Adoção animal

Komondor: conheça a raça de cachorro rara e com aparência exótica

Publicado - 31 Dezembro 2021 - 12h38

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

O Komondor é um dos cachorros gigantes que sempre é alvo de olhares por onde passa. Não é à toa: com uma aparência exótica que lembra bastante um esfregão em cima de quatro patas, essa é uma raça de cachorro que desperta muito a curiosidade das pessoas. O que poucos sabem é que, por trás do seu visual inusitado, o cachorro Komondor é dono de uma grande personalidade e tem muita coragem!

Que tal conhecer melhor a raça Komondor? Preparamos um guia com várias informações sobre esse doguinho, como origem, características físicas, cuidados, saúde, fatos curiosos do Komondor, preço e muito mais! É só continuar acompanhando.

Qual a origem do cachorro Komondor?

O Komondor é um cachorro originário da Hungria, um estado independente localizado na Europa central. Há poucos registros sobre como exatamente essa raça surgiu, mas especula-se que ela seja descendente de cães pastores, sendo levada para o país húngaro por tribos mongóis e povos nômades, como os magiares. Acredita-se que o cachorro Komondor chegou na região por volta do século 9, mas o registro mais antigo da raça é datado do século 16.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

O Komondor pode surpreender a todos, mas ele é um dos cães de trabalho mais populares no campo. Ele atua como guarda de rebanho e é um ótimo vigilante, sempre cuidando do gado e das ovelhas e afastando possíveis predadores. A raça foi oficialmente reconhecida pelo American Kennel Club em 1937.

Komondor preto existe? Conheça as características físicas do cãozinho

Não é novidade que uma das coisas que mais chama a atenção no Komondor é a sua aparência, principalmente por conta da sua pelagem exótica. Com um aspecto felpudo, os pelos do cachorro são densos, grossos, ondulados e encordoados. Eles adquirem um formato semelhante aos dreadlocks, deixando o Komondor com um visual único e diferente de todos os cães que você já viu. Há, inclusive, quem se refira a ele como um “cachorro esfregão”.

E quais são as cores desse pet? Será que existe um Komondor preto? Segundo a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), o único padrão aceito para esta raça é a cor marfim. Ou seja, não é possível encontrar exemplares pretos ou com cores mais escuras, pois são considerados altamente indesejados para o pedigree.

Além da pelagem, outro aspecto bem chamativo é o porte do Komondor. Esse é um cachorro gigante, com altura que varia entre 70 e 75 cm e peso de até 60 kg. Com um corpo mais quadrado, mas igualmente musculoso, o animal possui excelente condicionamento físico e precisa gastar uma grande quantidade de energia diariamente.

 

cachorro komondor no jardim

Komondor “dog” tem uma personalidade independente e equilibrada

 

  • Convivência

É muito prazeroso conviver com um Komondor: cachorro é calmo, independente, leal e extremamente dedicado à família. Este é um cãozinho que está sempre atento e disposto a fazer o que for preciso para defender quem ele ama. Por isso, coragem é praticamente o seu sobrenome. 

Mas vale lembrar que, apesar de calmo, esse é um cão que demanda um nível moderado de gasto de energia. Ou seja: se você pensa em ter um amiguinho da raça Komondor, deve separar algumas horinhas do seu dia para atender às necessidades do pet, levando-o para passear e se exercitar. O enriquecimento ambiental dentro de casa também é essencial, com brinquedos para cachorro e jogos divertidos para entretê-lo no dia a dia.

O Komondor não é um dos cachorros mais indicados para se ter em apartamentos porque é muito espaçoso e aprecia a vida ao ar livre, mas ainda assim é possível adaptá-lo a este estilo de vida se ele conseguir caminhar e passear regularmente. Os latidos, por outro lado, podem ser um problema, pois a raça vocaliza bastante - mas não se preocupe, isso pode ser corrigido com o adestramento.

  • Socialização

Com instinto protetor e desconfiado por natureza, o Komondor é um cão que tem certa dificuldade em aceitar a presença de estranhos. Afinal, ele foi criado originalmente para proteger rebanhos e gados, então qualquer figura que não seja familiar é vista como uma ameaça. Isso vale não apenas para as visitas, como também para outros animais de estimação e até a relação com crianças. Para reverter essa situação, a socialização do cachorro Komondor é totalmente indispensável e deve acontecer com ele ainda filhote.

  • Adestramento

O padrão de comportamento do cachorro Komondor pode ser definido como dominante. Isso não significa que esse seja um animal de difícil convivência, mas ele precisa de certos limites desde cedo para entender quem é que “manda” na casa. O tutor deve ter pulso firme e o adestramento é super importante para estabelecer uma relação amistosa e respeitosa entre o Komondor e sua família humana.

A boa notícia é que ele é bem inteligente, então treiná-lo não costuma ser um bicho de sete cabeças. Mas lembre-se: mesmo que o processo seja um pouco mais longo do que o normal, paciência é tudo. As técnicas de reforço positivo também são a melhor maneira de treinar a raça Komondor.

4 curiosidades sobre o cachorro Komondor

1) A raça Komondor acabou ganhando grande visibilidade porque Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, é apaixonado por ela.

2) A pelagem do Komondor atinge o tamanho desejado somente por volta dos seis anos de idade, que é quando os pelos do cachorro alcançam o chão.

