close
Passeio

Conheça todos os tipos de coleira para cachorro e como usar: modelos, funções e adestramento

Saiba tudo sobre a coleira de cachorro e como escolher a melhor para o seu amigo!
Saiba tudo sobre a coleira de cachorro e como escolher a melhor para o seu amigo!

Cuidar de cachorro é um dos maiores prazeres na vida de qualquer tutor. Tanto é que muitas vezes os cães passam a ser considerados como “filhos” pelos humanos. O que poucos percebem é que, além dos cuidados com a alimentação e saúde do animal, também é importante se atentar a alguns acessórios essenciais para lidar com o cachorro no dia a dia, como é o caso da coleira para cães.

O problema é que na hora de escolher a melhor opção para o seu amigo, algumas dúvidas podem surgir no meio do caminho. Afinal, não se trata de um simples acessório com o objetivo de deixar seu doguinho mais estiloso (como as roupas para cachorro), né? Na verdade, a coleira para cães cumpre uma função importante durante os passeios: ela ajuda a controlar e adestrar o seu amigo de quatro patas. Não é à toa que existem diferentes modelos de coleira para cachorro, seja ele grande ou pequeno. Por isso, preparamos um guia sobre os vários tipos de coleira e, a seguir, te contamos tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Entenda qual é a função da coleira para cachorro e como o acessório pode ser útil no dia a dia

Para a maioria dos doguinhos, a melhor hora do dia é a do passeio. É nesse momento que eles veem o mundo, fazem as suas necessidades e socializam com outros cães, fazendo vários “aumigos”. No entanto, toda essa animação às vezes pode acabar resultando em um cãozinho perdido. É por isso que a coleira para cães é um item fundamental e indispensável na hora de dar uma voltinha na rua com o seu amigo de quatro patas de forma segura. Ela pode ser encontrada em diferentes tamanhos e modelos e, além de ajudar a identificar o animal, a coleira para cachorro também é uma ótima ferramenta para ensinar a disciplina no dia a dia, principalmente durante os passeios. Como a coleira normalmente fica associada a uma guia, o tutor é capaz de “controlar” os movimentos do cão, evitando que ele vá para muito longe ou até mesmo se perca. Por isso, esse é considerado um dos principais acessórios na hora de andar com seu cãozinho pela rua. Vale destacar que na hora de escolher a melhor coleira de cachorro, o conforto, a segurança e a funcionalidade devem vir sempre em primeiro lugar.

Coleira para cachorro com nome: por que é tão importante colocar uma placa de identificação no acessório?

A melhor forma de manter seu pet sempre protegido é colocando uma plaquinha de identificação na coleira dele. Durante um passeio, às vezes pode surgir algum imprevisto e o cãozinho acabar escapando da guia, se perdendo. Além disso, quem mora em casa também pode sofrer com um cachorro fujão. Por isso, a melhor forma de ter certeza de que o animal vai encontrar seu caminho de volta para seu lar é com um acessório de identificação, possibilitando que quem encontrá-lo entre em contato com você. Portanto, a coleira para cachorro com nome é fundamental, e deve estar com o seu amigo o tempo todo - tanto dentro de casa quanto nos passeios.

Além de tudo, o tutor ainda pode escolher qual a melhor forma de colocar o nome na coleira de cachorro. Às vezes uma plaquinha de identificação de plástico ou metal é suficiente, mas também existem outras alternativas como bordar as informações no acessório ou até mesmo colocar um QR code na coleira. Desta forma, quando alguém apontar a câmera do celular para o código, será redirecionado para um site com todas as informações do seu cão.

Que informações devem constar na placa de identificação da coleira de cachorro?

Ao adquirir uma coleira para cachorro com nome, outras informações também devem ser acrescentadas para garantir que seu doguinho conseguirá retornar para casa, caso ele se perca. Portanto, as informações mais relevantes que devem constar na coleira são:

• Nome do animal;

• Telefone residencial com DDD;

• Celular com DDD;

• Endereço;

• E-mail;

• Informações médicas ou de comportamento;

• Número de telefone alternativo (pessoa de confiança ou o veterinário).

