Muitas pessoas não têm o hábito de usar coleira com identificação em seus gatinhos. Como os felinos são animais caseiros e que não passeiam na rua, assim como os cães, o acessório normalmente é deixado de lado. Mas você sabia que a coleira para gatos é um item de segurança e que pode salvar a vida do seu gatinho? Em caso de fuga, as chances de um gato doméstico voltar para seu lar aumenta muito mais quando ele usa uma coleira com identificação.

Coleira para gatos é realmente necessária?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Mesmo que todas as janelas da sua casa tenham telas de proteção, é do instinto do gato ser um animal explorador e curioso. E mesmo que sejam animais caseiros, qualquer falha de atenção pode resultar em uma fuga - assim como situações de medo e estresse, como uma mudança de casa, por exemplo. Nesses casos, a coleira com identificação é fundamental para que o felino seja amparado por alguém na rua e retorne para sua casa: a coleira precisa ter o nome do animal, telefone com DDD e nome do tutor. Investir em uma coleira com identificação nunca vai ser exagero da sua parte!

Coleira com identificação: como escolher um modelo?

No início, é normal que os gatos reclamem do acessório. Opte por um modelo que não machuque o animal: que não seja muito folgado e nem aperte o pescoço do felino. A coleira para gatos deve ser o mais confortável possível para que ele entenda que aquele acessório não limita seus movimentos nem o impede de brincar e levar uma vida normal de gato. Caso ele goste de escalar móveis, o ideal é investir em um modelo que abra sozinho para não correr o risco dele ficar preso ou até mesmo se enforcar. Se você leva o seu gatinho na rua, é importante colocar uma medalhinha de identificação também na coleira peitoral. Nesse caso, seriam duas medalhas mesmo: se a coleira do pescoço soltar ou se arrebentar, o felino ainda consegue ser identificado pela que estiver na coleira peitoral.

Outra coisa importante é não usar modelos com o guizo. Embora ajude a localizar o gato dentro de casa, gatos são animais que por natureza costumam ser mais reservados e o guizo pode prejudicar os instintos naturais do felino. Uma opção que pode ser uma alternativa às plaquinhas (que também podem incomodar alguns gatos por causa do barulhinho) é o modelo em que o nome do animal e informações do tutor são bordados no próprio tecido. 


Coleira com identificação também é importante se você costuma passear com seu gatinho
Coleira com identificação também é importante se você costuma passear com seu gatinho

Coleira com identificação: como acostumar o gato com esse acessório?

Mesmo que sejam um pouco mais teimosos e não gostem de coisas que o prendam, o gatinho pode se acostumar facilmente com o acessório. A coleira para gatos com nome é item fundamental e eles podem ser ensinados a aceitarem. Com uma associação positiva, qualquer gatinho pode melhorar sua reação com qualquer objeto, como coleira peitoral e roupinhas. Para criar essa associação positiva, separamos algumas dicas: 

  • Dê comida ao gato enquanto ele usa a coleira 

Você pode colocar a coleira no gatinho e depois oferecer uma comidinha bem gostosa, como sachês e petiscos, para que se alimente utilizando a coleira. Assim, ele vai entendendo que o acessório não o impede de fazer nada e não corre o risco na hora de se alimentar;

  • Deixe alguns petiscos perto da coleira antes de colocá-la no felino

Procure deixar a coleira próxima ao gato com alguns petisquinhos por perto para ele não se assustar com o objeto. Ele deve entender que a coleira não vai machucá-lo, mas sim um item de segurança.  

  • Considere procurar por um adestrador de gatos 

Caso você não consiga fazer isso sozinho ou sentir que as dicas não resolveram, considere pedir ajuda de um adestrador especialista em gatos. Um profissional vai ajudar a melhorar a comunicação entre você e seu gato e vai promover formas do felino aceitar o acessório sem resistência. 

Redação: Júlia Cruz