close
Saúde

Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?

Atualizado · 14 de maio de 2021 · 12h55

Publicado · 14/05/2021 · 12h55

A idade do gato tem relação com as doenças que podem afetá-lo
A idade do gato tem relação com as doenças que podem afetá-lo

A contagem da idade dos gatos é bem diferente do que a gente imagina: depois de completar um ano, o felino já atinge a fase adulta. O que poucas pessoas sabem é que algumas doenças de gato são mais comuns quando o animal é filhote, e outras são mais frequentes quando ele é adulto ou idoso. Por isso, depois de adotar um pet, é fundamental ficar atento a saúde do gato e saber quais patologias são mais comuns em cada fase de vida. Para te ajudar nessa missão, separamos algumas informações importantes sobre como funciona a idade humana dos gatos e que quadros precisam de atenção.

Idade dos gatos: como saber a faixa etária dos bichanos?

Muitas pessoas ficam curiosas para saber como é a idade dos gatos em relação aos humanos. Para se ter uma ideia, a expectativa de vida de um gato é de aproximadamente 16 anos, podendo variar de acordo com a raça e as condições que o animal vive. Por isso, enquanto uma pessoa de 15 anos é considerada adolescente, um gato com essa idade já está bem velhinho. Pode-se dizer que, na contagem da idade humana dos gatos, 1 ano de vida do bichinho equivale a 14 anos de um homem.

Para te ajudar a entender melhor como funciona a idade dos gatos, tabela abaixo vai te guiar:

• Gato filhote - 6 a 8 meses
• Gato adulto - 1 a 7 anos
• Gato idoso - 8 a 12 anos
• Gato geriátrico - Após os 12 anos

Rinotraqueíte felina e FIV são doenças comuns no gato filhote

Nos primeiros meses de vida, os gatinhos ainda não tem seu imunológico bem desenvolvido, então as doenças mais comuns estão relacionadas a imunidade baixa. As doenças que mais acometem os filhotinhos são:

Rinotraqueíte felina - Essa doença viral afeta as vias respiratórias superiores do gato. É altamente contagiosa e por isso requer muita atenção. O contágio se dá pelo contato direto de um animal saudável com fluidos de um gatinho infectado, sendo a saliva o principal meio de transmissão. O compartilhamento de como bebedouros e comedouros também facilita a transmissão. A rinotraqueíte felina pode ser grave e a melhor maneira de preveni-la é com a vacinação, feita nas primeiras semanas de vida.

FIV - É uma doença de gato equivalente à AIDS humana. Causada pelo vírus da imunodeficiência felina, a FIV é transmitida pelo contato com secreções de gatos contaminados, como saliva ou sangue. A doença tem diferentes estágios, e inicialmente o gato com FIV pode ter febre e aumento de linfonodos. Em seguida, ele passa por uma fase assintomática, e a terceira e última fase é caracterizada por infecções, lesões na pele e doenças secundárias que podem afetar todo o organismo do animal. O gato precisa ser testado logo filhote para saber se é positivo ou negativo para a FIV felina, e, em caso positivo, receber o tratamento adequado.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Na idade dos gatos, um felino de 8 anos já é considerado idoso
    Na idade dos gatos, um felino de 8 anos já é considerado idoso

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Na idade dos gatos adultos, redobre a atenção com o calicivírus e intoxicação

    gato adulto costuma ter o imunológico mais bem preparado, então tem menor propensão a adoecer. Mas atenção: isso não significa que o felino nunca vai ficar doente. Então, fique de olho sempre e não descuide. Dentre os problemas mais comuns estão:

    Calicivirose felina - É uma doença respiratória altamente contagiosa e pode ser muito grave, já que evolui rapidamente. O contágio da calicivirose felina acontece por meio do contato direto com animais infectados ou com seus fluidos. Sendo assim, a inalação do mesmo ar, troca de salivas e compartilhamento de brinquedos são pontos de atenção. A principal forma de prevenção da calicivirose felina é com a aplicação de vacina.

    Intoxicação - É uma reação do corpo a alguma substância nociva. Para o problema surgir, basta a ingestão ou o contato direto com produtos considerados tóxicos para gatos - como alguns alimentos, plantas, remédios ou produtos de limpeza. O gato intoxicado deve ser levado imediatamente ao veterinário para evitar problemas mais sérios.

    A insuficiência renal em gatos é um problema sério nos animais idosos ou geriátricos

    Alguns cuidados são necessários com os gatos mais velhos, pois a idade avançada deixa o organismo felino mais fragilizado e vulnerável a várias doenças. Algumas das principais enfermidades que acometem o gato idoso são: 

    Insuficiência renal crônica - Essa doença começa com lesões nos rins, impedindo o animal de filtrar os resíduos presentes no sangue. A insuficiência renal em gatos é silenciosa, então os primeiros sintomas não são percebidos facilmente. Por ser um quadro comum em felinos mais velhos, é importante que os gatos façam check-ups preventivos a partir dos 8 anos.  

