close
Saúde

Glaucoma em cachorro: veterinário oftalmologista explica as características da doença

Glaucoma em cachorro: saiba como a doença pode se manifestar
Glaucoma em cachorro: saiba como a doença pode se manifestar

Várias doenças podem acometer os olhos dos cães e uma delas é o glaucoma canino. Assim como acontece com os humanos, essa é uma doença bastante séria e que precisa ser tratada com cautela, já que dependendo da gravidade do caso pode até mesmo deixar o cachorro cego. Por isso, é importante saber reconhecer os sintomas dessa patologia, causas e como tratá-la. Para entender um pouco mais sobre o glaucoma em cachorro, conversamos com o médico veterinário Thiago Ferreira, que é especialista em oftalmologia em Florianópolis. Veja o que ele esclareceu sobre a doença a seguir!

Glaucoma em cachorro: entenda o que é a doença

Segundo o veterinário, o glaucoma canino é uma síndrome que causa degeneração do nervo óptico e que está associada ao aumento da pressão intraocular. A manifestação dessa doença no olho de cachorro ocorre, principalmente, com a vermelhidão ao redor dos olhos, o azulamento da córnea e, dependendo da gravidade da situação, com o aumento do tamanho do olho. “A córnea é uma lente que se localiza na parte mais frontal do olho, ou seja, mais a frente. Quando ela está transparente, é possível enxergar a íris, que é a parte colorida do olho. Já quando está com edema, assume coloração azulada e isso é típico no glaucoma”, explica Thiago.

As causas por trás do glaucoma canino

O glaucoma em cachorro pode ocorrer de forma primária ou secundária. No primeiro caso, o veterinário destaca que as causas estão associadas a deformidades anatômicas no sistema de escoamento de um líquido presente dentro do olho, chamado de humor aquoso. É um quadro que tem caráter hereditário, ou seja, normalmente é passado dos pais para o filhote. Já no glaucoma secundário, outras causas também podem interferir no escoamento: “As causas podem ser em decorrência de cataratas em estágios muito avançados, inflamações ou até tumores que podem crescer dentro dos olhos”.

Glaucoma: cachorro pode desenvolver quais sintomas?

Não é difícil perceber o glaucoma em cachorro. Geralmente, os animais apresentam uma coloração diferente na região dos olhos, que podem ficar azulados ou avermelhados ao redor (às vezes até dentro). Além disso, os cãezinhos também podem lacrimejar em excesso e, em casos mais graves, há também o aumento do globo ocular. “A dor também comum e o paciente canino a manifesta esfregando a face contra objetos ou passando a pata nos olhos. Além disso, algumas vezes o cão simplesmente se torna apático e deixa de se alimentar”, alerta Thiago.

Glaucoma em cachorro: como é feito o diagnóstico da doença?

Ao perceber um ou mais sintomas do glaucoma em cachorro, é fundamental levar o seu amigo de quatro patas para uma consulta com um médico veterinário, preferencialmente com especialização em oftalmologia. Só assim será possível realizar o diagnóstico correto da doença que, segundo Thiago, deve ser feito por meio de exame oftalmológico, pela tonometria (medida de pressão intraocular) e pela gonioscopia (avaliação do sistema de escoamento dos olhos). “A avaliação do nervo óptico, quando possível, também é importante para avaliar o dano nessa importante estrutura”, ressalta.

Doenças nos olhos dos cães: fotos para identificar o glaucoma

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Glaucoma: cachorro pode ficar com o olho mais azulado por causa da doença
    Glaucoma: cachorro pode ficar com o olho mais azulado por causa da doença
    Glaucoma: cães também podem apresentar vermelhidão ao redor dos olhos
    Glaucoma: cães também podem apresentar vermelhidão ao redor dos olhos
    Glaucoma: cachorro com quadro grave da doença pode perder a visão e, em alguns casos, a remoção do olho é indicada
    Glaucoma: cachorro com quadro grave da doença pode perder a visão e, em alguns casos, a remoção do olho é indicada
    Glaucoma: cachorro pode ficar com o olho mais azulado por causa da doença
    Glaucoma: cães também podem apresentar vermelhidão ao redor dos olhos
    Glaucoma: cachorro com quadro grave da doença pode perder a visão e, em alguns casos, a remoção do olho é indicada

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    12 raças mais predispostas a desenvolver o glaucoma canino