3) Mesmo com os pelos compridos que cobrem seu rosto, o Komondor possui uma visão espetacular e está sempre atento ao que acontece ao redor.

4) O cachorro Komondor muitas vezes se misturava com as ovelhas para protegê-las. Por conta do aspecto da pelagem, ele acaba se camuflando e assustando os predadores.

Komondor filhote: como cuidar e o que esperar do comportamento do cão? 

O Komondor demora um tempinho para atingir a maturidade. São cerca de 3 anos até que ele vire adulto e, até lá, o caminho é longo. Além de ser um cachorrinho cheio de energia e com curiosidade aguçada, o Komondor filhote também pode ser definido como um cão calmo e cauteloso. Esse, inclusive, é o melhor momento para dar início ao adestramento e socialização do pet, já que mais tarde essa missão se torna mais difícil.

Ainda assim, é necessário estimulá-lo com brincadeiras, interações sociais e outras atividades - não apenas para gastar sua energia, mas para que ele possa aprender a conviver tranquilamente com outras pessoas e animais. Os passeios, porém, só devem começar a partir do momento em que o Komondor filhote tiver tomado todas as vacinas para cachorro, além de ter sido vermifugado. 

 

Cuidados básicos com a rotina do Komondor “dog”

 

  • Banho: quando se trata do Komondor, cachorro deve ser banhado com produtos específicos para os seus pelos e também pode ser higienizado com lenços umedecidos superficialmente.

  • Tosa: é raro ver um Komondor tosado por aí, principalmente porque essa não é uma prática recomendada para esta raça. No entanto, em alguns casos pode-se tosar superficialmente a região próxima aos olhos do pet.

  • Escovação: não é indicado escovar os pelos do cachorro Komondor, mas é bom separar os dreads manualmente para evitar que eles formem nós.

  • Unhas: garras muito compridas incomodam, por isso o tutor deve cortar as unhas do cachorro Komondor pelo menos uma ou duas vezes por mês.

  • Dentes: o ideal é escovar os dentes do Komondor a cada duas ou três vezes por semana a fim de evitar o desenvolvimento de problemas bucais, como o tártaro.

  • Orelhas: vale verificar regularmente o ouvido do cão Komondor, limpando a região com produtos específicos. Isso ajuda a evitar inflamações no local.

O que você precisa saber sobre a saúde da raça Komondor

Quando se trata do Komondor, cachorro costuma ter uma saúde bem resistente e forte. Os problemas são raros, mas assim como outras raças de porte grande, ele está mais suscetível a problemas articulares, como displasia coxofemoral (de quadril). Por isso, o acompanhamento veterinário é indispensável para diagnosticar e tratar possíveis enfermidades.

Outro ponto importante é manter as vacinações e vermifugação do cachorro Komondor sempre em dia, especialmente se ele vive em lugares abertos e tem contato frequente com outros animais. Não se deve atrasar a vacina de cachorro, pois isso pode comprometer a imunidade do cão. Esteja sempre atento ao calendário vacinal, e não hesite em buscar ajuda médica caso desconfie de algum problema de saúde.

Komondor: preço médio varia entre R$ 2 mil e R$ 4 mil

Se você se apaixonou pelo cachorro Komondor, preço é um fator que com certeza deve ser levado em consideração. Então, quanto custa esse cãozinho tão exótico? Ainda que não seja uma das raças mais caras, é bom se preparar financeiramente, porque para ter um Komondor, preço costuma ficar na faixa de R$ 2 mil a R$ 4 mil. Alguns fatores que influenciam no valor final são o sexo e a linhagem do animal, de forma que as fêmeas tendem a ser mais caras do que os machos.

Mas tenha atenção. Ao decidir comprar um Komondor, a escolha do canil é super importante para não cair em ciladas nem financiar estabelecimentos que maltratam os animais. O ideal é buscar lugares com boas referências e avaliações de outros clientes. As visitas antes de efetuar a compra também podem ajudar a detectar se tiver algo de estranho com o local. 

Raio-x do cachorro Komondor

  • Pelagem: densa, grossa, ondulada ou encordoada
  • Temperamento: independente, protetor, calmo e leal
  • Nível de inteligência: sem classificação no ranking de inteligência canina
  • Nível de energia: moderado
  • Saúde: displasia de quadril e problemas articulares são comuns
  • Expectativa de vida: 10 a 12 anos

Redação: Juliana Melo

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Cachorro

Cientistas usam Inteligência Artificial para traduzir o que os cachorros "falam" quando estão latindo

Existem pesquisas que apontam que o cachorro entende o que a gente fala — mas seria muito bom entender exatamente o que eles ‘falam’...

Adoção

Casal atravessa o oceano para tirar férias relaxantes e acaba resgatando um gato de rua machucado

O Dia dos Namorados Pet não é só um momento para celebrar o amor que você sente pelo seu gato ou cachorro. É também época para recon...

Adestramento

Dia dos Namorados Pet: Golden Retriever teve a missão de entregar um presente especial para a dona

No Dia dos Namorados, vários casais que têm bichinhos de estimação gostam de incluir os pets nesse momento especial. Afinal, muitas ...

Comportamento

Gatinho entra em profundo sofrimento quando é separado de seu brinquedo favorito

Identificar um gato triste não é tão fácil quanto parece. Ao contrário dos cachorros, que são animais expressivos, os felinos demons...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Ver todas