close
Brinquedos

Como incentivar brincadeiras para gatos que não se movimentam muito?

Brincadeira de gato: veja algumas opções divertidas para fazer o seu gato se movimentar mais
Brincadeira de gato: veja algumas opções divertidas para fazer o seu gato se movimentar mais

Os gatos são naturalmente mais preguiçosos e menos ativos que um cachorro, por exemplo. Uma das maiores curiosidades dos bichanos é justamente essa, eles passam cerca de 2/3 da vida dormindo. Apesar de algumas raças serem mais ativas, existem também aquelas raças de gato conhecidas por serem mais preguiçosas. Ser tutor de um gato com essa característica pode ser um desafio. Afinal de contas, todo o gato precisa de exercícios físicos para manter uma boa saúde geral, já que as brincadeiras de gato contribuem também para o bem-estar mental do bichano. Afinal, quais os brinquedos para gatos mais indicados para dar um up na movimentação do animal? Reunimos algumas informações sobre como incentivar as brincadeiras nesses casos.

Brinquedo de gato: incentive o instinto de caça dos felinos

Quem é gateiro sabe que uma das principais características do comportamento do gato é seu instinto caçador. Mesmo domesticados, os felinos continuam expressando essas habilidades, seja caçando insetos ou arranhando objetos para marcar território. Se o seu gato não se movimenta muito, uma boa ideia é investir em brinquedos e brincadeiras para gatos que estimulem a caça. A brincadeira de gato pode servir para ele brincar sozinho ou interagindo com seus tutores.

A varinha para gatos, o laser e os brinquedos de corda são opções que estimulam o desenvolvimento motor e cognitivo dos bichanos. A perseguição pela presa fará com que o animal se exercite cada vez mais para agarrar o brinquedo, sendo uma ótima forma de incentivo para aqueles gatos que não se movimentam muito. É importante que os movimentos sejam sutis, imitando as presas que eles capturariam - caso você se movimente muito e dificulte a “caçada”, o felino pode perder o interesse pela brincadeira. Por isso, sempre se atente para manter os gatos brincando com interesse.

A bolinha com guizo é outra opção de brinquedo de gato que incentiva o instinto caçador do animal. Nesse caso o bichinho poderá brincar sozinho, o que pode ser um bom estímulo ao exercício para os momentos em que o tutor não estiver presente.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    Os brinquedos para gatos que estimulam o instinto caçador são uma ótima forma de deixar o pet mais ativo
    Os brinquedos para gatos que estimulam o instinto caçador são uma ótima forma de deixar o pet mais ativo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Jogos para gatos brincarem: aposte em brincadeiras diferentes

    Além dos brinquedos para gatos, apostar em atividades diferentes e interativas pode ser um ótimo incentivo para aqueles animais mais quietinhos. Hoje em dia, existem uma variedade de aplicativos com jogos para gatos brincarem. Você pode não acreditar, mas os smartphones e tablets já podem ser usados pelos felinos. A variedade de aplicativos desenvolvidos exclusivamente para eles é imensa. A maioria consiste na captura de presas que aparecem na tela, sendo muitas vezes peixes e insetos. Para que a brincadeira não termine em prejuízo, não se esqueça de proteger bem a tela do aparelho e supervisionar para que o animal não o derrube.

    É claro que nem todos os jogos para gatos brincarem precisarão necessariamente de um aparelho eletrônico. Apenas a caneta e o papel podem servir para fazer uma ótima brincadeira de gato. Jogar jogo da velha com o bichano pode ser incrível e ajuda a treinar as habilidades do pet. Basta desenhar o tabuleiro do jogo, colocar um petisco em cada quadro e deixar que o gato escolha a casa aleatoriamente. Vá marcando um X a cada escolha do felino e jogando junto com ele, até que um dos dois vença a brincadeira. Apesar desse tipo de jogo interativo não colocar seu gato em movimento, ele fará muito bem para o animal pois estimula o lado cognitivo e ajuda a estreitar os laços entre pet e tutor.

