Comportamento

O que seu gato quer dizer com alguns comportamentos? Aprenda tudo sobre a linguagem corporal dos felinos

A linguagem corporal dos gatos pode ser entendida com facilidade. Entenda mais sobre os sinais dos felinos!
A linguagem corporal dos gatos pode ser entendida com facilidade. Entenda mais sobre os sinais dos felinos!

O comportamento dos pets são a melhor forma que eles têm de se comunicar com seus humanos. Já que não falam, a linguagem dos gatos acontece, na maioria das vezes, sem que eles precisem vocalizar qualquer tipo de som. E fica tudo bem claro: basta que você saiba interpretar. Para te ajudar a entender como os gatos se comunicam, nós juntamos todos os sinais que ele dá quando se comunica por meio da linguagem corporal e o que cada um deles significa. Dá uma olhada! 

As variações de miado de gato podem significar coisas diferentes

Por mais que a personalidade do seu amigo seja algo que influencia nos tipos e na frequência de miados, a linguagem corporal dos gatos enquanto eles miam pode te ajudar a identificar a razão dos sons. Quando ele mia no lugar onde a ração fica guardada ou indo da sua frente até o pote vazio, claramente, está com fome. Miados agudos, quando acompanhados de uma postura mais retraída que o normal podem significar medo. Já quando ele mia e corre para deitar no chão (ou sofá, ou cama, ou tapete), isso quer dizer que você precisa parar tudo que estiver fazendo para acariciá-lo. Preste atenção à situação específica e, conhecendo o animal, você vai saber o que o miado de gato quer dizer. 

O gato ronronando, geralmente, está muito feliz e relaxado

Assim como acontece com o miado de gato, o ato de ronronar pode ser acompanhado por diferentes posturas corporais, mas sempre significa algo bom. Quando ele fecha os olhinhos, relaxa os músculos e ronrona enquanto está recebendo carinho, por exemplo, mostra não apenas prazer, mas que está relaxado e que confia em você para ficar tão alheio ao ambiente ao redor. O mesmo acontece quando ele ronrona deitado com a barriguinha para cima: essa posição é, praticamente, um convite ao carinho.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    A orelha de gato e o bigode devem ser analisados para entender o que ele quer
    A orelha de gato e o bigode devem ser analisados para entender o que ele quer

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    A orelha de gato também pode indicar sensações diferentes

    Que o gato é um animal bem expressivo todo mundo sabe, mas pouca gente leva em consideração a posição das orelhas dele na hora de analisar essa parte da linguagem corporal. Quando as orelhas dele estão eretas e viradas para a frente, por exemplo, significa que o animal em alerta e pronto para agir caso se sinta ameaçado. Em pé e viradas para trás, as orelhas demonstram a confiança quase agressiva, necessária quando ele encontra um “rival” - geralmente esse sinal é acompanhado do corpo arqueado para cima. As orelhas para baixo, por sua vez, são sempre um sinal de medo, seja passivo ou ativo (quando ele está prestes a atacar para se defender). Já as orelhas levemente curvadas para a frente são um sinal de que ele está relaxado e feliz. 

    O olhar do gato também pode dizer muita coisa sobre o estado do seu animal

    Mesmo que na nossa percepção o olhar fixo dos gatos seja entendido como algo ameaçador, o significado é justamente o contrário: quando o gato te encara fixamente está demonstrando o quanto admira e confia naquela pessoa. O olhar também é a maneira utilizada por eles para entender seus hábitos e como você funciona — é tudo curiosidade. Agora, se ele olha fixamente para você e assume uma postura mais imponente e ofensiva (às vezes dá até umas bufadas), pode ter certeza que ele está te encarando e quer desafiar a sua autoridade. Já o gato com pupila semi dilatada geralmente está com medo ou se sentindo ameaçado: tente identificar o motivo e proteja o seu amigo! 

    A demarcação de território do gato é um sinal de conforto
    A demarcação de território do gato é um sinal de conforto

    O gato se esfrega em você para demarcar território

    Muito confundido com um gesto de carinho, o costume que alguns gatos têm de se esfregar nas suas pernas quando você chega da rua é instintivo: serve para deixar em você uma marca olfativa. Ele está dizendo, da maneira dele, que você faz parte do círculo de pessoas e objetos com quem ele se sente seguro e confortável e quer que isso continue assim. Por isso, deixa em você feromônios que te fazem algo familiar. No fim das contas, acaba sendo um ato cheio de afeto, sim! 

