Cuidados

Meu gato sumiu: o que devo fazer?

Gatos correm vários riscos ao sair de casa, por isso, é importante se esforçar para encontrá-lo o mais rápido possível
Gatos correm vários riscos ao sair de casa, por isso, é importante se esforçar para encontrá-lo o mais rápido possível

Gatos que têm acesso a rua se tornam grandes fãs da voltinha e costumam fazer isso com frequência. Alguns gatos sabem ir e voltar sem nenhum arranhão, mas outros acabam sumindo por mais dias e preocupando seus tutores, já que podem ou não voltar e não é possível ter certeza se vão voltar bem. Existem algumas razões para que os felinos tenham esse comportamento. Se o seu gatinho fugiu, fique calmo! Abaixo explicamos algumas coisas que você pode fazer para procurar pelo seu gato. Confira!

Meu gato sumiu! Separamos algumas dicas para você começar a procurar por ele:

  • Publique nas redes sociais

As redes sociais são instrumentos poderosos de comunicação. Todos os dias, centenas de animais se perdem, fogem ou somem, e a internet bomba de compartilhamentos entre tutores e pessoas que acompanham esse nicho. Se o seu gatinho fugiu, aposte nas redes sociais para ajudar a encontrá-lo. Poste fotos, explique o que aconteceu, coloque o local onde você acredita que ele se perdeu, coloque uma forma de contato e peça ajuda para compartilhar.

  • Coloque um pouco de comida próximo ao local onde ele fugiu

Alguns gatos costumam retornar para suas casas com comida. É uma boa ideia colocar sachê ou uma comida diferente em um potinho e deixar próximo ao local por onde o seu gato fugiu, para que ele seja atraído pelo cheiro e, caso esteja próximo, consiga retornar para casa.

  • Procure pelo seu gatinho na rua com comida na mão e uma caixa de transporte para gatos

Para começar a procurar pelo seu gato na rua ou em locais públicos, é importante estar com comida na mão. Um pouco de petisco ou um pote com sachê vai atrair o seu peludo e pode ajudá-lo a retornar até você, já que com a fuga ele deve estar com fome. Outra dica é sair para procurar com a caixa de transporte para gatos: quando você encontrar o pet, você poderá carregá-lo com segurança, sem correr o risco dele fugir ou se assustar com alguma coisa.

  • Use lanternas para procurar pelo seu gato em arbustos e embaixo dos carros

Procurar por um gato à noite pode ser mais difícil, por isso você deve carregar lanternas e objetos que possam produzir luz e facilitar a visão. Procure em arbustos, árvores, embaixo de carros ou buracos, existe sempre a possibilidade do gato estar machucado e procurar por um lugar seguro para se esconder.

  • Espalhe cartazes pelo seu bairro e pergunte aos comerciantes e moradores locais

Ainda que as redes sociais possam alcançar muita gente, o boca a boca sempre será uma forma de comunicação eficaz. Pergunte aos seus vizinhos, moradores ao entorno e até comerciantes do seu bairro se eles não viram ou conhecem o seu gatinho. Às vezes, algum vizinho pode ter visto o seu bichano e o acolheu, mas não sabe que ele tem uma família. Aproveite para entregar cartazes e colar em postes e muros para atrair a atenção de quem passar pela região.

  • Procure em clínicas veterinárias, ONGs, abrigos e no Centro de Controle de Zoonoses

É bem comum que ao encontrar um animal na rua, as pessoas o levem direto para o veterinário. Por isso vale a pena procurar por clínicas da região e perguntar se não apareceu nenhum gatinho por ali. Em alguns casos, a clínica até já sabe que há um paciente ali que estava na rua e pode ter uma família. Outra opção é procurar em ONGs, abrigos e no Centro de Controle de Zoonoses da sua cidade. Sempre há a possibilidade de que uma pessoa tenha encontrado seu gato, e tenha levado o bichano para um abrigo na intenção de conseguir ajuda para ele.

  • Mudou de casa recentemente? Volte para a sua residência antiga.

Gatos são animais territorialistas e costumam marcar todo o espaço onde vivem. Uma mudança de residência pode surpreender o seu gatinho e com isso, ele pode fugir por não conhecer o novo ambiente. É importante que você cogite a ideia de retornar para sua casa antiga e procurar pelo seu bichano por lá. Às vezes ele está sentindo falta do ambiente, que ele já considerava seguro.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Uma coleira com suas informações de contato é importante para caso alguém encontre seu gato perambulando na rua
    Uma coleira com suas informações de contato é importante para caso alguém encontre seu gato perambulando na rua

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Por que o meu gato sumiu? 