    Gatos brincando pouco: quando o comportamento indica um problema?

    Mesmo que a calmaria seja um traço de personalidade comum em muitos felinos, é importante saber quando o comportamento está indicando um problema. Muitas doenças apresentam a apatia como sintoma. Normalmente quando o gato está doente, além da falta de interesse pelas atividades, ele tende a apresentar sinais como: falta de apetite, dor, falta de higiene, comportamento arredio e dificuldade para ir ao banheiro. Caso observe esses sintomas associados e desconfie que seu gatinho está doente, procure um médico veterinário imediatamente. Só ele poderá verificar se seu bichano possui alguma enfermidade ou a apatia é apenas um traço de sua personalidade. Lembre-se que além de investir em brinquedos para gatos, a gatificação da casa é muito importante para que o felino se mantenha em movimento e com bem-estar.

    Redação: Hyago Bandeira

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    Próxima matéria

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino
    Ração

    Meu gato não quer comer, o que devo fazer? Dicas para cuidar da alimentação do felino

    Um dos sinais mais comuns que os gatos demonstram que alguma coisa não vai bem com a saúde é não querer comer ou comer bem pouco. Os motivos podem ser os mais diversos, desde uma leve indisposição a problemas mais graves. Por isso, conhecer bem o comportamento do seu felino e ficar atento aos demais sinais é essencial para agir corretamente e buscar ajuda veterinária a tempo. Para ajudar, vamos tirar algumas dúvidas e dar dicas de como fazer o seu gato voltar a comer.

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa
    Cuidados

    6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa

    Os gatos são animais muito curiosos e, por isso, gostam de explorar o ambiente dentro e fora de casa. O problema é que o mundo externo traz diversos riscos para a saúde dos felinos, tornando ainda maior a necessidade de instalar uma tela de proteção para gatos em sua casa. Quer saber quais são os principais motivos para manter o seu gato em casa? Confira!

    Ver Todas >

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Comportamento animal

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?
    Comportamento animal

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?

    O gato Siamês é uma das raças mais populares no Brasil. Já a raça de gato SRD (Sem Raça Definida), o famoso gato vira lata, também não fica para trás. Você com certeza já deve ter se esbarrado por aí com um filhote de gato vira-lata que tem as características do gato Siamês (olhos azuis, pelagem acinzentada e extremidades num tom mais escuro). Esse é um Siamês mestiço, conhecido como Sialata, uma mistura entre os dois. Mas como diferenciar os tipos de gatos siameses e vira-latas? 

    Qual a diferença entre o Pastor Alemão e o Pastor Belga?
    Comportamento animal

    Qual a diferença entre o Pastor Alemão e o Pastor Belga?

    As raças Pastor Alemão e Pastor Belga se parecem tanto que é comum que as pessoas confundam as duas raças de cachorro. Apesar de compartilharem algumas semelhanças, eles são bem diferentes em vários aspectos. Dá até para fazer uma lista de diferenças entre os dois cachorros, mas o ponto principal para conseguir distinguir um do outro é observar os detalhes do corpo de cada um. Tanto as características físicas quanto os aspectos comportamentais desses animais são bastante particulares. 

    Filhote de Pitbull: saiba o que esperar sobre o comportamento da raça
    Comportamento animal

    Filhote de Pitbull: saiba o que esperar sobre o comportamento da raça

    O filhote de Pitbull é um cãozinho que, assim como qualquer outro, precisa ser tratado com afeto. Apesar dos estereótipos que acompanham o American Pitbull Terrier — ou só Pitbull mesmo, como é conhecido por aqui —, as coisas nem sempre são o que parecem e o comportamento do Pitbull pode te surpreender. Além de fortes e super inteligentes, eles são carinhosos e apegados aos donos, principalmente às crianças.

    Ver Todas >