    A postura do seu gato também muda de acordo com a intenção dele

    Além de todos os outros sinais corporais que o seu gato pode dar, a postura também conta muito na hora de passar a mensagem sobre o que está acontecendo com ele. O gato deitado de barriga para cima, por exemplo, está deixando o caminho livre para receber carinho. Quando ele está descansando, se sentindo relaxado e tranquilo, pode deitar de lado com as patinhas esticadas e a barriga aparecendo. A postura retesada e retraída, como se ele “encolhesse”, é um sinal de medo. Quando ele “cresce”, levanta o rabo e curva o tronco pode ser que esteja querendo parecer maior para impressionar um gato “rival” ou reagir a uma ameaça. O conjunto de olhar fixo, pelos eriçados no corpo todo, garras e dentes a mostra e patas dobradas, como se ele estivesse agachado, significa que o animal está prestes a atacar. 

    A cauda de gato também pode indicar vários sentimentos diferentes

    A cauda do gato se movimenta de acordo com o seu humor: se ele está feliz e tranquilo, é provável que ela esteja para o alto, mas se ele estiver com medo, desconfiado ou desconfortável, vai descer a cauda naturalmente. Os pelos eriçados nessa parte do corpo aparecem na postura de ataque. Os movimentos lentos, por sua vez, costumam acompanhar um olhar fixo: significam que ele está prestando atenção em algo com bastante concentração. Ao contrário dos cachorros, os movimentos rápidos na cauda de gato demonstram que ele está irritado.

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Próxima matéria

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento
    Idoso

    Gato idoso: tudo que você precisa saber sobre saúde, cuidados, alimentação e mudanças de comportamento

    Com uma média de 16 anos de expectativa de vida, o gato idoso precisa de alguns cuidados específicos para uma velhice tranquila. A fase de vida requer algumas mudanças alimentação do gato, exercícios físicos, brincadeiras e cuidados básicos. A idade mais avançada ainda requer mais visitas ao veterinário, já que o bichano mais velhinho está propenso a desenvolver alguns problemas de saúde, como a Síndrome da Disfunção Cognitiva.

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos
    Cuidados

    Dente de gato: tudo que você precisa saber sobre a saúde bucal dos felinos

    Embora seja esquecido por alguns tutores, o dente de gato é uma das partes mais importantes dos nossos amigos felinos. Além de exercer um papel fundamental na alimentação do animal, os dentes influenciam também o comportamento do pet, já que com eles o bichano conhece o mundo na “infância” e também aprende a se defender. Por isso, a saúde bucal dos gatos também necessita de cuidados específicos: os dentes precisam se manter saudáveis para exercerem essas funções que moldam toda a vida do bichinho. 

    Ver Todas >

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?
    Comportamento animal

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?

    É bem provável que você já tenha visto um cachorro na janela do carro curtindo o ventinho no rosto ou até tenha presenciado o seu doguinho fazer isso. Essa é uma situação super comum, principalmente quando os donos decidem viajar com cachorro de carro ou nas idas para o veterinário. Mas já parou para se perguntar por que esses bichinhos gostam tanto de ficar com a cabeça na janela? Será que é só por uma questão de aventura, ou existe explicação por trás do comportamento?

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?
    Comportamento animal

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?

    Quem nunca viu um cachorro correndo atrás de uma bola? A  bolinha para cachorro  é clássica e um dos brinquedos preferidos desses animais. Qualquer cãozinho quando vê uma bola se diverte bastante, principalmente aqueles mais energéticos e ativos. Porém, engana-se quem pensa que toda bolinha é igual, porque há uma infinidade de modelos que podem ser comprados. Não existe um melhor que o outro, mas sim o que é mais adequado para cada tipo de cachorro, levando em conta a idade, tamanho e nível de energia.

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)
    Comportamento animal

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)

    O adestramento de cachorro é super conhecido por aí, mas algumas pessoas não sabem que os gatos domésticos também pode ser treinados. Adestrar gato também promove muitos benefícios à rotina do pet, além de aproximá-lo do tutor e mudar comportamentos inadequados. No entanto, o processo de adestramento do gato é bem diferente do que já estamos acostumados com os cães. 

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil
    Comportamento animal

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil

    Um dos grandes desafios que vários tutores enfrentam é não saber como socializar gatos corretamente, o que pode desencadear problemas de convivência, como ciúmes e brigas. Normalmente, o período mais indicado para fazer a socialização é quando o gato ainda é um filhotinho, porque ele ainda está se adaptando ao mundo e fica mais fácil de apresentá-lo a novas experiências. 

    Ver Todas >