Cachorro

Giárdia em cães: transmissão, sintomas, tratamento e prevenção... saiba tudo sobre a doença!

Publicado - 17 Outubro 2019 - 12h53

Atualizado - 19 Abril 2024 - 14h00

A giárdia em cães ou giardíase, como é conhecida a doença, é uma zoonose — ou seja: também pode ser transmitida para humanos — causada por um protozoário que age na corrente sanguínea do cachorro contaminado. A partir do contágio, a giárdia causa uma série de alterações gástricas no animal. Mesmo que tenha cura, a giárdia canina pode matar se não for devidamente tratada. Para esclarecer diferentes dúvidas, como contágio, tratamento e as diferentes formas de prevenção da doença, conversamos com o veterinário Thiago Félix, de Brasília. Dá uma olhada! 

Quais são os sintomas da giárdia em cães? 

Uma das principais formas de descobrir o que é a giárdia em cães e identificar se o seu cachorro foi ou não contaminado é a observação dos sintomas do animal. O cachorro com diarreia que foi exposto a lugares com pouco saneamento básico ou teve contato com algum animal que vive nesse tipo de ambiente pode estar com giardíase, mas esse não é o único sinal. “Os sintomas principais da giárdia são vômito e apatia alimentar (quando o cachorro não quer comer), que pode fazer o animal desenvolver um quadro de anorexia, emagrecimento e diarreia sanguinolenta com presença de muco e, até mesmo, pequenos cistos”, explicou Thiago. Além disso, o cachorro com giárdia também pode ficar apático por causa do mal-estar, ter queda nos pelos, gases e desidratação por causa dos vômitos e diarreia.  

Giárdia em cães: como ocorre a transmissão?

A giardíase não é uma doença viral, ou seja: não pode ser transmitida apenas pela aproximação do animal doente com um saudável. Para ser infectado, o cachorro saudável precisa de contato, como explica o profissional: “A giárdia tem transmissão fecal-oral. O animal tem que entrar em contato com o local contaminado pelas fezes do animal doente para contrair. Também existe a transmissão pela amamentação, quando o filhote se infecta pelo aleitamento materno”. 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

O que é necessário para diagnosticar a giárdia em cães?

Mesmo que a giardíase seja uma doença majoritariamente transmitida pelo contato com as fezes contaminadas, o exame de fezes não é a principal forma de confirmar o diagnóstico da doença, já que a amostra recolhida pode não conter partículas da giárdia. “É necessário um exame clinico bem detalhado associado a exames laboratoriais e sorológicos, como o ELISA, para que se possa chegar o diagnóstico da giardíase”, contou Thiago.

 

Cão deitado com semblante abatido, possivelmente doente
Cachorro com diarreia, vômitos frequentes, queda de pelos e apatia pode estar com sintomas da giardíase

 

Como funciona o tratamento da giárdia em cães?

A giardíase em cães é uma doença que tem sintomas bem incômodos que, se não forem controlados, podem causar a morte do cachorro contaminado — principalmente para os que ainda são filhotes, entre os três e seis meses de idade, fase em que a doença é mais agressiva. Ainda assim, Thiago explica que todos eles podem ser tratados e curados com a ajuda de um veterinário: “O tratamento da giárdia é feito com antibióticos e dura de cinco a sete dias. Em alguns casos mais graves, onde o animal já está muito desidratado por causa da diarreia e do vômito, é necessário realizar a reposição de eletrólitos durante a internação”. 

Quais são as diferentes formas de prevenção da giardíase em cães?

Como o contágio da giárdia acontece pelo contato do cachorro com as fezes de um animal contaminado, uma das principais formas de prevenção é evitar expor o seu cachorro a locais públicos, com outros animais, onde há a suspeita de giárdia. Além disso, Thiago deu algumas dicas para aumentar a proteção do seu amigo: “A prevenção de giárdia pode ser feita com vermífugos que combatem a proteobacteria e com a desinfecção ambiental - com um produto à base de cloreto de benzalcônio”. Esse composto químico combate a giárdia diretamente no ambiente e pode ser a solução para evitar que a contaminação se espalhe.

A vacina contra giárdia impede que o animal seja contaminado?  

Uma das principais formas de prevenção de qualquer doença, a vacina para cachorro também pode ser utilizada no caso da giárdia. Ela costuma ser indicada para cães que vivem em locais onde há maior risco de contaminação da doença, mas você pode conversar com o seu veterinário sobre a imunização. “Ter uma resposta imunológica no animal é a melhor forma de proteção — e é aí que entra a vacina. Ela não evita que o animal pegue giárdia, mas impede a disseminação no ambiente e, consequentemente, a contaminação de outros animais”, contou Thiago. Giárdia tem cura e, mesmo que o seu cachorro contraia a giardíase sendo vacinado, ele pode ficar bem depois do tratamento feito adequadamente. 

A vacina contra giardíase canina deve ser aplicada em filhotes a partir de oito semanas de idade. O animal precisa receber a segunda dose em um intervalo de 21 a 28 dias e, depois disso, apenas o reforço anual da imunização. 

Redação: Ariel Cristina Borges

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Alimentação

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Raças

Cachorro inteligente: essas são as raças que vão se sair melhor nas aulas de adestramento, segundo especialistas

A inteligência canina não pode ser subestimada e nem comparada com a humana. Afinal, estamos falando de duas espécies bem diferentes...

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Ver todas