close
Cuidados

Como fazer um resgate de cachorro abandonado? Passo a passo mostra dicas e cuidados

Atualizado · 02 de junho de 2022 · 17h17

Publicado · 01/06/2022 · 12h00

  O resgate de animais deve ser feito com cautela
O resgate de animais deve ser feito com cautela

O resgate de cachorro é um ato de amor e cuidado com os animais. Mesmo que nem sempre seja possível abrigar o doguinho em casa, tirá-lo das ruas já é algo que ajuda - e muito - a manter o pet em segurança. Quando os cães são abandonados e não têm um lar, ficam expostos a várias situações perigosas, como doenças, maus tratos e acidentes. Por isso, o resgate de animais é uma forma de tentar evitar que aquele cão fique à mercê de tantos riscos e permite que ele encontre uma família para chamar de sua.

Mas como fazer o resgate de cachorros abandonados? Quais cuidados são necessários nessas horas? Onde levar animais abandonados e como conseguir um lar para esses bichinhos? Para saber o que fazer, é só conferir o passo a passo abaixo!

Passo 1: Aproxime-se do cachorro e, antes de resgatá-lo, certifique-se de que ele realmente não tem dono

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      O cachorro resgatado deve estar completamente sozinho por algumas horas
    O cachorro resgatado deve estar completamente sozinho por algumas horas

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Para que o resgate de animais seja feito, é importante ter certeza de que aquele animal está completamente sozinho e não tem dono. Por isso, a observação é o ponto de partida para dar início ao resgate. Primeiro, faça contato com o doguinho e tente uma aproximação amigável para ver como ele reage. Você deve conquistar a confiança do cachorro nesse momento inicial. Depois, espere algum tempo - em torno de uma hora - para saber se não vai chegar ninguém à procura do animal. Se ele estiver realmente abandonado, você pode resgatá-lo.

    Passo 2: Use luvas para manuseá-lo e faça tudo com cautela para evitar reações agressivas

      Usar uma luva para o resgate de cachorro é uma atitude necessária para prevenir doenças
    Usar uma luva para o resgate de cachorro é uma atitude necessária para prevenir doenças

    Os cachorros de rua ficam mais suscetíveis a doenças perigosas e que podem, inclusive, serem transmitidas para os seres humanos. Elas são chamadas de zoonoses e precisam de muito cuidado. Portanto, por uma questão de segurança, é recomendado que na hora do resgate de cachorro você esteja usando luvas ou tenha em mãos um pedaço de tecido para manejar o pet. Esse cuidado também pode ajudar caso o animal fique agressivo e tente morder. Se o cão estiver ferido ou machucado, é comum que ele tente se proteger desta forma.

    Passo 3: Após o resgate de cachorro, procure uma clínica veterinária

      O cachorro resgatado precisa de um check-up veterinário o quanto antes
    O cachorro resgatado precisa de um check-up veterinário o quanto antes

    Com o cachorro resgatado, a primeira atitude a ser tomada é levá-lo imediatamente para uma consulta com um veterinário. Mesmo que ele não aparente estar ferido, o check-up é essencial para verificar a presença de doenças, se ele está com pulgas, carrapatos e outros problemas de saúde. Ah, e um detalhe muito importante: a visita ao veterinário deve ser feita antes mesmo de levar o cachorro resgatado para casa, independentemente de você ter outros cães em casa, justamente pelo risco de zoonoses. Com as orientações de um profissional, os cuidados ficarão mais fáceis.

    Passo 4: Deixe o animal em observação até ele tomar todas as vacinas

      Resgate de cachorros abandonados: é importante começar o esquema vacinal do início
    Resgate de cachorros abandonados: é importante começar o esquema vacinal do início

    Quando se trata de um cachorro abandonado, é muito difícil saber do histórico de saúde daquele animal. Isso torna praticamente impossível saber se ele já foi devidamente vacinado ou não, e é por isso que a recomendação nesses casos é sempre a mesma: aplicar todas as vacinas de cachorro do zero. O animal deve tomar as três doses da vacina V10 e a antirrábica, e só poderá sair na rua depois de completar a imunização. Por isso, é importante mantê-lo em observação até que o calendário vacinal esteja completo.

    Passo 5: Não esqueça dos cuidados com a alimentação e bem-estar do animal

      Cachorro resgatado precisa de um espaço adequado para dormir, comer e brincar
    Cachorro resgatado precisa de um espaço adequado para dormir, comer e brincar

    O resgate de animais abandonados inclui uma série de cuidados com a higiene, alimentação e bem-estar do bichinho. Isso quer dizer que, após a visita ao veterinário e a constatação de que o pet está saudável, é bom ter certa atenção com a higiene do cachorro: dar banho, cortar unhas, aparar os pelos. Também é necessário dedicar uma parte das despesas para cuidar da alimentação do animal, comprando uma ração de cachorro apropriada para a idade e condições de saúde dele (mesmo que você esteja apenas oferecendo um lar temporário).

