Comportamento

Comportamento dos gatos: felinos ficam irritados com seus humanos o tempo todo em casa?

Veja como os gatinhos estão lidando com a presença constante dos humanos durante a quarentena!
Veja como os gatinhos estão lidando com a presença constante dos humanos durante a quarentena!

Como seu gato está lidando com a quarentena? Observou o gato estressado ou meio tristinho? Entender o comportamento dos gatos parece uma tarefa impossível de vez em quando. Em alguns dias, o felino está mais bem humorado e comunicativo. Já em outros, é melhor manter distância. A rotina dos humanos fora de casa, no geral, ajuda a preservar o espaço do animal, mas em tempos de quarentena, isso pode acabar se tornando um problema. Não é à toa que alguns tutores têm observado uma mudança de comportamento por parte dos animais nesse período de isolamento social. Mas será que os gatos realmente ficam mais estressados com a companhia dos humanos o tempo todo? Será que os bichanos querem a casa “de volta” só para eles? Veja o que alguns tutores compartilharam com a gente!

Quarentena com pets: o que pode mudar no comportamento do gato?

Todo mundo sabe o quanto os gatos são reservados e como eles gostam de ter o seu próprio espaço. Mas em um período de distanciamento social, a convivência com os tutores torna-se inevitável, o que pode acabar gerando alguns conflitos. Silvia Medeiros, tutora do gatinho Luci, conta que no início não teve problemas com o animal e ele até costumava pedir carinho com frequência. Contudo, depois de um tempo, ela percebeu que o seu amigo ficou mais estressado do que o normal: “Ele se recusa a comer e fica miando pra gente, rasgando o saco de ração e ameaçando morder quando tentamos tirar ele de perto”. Além disso, outro comportamento observado pela tutora é que o bichano passou a fazer as necessidades fora do lugar, comportamento que ele só teve em momentos da vida em que ele estava muito estressado.

Já o gato da Allexia Anjos, o Pipoca, teve que lidar com a quarentena e a adoção de outra gatinha simultaneamente, então a adaptação está sendo ainda mais difícil. Segundo a tutora, ele era acostumado a ficar sozinho e agora sente que perdeu isso, tendo que procurar outros lugares da casa para conseguir seu espaço. “Ele nunca foi de se esconder debaixo da cama, mas agora ele tem feito isso”, conta Allexia. Além do mais, ela também percebeu que, antigamente, o gatinho aproveitava mais a companhia da família e sempre buscava colo e carinho, mas depois da quarentena o bichano se tornou mais apático.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Comportamento dos gatos: o Pipoca sente falta de um espacinho só dele. A cara de emburrado não nega!
    Comportamento dos gatos: o Pipoca sente falta de um espacinho só dele. A cara de emburrado não nega!

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Quarentena: presença de humanos pode deixar o gato estressado?

    Como estão acostumados a passar parte do dia sozinhos, os gatos podem estranhar a presença constante dos humanos no período de quarentena. O Luci, gatinho da Silvia, por exemplo, sempre foi do tipo que precisa do espaço dele e de um momento sozinho, mas agora isso não está mais sendo possível: “Para onde ele vai na casa, tem alguém e tem alguma movimentação. Ele sempre se abalou muito com mudanças repentinas e leva tempo para ele digerir tudo isso”.

    Com o Pipoca, isso não foi diferente e tanto estresse e ansiedade até afetou a imunidade do bichano. “Levei ele no médico recentemente porque ele estava passando mal. A veterinária disse que isso aconteceu porque ele está mais agitado do que o normal. Essa mudança toda de rotina na vida dele fez com que ele ficasse estressado, afetando a sua imunidade. Por isso ele ficou doentinho”, conta Allexia.

    Cuidado com a alimentação do gato nesse período

    O comportamento dos gatos pode variar, mas é importante ficar de olho na alimentação deles. Alguns podem apresentar mudanças no apetite. Busque maneiras de incentivar o interesse pela comida, seja introduzindo uma ração diferente na dieta do animal ou oferecendo petiscos ocasionais. Já em outros casos, o gato pode acabar comendo mais do que deveria, como é o caso do Pipoca. “Ele quer comer o tempo inteiro, então ele engordou bastante”, comenta Allexia. É importante ficar de olho nessas situações também, já que o gato obeso pode desenvolver vários problemas de saúde.

    Como acalmar um gato estressado e melhorar a convivência?

    Antes de mais nada, é fundamental entender que essa mudança abala bastante os animais, principalmente os gatos, que têm mais apego com a rotina. Por isso, é preciso um tempo para que o bichano possa digerir tudo isso para, enfim, se adaptar às novas circunstâncias. Aprender como acalmar um gato não é difícil: a regra é respeitar o espaço dele e não forçar a barra. Se ele quiser atenção e carinho, ele vai pedir. 