Vale destacar que o espaço na coleira de cachorro normalmente é bem limitado, então é importante se certificar de colocar aquilo que é mais importante. Nome e telefone são sempre essenciais!

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Mais tradicional, a coleira de cachorro plana é ótima para cães de pequeno e médio porte
    Mais tradicional, a coleira de cachorro plana é ótima para cães de pequeno e médio porte
    O peitoral para cachorro é uma opção mais confortável para os animais
    O peitoral para cachorro é uma opção mais confortável para os animais
    A coleira anti-puxão ajuda bastante no adestramento dos cães
    A coleira anti-puxão ajuda bastante no adestramento dos cães
    A coleira cabresto para cachorro lembra uma focinheira, mas tem uma função bem específica
    A coleira cabresto para cachorro lembra uma focinheira, mas tem uma função bem específica
    A coleira enforcador costuma ser uma alternativa para cães grandes e muito agitados, mas demanda cuidado
    A coleira enforcador costuma ser uma alternativa para cães grandes e muito agitados, mas demanda cuidado
    Mais tradicional, a coleira de cachorro plana é ótima para cães de pequeno e médio porte
    O peitoral para cachorro é uma opção mais confortável para os animais
    A coleira anti-puxão ajuda bastante no adestramento dos cães
    A coleira cabresto para cachorro lembra uma focinheira, mas tem uma função bem específica
    A coleira enforcador costuma ser uma alternativa para cães grandes e muito agitados, mas demanda cuidado

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Coleira de cachorro: diferentes modelos para animais de todos os tamanhos

    • Coleira para cachorro tradicional plana:

    Esse é o modelo mais comum de coleira para cães, sendo simples e fácil de ser encontrada em qualquer pet shop. Ela tem o formato de uma tira que deve ficar ao redor do pescoço do cãozinho e é super indicada tanto para o uso em casa como na rua. Mas vale ter atenção ao comportamento do animal também, hein? A coleira de cachorro plana deve ser usada com a guia somente em cães tranquilos e tenham um bom comportamento durante os passeios, não funcionando muito bem para cachorros que têm o hábito de puxar muito. Além disso, vale destacar que ela é uma opção perfeita para acostumar os filhotes de cachorro com o acessório, mesmo antes de iniciar uma rotina fora de casa.

    • Coleira peitoral para cachorro:

    O modelo peitoral para cachorro tem sido uma das opções mais visadas nos últimos tempos por um simples motivo: é super confortável! Por mais que a coleira plana seja um modelinho igualmente prático, ela pode acabar incomodando alguns animais. Então, como uma alternativa a isso, surgiu a coleira peitoral para cachorro, que fica presa na região do peito do animal e preserva a região do pescoço. No geral, esse é um dos modelos preferidos de coleira para cachorro pequeno e de médio porte, mas cães maiores do que isso também podem fazer um bom uso dela se tiverem um temperamento tranquilo e calmo.

    • Coleira anti-puxão para cachorro:

    Essa versão é bastante parecida com o peitoral para cachorro. A diferença é que o gancho de encaixe da guia fica na parte da frente do peitoral do animal, e não nas costas. Se o cãozinho tentar puxar para o lado oposto, a coleira anti-puxão automaticamente “gira” o corpo dele para a direção do seu tutor. Algumas pessoas podem até achar que isso causa algum tipo de desconforto no animal, mas não é verdade. Além do mais, essa é uma boa forma de corrigir o comportamento do seu amigo de quatro patas, já que com um acessório desses, a tendência é que o cachorro pare de puxar durante os passeios. Geralmente, é uma boa opção de coleira para cachorro grande, médio e até mesmo os de pequeno porte que são mais agitadinhos.

    • Coleira cabresto para cachorro:

    Diferente do que muitos podem pensar, a coleira cabresto não é igual a uma focinheira. Isso porque, apesar do modelo também apresentar uma tira em cima do seu focinho, não é algo que impede o animal de se alimentar ou beber água, por exemplo. Na realidade, a coleira cabresto para cachorro - também chamada de gentle leader - dá uma volta no pescoço e outra no nariz do animal para ajudar no adestramento dele. Assim, cães que são muito agitados durante os passeios e que gostam de pular nas pessoas tem o comportamento facilmente corrigido com o acessório. E o melhor de tudo: a coleira cabresto é recomendada para cães de todos os portes. O problema mesmo é fazê-los se adaptar ao objeto, já que muitos podem se sentir incomodados logo no início.