    Passo 6: Procure um lar definitivo ou uma ong que recolhe animais abandonados

      Onde levar animais abandonados: ongs e abrigos são a melhor opção
    Onde levar animais abandonados: ongs e abrigos são a melhor opção

    Depois de oferecer todos os cuidados que o pet demanda, uma dúvida comum é onde levar animais abandonados (especialmente se você não puder ficar com ele em casa). Para isso, existem várias alternativas: você pode divulgar a situação do cãozinho nas redes sociais, procurando famílias que estejam dispostas a adotá-los, ou ir atrás de uma ong que recolhe animais abandonados. Várias instituições trabalham com o resgate de cães nestas condições e se disponibilizam a encontrar um lar definitivo para eles.

    Redação: Juliana Melo

    Como fazer o gato beber água? Tudo sobre a hidratação felina e prevenção de doenças

    Próxima matéria

    Como fazer o gato beber água? Tudo sobre a hidratação felina e prevenção de doenças

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios
    Cuidados

    Como criar uma rotina para o seu cachorro? Dicas de cuidados, higiene, alimentação e passeios

    Ninguém pode negar: manter uma boa rotina é fundamental para saúde física e mental do ser humano. Mas, além de você, existe outro serzinho que precisa de hábitos diários para garantir um bom funcionamento do seu organismo: o seu cachorro. Ao contrário do que muitos tutores pensam, os cães são animais de rotina e, por isso, mudanças repentinas nos horários podem deixá-los estressados e, até mesmo, depressivos. O horário de passear com cachorro, por exemplo, é um dos que mais impactam o seu bichinho e deve ser o mesmo todos os dias. Para te ajudar nessa e em outras tarefas que envolvem a rotina do seu cãozinho, o Patas da Casa reuniu algumas dicas sobre o assunto. Dá uma olhada!

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido
    Raças

    Bullmastiff: origem, características e cuidados... conheça a raça de cachorro do Reino Unido

    A raça Bullmastiff é um cachorro grande e robusto, mas que não deixa a desejar no temperamento afetuoso e gentil. Esse cãozinho britânico, que surgiu no século XIX, conquista as pessoas por onde passa. Sempre em alerta, ativo, companheiro e fiel aos tutores, o Bullmastiff estará sempre pronto para proteger a família e seu território. Por não ser uma raça de cachorro tão comum no Brasil, elaboramos um guia com todas as informações que você precisa saber sobre o Bulmastiff, que também é chamado por Bulmastife e Bulmastife Boxer. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Tudo sobre o Dálmata: conheça as características, personalidade e cuidados com essa raça de cachorro grande

    Um cachorro Dálmata é facilmente reconhecido graças a sua aparência particular e também ao filme “101 Dálmatas”, desenho que se tornou muito popular na década de 60 e que faz um grande sucesso até hoje. Mas o que esse cãozinho tem de tão especial, além das suas famosas manchas? Para quem sempre quis ter um Dálmata para chamar de seu, chegou o momento de desvendar tudo sobre essa raça de cachorro grande: características físicas, temperamento, personalidade, que cuidados são necessários, preço e como é a saúde desse animal. Vem que a gente te conta!

    Ver Todas >

    O que fazer ao levar uma mordida de gato?
    Cuidados dos animais

    O que fazer ao levar uma mordida de gato?

    Levar uma mordida de gato nunca é algo agradável. No entanto, há situações em que a mordida é bem leve e não passa de uma simples “brincadeira” do animal, e há casos em que os dentes de gato causam uma perfuração na pele, quadro que precisa de atenção. Se isso acontecer, uma das maiores preocupações é quanto ao que fazer ao levar uma mordida de gato na mão. Inchaço, vermelhidão e outros sintomas fora do comum devem ligar o alerta, não importa se é um felino caseiro ou de rua. 

    Como cuidar do gato no inverno? Veja o infográfico com várias dicas!
    Cuidados dos animais

    Como cuidar do gato no inverno? Veja o infográfico com várias dicas!

    Não é mistério que, mesmo sendo bem peludinhos, os gatos sentem frio e ficam bem incomodados quando a temperatura baixa. Por isso, no inverno, os tutores devem redobrar a atenção com os felinos, já que esses animais são conhecidos por disfarçarem o que sentem e nem sempre os sinais de um gato com frio são claros. Além disso, saber como aquecer os bichanos é fundamental - e é aí que entram estratégias como a roupa de inverno para gatos. 

    Onde colocar a caixa de areia do gato?
    Cuidados dos animais

    Onde colocar a caixa de areia do gato?

    A caixa de areia para gatos é, sem dúvidas, um dos itens mais importantes na hora de receber um felino em casa. Higiênicos por natureza, esses animais recorrem ao acessório por instinto para fazer as suas necessidades fisiológicas. No entanto, também pode acontecer de você flagrar um gato fazendo xixi e cocô no lugar errado, mesmo com a caixinha disponível. Nesses casos, a localização da caixa de areia pode ser um dos motivos que levam o bichano a agir desta forma.

    Quantas vezes um gato urina por dia?
    Cuidados dos animais

    Quantas vezes um gato urina por dia?

    Você já se perguntou quantas vezes um gato urina por dia? Essa dúvida é muito frequente e com certeza já passou pela cabeça de todos aqueles que vivem com os felinos, sobretudo os tutores de primeira viagem. Saber quantas vezes gato vai ao banheiro é importante para conhecer o comportamento do pet e até mesmo para identificar algo de errado com a saúde dele. 

    Ver Todas >