Comportamento

Gato com ciumes de outro gato? Veja algumas dicas para lidar com a situação

Gato com ciúmes de outro gato: descubra como você pode resolver o problema em casa
Gato com ciúmes de outro gato: descubra como você pode resolver o problema em casa

Assim como os humanos, os animais também experimentam uma série de emoções no dia a dia. De vez em quando elas são temporárias: quando você adota um novo bichinho, por exemplo, basta um pequeno período de adaptação para que tudo volte ao normal. Ainda assim, existem casos em que a administração de sentimentos deve acontecer por um intervalo de tempo mais longo. Caso você tenha um gato ciumento, por exemplo, você talvez precise estimular a boa convivência com um novo animal em casa no longo prazo. Quer saber como lidar com esse problema? O Patas da Casa vai te ajudar com isso: vem ver! 

Gato com ciúmes de outro gato: como perceber que o animal está passando por isso? 

Identificar que o seu gato está com ciúmes é fácil: o comportamento dele muda quando você está mais próximo do outro animal. Adotar um gato depois que o seu primeiro amigo já ficou em casa sozinho por um tempo é algo que certamente vai causar algum desconforto no mais velho. O animal enciumado geralmente pode:

  • ficar mais agressivo tanto com você, quanto com o outro gato;

  • tentar se colocar no meio ou olhar fixamente sempre que você estiver interagindo com o outro animal;

  • fazer xixi e cocô fora da caixa de areia para tentar chamar mais a sua atenção; 

  • apresentar um comportamento “de caça” perto do outro gato, como se estivesse prestes a atacar o companheiro a qualquer momento — lembre-se: ele é um mini leão. 

Geralmente, a junção desses sinais significa que o seu amigo está mordido de ciúmes, sim, mas se você ainda tiver dúvidas, o ideal é procurar a ajuda de um profissional comportamentalista. Além de confirmar o estado do seu amigo, ele ainda pode te ajudar no processo de educação do felino.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Com um as táticas certas e paciência, seus gatos vão virar melhores amigos
    Com um as táticas certas e paciência, seus gatos vão virar melhores amigos

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    O processo de entrosamento entre os dois gatos deve acontecer devagar

    Mesmo que eles já morem juntos há um tempo, não adianta simplesmente colocar os dois animais num cômodo até que comecem a se dar bem. Pelo contrário! Num primeiro momento, a separação temporária pode ser muito boa: você precisa mostrar para o gato que está na sua casa há mais tempo que ainda enxerga as necessidades dele. Nesse momento, dê carinho e atenção aos dois animais separadamente e, depois que eles se acostumarem com essa rotina, parta para a sessão de carinho compartilhado. 

    Associe a presença do outro gato a estímulos positivos

    Assim como acontece com os cachorros durante o processo de adestramento, as associações positivas podem ajudar bastante o gato enciumado a entender que ele não tem nada a perder com a presença do amigo. Além dos carinhos simultâneos citados aí em cima, você também pode estimular brincadeiras para gatos com os dois ao mesmo tempo (um pouco de catnip é capaz de fazer milagres nesse momento), dar petiscos, um pouco de ração úmida ou, até mesmo, objetos que chamem a atenção dos dois e não precisem da sua interação para que eles brinquem juntos. Aos poucos o gatinho cheio de ciúmes vai entender que pode relaxar e ficar tranquilo quando o outro inquilino da casa estiver por perto.

    Peça ajuda a um profissional para descobrir se esse ciúme não tem uma causa mais séria

    Em alguns casos, no entanto, é possível que suas estratégias para resolver esse problema comportamental não surtam o efeito desejado, o que indica que a situação pode ter uma causa mais profunda. Animais com traumas psicológicos e medos específicos podem apresentar um quadro de ciúmes, possessividade e agressividade que precisam de um pouco mais de esforço para ser tratado. Em alguns casos, o uso de calmantes ou feromônios pode ser necessário e isso só pode ser feito com o acompanhamento e prescrição de um veterinário comportamentalista. Pedir ajuda profissional pode ser exatamente o que você precisa para que seus amigos de quatro patas vivam em paz!

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Próxima matéria

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!
    Comportamento

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!

    Gatos são conhecidos pela independência e instinto territorialista, mas a verdade é que os felinos também são muito apegados aos seus pertences. Casa, brinquedos, caminha, móveis e humanos, tudo entra nessa lista. Se o seu gato costuma ter um lugar preferido para dormir ou ama ficar na janela observando o movimento da rua, saiba que qualquer mudança na rotina pode deixá-lo estressado, ansioso e até doente.

    Como ajudar seu gato obeso a perder peso? Veja algumas dicas!
    Saúde

    Como ajudar seu gato obeso a perder peso? Veja algumas dicas!

    A obesidade é um dos problemas mais comuns quando se trata da saúde dos gatos. Como os felinos são naturalmente mais preguiçosos e gostam de passar boa parte do dia deitados, a falta de exercícios físicos muitas vezes acaba deixando o gato gordo. Se isso for atrelado à uma alimentação inadequada, o quadro se torna ainda mais difícil de evitar. Então, como reverter essa situação e ajudar o gato obeso a perder peso? Que tipos de brincadeiras e exercícios podem começar a fazer parte da rotina desses felinos? Existe algum tipo de ração para gatos obesos? Para te guiar nessa tarefa, separamos algumas dicas que podem ajudar o seu gatinho a emagrecer. Dá só uma olhada!

    Como dar remédio para gato sem deixá-lo muito agitado? Veja algumas dicas para não errar!
    Cuidados

    Como dar remédio para gato sem deixá-lo muito agitado? Veja algumas dicas para não errar!

    Para muitos tutores, descobrir como dar remédio para gato pode ser um desafio e tanto. Enquanto alguns animais têm mais facilidade para aceitar a medicação, outros podem apresentar sinais de estresse e agitação na hora de tomar a cápsula ou comprimido. A verdade é que não há uma técnica ideal que funcione para todos os gatos. Você deve testar diversos recursos até conseguir encontrar uma maneira eficaz de administrar o medicamento para o seu bichinho. Pode ser um processo frustrante de tentativa e erro, mas eventualmente você encontrará um sistema viável, que pode envolver comida ou não.

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Ver Todas >

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    Ver Todas >