    • Coleira enforcador para cachorro:

    modelo enforcador para cachorro é outra opção que pode ser recomendada pelos adestradores porque ele é capaz de aumentar o controle do tutor sobre o cão, mesmo que ele seja grande. Então se você tem um cachorro que fica bastante agitado durante os  passeios e não sabe como lidar com isso, a coleira enforcadora pode ser uma boa saída. Por outro lado, outros comportamentalistas acreditam que esse método de adestramento e controle é ultrapassado, podendo até mesmo machucar o animal. O melhor é buscar outras alternativas e nunca colocar esse tipo de coleira se você não tiver o domínio dela, sob o risco de machucar o cachorro. O adestrador é a melhor pessoa para te ensinar a forma correta de usá-la.

    • Coleira de choque para cachorro:

    Antes de mais nada, é preciso falar que em hipótese nenhuma se recomenda esse modelo de coleira de cachorro! Embora alguns acreditem que essa é uma forma de “ensinar” bons comportamentos aos cães, o acessório é extremamente cruel e que pode traumatizar o seu amigo de quatro patas. A ideia desse modelo é, como o próprio nome já indica, dar um choque no animal sempre que ele tiver uma atitude inadequada na rua. No entanto, ressaltamos que essa não é, nem de longe, a melhor forma de adestramento. Os cães não são seres racionais como os humanos, e podem demorar a aprender algumas coisinhas, mas a gente te garante: existem outras soluções para isso, como a técnica do reforço positivo.

    • Coleira para cachorro cego:

    Se o seu cãozinho tem deficiência visual, existem alguns modelos de coleira para cachorro cego. Uma das versões é composta por um anel grande em formato de auréola acoplado à uma guia comum que envolve a cabeça do animal, funcionando como um alerta para o cão de que há uma barreira ou objeto por perto, já que o anel esbarra nele primeiro. Modelos mais modernos possuem uma que vibra ao identificar um obstáculo. Sendo assim, a medida que o cão se aproxima do “perigo”, as vibrações ficam mais intensas, alertando-o.

    Como encontrar a coleira de cachorro ideal para o seu amigo de quatro patas?

    Procurar uma coleira bonita e estilosa não deve ser uma prioridade. O primeiro ponto a ser levado em consideração é a personalidade do seu amigo de quatro patas: ele é mais calmo ou mais agitado? Gosta de puxar quando sai para passear? Como ele se comporta perto de outras pessoas e animais? Tudo isso é importante na hora de definir qual é a melhor coleira de cachorro. Além disso, o porte dele também influencia nessa decisão, já que alguns modelos não são recomendados para cachorros grandes, por exemplo.

    Portanto, a melhor opção para ele precisa levar em conta o conforto, a segurança e a funcionalidade do acessório em questão. Mas não se preocupe: isso não quer dizer que você não poderá encontrar um modelinho bonito para ele. Até mesmo porque hoje é possível encontrar uma variedade incrível de coleira para cachorro personalizada nos pet shops, é só procurar!

    Coleira: cachorro precisa aprender a se acostumar com o acessório. Veja algumas dicas!

    Se você não sabe como colocar coleira em cachorro, chegou a hora de aprender! Primeiro, é preciso ter em mente que o cãozinho precisa se adaptar ao novo acessório e, portanto, o mais indicado é fazer isso quando ele ainda for um filhote. Assim, quando atingir a fase adulta ele vai achar isso normal. Outra técnica que costuma ser adotada para acostumar o cachorro com coleira é associar o objeto a coisas positivas, como elogios, carinhos e até mesmo uma guloseima. Então toda vez que colocar o cachorro na coleira e ele se aceitar bem o acessório, o tutor deve recompensá-lo pelo bom comportamento.

