close
Passeio

Como ensinar o cachorro a andar corretamente com a coleira anti-puxão?

A coleira anti puxão é uma alternativa para passeios mais tranquilos com os cães agitadinhos!
A coleira anti puxão é uma alternativa para passeios mais tranquilos com os cães agitadinhos!

Todo pai e mãe de pet sabe bem que os passeios precisam fazer parte do dia a dia de um cachorro, seja ele morador de um apartamento ou de casa. É na rua que eles colocam em prática tudo o que aprendem sobre socialização. Em muitos casos, esse também é o momento em que o animal se movimenta e se exercita. Para que esse momento tão necessário não se torne algo pesado e ruim tanto para você quanto para o seu amigo, a coleira anti puxão, que te dá mais controle sobre os movimentos do cachorro, acaba sendo uma das opções de acessórios que auxiliam e muito nas caminhadas e corridas. Para tirar dúvidas e ensinar como você pode fazer o seu cachorro, nós conversamos com a Renata Bloomfield, que é veterinária e comportamentalista animal. Olha o que ela contou! 

Coleira anti puxão: peitoral para cachorro, cabresto ou enforcador?

A primeira coisa que você precisa saber na hora de entrar no mundo das coleiras anti puxão é como funciona cada um dos modelos disponíveis. Entre a coleira peitoral, que é vestida no animal e tem o encaixe da guia na frente, o cabresto, que é colocado no focinho do cachorro, e o enforcador, que vai ficando mais justo conforme ele puxa existem algumas diferenças. “A coleira easy walker, que é a peitoral para cachorro, tira um pouco da estabilidade do animal para você ter mais controle na hora que ele fizer a puxada lateral. O cabresto segura bem no focinho, então te dá bastante controle sobre o animal. O enforcador para cachorro tem uma altura certa para ser colocado no pescoço e vai ficando mais justo se ele puxar muito”, explicou Renata.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A coleira cabresto precisa ficar justinha para não machucar o cachorro
    A coleira cabresto precisa ficar justinha para não machucar o cachorro
    O enforcador para cachorro não é recomendado pelos profissionais
    O enforcador para cachorro não é recomendado pelos profissionais
    A coleira cabresto precisa ficar justinha para não machucar o cachorro
    O enforcador para cachorro não é recomendado pelos profissionais

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Em quais casos a coleira anti puxão é recomendada e quando deve ser evitada?

    “A coleira anti puxão pode ser usada por qualquer animal, mas é mais indicada para cães que puxam e que não têm noção do que é a rua. Essa coleira também é uma boa para animais medrosos, que têm fobia e podem sair de uma coleira peitoral normal, por exemplo. O modelo dá um controle maior sobre o cão”, conta a profissional. 

    Mesmo que todos os animais possam usar esse tipo de coleira, existem algumas condições que fazem o uso dela não ser recomendado, como explica Renata: “a coleira peitoral para cachorro anti puxão não é indicada para animais com artrose, artrite, alguma dor de locomoção ou problema ósseos — principalmente se isso acontecer nas patas da frente. A cabresto só não é indicada para animais que têm o focinho muito curto porque fica desconfortável: para não machucar, ela precisa ficar justinha (com folga de um ou dois dedos) e ela não vai ficar bem presa no rosto desses cachorros. O enforcador, por sua vez, não é recomendado porque se não for usado da maneira correta você pode enforcar ou causar uma lesão na cervical do cachorro”.

    Como todos os modelos podem causar algum tipo de dano ao animal (e isso deve chamar sua atenção na hora de escolher), depois de levar em consideração as restrições indicadas pela veterinária, você deve descobrir qual coleira vai te ajudar a lidar melhor com o cachorro passeando. “Isso vai muito da dupla dono/animal. Se você tem uma boa interação com a easy walker, não precisa usar a cabresto. Se é uma pessoa idosa, que tem algum problema no braço ou que não quer fazer muita força, a cabresto é recomendada — principalmente no caso de animais que puxam muito ou que estão na fase de aprender a andar do lado”, explica Renata. 

    Como ensinar o cachorro a andar com a coleira anti puxão? 

    Depois de descobrir qual é o melhor modelo de coleira anti puxão para você e o seu cachorro, chega o momento de ensinar o peludo a ficar bem enquanto estiver usando o acessório. “A primeira coisa que os pais de pet têm que fazer é acostumar o animal com a ferramenta: ele tem que associar a coleira a uma coisa legal e boa. Muitos deles não estão acostumados a ter alguma coisa no focinho ou no corpo, então já podem começar relutantes por isso. Coloque a coleira em casa, deixe um pouquinho ou o dia inteiro, dê a comida com ele de coleira, brinque com o cachorro usando a guia… estimule o animal, mostrando que a coleira não é punição ou algo ruim — tudo sempre começa em casa”, conta a profissional. 

