close
Brinquedos

Como incentivar brincadeiras para gatos que não se movimentam muito?

Atualizado · 18 de março de 2021 · 17h24

Publicado · 18/03/2021 · 17h20

Brincadeira de gato: veja algumas opções divertidas para fazer o seu gato se movimentar mais
Brincadeira de gato: veja algumas opções divertidas para fazer o seu gato se movimentar mais

Os gatos são naturalmente mais preguiçosos e menos ativos que um cachorro, por exemplo. Uma das maiores curiosidades dos bichanos é justamente essa, eles passam cerca de 2/3 da vida dormindo. Apesar de algumas raças serem mais ativas, existem também aquelas raças de gato conhecidas por serem mais preguiçosas. Ser tutor de um gato com essa característica pode ser um desafio. Afinal de contas, todo o gato precisa de exercícios físicos para manter uma boa saúde geral, já que as brincadeiras de gato contribuem também para o bem-estar mental do bichano. Afinal, quais os brinquedos para gatos mais indicados para dar um up na movimentação do animal? Reunimos algumas informações sobre como incentivar as brincadeiras nesses casos.

Brinquedo de gato: incentive o instinto de caça dos felinos

Quem é gateiro sabe que uma das principais características do comportamento do gato é seu instinto caçador. Mesmo domesticados, os felinos continuam expressando essas habilidades, seja caçando insetos ou arranhando objetos para marcar território. Se o seu gato não se movimenta muito, uma boa ideia é investir em brinquedos e brincadeiras para gatos que estimulem a caça. A brincadeira de gato pode servir para ele brincar sozinho ou interagindo com seus tutores.

A varinha para gatos, o laser e os brinquedos de corda são opções que estimulam o desenvolvimento motor e cognitivo dos bichanos. A perseguição pela presa fará com que o animal se exercite cada vez mais para agarrar o brinquedo, sendo uma ótima forma de incentivo para aqueles gatos que não se movimentam muito. É importante que os movimentos sejam sutis, imitando as presas que eles capturariam - caso você se movimente muito e dificulte a “caçada”, o felino pode perder o interesse pela brincadeira. Por isso, sempre se atente para manter os gatos brincando com interesse.

A bolinha com guizo é outra opção de brinquedo de gato que incentiva o instinto caçador do animal. Nesse caso o bichinho poderá brincar sozinho, o que pode ser um bom estímulo ao exercício para os momentos em que o tutor não estiver presente.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Os brinquedos para gatos que estimulam o instinto caçador são uma ótima forma de deixar o pet mais ativo
    Os brinquedos para gatos que estimulam o instinto caçador são uma ótima forma de deixar o pet mais ativo

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Jogos para gatos brincarem: aposte em brincadeiras diferentes

    Além dos brinquedos para gatos, apostar em atividades diferentes e interativas pode ser um ótimo incentivo para aqueles animais mais quietinhos. Hoje em dia, existem uma variedade de aplicativos com jogos para gatos brincarem. Você pode não acreditar, mas os smartphones e tablets já podem ser usados pelos felinos. A variedade de aplicativos desenvolvidos exclusivamente para eles é imensa. A maioria consiste na captura de presas que aparecem na tela, sendo muitas vezes peixes e insetos. Para que a brincadeira não termine em prejuízo, não se esqueça de proteger bem a tela do aparelho e supervisionar para que o animal não o derrube.

    É claro que nem todos os jogos para gatos brincarem precisarão necessariamente de um aparelho eletrônico. Apenas a caneta e o papel podem servir para fazer uma ótima brincadeira de gato. Jogar jogo da velha com o bichano pode ser incrível e ajuda a treinar as habilidades do pet. Basta desenhar o tabuleiro do jogo, colocar um petisco em cada quadro e deixar que o gato escolha a casa aleatoriamente. Vá marcando um X a cada escolha do felino e jogando junto com ele, até que um dos dois vença a brincadeira. Apesar desse tipo de jogo interativo não colocar seu gato em movimento, ele fará muito bem para o animal pois estimula o lado cognitivo e ajuda a estreitar os laços entre pet e tutor.

    Gatos brincando pouco: quando o comportamento indica um problema?

    Mesmo que a calmaria seja um traço de personalidade comum em muitos felinos, é importante saber quando o comportamento está indicando um problema. Muitas doenças apresentam a apatia como sintoma. Normalmente quando o gato está doente, além da falta de interesse pelas atividades, ele tende a apresentar sinais como: falta de apetite, dor, falta de higiene, comportamento arredio e dificuldade para ir ao banheiro. Caso observe esses sintomas associados e desconfie que seu gatinho está doente, procure um médico veterinário imediatamente. Só ele poderá verificar se seu bichano possui alguma enfermidade ou a apatia é apenas um traço de sua personalidade. Lembre-se que além de investir em brinquedos para gatos, a gatificação da casa é muito importante para que o felino se mantenha em movimento e com bem-estar.

    Redação: Hyago Bandeira

    Por que cachorro boceja?

    Próxima matéria

    Por que cachorro boceja?

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Ver Todas >

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida
    Comportamento animal

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    O Gato-do-deserto é uma raça de gato selvagem que vista de longe parece um filhote fofinho. Mas se engana quem pensa que essa pode ser uma raça de gato indefesa e carinhosa como os felinos que estamos acostumados. O nome científico dele é Felis Margarita (também chamado de Gato-da-areia Árabe): uma raça de gatos que se esconde no intenso calor diurno e extremo frio noturno de desertos do Oriente Médio. 

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?
    Comportamento animal

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?

    O pelo de gato exerce uma função importante tanto na proteção do corpo e da pele, como também na linguagem corporal felina. Sim, é isso mesmo: mesmo sem um vocabulário, os bichanos são capazes de expressar sentimentos e vontades com movimentos, posições específicas e até mesmo com o estado da pelagem. Se você já viu um gato arrepiado, deve entender do que estamos falando!

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?
    Comportamento animal

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?

    O termo “pet friendly” nunca esteve tão em alta quanto agora. Todo mundo sabe que os cães são grandes companheiros dos humanos e carregam até o título de melhores amigos. Mas, mesmo fazendo parte da nossa família há tanto tempo, foi recentemente que esses pets conquistaram um “espaço” definitivo nos momentos de lazer dos tutores. É aqui que entra a ideia de pet friendly: hotéis, pousadas, restaurantes, shoppings, mercados e vários outros estabelecimentos hoje em dia recebem os peludos de braços abertos (em alguns cidades, como no Rio de Janeiro, é lei!).

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção
    Comportamento animal

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção

    Ao decidir abrir as portas de casa para um bichano, vários tutores se inspiram em nomes de gatos famosos para apelidar o próprio pet. E acredite: existem muitas referências de gatinhos bem populares, principalmente quando entramos no mundo da ficção. Filmes, séries, quadrinhos, gibis, animações: em todos esses cenários é possível encontrar personagens totalmente icônicos.

    Ver Todas >