Passeio

O que você deve considerar na hora de contratar um passeador de cães?

Passeador de cães: quais cuidados você precisa tomar antes de contratar esse profissional?
Passeador de cães: quais cuidados você precisa tomar antes de contratar esse profissional?

Muitos tutores encontram no passeador de cães, também chamado de dog walker, uma alternativa para gastar a energia do animal. É essencial que o seu cachorro tenha uma rotina de exercícios físicos para se manter saudável, tanto no aspecto físico quanto mental. Além disso, o passeio, que geralmente é feito em grupo, é uma oportunidade do animal socializar com outros cachorros. O serviço tem se tornado cada vez mais popular por aqui. Funciona assim: o passeador busca seu cachorro em casa no horário e dia previamente combinado e fica cerca de 1h com ele na rua. A quantidade de cães por passeio varia, mas também é possível contratar um dog walker para caminhadas individuais.

Geralmente, o profissional tem o treinamento adequado para guiar vários animais ao mesmo tempo e lidar com situações na rua, como brigas, e até corrigir comportamentos errados, como o ato de puxar a guia. Mas, muita gente se questiona se o serviço é realmente seguro e como escolher o melhor passeador de cães. Separamos algumas dicas para te ajudar nisso!

Seu cachorro realmente precisa de um dog walker?

É muito importante que você tenha consciência de que o passeador de cães não vai substituir o seu papel, como tutor, de promover mais qualidade de vida para o animal, com passeios, brincadeiras e interação. Contratar alguém para passear com o cachorro precisa ser feito com responsabilidade e pensando no bem-estar do seu amigo de quatro patas. Não tem tempo de passear diariamente - ou mais de uma vez por dia? Seu cachorro é filhote ou muito agitado? Ele tem manifestado comportamentos ansiosos ou de estresse? A raça dele naturalmente demanda um gasto de energia maior que o normal? O serviço pode te ajudar bastante nessas situações.

Busque referências antes de contratar um passeador de cães

Alguns pais e mães de pets ficam bem inseguros de deixar o cachorro na responsabilidade de outra pessoa. Isso é normal e compreensível, afinal, é como um filho, né?! Para garantir a segurança e integridade física do seu animal, vale tomar alguns cuidados, sim. Converse com amigos, vizinhos, veterinários e outros tutores sobre o serviço e se conhecem algum profissional de confiança para indicar. Se esse não for o caso, busque o passeador de cães em grupos especializados e fique atento às referências do profissional.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O passeador de cachorro precisa ter habilidade para conduzir vários animais e até lidar com situações mais complexas
    O passeador de cachorro precisa ter habilidade para conduzir vários animais e até lidar com situações mais complexas

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Converse com o passeador de cachorro e acompanhe o primeiro passeio

    Antes de escolher, é importante ter uma conversa com o passeador de cães para tirar todas as dúvidas. Pergunte sobre horários, quantos cachorros compõem cada grupo de passeio e experiências dele, claro. Esse também é o momento para falar sobre o comportamento geral do seu cachorro e se ele tem algum problema de obediência ou se costuma estranhar outros cães. Se você preferir, pode acompanhar o primeiro passeio para observar como o animal reage e até mesmo a forma como o profissional lida com os animais que conduz.

    Depois de escolher um passeador, seu cachorro precisa passar por um período de teste e adaptação - afinal, é uma rotina totalmente nova para ele. Seja qual foi o motivo que te fez contratar um passeador de cães, é importante acompanhar o comportamento geral dele em relação a essa mudança. Ele está mais calmo? Melhorou algum comportamento que não era adequado? Diminuiu os casos de destruição de móveis e objetos? Está dormindo mais? Está mais sociável? Essas mudanças precisam ser perceptíveis depois de um tempo para decidir se vai continuar com esse tipo de passeio ou não.

    Quanto custa contratar um passeador de cães?

    Normalmente, o passeio avulso custa entre R$30 e R$40, com variações para menos ou mais. Muitos profissionais oferecem pacotes mensais, que pode contemplar passeios diários ou em dias alternados. Nesse caso, o valor total pode compensar. Se você optar por passeios individuais, essa média de preço pode aumentar, já que o profissional terá uma dedicação exclusiva ao seu animal. Por isso, avalie bem as opções e o seu orçamento antes de contratar um passeador de cães.

    Redação: Luana Lopes

    Quais os tipos de coleira para cachorro mais indicados para raças grandes?

    Próxima matéria

    Quais os tipos de coleira para cachorro mais indicados para raças grandes?

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande
    Grandes

    Boiadeiro de Berna ou Bernese Mountain: tudo o que você precisa saber sobre a raça porte grande

    Se você está pensando em comprar ou adotar um cachorro de raça, precisa conhecer o Bernese Mountain. Esse cãozinho, que também é chamado de Boiadeiro de Berna e Boiadeiro Bernês, tem uma personalidade cativante e que consegue encantar a todos. Ele adora estar perto da sua família, é bastante leal e não é muito agitado como outras raças. Por isso, é um ótimo animal para te acompanhar em diversos momentos do dia a dia. 

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Ver Todas >

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?
    Comportamento animal

    Arranhador de sofá: o investimento vale a pena? Quando é indicado?

    Já ouviu falar no arranhador de sofá? Esse simples acessório pode ser a solução dos seus problemas. Mesmo que os gatos tenham sido domesticados há vários anos, eles ainda permanecem com alguns instintos bem vivos. O hábito de afiar as garras frequentemente, por exemplo, é um instinto que não deve ser inibido, mas direcionado para os objetos certos. O sofá normalmente se torna o principal alvo das unhas dos felinos, mas é possível resolver isso com o arranhador de sofá para gatos. 

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?
    Comportamento animal

    Gato gigante: como é o comportamento dos felinos que são maiores que o normal?

    Os felinos são animais misteriosos, elegantes e apaixonantes. Os gatos gigantes, além de carregarem todas essas virtudes, possuem o diferencial de serem enormes - muitas vezes podendo pesar mais de 10kgs. As raças de gato gigante despertam muitas curiosidades nas pessoas, principalmente sobre o comportamento desses grandes pets. Afinal de contas, se você pretende ter um gato gigante como seu novo amigo, é importante saber como será seu temperamento. 

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa
    Comportamento animal

    5 truques para ensinar ao cachorro em casa

    Muitos tutores se perguntam como ensinar truques para cachorro, mas acabam desistindo no meio do caminho. De fato, esse é um processo que requer muita paciência, persistência e firmeza na hora de repassar os comandos para os cães, mas aqui vai um spoiler: todo o esforço vale muito a pena! Os truques para cachorro são uma ótima forma de estimular a mente do seu doguinho, educá-lo e até de melhorar a comunicação entre vocês. 

    Gatos escolhem seus donos?
    Comportamento animal

    Gatos escolhem seus donos?

    Adotar gato é sempre um lindo ato de amor e carinho. Mas muitas vezes os tutores dizem que não foram eles que escolheram o gato, mas sim que “um gato me adotou”. Às vezes ele aparece na sua porta, invade sua casa ou te segue na rua. E vamos combinar que é impossível não se apaixonar por um bichano com olhar pidão, né?! Os gatos são únicos e têm comportamentos muito peculiares, o que fazem deles ótimas companhias.   

    Ver Todas >