    Isso não quer dizer que você deve deixar o seu amigo desamparado, hein? Cuidar da alimentação e hidratação do bichano é uma tarefa diária dos tutores. Outra dica é brincar bastante com o gato, incentivando ele a interagir e relaxar.

    Redação: Juliana Melo

    Como fazer brinquedos para gatos com catnip?

    Próxima matéria

    Como fazer brinquedos para gatos com catnip?

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
    Raças

    Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

    O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

    Adoção

    "Quero adotar um gato": tudo o que você precisa saber e fazer antes de levar um felino para casa

    Se você procura um bichinho independente, carinhoso e de personalidade forte, talvez seja o momento certo de adotar um gatinho. Com um jeito próprio de demonstrar todo o seu amor, os felinos têm conquistado cada vez mais o coração das mães e dos pais de pet de plantão. Mas, na hora de decidir isso, é preciso ter em mente que incluir um novo membro à sua família implica uma série de fatores, tanto para o animal quanto para os tutores e, principalmente, para o lugar que será o seu novo lar. Para te ajudar nesse momento, nós separamos um guia completo com tudo que você precisa saber na hora de adotar um gato. Dá uma olhada!

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!
    Saúde

    Insuficiência renal em gatos: veterinária tira todas as dúvidas sobre essa doença grave que atinge os felinos!

    A insuficiência renal em gatos é uma doença que pode ser muito comum quando falamos de felinos. Sem cura, o problema precisa de acompanhamento constante e cuidados especiais para evitar complicações. Apesar de ser uma doença grave, o gato com problema renal pode ter qualidade de vida. Para tirar as dúvidas sobre a insuficiência renal em gatos, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Débora Nunes, do Rio de Janeiro. Vem conferir!

    Gato Angorá: conheça todas as características da raça!
    Raças

    Gato Angorá: conheça todas as características da raça!

    Pelagem branca, olhos claros, orelhas grandes e pontiagudas: essas são as características mais comuns do gato Angorá. A raça é muito antiga e esbanja beleza por onde passa. De origem turca, hoje em dia é até raro encontrar por aí um felino dessa raça - os Angorás chegaram até a ser considerados extintos depois da Segunda Guerra Mundial. A elegância desse gatinho tem tudo a ver com a sua personalidade: muito sociável, o gato Angorá é uma ótima companhia e ama um bom carinho. Para conhecer mais sobre essa raça, preparamos um material com as principais informações sobre ela, desde curiosidades até os principais cuidados com a saúde. Chega mais!

    Ver Todas >

    Passear com cachorro: qual o tempo ideal para gastar a energia do cãozinho?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: qual o tempo ideal para gastar a energia do cãozinho?

    Passear com o cachorro é um dos momentos mais importantes da rotina de um pet. Além de ser uma atividade super propícia para estreitar os laços com o cãozinho com brincadeiras ao ar livre, também é uma forma de incentivá-lo a fazer novos aumigos e gastar toda a energia acumulada. Os passeios são excelentes aliados para manter a saúde física e mental do pet, mas será que você sabe qual é o tempo ideal para passear com cachorro?

    Brincadeiras para fazer com cachorro nos dias chuvosos
    Comportamento animal

    Brincadeiras para fazer com cachorro nos dias chuvosos

    Passear com cachorro é essencial na rotina de qualquer pet. Mas o que fazer nos dias de chuva para suprir essa necessidade? As brincadeiras para cachorro são uma alternativa. Além de gastar a energia e estreitar o relacionamento com o tutor, as brincadeiras servem também como distração para os cães que têm medo de chuva e trovão. É possível usar brinquedos, petiscos e até mesmo os móveis da casa: com um toque de criatividade, você vai conseguir cansar o seu doguinho sem precisar sair na rua nos dias de chuva. 

    Gato triste e com saudade de outro gato: veja como ajudar o seu bichano a lidar com separações
    Comportamento animal

    Gato triste e com saudade de outro gato: veja como ajudar o seu bichano a lidar com separações

    Poucas pessoas sabem, mas os gatos sentem saudades e têm diferentes formas de demonstrar isso. Uma situação em que o sentimento pode ser claramente observado é quando dois gatos vivem juntos - mesmo que não sejam irmãos ou mãe e filho -, mas em um determinado momento eles precisam se separar, seja por conta de uma mudança de casa ou porque um deles faleceu.

    Brinquedos de nylon para cachorro são seguros para todas as idades e portes?
    Comportamento animal

    Brinquedos de nylon para cachorro são seguros para todas as idades e portes?

    Os brinquedos para cachorro são importantes em todas as fases de vida de um bichinho de estimação. Eles servem para divertir, distrair e até mesmo gastar a energia de um cãozinho. Além das conhecidas bolinhas, existem vários outros tipos de acessórios para a diversão do pet. Os brinquedos de nylon para cachorro podem ser encontrados em diferentes modelos e formatos e são muito indicados, principalmente, para cães que adoram roer tudo. 

    Ver Todas >