    1) Cocker Spaniel inglês e americano

    2) Sharpei

    3) Chow-chow

    4) Shih Tzu

    5) Husky Siberiano

    6) Schnauzer gigante e miniatura

    7) Fox terrier

    8) Beagle

    9) Akita

    10) Basset Hound

    11) Boston terrier

    12) Poodle

    Colírio para glaucoma em cães funciona até certo ponto

    Antes de mais nada, é preciso ter em mente que o glaucoma canino é uma doença bem complicada de lidar. De acordo com Thiago, infelizmente o colírio para glaucoma em cães surte efeito até um certo ponto, e o tratamento dessa doença no olho do cachorro pode variar desde medicamentos até intervenções cirúrgicas. “Os responsáveis devem ser orientados a respeito das vantagens e desvantagens de todas as opções, mas infelizmente a doença pode evoluir para a remoção do olho do paciente, ou para tratamentos complementares como a colocação de próteses”, explica.

    Glaucoma em cachorro: é possível prevenir a doença?

    Se o seu cãozinho já tiver nascido com um defeito genético nos olhos, é bastante difícil evitar que o glaucoma canino se manifeste. Entretanto, conforme Thiago sugere, é possível realizar exames precoces e detalhados, como a tonometria, a gonioscopia ou até mesmo um exame mais avançado, chamado biomicroscopia ultrassônica, que ajudam a detectar indícios dessa doença no olho do cachorro. Com a detecção precoce, fica mais fácil de iniciar um tratamento com antecedência e que ajuda a evitar que o glaucoma se manifeste de maneira muito agressiva. Converse com um veterinário de confiança!

    Redação: Juliana Melo

     

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Próxima matéria

    Dirofilariose canina: saiba mais sobre o verme do coração que atinge os cães

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença
    Diarreia

    Sangue nas fezes do cachorro pode ser giárdia? Veterinário explica os sintomas da doença

    Por mais que não seja a atividade mais agradável do mundo, é na hora de analisar os xixis, cocôs e vômitos eventuais do nosso cachorro que a gente descobre que alguma coisa não está indo tão bem. Um cachorro vomitando sangue, por exemplo, pode estar com uma série de viroses e doenças — o mesmo acontece quando o sangue sai nas fezes do animal. Esse é, inclusive, uma das principais ações da giárdia em cães: o verme age no sistema digestório do animal e causa a giardíase, doença que pode ser transmitida para os humanos e é comum em cachorros que frequentam canis, parques e outros lugares em que têm contato com outros animais.

    Ver Todas >

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos
    Saúde animal

    Fluidoterapia em gatos: tudo que você precisa saber sobre o tratamento usado em gatos renais crônicos

    Você já ouviu falar em fluidoterapia em gatos? Muito comum em casos de insuficiência renal em gatos, a fluidoterapia em felinos é um tratamento de suporte que promove a hidratação do animal. É um procedimento versátil que pode ser aplicado de diversas maneiras e com fluidos específicos para cada situação. Para tirar todas as dúvidas sobre a fluidoterapia em gatos, o Patas da Casa conversou com a veterinária especialista em gato e dona do Diário Felino Jéssica de Andrade.

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?
    Saúde animal

    Gato com FIV pode conviver com outros gatos?

    A FIV felina é considerada uma das doenças mais perigosas. Além de toda a preocupação ao resgatar ou adotar um gatinho, existe outra questão que precisa de cuidado: a fácil transmissão. Existem testes que detectam a patologia, e é necessário realizá-los antes de levar um novo gato para casa - especialmente se tiver outros gatos. O gato com FIV pode acabar transmitindo a doença para os outros residentes se não houver nenhum tipo de cuidado.

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina
    Saúde animal

    Vermes em gatos: saiba mais sobre a dirofilariose felina

    A dirofilariose em gatos é uma doença em que os parasitas se alojam na corrente sanguínea do pet e pode chegar até o coração - por isso também é chamada de doença do verme de coração. O problema é uma das doenças causadas por tipos vermes de gato. A dirofilariose também pode atingir os cães e é temida por ser uma complicação de saúde muito perigosa para ambos os pets. 

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa
    Saúde animal

    Dermatofitose em gatos: saiba mais sobre essa doença muito comum e silenciosa

    A dermatofitose em gatos é uma doença de pele silenciosa, porém muito comum de acontecer com os felinos. Mesmo que muitas vezes seja difícil de ser identificada, essa doença é altamente contagiosa e é classificada como uma zoonose, ou seja, também é transmissível para os humanos. Por isso, saber mais sobre os sintomas de dermatofitose é muito importante não só para o bem-estar de seu gato, como também do próprio tutor.

    Ver Todas >