    Existem muitas razões que levam um gato a sumir. Gatos são animais que se assustam facilmente, um barulho alto ou desconhecido, como latido de cachorros ou fogos de artifício, pode deixar os animais em pânico e eles vão fugir na tentativa de se proteger. 

    É bem comum que isso ocorra também com gatos e gatas que não são castrados. Na época do cio, esses felinos vão procurar por parceiros na rua para que possam cruzar e reproduzir - e essa procura pode levar dias ou até mesmo semanas. 

    Uma mudança na rotina também pode surpreender o gato e tornar aquele momento em uma fuga. Gatos que mudam de uma casa para outra precisam de um tempo para reconhecer, explorar e marcar aquele território. Por isso, é bem comum que eles voltem à residência antiga no meio de uma fuga, já que aquela região já era dominada por eles. 

    Meu gato sumiu: será que ele volta? 

    Não é possível ter uma resposta concreta para essa pergunta. Uma vez que está livre, o gato pode retornar à residência quando desejar e você não precisa esperar para postar “meu gato sumiu faz uma semana” nas redes sociais. Já tem um dia que seu gato sumiu e ele não voltou? Então é hora de procurar por ele! 

    Para evitar que o seu gato fuja, você pode tomar alguns cuidados. A melhor maneira de impedir fugas felinas é investindo em uma tela de proteção para gatos nas janelas e basculantes, ou qualquer espaço que permita o acesso do seu gato às ruas. Se você mora em casa, não tem muita desculpa. Algumas empresas que instalam telas de proteção conseguem adaptar o serviço para casas e quintais, pensando sempre na segurança do gato sem reduzir o espaço que ele tem. 

    Outro ponto importante é usar uma coleira com identificação para gatos. Existem muitos modelos no mercado e você pode procurar por aquele que não vai incomodar seu bichano, e nem correr o risco de se soltar caso ele resolva fugir. Se o seu gatinho não se adaptar, se informe sobre a microchipagem. No chip, é possível colocar informações do gato e também do tutor, facilitando que ele volte para casa caso seja encontrado por alguém. 

    E por último, é essencial castrar o seu gato. A castração evita fugas e diminui o instinto do animal de querer saber o que há na parte externa da residência. Além disso, machos não vão mais atrás de fêmeas para cruzar, e as fêmeas também não vão miar para atrair os gatos para o local onde ela está. A castração é um ato com enormes benefícios para a saúde e para o comportamento do seu filhote, já que reduz as chances de fuga e os riscos de contrair doenças fatais de outros bichanos, como a FIV, a FeLV e a esporotricose.

    Redação: Júlia Cruz

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Próxima matéria

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Ver Todas >

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?
    Cuidados dos animais

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?

    Alguns acessórios facilitam bastante a vida de qualquer tutor, como a caixa de transporte para gatos e a bolsa de transporte para gatos - especialmente na hora de passear com o felino. Mas qual deles é a melhor opção para o seu bichano? A resposta vai depender de uma série de fatores, como o comportamento do gato, o trajeto que será percorrido e a adaptação do felino ao acessório. 

    Como descartar fezes de cães corretamente?
    Cuidados dos animais

    Como descartar fezes de cães corretamente?

    Você sabe onde descartar fezes de cachorro? Mesmo tendo experiência com animais, muitos tutores ainda tem dúvidas do que fazer com os dejetos do doguinho e até descartam de forma errada. O cocô do cachorro é considerado lixo sanitário. Por isso, saber como descartar fezes de cães, tanto em casa como na rua, corretamente é uma questão de saúde pública. 

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio
    Cuidados dos animais

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio

    Com a chegada do inverno, muitos tutores logo se perguntam como aquecer o cachorro no frio. A preocupação faz todo sentido, afinal de contas, os doguinhos sentem frio mesmo possuindo uma fofinha camada de pelos sobre o corpo. Por isso, é natural que os pais de pet comecem a buscar maneiras de diminuir os efeitos das baixas temperaturas nos cães durante a época mais fria do ano.

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade
    Cuidados dos animais

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade

    Quem é tutor de gato idoso sabe o quanto é importante que alguns cuidados sejam tomados na terceira idade. Tornar a velhice do seu bichano mais confortável fará toda a diferença, garantido mais segurança e bem-estar ao seu pet. A terceira idade felina demanda não só adaptações na rotina do animal, como também adequações no espaço em que ele vive. Por isso, investir em alguns acessórios para gatos idosos é o mais recomendado. Nesse sentido, listamos 5 produtos que podem melhorar a vida do seu bichano durante a velhice. Dá só uma olhada!

    Ver Todas >