Cuidados

Meu gato sumiu: o que devo fazer?

Gatos correm vários riscos ao sair de casa, por isso, é importante se esforçar para encontrá-lo o mais rápido possível
Gatos correm vários riscos ao sair de casa, por isso, é importante se esforçar para encontrá-lo o mais rápido possível

Gatos que têm acesso a rua se tornam grandes fãs da voltinha e costumam fazer isso com frequência. Alguns gatos sabem ir e voltar sem nenhum arranhão, mas outros acabam sumindo por mais dias e preocupando seus tutores, já que podem ou não voltar e não é possível ter certeza se vão voltar bem. Existem algumas razões para que os felinos tenham esse comportamento. Se o seu gatinho fugiu, fique calmo! Abaixo explicamos algumas coisas que você pode fazer para procurar pelo seu gato. Confira!

Meu gato sumiu! Separamos algumas dicas para você começar a procurar por ele:

  • Publique nas redes sociais

As redes sociais são instrumentos poderosos de comunicação. Todos os dias, centenas de animais se perdem, fogem ou somem, e a internet bomba de compartilhamentos entre tutores e pessoas que acompanham esse nicho. Se o seu gatinho fugiu, aposte nas redes sociais para ajudar a encontrá-lo. Poste fotos, explique o que aconteceu, coloque o local onde você acredita que ele se perdeu, coloque uma forma de contato e peça ajuda para compartilhar.

  • Coloque um pouco de comida próximo ao local onde ele fugiu

Alguns gatos costumam retornar para suas casas com comida. É uma boa ideia colocar sachê ou uma comida diferente em um potinho e deixar próximo ao local por onde o seu gato fugiu, para que ele seja atraído pelo cheiro e, caso esteja próximo, consiga retornar para casa.

  • Procure pelo seu gatinho na rua com comida na mão e uma caixa de transporte para gatos

Para começar a procurar pelo seu gato na rua ou em locais públicos, é importante estar com comida na mão. Um pouco de petisco ou um pote com sachê vai atrair o seu peludo e pode ajudá-lo a retornar até você, já que com a fuga ele deve estar com fome. Outra dica é sair para procurar com a caixa de transporte para gatos: quando você encontrar o pet, você poderá carregá-lo com segurança, sem correr o risco dele fugir ou se assustar com alguma coisa.

  • Use lanternas para procurar pelo seu gato em arbustos e embaixo dos carros

Procurar por um gato à noite pode ser mais difícil, por isso você deve carregar lanternas e objetos que possam produzir luz e facilitar a visão. Procure em arbustos, árvores, embaixo de carros ou buracos, existe sempre a possibilidade do gato estar machucado e procurar por um lugar seguro para se esconder.

  • Espalhe cartazes pelo seu bairro e pergunte aos comerciantes e moradores locais

Ainda que as redes sociais possam alcançar muita gente, o boca a boca sempre será uma forma de comunicação eficaz. Pergunte aos seus vizinhos, moradores ao entorno e até comerciantes do seu bairro se eles não viram ou conhecem o seu gatinho. Às vezes, algum vizinho pode ter visto o seu bichano e o acolheu, mas não sabe que ele tem uma família. Aproveite para entregar cartazes e colar em postes e muros para atrair a atenção de quem passar pela região.

  • Procure em clínicas veterinárias, ONGs, abrigos e no Centro de Controle de Zoonoses

É bem comum que ao encontrar um animal na rua, as pessoas o levem direto para o veterinário. Por isso vale a pena procurar por clínicas da região e perguntar se não apareceu nenhum gatinho por ali. Em alguns casos, a clínica até já sabe que há um paciente ali que estava na rua e pode ter uma família. Outra opção é procurar em ONGs, abrigos e no Centro de Controle de Zoonoses da sua cidade. Sempre há a possibilidade de que uma pessoa tenha encontrado seu gato, e tenha levado o bichano para um abrigo na intenção de conseguir ajuda para ele.

  • Mudou de casa recentemente? Volte para a sua residência antiga.

Gatos são animais territorialistas e costumam marcar todo o espaço onde vivem. Uma mudança de residência pode surpreender o seu gatinho e com isso, ele pode fugir por não conhecer o novo ambiente. É importante que você cogite a ideia de retornar para sua casa antiga e procurar pelo seu bichano por lá. Às vezes ele está sentindo falta do ambiente, que ele já considerava seguro.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    Uma coleira com suas informações de contato é importante para caso alguém encontre seu gato perambulando na rua
    Uma coleira com suas informações de contato é importante para caso alguém encontre seu gato perambulando na rua

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino
    Cuidados dos animais

    Caixa de areia de gato em apartamento: saiba qual o melhor lugar para colocar o sanitário felino

    A caixa de areia é só um objeto, mas para novos donos de gatos ela pode envolver uma série de dúvidas que ninguém sonhou em ter antes de ter um felino. Desde qual tipo de areia escolher até o tamanho e o formato do objeto, tudo isso influencia na forma como o gato vai usar a caixa. Como não poderia ser diferente, o lugar onde você coloca o sanitário do seu gatinho é primordial para que ele faça o xixi e cocô no lugar certo — principalmente se você mora em apartamentos e tem um espaço limitado. Hoje, o Patas da Casa vai te ajudar a resolver essa questão: dá uma olhada aqui embaixo!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Por que o meu gato sumiu? 

    Existem muitas razões que levam um gato a sumir. Gatos são animais que se assustam facilmente, um barulho alto ou desconhecido, como latido de cachorros ou fogos de artifício, pode deixar os animais em pânico e eles vão fugir na tentativa de se proteger. 