    Doença inflamatória intestinal - Ainda não se sabe exatamente o que causa essa enfermidade, mas trata-se de uma inflamação no trato gastrointestinal. Vômitos, diarreia, perda de peso e anorexia estão entre os principais sintomas da doença. Mais frequente em gatos idosos, a inflamação pode ser controlada com o tratamento indicado pelo veterinário, e o acompanhamento é fundamental para manter o quadro estável.

    Redação: Maria Luísa Pimenta 

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Próxima matéria

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Idade de cachorro: quais doenças são mais comuns em cada fase da vida?
    Saúde

    Idade de cachorro: quais doenças são mais comuns em cada fase da vida?

    A idade de cachorro é bem diferente da idade humana, o que causa bastante confusão em quem tenta descobrir quantos anos seu pet tem. Mesmo que a expectativa de vida de um cão e sua contagem de idade sejam diferentes da nossa, o cachorro também passa por todas as fases da vida: infância, fase adulta e velhice. Em cada uma delas, o pet passa por mudanças em seu corpo que podem favorecer o aparecimento de algumas doenças. Por isso, o cachorro filhote fica mais suscetível a alguns problemas, enquanto o cachorro adulto e o cachorro idoso costumam lidar com outras enfermidades.

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir
    Saúde

    Giárdia em gatos: entenda mais sobre a doença, os sintomas mais comuns e como prevenir

    Assim como nos cães, a Giárdia em gatos é uma zoonose muito comum. Os felinos, então, não estão imunes a contrair essa doença, que muitas vezes passa despercebida ao ser confundida com uma simples diarreia. Por isso, é muito importante prestar atenção aos sintomas da giárdia em gatos e, também, buscar formas de prevenir a contaminação. Para esclarecer mais as dúvidas quanto ao assunto, conversamos com a médica veterinária Carolina Mouco Moretti, que é diretora geral do Hospital Veterinário Vet Popular, de São Paulo.

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?
    Saúde

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Uma das melhores coisas para os pais e mães de pet é ver seus filhos de quatro patas fortes e saudáveis. Contudo, às vezes mesmo com todos os cuidados necessários para cuidar da saúde do animal, o cachorro pode acabar adoecendo, e, em alguns casos, o principal motivo para isso é a herança genética. Como muitos sabem, algumas raças de cachorro são mais predispostas para o desenvolvimento de certas doenças e, por isso, é preciso ter um cuidado redobrado com esses cães. A seguir, reunimos as doenças genéticas de cachorro consideradas mais comuns e quais as principais raças que são afetadas por elas.

    Ver Todas >

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes
    Saúde animal

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes

    O vermífugo para gatos é um cuidado importante que ajuda a manter a saúde dos nossos amigos de quatro patas e deve ser aplicado logo no primeiro ano de vida do pet. Os vermes acometem principalmente o intestino do animal, mas também podem atacar outras partes do corpo e causar sintomas bem desagradáveis. Por conta da facilidade do contágio, é fundamental que o tutor tenha uma atenção especial com o calendário de vermifugação para evitar um gato com verme. 

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?
    Saúde animal

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?

    Um dos cuidados mais importantes com a saúde felina é a aplicação das vacinas para gatos logo nos primeiros meses de vida. As doses devem ser reforçadas anualmente para proteger os bichanos contra doenças perigosas e contagiosas, como panleucopenia felina, calicivirose e rinotraqueíte. Mas será que tem problema atrasar a vacina de gato em alguns dias ou semanas? Quais são os perigos de fazer isso? 

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?
    Saúde animal

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?

    A gestação de gato demanda atenção redobrada com a saúde. Visitas ao veterinário, exames e cuidados no dia a dia devem fazer parte da rotina. Entre as mudanças durante a gravidez, a dieta é uma das principais. A gata grávida precisa de uma alimentação diferenciada que seja capaz de manter a sua saúde e a dos filhotes que estão em na barriga. A vitamina para gato tem um papel fundamental na dieta da gata prenha. 

    Remédio para sarna em cachorro: qual usar e como é o tratamento da doença?
    Saúde animal

    Remédio para sarna em cachorro: qual usar e como é o tratamento da doença?

    A sarna em cachorro é uma das doenças de pele que mais trazem desconforto ao cãozinho. Podendo acontecer de três maneiras diferentes, a sarna de cachorro sempre deixa a pele do animal com feridas e causa muita coceira. A condição é mais comum do que se imagina, existindo até mesmo a possibilidade de contágio da sarna de cachorro em humanos. Mas o que fazer caso seu animal contraia essa doença? 

    Ver Todas >