    Outros cuidados com a coleira de cachorro que não devem ser esquecidos

    Para que a coleira cumpra perfeitamente o seu papel é importante que ela esteja em um bom estado. Se ela estiver muito velha ou quebrada o ideal é trocá-la por uma nova, ou a segurança do seu doguinho pode ficar comprometida. Nunca se sabe o que pode acontecer durante os passeios, e uma coleira de cachorro desgastada pode facilmente se romper e o animal fugir. Além disso, outro cuidado fundamental é lembrar de limpar o acessório regularmente e, por isso, é bom ter uma opção reserva nesses casos, já que a coleira molhada pode provocar dermatites no seu amigo de quatro patas.

    Redação: Juliana Melo

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Próxima matéria

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro
    Raças

    Poodle: veja o infográfico e conheça todas as características da raça de cachorro

    O Poodle é um dos cães mais populares do mundo, e não faltam motivos para isso. Além dos pelos encaracolados de diferentes cores, que são típicos da raça, a inteligência, curiosidade e obediência do cachorro Poodle são traços que chamam a atenção. Mas como será que esse cãozinho é no dia a dia? Quais são as principais características e que cuidados devem ser tomados com o animal?

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Samoieda: conheça tudo sobre a raça de cachorro originária da Sibéria
    Raças

    Samoieda: conheça tudo sobre a raça de cachorro originária da Sibéria

    O cachorro Samoieda é sem dúvidas um dos pets mais companheiros que existem. Com seu porte médio e as características físicas marcantes e típicas da raça, a raça de cachorro conquista admiradores por onde passa. O alto nível de energia também é um traço forte desse pet, que não possui nada de tímido. Ficou curioso para conhecer mais sobre a raça originária da Sibéria? Então dá só uma olhada no guia que preparamos com tudo sobre esse doguinho: origem, personalidade, cuidados básicos de rotina, saúde e muito mais.

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Terra Nova: conheça todas as características desse cachorro grande

    O Terra Nova é uma raça de cachorro grande que, apesar do corpo musculoso e robusto, é muito dócil e amigável. Ele chama bastante atenção por conta do seu tamanho e também ser bem peludinho, lembrando bastante um ursinho de pelúcia - ou, nesse caso, um ursão. Dentre uma das características mais marcantes da raça, podemos destacar o seu lado atlético e a paixão que o cachorro Terra Nova tem por água. É isso mesmo: esta é uma das raças de cachorro que mais gosta de nadar e brincar na água.

    Ver Todas >

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?
    Comportamento animal

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?

    O Border Collie merle tem uma variação de pelagem que encanta qualquer um, mas também traz muitas dúvidas. Qual a explicação para essa cor de cachorro? A pelagem merle deriva de algum problema genético? A saúde do pet é prejudicada por isso? São muitas perguntas, que nem sempre têm uma resposta fácil. O Border Collie merle tem um aspecto “marmorizado" na pelagem, que normalmente se apresenta nas versões blue merle (tons que variam do preto ao cinza misturado ao branco) e red merle (pelagem branca com tons avermelhados ou marrom). 

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer
    Comportamento animal

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    O arranhador para gatos é um acessório indispensável na casa de todo felino. Além de ser uma forma de estimular a interação do animal com o ambiente, o arranhador é um brinquedo divertido que ajuda a aliviar o incômodo das unhas crescendo e mantém os instintos primitivos dos pets. Existem vários tipos de arranhadores para gatos, feitos com diferentes materiais e que podem ser indicados de acordo com o padrão de comportamento do seu amiguinho. 

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Comportamento animal

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?
    Comportamento animal

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?

    O gato Siamês é uma das raças mais populares no Brasil. Já a raça de gato SRD (Sem Raça Definida), o famoso gato vira lata, também não fica para trás. Você com certeza já deve ter se esbarrado por aí com um filhote de gato vira-lata que tem as características do gato Siamês (olhos azuis, pelagem acinzentada e extremidades num tom mais escuro). Esse é um Siamês mestiço, conhecido como Sialata, uma mistura entre os dois. Mas como diferenciar os tipos de gatos siameses e vira-latas? 

    Ver Todas >