close
Saúde

Icterícia em gatos: o que é, quais são as causas e como tratar?

Atualizado em 29 de dezembro de 2020 às 11h27

Publicado em 28 de dezembro de 2020 às 11h27

A icterícia em gatos geralmente está associada a outras doenças. Saiba mais sobre o problema!
A icterícia em gatos geralmente está associada a outras doenças. Saiba mais sobre o problema!

O termo icterícia em gatos pode até parecer complicado no universo felino, mas na prática essa condição se refere a uma mudança na coloração das mucosas do animal, que pode ter causas variadas. Assim como acontece com os humanos, a saúde do gato também é vulnerável a inúmeros problemas, e é por isso que os tutores devem sempre estar atentos a qualquer anomalia que possa surgir no corpo dos felinos. Para esclarecer as principais dúvidas sobre a icterícia em gatos, o Patas da Casa conversou com o médico veterinário Matheus Moreira. Veja só o que ele nos contou!

Afinal, o que é a icterícia em gatos?

Segundo o especialista, a icterícia é uma manifestação clínica bem comum em gatos que tem como principal característica a coloração amarelada das mucosas e da pele, devido ao acúmulo de pigmentos biliares. “Ela pode ser de causa pré-hepática, hepática ou pós-hepática. Na pré-hepática, é geralmente causada por hemólise, que por sua vez causa uma produção exagerada de bilirrubina. Na hepática, está relacionada com a insuficiência hepática, que faz com que o fígado não metabolize a bilirrubina de forma eficiente. Por fim, na pós-hepática, geralmente ocorre por uma obstrução do ducto biliar que gera um acúmulo de bilirrubina na corrente sanguínea”, explica.

Icterícia: gato desenvolve o problema devido a outras doenças

Em primeiro lugar, é importante compreender que a icterícia em gatos é uma manifestação clínica causada por outras enfermidades. Ou seja, trata-se principalmente de um quadro que é associado a uma doença de base. Tendo isso em vista, o médico veterinário alerta: “As principais causas da icterícia em gatos são doenças como: lipidose hepática, complexo colangio hepatite, tríade felina (fígado, pâncreas e intestino), micoplasmose felina (uma doença que tem como principal vetor as pulgas) e platinosomose (quando ocorre a ingestão de uma lagartixa)”.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Icterícia: gato pode apresentar letargia, além das mucosas amareladas
    Icterícia: gato pode apresentar letargia, além das mucosas amareladas

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Icterícia em gatos: sintomas, diagnóstico e tratamento

    Os principais sintomas da icterícia em gatos, de acordo com Matheus, são a coloração amarelada das mucosas e/ou na pele, perda de apetite, vômitos e letargia. Se houver qualquer suspeita do quadro, é necessário buscar orientação profissional para que o diagnóstico seja feito: “O diagnóstico clínico é auxiliado por exames laboratoriais e ultrassonografia abdominal”.

    Em seguida, muitos tutores começam a se questionar como curar a icterícia em gatos, mas é preciso ter certa calma e seguir as recomendações médicas. “Esse é um sinal clínico reversível após o tratamento da doença de base”, explica o especialista. Ou seja, seu gatinho vai ficar bem, ele só precisa tratar o problema principal para melhorar da icterícia.

    Vale destacar ainda que a automedicação nunca deve ser uma opção, porque pode acabar prejudicando a saúde do seu pet. Então nada de buscar na internet um remédio para icterícia em gatos, hein? Procure sempre um médico veterinário!

    É possível prevenir a icterícia em gatos?

    Embora a icterícia esteja associada principalmente a outras enfermidades, Matheus revela que é possível adotar algumas medidas preventivas que ajudam a manter o problema longe. “O controle de ectoparasitas e endoparasitas é de extrema importância para evitar o desenvolvimento de algumas doenças”, destaca. Além disso, outro alerta do veterinário é com a alimentação do animal: “Dietas ricas em gordura e animais acima do peso estão mais suscetíveis a chegar nesse quadro”. Portanto, investir em rações de qualidade e incentivar o seu pet a se exercitar regularmente é super importante, não apenas pelo bem-estar dele, mas para ajudar a prevenir algumas doenças também.

