close
Histórias reais

Gato triste e com saudade de outro gato: veja como ajudar o seu bichano a lidar com separações

Atualizado · 19 de abril de 2021 · 17h59

Publicado · 19/04/2021 · 17h59

Gatos muito apegados um ao outro podem ficar extremamente tristes no caso de separação ou morte
Gatos muito apegados um ao outro podem ficar extremamente tristes no caso de separação ou morte

Poucas pessoas sabem, mas os gatos sentem saudades e têm diferentes formas de demonstrar isso. Uma situação em que o sentimento pode ser claramente observado é quando dois gatos vivem juntos - mesmo que não sejam irmãos ou mãe e filho -, mas em um determinado momento eles precisam se separar, seja por conta de uma mudança de casa ou porque um deles faleceu.

“Apesar de serem intitulados como independentes, os gatos criam um vínculo afetivo, não só com outros gatos, mas também com outras espécies que ele convive, como seres humanos e até mesmo os cães”, explica a veterinária e comportamentalista animal Renata Bloomfield.

Gatos sentem saudades de outros gatos: Terça e Chico precisaram se separar

A convivência é algo fundamental para aproximar dois gatinhos que não são da mesma família. Depois de um tempo é inevitável: eles acabam criando um vínculo afetivo. Esse foi o caso do Terça e do Chico, que viviam na mesma casa, mas pertenciam a pessoas diferentes e eram super amigos. Até que uma das tutoras precisou se mudar. “O Terça chegou primeiro, já adulto, e quase dois anos depois veio o Chico, filhote, então o Chico cresceu junto com o Terça e eles brincavam bastante, dormiam juntos, se lambiam”, conta Paola Piola, que é dona do Terça.

Embora essa seja uma situação bastante recente, a tutora destaca que já percebeu algumas mudanças: “Ainda estamos vivendo os primeiros dias, mas a maior mudança no comportamento é o miado. O Terça tem miado demais, porque ele não perdeu só o Chico, como também a minha amiga com quem eu dividia apartamento. Ele mia se fica sozinho na sala, se estamos com a porta fechada, mia de manhã cedo. Nos primeiros dias o que eu fiz foi botar ele para dormir comigo no quarto (coisa que eu não fazia), agora tô tentando deixar ele para fora à noite e ignorar os miados. Tem vezes que param, tem vezes que não”.

A explicação para esse tipo de comportamento é simples, conforme Renata explica: “Se são dois gatos que convivem juntos, brincam juntos, eles vão sentir falta um do outro. É uma vida que foi compartilhada até um certo momento e que está sendo separada, já que dificilmente eles vão se ver novamente”. Existem algumas formas de amenizar a separação entre os felinos. Uma das dicas da especialista é o enriquecimento ambiental para gatos: “Isso ajuda o animal a sentir menos a separação, porque serve como estímulo. O uso de feromônios também pode ajudar nesse momento, mas o enriquecimento ambiental ainda é a opção mais indicada.”

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O Chico e o Terça eram grandes amigos, mas precisaram se separar
    O Chico e o Terça eram grandes amigos, mas precisaram se separar

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Meu gato não quer comer e está triste, será que é saudade?

    Os gatos têm diferentes formas de demonstrar que estão sentindo saudade dos humanos e de outros bichinhos. No caso dos humanos, por exemplo, é possível perceber isso quando o tutor chega em casa e o gato já está na porta pronto para recebê-lo. Mas que outros comportamentos podem indicar esse sentimento de falta? A comportamentalista explica: “Quando os gatos sentem saudades, às vezes eles ficam mais prostrados, mais quietinhos no canto deles. Em outros casos, eles também fazem vocalização e miam bastante. Também pode acontecer do gatinho ficar olhando para a porta e deixar de fazer qualquer atividade quando a pessoa sai de casa. Eles deixam de ir ao banheiro, beber água e se alimentar, e só voltam a fazer isso quando o tutor volta. São sinais de que o gatinho está com muita saudade.”

    Luto de gato: como ajudar um animal a superar a ausência do seu amigo?

    Diferente do que acontece com os humanos, os felinos não têm a capacidade de distinguir quando o outro gato simplesmente vai embora ou falece. “Isso é indiferente porque o que fica é basicamente o mesmo sentimento da falta e da saudade. Então o animal ir para uma outra casa não deixa de ser um luto porque o contato entre os gatos é interrompido, e eles não vão voltar a se ver”, explica Renata. O melhor jeito de lidar com a situação é oferecer o máximo de estímulos ao felino e observar possíveis alterações comportamentais.

    “Os gatos sentem falta do outro gato um pouquinho depois do ocorrido. Ele primeiro vai sentir a falta da presença física, mas o cheiro do outro animal ainda permanece por um tempo, então ele vai sentir que o gato está ali e vai ficar procurando pela casa. Depois que o cheiro do outro gato sai é quando realmente começa o luto, que demora em torno de 21 dias a um mês, mais ou menos”, revela a comportamentalista.

