close
Saúde

Formiga no xixi do cachorro é sinal de diabetes canina! Veterinária tira dúvidas sobre a doença

Atualizado · 09 de setembro de 2021 · 11h03

Publicado · 31/08/2021 · 16h04

A formiga no xixi do cachorro acontece por causa da presença de glicose na urina
A formiga no xixi do cachorro acontece por causa da presença de glicose na urina

Assim como os humanos, a diabetes em cachorro é uma doença perigosa e que precisa de vários cuidados ao longo da vida do animal. Mas como saber se um cãozinho está diabético? Acredita-se que um dos primeiros indícios que podem indicar um cão doente é a presença de formiga na urina do cachorro, mas vários outros sintomas também estão associados ao problema. O Patas da Casa conversou com a médica veterinária Nayara Cristina, que é especializada em endocrinologia veterinária, para esclarecer melhor algumas dúvidas sobre a diabetes canina. Veja abaixo o que ela nos disse!

Encontrou formiga no xixi do cachorro? É hora de ligar o alerta!

Quando se trata da diabetes em cães, sintomas são sempre um ponto importante e que facilitam a percepção da doença. Conforme a especialista explica, a formiga no xixi do cachorro pode, sim, ser um sinal de diabetes canina por causa da quantidade de açúcar encontrada no líquido. “Isso acontece devido a presença de glicose na urina (glicosúria), que não é uma situação normal. Uma das causas desse problema é que, devido ao aumento da glicose no sangue (hiperglicemia), ultrapassa o limiar de absorção renal e acaba desencadeando a glicosúria. A glicose na urina, por sua vez, pode atrair as formigas”.

Excesso de sede é um dos sintomas de diabetes em cachorro

Além da presença de formiga na urina do cachorro, outro indicativo da diabetes é quando o cãozinho ingere muito mais água do que o habitual. “A sede excessiva é uma das manifestações clínicas observadas em casos de diabetes canina. Com a glicose na urina, o animal tende a fazer muito xixi, o que denominamos como poliúria. Para compensar isso fisiologicamente, o animal fica com mais sede, por isso ele bebe mais água”, revela a médica veterinária.

5 sintomas de diabetes em cães para ficar de olho!

A observação do tutor é muito importante para identificar se o cachorro tem diabetes ou não. Mudanças no comportamento animal podem ser percebidas, assim como alterações no corpo do cachorro. Segundo Nayara, os sintomas de diabetes em cachorro mais comuns são:

  • Formiga na urina do cachorro
  • Fazer muito xixi (poliúria)
  • Cachorro bebendo muita água (polidipsia)
  • Excesso de fome (polifagia)
  • Perda de peso
Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Diabetes canina: prática de atividades físicas ajuda a controlar a doença
    Diabetes canina: prática de atividades físicas ajuda a controlar a doença

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Por que alguns cães sofrem com a diabetes canina?

    Muitas dúvidas podem surgir quando o assunto é o desenvolvimento da diabetes. Cachorro pode apresentar dois tipos da doença: diabetes tipo I ou tipo II. De acordo com a médica veterinária, a causa da diabetes mellitus é multifatorial, mas cada tipo ocorre de forma diferente. “A diabetes canina tipo I é de causa imunomediada e leva a deficiência relativa ou absoluta da insulina. Já a causa mais comum do tipo II é devido à obesidade, que leva à resistência insulínica e, com isso, provoca a hiperglicemia, desencadeando manifestações clínicas”.

    De forma resumida, a diabetes canina consiste no aumento do nível glicêmico no sangue do paciente que pode derivar de uma deficiência do organismo para produzir insulina ou a um “defeito” na insulina, que não consegue reduzir as taxas de açúcar do sangue. Para confirmar o diagnóstico, Nayara destaca: “O diagnóstico de diabetes é realizado com as manifestações clínicas, hiperglicemia e glicosúria”.

    A catarata é uma das complicações da diabetes em cachorro

    Sem o tratamento da diabetes, cachorro pode ter outros problemas de saúde, como a catarata. “O excesso de glicose presente no cristalino dos olhos - devido à hiperglicemia - é convertido em sorbitol, o que provoca um aumento do influxo de água no cristalino. O aumento da água, por sua vez, provoca uma quebra das fibras da lente e ruptura da estrutura normal. As lentes tornam-se turvas, resultando em perda de visão, geralmente em ambos os olhos”, conta a especialista.

    Além da catarata em cachorro, outra possível complicação da diabetes canina é um quadro denominado cetoacidose diabética, que acontece quando não há insulina no corpo. “É um problema grave que pode ocasionar vômitos, diarreia e inapetência. O animal precisa ser internado para o tratamento adequado nesses casos”.

    Como é o tratamento da diabetes canina?

