Bichon Frisé que chamamos de Billy. Foi o dia mais feliz da minha vida, fiquei horas chorando sem acreditar que ele era meu. Billy viveu 14 anos com a gente, mas virou uma estrelinha em 2019 depois de uma história linda ao nosso lado.

Em 2019, ganhei da minha sogra uma Dachshund, o famoso salsichinha, e desde então minha vida voltou a fazer sentido. Pode parecer clichê, mas nada explica o sentimento de amor e carinho que ter um pet proporciona. Nós decidimos chamar ela de Teteia, e não poderia existir nome melhor pra descrever ela. Teteia significa moça atraente, e a minha Teteia salsicha é realmente a coisa mais linda do mundo, além de ser extremamente carinhosa, companheira e engraçada.

Em 2023, participei de uma entrevista e entrei para o time do Patas da Casa. Fiquei muito feliz, porque sempre tive afinidade e carinho pelos animais, e não há nada melhor do que escrever sobre coisas que a gente ama, né. Me identifiquei de cara com os valores do Patas e sempre considerei o projeto de suma importância para tutores que, assim como eu, buscam se informar para garantir o melhor para os pets. Desde então, cada dia tem sido um aprendizado, e sou muito feliz por fazer parte de um projeto tão especial quanto o Patas.

• Filme com animal preferido: “Marley e Eu”
• Uma raça de cachorro: Vira-lata
• Uma raça de gato: Siamês
• A curiosidade favorita sobre cachorros: Os cães de suporte emocional podem agir como 'terapeutas', ajudando pacientes com ansiedade, depressão, autismo e estresse pós-traumático
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatinhos tem efeitos positivos na sáude mental e física dos humanos
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar cachorro ou gato pode mudar a vida das pessoas e dos animais para melhores, trazendo muito amor e felicidade
• Nome de pet favorito: Larica

Alerta! Uma onda de calor fora do comum vai atingir o Brasil nos próximos dias e as temperaturas podem chegar a 45 °C. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a onda de calor extremo vai ser provocada por uma massa de ar quente que vai cobrir todo o país e provocar as maiores temperaturas registadas no mês de setembro, com a tendência do calor ficar mais forte na segunda metade da semana. O órgão emitiu um alerta laranja indicando perigo meteorológico de baixa umidade para alguns estados e de chuvas intensas para outros. 

Assim como para os humanos, as altas temperaturas podem ser um pesadelo para os animais. Além de deixar o gato e cachorro com calor agoniante, o clima muito quente pode representar um grande risco para a saúde dos pets. Para evitar os problemas no cachorro e gato provocados pelo calor extremo no Brasil, o Patas da Casa separou algumas dicas para protegê-los. Confira!

mapa de onda de calor
Onda de calor extremo também é um risco para a saúde de cães e gatos

Gato e cachorro com calor excessivo: quais os riscos?

Os gatos e cães expostos ao calor excessivo estão suscetíveis a alguns problemas que oferecem riscos para a saúde do animal. Dentre os principais riscos, estão: 

Imagem Quiz:Descubra se você é um cachorro ou um gato!

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Desidratação: uma condição caracterizada pela deficiência de água no corpo do animal, mas será que você sabe identificar um pet desidratado? Os principais sintomas da desidratação são fadiga, perda de apetite, vómitos, diarreia e, em casos mais graves, insuficiência renal
  • Feridas nas almofadinhas da pata do cachorro e gato: passear com cachorro em dias muito quentes pode causar queimaduras nas patinhas, pois o asfalto absorve o calor e o chão fica mais quente que o normal. Os passeios devem ser feitos antes das 10h e depois das 16h, mas é sempre bom checar antes a temperatura do solo.
  • Insolação: deixar os animais expostos ao calor pode provocar insolação, condição na qual a temperatura do corpo ultrapassa os 40° graus. O gato ou cachorro com calor excessivo devido a exposição do sol pode ter os órgãos afetados e, em casos mais graves, morrer. 
  • Problemas cardíacos: animais com problemas cardíacos pré-existentes sofrem mais ainda com o estresse provocado pelo calor, que pode afetar o sistema circulatório e cardíaco do animal, sobrecarregar o coração e levar o pet a óbito. 

Gato e cachorro com calor: sintomas principais

Se você já se perguntou se gato sente calor ou se cachorro sente calor, saiba que a resposta é sim, mas diferente dos humanos que transpiram como resposta às altas temperaturas, os animais apresentam sintomas variados que indicam que ele está com calor. Para identificar um gato ou cachorro com calor, sintomas incluem o gato ou cachorro ofegante, língua para fora, vômitos, diarreia, tremores, cansaço, salivação em excesso e gengiva e língua arroxeadas. Em casos mais graves, você pode se deparar com uma convulsão em gatos ou cachorros.

Cachorro e gato com calor: o que fazer para evitar problemas?