    Redação: Juliana Melo

     

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Próxima matéria

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Gato mancando: quais as causas e como tratar?
    Saúde

    Gato mancando: quais as causas e como tratar?

    Perceber um gato mancando é uma situação que preocupa diversos tutores. Geralmente, o sintoma indica o gato com dor. Seja por causa de algum machucado na pata ou porque o animal está com algum problema mais sério, como um traumatismo, é preciso analisar a situação e procurar entender as causas por trás disso. O gato mancando pata dianteira ou traseira pode indicar diferentes problemas, e para cada um deles existe um tratamento específico.

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?
    Cuidados

    Gatos: o que é a criação indoor e quais as vantagens?

    Ninguém pode negar: os gatos são verdadeiros fãs da voltinhas noturnas. Mas, como bem sabemos, a rua nem sempre é um lugar seguro e criar o seu bichano em casa pode garantir uma vida mais longa. Por isso, a criação indoor tem se tornado cada vez mais popular entre os gateiros de plantão, uma vez que gatos criados dessa forma podem chegar até o dobro da idade em comparação aos que vivem de forma livre. Para saber mais sobre essa modalidade, o Patas da Casa separou as principais vantagens da criação de gatos indoor. Dá uma olhada!

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?
    Histórias reais

    Cães e gatos pretos: por que eles são mais rejeitados na hora da adoção?

    Na hora de adotar um pet, muita gente nem imagina a dificuldade que é conseguir arranjar uma família para os bichinhos de pelagem mais escura. Seja um gato preto filho ou um cachorro preto grande: eles raramente são escolhidos pelos adotantes. Mas por que isso acontece, afinal? Pesquisas feitas pela ASPCA, American Society for the Prevention of Cruelty to Animals, revelam pelo menos dois motivos para que os animais de cor preta sejam mais rejeitados na hora da adoção: a Síndrome do Grande Cachorro Preto e a ideia de que o gato preto está ligado a superstições.

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Ver Todas >

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?

    Se você reparar seu gato com sangue nas fezes, é importante ficar atento. Essa situação é um sintoma comum a inúmeras doenças que podem afetar o bichano. Ao defecar fezes com sangue, o gato pode estar com uma inflamação no cólon ou até mesmo com um tumor no sistema digestivo. O sangue nas fezes do gato é um sintoma presente até mesmo nas verminoses mais comuns. Seja qual for a causa do gato fazendo fezes com sangue, sempre significa que algo está errado com o animal. 

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação
    Saúde animal

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação

    Saber um pouquinho de primeiros socorros veterinários vai ser muito útil se você acha que um cachorro parece engasgado - inclusive, é algo que pode salvar a vida do seu pet nessas horas! Seja porque ele comeu muito rápido ou tentou engolir alguma coisa que não devia, se deparar com um cachorro engasgado em casa é sempre um momento de desespero para qualquer pai de pet. Não saber como resolver essa situação é super comum e, ao mesmo tempo, um hábito perigoso: nunca se sabe quando você vai precisar socorrer o seu amigo em casa. 

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!
    Saúde animal

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!

    Os sintomas de cinomose canina são facilmente confundidos com outras doenças de cachorro e infelizmente pode até mesmo levar o animal à morte. Mais comum em filhotes não vacinados, a cinomose é altamente contagiosa e em alguns casos pode deixar sequelas que vão acompanhar o pet por toda a vida. É importante estar atento a qualquer sinal da cinomose em cães que ainda não completaram o calendário de vacinação, pois é uma doença que evolui rapidamente para um quadro grave. Ou seja, é uma situação de emergência!

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir
    Saúde animal

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir

    A giárdia canina é uma doença com alta contaminação entre os cães. O cachorro que a contrai sente bastante desconforto no sistema digestivo, com diarreia e vômitos frequentes. Comum principalmente no verão, a giardíase canina pode se apresentar de maneira mais leve ou mais grave. Sem tratamento, a giárdia canina pode matar o cachorro contaminado se ele não receber o tratamento adequado logo no início da infecção. Além disso, a giárdia canina pega em humanos e tem maior chance de atacar filhotes de cachorro. 

    Ver Todas >