    Apesar de não haver cura, é possível controlar a diabetes canina com alguns cuidados. O intuito é melhorar a qualidade de vida do paciente. “O tratamento para diabetes em cachorro consiste no uso da insulina, dieta adequada e atividade física. A insulina é feita com aplicação subcutânea a cada 12 horas após a alimentação, e deve ser de uso contínuo ”, orienta a veterinária. Quando se trata de um quadro de diabetes do tipo II pode haver a remissão da doença: “O tipo II costuma afetar cadelas que ficaram diabéticas no cio, e com a castração se retira a condição hormonal que estava fazendo a resistência insulínica. Como a insulina volta ao normal, isso leva ao quadro de remissão. No entanto, a remissão é mais comum em gatos do que em cães”.

    A diabetes canina não pode ser provocada externamente, mas pequenas atitudes fazem toda a diferença para prevenir o quadro. “O ponto mais importante da abordagem  preventiva é a conscientização dos tutores para os cuidados com a alimentação, evitar petiscos calóricos, estimular atividade física, cuidados com o peso e saúde oral do animal.”

    Redação: Juliana Melo

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    Próxima matéria

    Pneumonia em gatos: veterinário explica tudo sobre a doença

    Neoplasia testicular canina: veterinária tira todas as dúvidas sobre o câncer de testículo em cachorros
    Sênior

    Neoplasia testicular canina: veterinária tira todas as dúvidas sobre o câncer de testículo em cachorros

    O câncer em cachorro é a principal causa de morte em cães acima dos dez anos de idade. No caso da neoplasia testicular canina – popularmente conhecida como câncer de testículo –, a doença afeta principalmente cachorros machos idosos não castrados. Além da idade avançada, a presença de testículos não descidos (criptorquidismo) é outro fator que contribui para a formação de tumor de cachorro no sistema genital.

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!
    Saúde

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

    A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Izadora Souza, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

    Cachorro vomitando espuma branca: o que pode ser? Veterinária tira dúvidas sobre o assunto!
    Vômito

    Cachorro vomitando espuma branca: o que pode ser? Veterinária tira dúvidas sobre o assunto!

    O vômito de cachorro nunca é um fim nele mesmo: dependendo do tipo ou da cor, ele pode significar uma série de coisas diferentes. Um dos mais comuns no cachorro vomitando é o que tem o aspecto de uma espuma branca e, por isso, também acaba sendo o que mais causa dúvidas nos pais de pets quando aparece. Para te deixar mais tranquilo e ajudar na reação quando o seu cãozinho passar por isso, nós conversamos com a veterinária Renata Bloomfield, do Rio de Janeiro, sobre a situação. Dá uma olhada!

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro
    Grandes

    Galgo Afegão: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro

    O Galgo Afegão, também chamado de Afghan Hound, é um cachorro originário do Oriente Médio com aparência exótica e charmosa, difícil de passar despercebido. O que poucas pessoas sabem é que, por trás da postura elegante e independente do cão Afegão, existe um ótimo companheiro de quatro patas, cheio de energia para gastar e amor para dar. Mas o que é necessário saber sobre essa raça de cachorro antes de comprar ou adotar um exemplar? Como é a personalidade do Afghan Hound e que cuidados são necessários com o cãozinho? 

    Ver Todas >

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?
    Saúde animal

    Como é feito tratamento de câncer em cachorro?

    Receber o diagnóstico de câncer em cachorro é um momento muito triste para qualquer tutor. A doença é agressiva e traz diversas complicações à saúde do animal. Além de os sintomas do câncer de cachorro serem bem intensos, o tratamento também é bastante delicado e requer atenção especial. A quimioterapia em cães é o tratamento mais conhecido, mas existem outras formas de tratar a doença. 

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes
    Saúde animal

    Vermífugo para gatos: quanto custa e outras formas eficientes de prevenir os vermes

    O vermífugo para gatos é um cuidado importante que ajuda a manter a saúde dos nossos amigos de quatro patas e deve ser aplicado logo no primeiro ano de vida do pet. Os vermes acometem principalmente o intestino do animal, mas também podem atacar outras partes do corpo e causar sintomas bem desagradáveis. Por conta da facilidade do contágio, é fundamental que o tutor tenha uma atenção especial com o calendário de vermifugação para evitar um gato com verme. 

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?
    Saúde animal

    Vacinas para gatos: tem problema atrasar o reforço anual?

    Um dos cuidados mais importantes com a saúde felina é a aplicação das vacinas para gatos logo nos primeiros meses de vida. As doses devem ser reforçadas anualmente para proteger os bichanos contra doenças perigosas e contagiosas, como panleucopenia felina, calicivirose e rinotraqueíte. Mas será que tem problema atrasar a vacina de gato em alguns dias ou semanas? Quais são os perigos de fazer isso? 

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?
    Saúde animal

    Vitamina para gato: quais as mais indicadas durante a gestação felina?

    A gestação de gato demanda atenção redobrada com a saúde. Visitas ao veterinário, exames e cuidados no dia a dia devem fazer parte da rotina. Entre as mudanças durante a gravidez, a dieta é uma das principais. A gata grávida precisa de uma alimentação diferenciada que seja capaz de manter a sua saúde e a dos filhotes que estão em na barriga. A vitamina para gato tem um papel fundamental na dieta da gata prenha. 

    Ver Todas >