    É bem comum que isso ocorra também com gatos e gatas que não são castrados. Na época do cio, esses felinos vão procurar por parceiros na rua para que possam cruzar e reproduzir - e essa procura pode levar dias ou até mesmo semanas. 

    Uma mudança na rotina também pode surpreender o gato e tornar aquele momento em uma fuga. Gatos que mudam de uma casa para outra precisam de um tempo para reconhecer, explorar e marcar aquele território. Por isso, é bem comum que eles voltem à residência antiga no meio de uma fuga, já que aquela região já era dominada por eles. 

    Meu gato sumiu: será que ele volta? 

    Não é possível ter uma resposta concreta para essa pergunta. Uma vez que está livre, o gato pode retornar à residência quando desejar e você não precisa esperar para postar “meu gato sumiu faz uma semana” nas redes sociais. Já tem um dia que seu gato sumiu e ele não voltou? Então é hora de procurar por ele! 

    Para evitar que o seu gato fuja, você pode tomar alguns cuidados. A melhor maneira de impedir fugas felinas é investindo em uma tela de proteção para gatos nas janelas e basculantes, ou qualquer espaço que permita o acesso do seu gato às ruas. Se você mora em casa, não tem muita desculpa. Algumas empresas que instalam telas de proteção conseguem adaptar o serviço para casas e quintais, pensando sempre na segurança do gato sem reduzir o espaço que ele tem. 

    Outro ponto importante é usar uma coleira com identificação para gatos. Existem muitos modelos no mercado e você pode procurar por aquele que não vai incomodar seu bichano, e nem correr o risco de se soltar caso ele resolva fugir. Se o seu gatinho não se adaptar, se informe sobre a microchipagem. No chip, é possível colocar informações do gato e também do tutor, facilitando que ele volte para casa caso seja encontrado por alguém. 

    E por último, é essencial castrar o seu gato. A castração evita fugas e diminui o instinto do animal de querer saber o que há na parte externa da residência. Além disso, machos não vão mais atrás de fêmeas para cruzar, e as fêmeas também não vão miar para atrair os gatos para o local onde ela está. A castração é um ato com enormes benefícios para a saúde e para o comportamento do seu filhote, já que reduz as chances de fuga e os riscos de contrair doenças fatais de outros bichanos, como a FIV, a FeLV e a esporotricose.

    Redação: Júlia Cruz

    A caixa de areia do gato deve ser limpa com qual frequência?

    Próxima matéria

    A caixa de areia do gato deve ser limpa com qual frequência?

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato e Cão terapeuta: conheça o Pêlo Próximo, projeto que leva alegria para hospitais do RJ
    Comportamento

    Gato e Cão terapeuta: conheça o Pêlo Próximo, projeto que leva alegria para hospitais do RJ

    Você já ouviu falar de terapia assistida por animais? Ter um gato ou cão terapeuta é super possível e algumas iniciativas buscam estreitar esse tipo de relação entre humanos e animais. Um exemplo disso é o Pêlo Próximo, um projeto nascido em 2010 que leva ações terapêuticas para hospitais e instituições de saúde do Rio de Janeiro. Projeto 100% voluntário, o Pêlo Próximo envolve animais - seja cachorro ou gato - e tutores em uma iniciativa de amor e solidariedade. Quer saber como o Pêlo Próximo surgiu e como se voluntariar? Conversamos com a Patrícia Calainho, que administra as redes sociais do projeto e é voluntária com a sua vira-latinha, a Penélope.

    Ver Todas >

    Bigode de gato: como saber se as
    Cuidados dos animais

    Bigode de gato: como saber se as "vibrissas" estão saudáveis?

    Mais que elegância, o bigode de gato tem importantes funções no comportamento felino. Manter uma boa aparência em nossos gatinhos é sempre bom, mas além da estética, é essencial prestar atenção na saúde do animal. A queda das vibrissas do gato, popularmente chamadas de bigodes, e outras alterações sempre vão gerar dúvidas nos tutores. É preciso se preocupar com a queda desses pelos? E afinal, para que serve o bigode de gato? 

    Shampoo hipoalergênico para cachorro deve ser usado em quais casos?
    Cuidados dos animais

    Shampoo hipoalergênico para cachorro deve ser usado em quais casos?

    O bem-estar e a saúde do cachorro devem ser prioridades. Por isso, é muito importante manter a higiene com alguns cuidados básicos, como limpar as orelhas e escovar os dentes. O banho em cachorro também deve fazer parte da rotina - mesmo que alguns pets não gostem, é essencial para o bem-estar do animal. Mas e quando a pele do animal apresenta sinais de alergia?

    Lei de maus-tratos a animais: entenda o que muda com a nova legislação e como proteger cães e gatos
    Cuidados dos animais

    Lei de maus-tratos a animais: entenda o que muda com a nova legislação e como proteger cães e gatos

    Para garantir que nenhum animal de estimação seja maltratado, foi criada, em 1998, a lei de contra maus-tratos aos animais, transformando qualquer agressão a cães e gatos um crime previsto no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605. No entanto, nos últimos anos algumas alterações foram feitas dentro dessa legislação, e é importante entender o que mudou e, principalmente, como denunciar maus-tratos a cachorro e gato.   

    Tipos de tosa para Shih Tzu e Yorkshire
    Cuidados dos animais

    Tipos de tosa para Shih Tzu e Yorkshire

    Duas raças de cachorros pequenos que são bastante populares no Brasil e tem um pelo bem abundante são o Shih Tzu e o Yorkshire. Com uma pelagem versátil e que costuma crescer rápido, é normal que os tutores procurem alternativas para deixar os peludinhos ainda mais estilosos e bonitos por meio da tosa de cachorro. Existem diferentes técnicas de tosa, e algumas são mais populares em raças específicas. 

    Ver Todas >