    Depois da etapa de ensino em casa, você vai precisar começar a treinar seu amigo o costume com a coleira na rua: “Quando você for na rua, leve o petisco ou a ração junto e tente dar uma das refeições ao animal fora de casa. Ande um pouquinho e vá dando comida — isso vai te ajudar a criar uma conexão com o cão na rua. A atenção dele em você deve ser trabalhada dessa forma para ficar mais fácil de te olhar e entender o que aconteceu quando for corrigido”. 

    Redação: Ariel Cristina Borges 

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    Próxima matéria

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)
    xixi

    Aprenda em 8 passos como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo (infográfico)

    Ter um cãozinho vai muito além dos momentos de diversão e fofura: é preciso também saber como ensinar cachorro a fazer as necessidades no lugar certo. Caso contrário, uma situação que pode se tornar muito comum (e desagradável) é encontrar xixi de cachorro pela casa toda. Felizmente, existem algumas técnicas que são bastante úteis na hora de ensinar o animal a fazer xixi e cocô no local adequado.

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação
    Saúde

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação

    Seja porque ele comeu muito rápido ou tentou engolir alguma coisa que não devia, se deparar com um cachorro engasgado em casa é sempre um momento de desespero para qualquer pai de pet. Não saber como resolver essa situação é super comum e, ao mesmo tempo, um hábito perigoso: nunca se sabe quando você vai precisar socorrer o seu amigo em casa, certo? Para te ajudar a solucionar esse problema caso ele aconteça, a gente conversou com a veterinária Renata Bloomfield: afinal de contas, o que fazer quando o cachorro engasga?

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?
    Adestramento

    Como ensinar o cachorro a fazer cocô no lugar certo?

    Não importa a idade do cachorro: quando ele chega num lugar novo, sendo filhote ou adulto, aprender a fazer as necessidades no lugar certo é sempre parte da adaptação. Para quem mora em casas em que o animal fica no lado de fora a maior parte do tempo, esse processo acaba sendo mais simples, mas quem divide os cômodos com ele normalmente precisa de um pouco mais de paciência.

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas
    Pulga

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas

    Quem tem um cachorro sociável, que costuma frequentar lugares com outros animais, sabe que o cuidado com a higiene do animal é necessário não apenas por causa do conforto, mas também é uma questão de saúde. Em ambientes como esses, as infestações de insetos como o carrapato e a pulga de cachorro acontecem com a maior facilidade do mundo e, depois disso, cada dono vai ter que escolher a melhor maneira de lidar com o problema. Se você ainda não sabe como acabar com pulgas de cachorro na sua casa, descubra mais sobre as diferentes soluções para esse problema!

    Ver Todas >

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Comportamento animal

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?
    Comportamento animal

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?

    O gato Siamês é uma das raças mais populares no Brasil. Já a raça de gato SRD (Sem Raça Definida), o famoso gato vira lata, também não fica para trás. Você com certeza já deve ter se esbarrado por aí com um filhote de gato vira-lata que tem as características do gato Siamês (olhos azuis, pelagem acinzentada e extremidades num tom mais escuro). Esse é um Siamês mestiço, conhecido como Sialata, uma mistura entre os dois. Mas como diferenciar os tipos de gatos siameses e vira-latas? 

    Qual a diferença entre o Pastor Alemão e o Pastor Belga?
    Comportamento animal

    Qual a diferença entre o Pastor Alemão e o Pastor Belga?

    As raças Pastor Alemão e Pastor Belga se parecem tanto que é comum que as pessoas confundam as duas raças de cachorro. Apesar de compartilharem algumas semelhanças, eles são bem diferentes em vários aspectos. Dá até para fazer uma lista de diferenças entre os dois cachorros, mas o ponto principal para conseguir distinguir um do outro é observar os detalhes do corpo de cada um. Tanto as características físicas quanto os aspectos comportamentais desses animais são bastante particulares. 

    Filhote de Pitbull: saiba o que esperar sobre o comportamento da raça
    Comportamento animal

    Filhote de Pitbull: saiba o que esperar sobre o comportamento da raça

    O filhote de Pitbull é um cãozinho que, assim como qualquer outro, precisa ser tratado com afeto. Apesar dos estereótipos que acompanham o American Pitbull Terrier — ou só Pitbull mesmo, como é conhecido por aqui —, as coisas nem sempre são o que parecem e o comportamento do Pitbull pode te surpreender. Além de fortes e super inteligentes, eles são carinhosos e apegados aos donos, principalmente às crianças.

    Ver Todas >