    Em alguns casos, o bichano pode apresentar um quadro de depressão, que precisa de bastante cuidado e atenção - independentemente se o outro gato simplesmente se mudou ou faleceu. “É um momento em que o tutor tem que respeitar o luto do gatinho, mas ao mesmo tempo não pode deixar que ele entre em depressão. Se perceber que está afetando tanto a parte de alimentação do animal ou que ele mudou muito o comportamento, vale ir em um veterinário especialista em comportamento para poder ajudar o gatinho de uma forma mais saudável e confortável para ele”, enfatiza Renata.

    Redação: Juliana Melo

    Cachorro pode cruzar com o irmão?

    Próxima matéria

    Cachorro pode cruzar com o irmão?

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)
    Raças

    Gato Siamês: conheça todas as características desse adorável bichano (com infográfico)

    A raça de gato Siamês é uma das mais conhecidas e queridinhas do mundo. Além dos olhos azuis e da pelagem escura na face, orelhas e patas, esse lindo gatinho também tem uma personalidade totalmente adorável. O gato Siamês costuma ser muito tranquilo e carinhoso com a sua própria família, mas pode ser um pouco mais reservado perto de estranhos. Ele também é muito ativo e nunca dispensa uma boa brincadeira.

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar
    Cuidados

    Como dar comprimido para gato? Confira 6 dicas que irão ajudar

    Quem tem gato já deve ter percebido a guerra que é dar remédio, principalmente quando é comprimido. Isso porque, diferente dos cachorros que costumam aceitar o remédio disfarçado na comida, os gatos são muito seletivos e conseguem perceber qualquer coisa diferente no potinho. Caso o seu gato seja guloso, você até pode tentar amassar o comprimido até virar pó e misturar no sachê para gatos, mas se essa técnica não funcionar, você pode tentar outras que vamos ensinar!

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa
    Adoção

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa

    A empolgação de adotar gato muitas vezes toma conta da gente, mas essa não pode ser uma atitude impulsiva. Pelo contrário, deve ser muito bem planejada para fornecer tudo que o bichano precisa nos primeiros dias. Os gatos preenchem o ambiente com muito amor e alegria, mas também exigem alguns cuidados especiais com a higiene, alimentação e outras coisinhas. Felizmente existem alguns produtos capazes de ajudar a deixar o animal mais familiarizado e confortável no seu novo lar, como a caixa de areia para gatos. 

    Ver Todas >

    Quais raças de cachorro têm a mordida mais forte?
    Comportamento animal

    Quais raças de cachorro têm a mordida mais forte?

    Você já se perguntou qual a raça de cachorro mais forte do mundo? Existem diversas formas de se definir a força de um cão. Podemos usar, por exemplo, o peso médio de uma raça como base para a análise. Por outro lado, a força de mordida de cachorros é um dos critérios mais utilizados na hora de escolher o cão mais forte. Apesar de ser difícil definir com precisão, hoje existem muitos estudos que buscam medir o “estrago” que a mordida de determinada raça pode causar.

    Cinofobia: entenda mais sobre o medo irracional de cães e o que fazer
    Comportamento animal

    Cinofobia: entenda mais sobre o medo irracional de cães e o que fazer

    Adotar um cachorro e conviver com o bichinho todos os dias é uma experiência incrível e que certamente traz muita alegria para dentro de casa. Mas sabia que nem todo mundo é aberto a isso? Algumas pessoas sofrem com o que chamamos de cinofobia, que é o medo irracional de cães. São pessoas que, por algum motivo, simplesmente não conseguem ficar perto de um cachorro, mesmo quando o animal não apresenta qualquer sinal de agressividade.

    Gato dormindo: infográfico explica o que significa cada posição
    Comportamento animal

    Gato dormindo: infográfico explica o que significa cada posição

    Já parou para se perguntar sobre o significado das posições de gato dormindo? Pode parecer besteira, mas a maneira como o seu bichinho pega no sono tem diferentes interpretações e revela mais do que imaginamos sobre os nossos amigos de quatro patas. Como o gato dorme boa parte do dia - e acredite, isso é totalmente natural no universo felino -, é curioso observar a forma como esses animais se movimentam durante o sono e a posição em que cochilam.

    Cachorro com a língua de fora: o que o ritmo de respiração de um cãozinho revela sobre ele?
    Comportamento animal

    Cachorro com a língua de fora: o que o ritmo de respiração de um cãozinho revela sobre ele?

    É muito comum ver o cachorro com língua de fora após um passeio ou uma brincadeira divertida com o dono. Afinal, ele acabou de realizar exercícios físicos, o que, naturalmente, deixa o cachorro ofegante. Porém, quando vemos o cachorro respirando muito rápido ou com outras dificuldades respiratórias ao longo do dia, é importante ficar alerta. Saber como funciona a respiração do cachorro te ajuda a entender quando o pet está bem e quando há algo de errado no funcionamento do seu corpo. O Patas da Casa te explica tudo sobre o ritmo respiratório do cão e conta o que o cachorro com dificuldade de respirar pode estar dizendo sobre a saúde dele. Confira!

    Ver Todas >