Gato

Lipidose hepática felina: saiba tudo sobre essa doença que pode atingir os gatos

Publicado - 06 Março 2020 - 19h06

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Luciana Capirazzo / Especialista em Medicina Felina e odontologia veterinária

CRMV CRMV: 20.172- SP

Formada em Medicina Veterinária pela UNIP e pós-graduado em Lato Sensu. Especialização em Odontologia Veterinária.

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

Cuidar da saúde do seu pet é dever de todo tutor, pois assim como os humanos, gatos e cachorros também estão vulneráveis a diversas doenças. Você já ouviu falar na lipidose hepática? Gatos podem desenvolver essa patologia, principalmente se não receberem uma ração adequada. Ela afeta principalmente o fígado dos felinos, órgão responsável por auxiliar no processo digestivo e pela desintoxicação do organismo. Não é à toa que ela é muito temida pela maioria dos tutores. Mas afinal, do que se trata essa doença? A lipidose hepática felina é contagiosa? Qual é o tratamento mais indicado? O Patas da Casa reuniu as principais informações sobre o assunto a seguir!

Entenda o que é a lipidose hepática felina e as principais causas da doença

Apesar do difícil nome, a lipidose hepática é uma doença mais comum do que se pensa quando se trata da saúde dos gatos e que não é contagiosa. Segundo a médica veterinária Luciana Capirazzo, especialista em felinos do hospital Vet Popular, esse quadro também é conhecido como doença do fígado gordo e trata-se de uma síndrome colestática que acomete gatos domésticos, sendo caracterizada pelo extenso acúmulo de triglicerídeos nas células hepáticas. Parece complicado, mas não é: na prática, quer dizer que é uma desordem metabólica que envolve o excesso de gordura no fígado, o que leva à diminuição das funções metabólicas do órgão. Ou seja, o fígado para de funcionar como deveria.

Já sobre as causas da lipidose hepática felina, a profissional esclarece: “A maioria dos animais que a desenvolvem apresentam como causa problemas de obesidade ou, quando passam por um processo patológico ou situações de nervosismo e estresse, apresentam anorexia, causando o quadro de lipidose”, esclarece a profissional. Portanto, gatos que não recebem uma alimentação adequada estão mais suscetíveis ao desenvolvimento da doença.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

lipidose hepática em gatos: gato cansado

Lipidose hepática: gatos obesos têm maior tendência a desenvolver a doença?

 

Como a doença é caracterizada pelo acúmulo excessivo de triglicerídeos em mais de 70% das células hepáticas, Luciana alerta que a obesidade pode ser um dos grandes vilões e fator de risco para a lipidose hepática felina. Isso acontece porque, como o corpo do animal passa a ter gordura “sobrando”, o gato não sente fome com tanta frequência e, consequentemente, passa a se alimentar muito mal e em intervalos muito grandes de tempo, o que abre espaço para o surgimento da doença. 

“Com o acúmulo em excesso, ocorre uma intensa mobilização da gordura corporal dos gatos devido aos longos períodos com falta de apetite ou outras circunstâncias que interfiram na rotina do animal”, explica a veterinária. No entanto, vale destacar que o maior problema está na falta de uma nutrição adequada, e não na obesidade em si. Tanto é que animais anoréxicos ou que sofrem alterações na sua alimentação devido a situações de estresse também podem desenvolver a doença com mais facilidade.

Principais sintomas da lipidose hepática felina

• Perda de peso

Vômitos

• Constipação ou diarreias

• Palidez

• Icterícia (coloração amarelada na pele ou na região dos olhos)

• Depressão

• Perda de apetite 

• Fadiga e indisposição

Afinal, como tratar a lipidose hepática em gatos? Tem cura?

Conforme a especialista explica, na maioria das vezes a doença tem cura se diagnosticada e tratada logo no início. Mas então como curar a lipidose hepática em gatos? Bom, o tratamento consiste basicamente em uma mudança na alimentação do animal, que vai buscar estabelecer o suporte nutricional e a correção da desidratação e do desequilíbrio eletrolítico no organismo do felino. 

Dessa forma, o médico veterinário vai indicar uma dieta bastante específica para que o bichano se recupere logo, mas é muito importante que todas as orientações passadas pelo profissional sejam seguidas à risca. Também vale destacar que, dependendo do grau do caso, pode ser que uma ração hepática para gatos seja indicada.

É imprescindível que o tutor leve o animal para uma consulta com um veterinário caso haja qualquer suspeita da doença - principalmente se ele não tem se alimentado direito nos últimos tempos e apresenta algum dos sintomas citados. Só assim o diagnóstico correto será feito e, então, o tratamento pode ser iniciado. 

É possível prevenir a lipidose hepática felina?

Todo mundo sabe que prevenção é a melhor maneira de manter o seu pet saudável, né? E mesmo que não exista uma maneira totalmente eficaz de prevenir a lipidose hepática em gatos, alguns cuidados podem reduzir os riscos de desenvolvimento da doença. Segundo Luciana, manter seu gato com uma condição corporal adequada é uma das peças-chave para que o felino não seja acometido pela lipidose hepática. É sempre bom ficar atento ao nível de gordura corporal do seu bichano e, caso ele esteja “magrinho” demais, também deve-se ter uma atenção especial com a saúde dele. 

Um gato saudável não pode ser obeso e nem desnutrido, e isso está diretamente ligado a uma alimentação de qualidade, outro fator fundamental na prevenção contra a lipidose hepática felina. Além disso, visitas regulares a um médico veterinário devem ser feitas para garantir que não há nenhum problema com a saúde do animal.

Redação: Juliana Melo

 

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Adoção

Casal atravessa o oceano para tirar férias relaxantes e acaba resgatando um gato de rua machucado

O Dia dos Namorados Pet não é só um momento para celebrar o amor que você sente pelo seu gato ou cachorro. É também época para recon...

Comportamento

Com quantos anos você descobriu que os gatos no Egito eram divindades e símbolos de proteção?

Você sabia que os gatos no Egito eram adorados e vistos como criaturas místicas? A relação entre humanos e gatos ao longo da históri...

Comportamento

Mais rápido do mundo: gato skatista quebra recorde impressionante e entra para o Guinness

Sabia que existem vários gatos recordistas por aí? Algum tempo atrás, uma gata de 27 anos foi reconhecida pelo Guinness Book como o ...

Comportamento

São mais de 100 sons diferentes: a incrível capacidade de comunicação dos gatos vai te deixar de queixo caído

Com certeza o som de gato mais conhecido é o miado. Mas você sabia que os gatos são capazes de emitir mais de 100 sons diferentes? I...

Brinquedos

Esse brinquedo de gato faz tanto sucesso na minha casa que meus gatos não querem parar de brincar: diversão garantida!

Não é preciso muito para deixar os felinos felizes e relaxados. Basta um brinquedo de gato que instigue os instintos da espécie e os...

Raças

Inteligência Artificial imagina como seriam os cachorros famosos de desenhos animados: Scooby-Doo, Snoopy, Patrulha Canina…

Vários cachorros famosos da ficção são inspirados em raças de cachorros reais. A raça do Scooby Doo, por exemplo, é o Dogue Alemão, ...

Ver todas