Com a emissão do alerta laranja, onda de calor anormal e a baixa umidade do ar, os tutores de pets precisam tomar medidas para evitar que o animal sofra com a drástica mudança de temperatura. Confira algumas dicas para proteger os animais do calor: 

  1.  Não é recomendado, por exemplo, passear com cachorro por longos períodos de tempo e nos horários que o sol está muito quente, entre 10h da manhã às 16h da tarde. Opte por passear no período noturno e ofereça água para o peludo durante o passeio.
  2. Investir em uma fonte de água para gato com calor é uma excelente maneira de incentivá-los a se hidratarem, especialmente porque os felinos podem ser um pouco mais exigentes quando se trata de beber água. Já pensando no cachorro com calor, o ideal é oferecer potes de água que sejam pesados, especialmente se o tutor passa longos períodos fora de casa,  para evitar que animal vire o pote. É recomendado ter mais de um pote de água espalhado pela residência.
  3. Fornecer um ambiente fresco e coberto para que os pets passem o tempo é fundamental, pois cachorros e gatos com calor jamais podem ficar expostos ao sol. Para os tutores que precisam sair de casa, uma dica é deixar o ambiente do animal climatizado com ventiladores ou com o ar condicionado em uma temperatura agradável,  assim você vai ficar mais tranquilo com a saúde do pet nos períodos mais quentes. 
  4. Banho e tosa nos cães também é uma boa alternativa para ajudar a resfriar os pets. Assim como os cachorros, gatos sentem calor, mas o banho em gato não é recomendado, apenas em alguns casos, como infestação de pulgas. 
  5.  Investir no tapete gelado para gato e cachorro é uma boa maneira de enganar o calor e diminuir a temperatura corporal dos pets. Além disso, já pensou em presentear o peludo com uma piscina de plástico para eles brincarem e se refrescarem ao mesmo tempo?
  6. Uma boa dica para manter o bichano hidratado é oferecer o sachê para gatos resfriado, pois ele é um alimento com bastante água na composição.
  7. Que tal preparar picolé para cachorro e gato para aliviar o calor? Para o preparo, basta você escolher frutas que o cachorro pode comer e colocar no freezer em forminhas de picolé com água potável ou água de coco. Se você não tiver forma de picolé em casa, uma boa opção é congelar as frutas, assim elas vão ficar geladinhas para o peludo. Não se esqueça de conferir quais são as frutas indicadas para gatos também.
  8. Para refrescar os animais, você pode dar gelo para cachorro e gato nos dias mais quentes ou colocar algumas pedrinhas no bebedouro do pet. 
gatinho ao lado de uma fonte de água
 Gato com calor: beber água é fundamental para evitar a desidratação

Cachorro com calor: cães braquicefálicos precisam de cuidados especiais?

Devido a anatomia física do cachorro braquicefálico, com o focinho achatado e curto, eles são mais suscetíveis a desenvolver problemas de saúde no calor. Devido à respiração comprometida, esses cães correm mais riscos de sofrer com a hipertermia, condição caracterizada pelo aumento da temperatura corpórea, e crises respiratórias. Ou seja, eles ficam mais ofegantes, sentem mais dificuldade de respirar e podem até vir a óbito por insuficiência respiratória. Animais da raça Shih tzu, Bulldog e Pug são exemplos de cães braquicefálicos. 

Gato

Gato solta pum? Descubra se é normal os felinos terem gases ou não e o que fazer

Você já se perguntou se o gato solta pum igual os humanos? Por mais estranho que pareça, essa é uma dúvida que pode surgir quando se...

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Gato

Gato se lambendo muito: esses são os motivos mais comuns para a lambedura excessiva, segundo os especialistas

É muito comum ver um gato se lambendo no dia a dia para se limpar. Isso faz parte da rotina de higiene deles. A língua desses animai...

Cuidados

Como fazer o gato beber mais água: essas são as 6 dicas dadas por um veterinário para aumentar a hidratação do pet

Saber como fazer o gato beber água é uma das grandes preocupações entre os tutores. Isso porque é da natureza dos felinos não se hid...

Gato

Gato solta pum? Descubra se é normal os felinos terem gases ou não e o que fazer

Você já se perguntou se o gato solta pum igual os humanos? Por mais estranho que pareça, essa é uma dúvida que pode surgir quando se...

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Gato

Gato se lambendo muito: esses são os motivos mais comuns para a lambedura excessiva, segundo os especialistas

É muito comum ver um gato se lambendo no dia a dia para se limpar. Isso faz parte da rotina de higiene deles. A língua desses animai...

Cuidados

Como fazer o gato beber mais água: essas são as 6 dicas dadas por um veterinário para aumentar a hidratação do pet

Saber como fazer o gato beber água é uma das grandes preocupações entre os tutores. Isso porque é da natureza dos felinos não se hid...

Ver todas