Adestramento

Como educar um cachorro: quais são os erros mais comuns que o tutor pode cometer?

Adestramento de cães nem sempre é algo tão fácil, mas com as técnicas corretas é possível!
Adestramento de cães nem sempre é algo tão fácil, mas com as técnicas corretas é possível!

Os cães são animais super inteligentes. É por isso que o conceito de adestramento não é mais associado apenas ao ensino de comandos básicos, como sentar, deitar ou dar a patinha. O adestramento de cães é capaz de melhorar a comunicação entre donos e pets, além de facilitar a convivência do seu bichinho com diferentes pessoas e espaços. Aprender como adestrar um cachorro não é fácil e necessita de acompanhamento profissional, mas o tutor também tem suas responsabilidades nesse processo. Por isso, é muito comum cometer alguns erros na hora de adestrar cachorro - tom de voz, postura e até falta de conhecimento mesmo. Mas nós vamos te ajudar: veja os erros mais comuns, segundo a adestradora Kati Yamakage, de São Paulo, e saiba como se auto corrigir.

Como adestrar cachorro: veja os 6 erros mais comuns

1 - Seu cachorro não fala português

Os cães não entendem nossa língua. O que eles aprendem é uma palavra associada a um comportamento. Por isso, não adianta ficar falando sem parar ou várias vezes para que o cão faça algum movimento. É necessário ter calma, paciência, e comandar esperando a ação do cachorro. Se a ação for positiva, recompense. Se for negativa, espere um pouco e comande novamente, inserindo um gesto.

2 - O uso inadequado do não

É muito comum que o tutor use o “não” para indicar ao cãozinho que aquele comportamento é indesejado. O problema é quando a palavra é usada com tanta frequência que acaba confundindo o animal e o treinamento não se torna mais tão eficaz. Por isso, dentro do adestramento de cães positivo, é mais indicado que se use um comando de direcionamento. Um exemplo é quando o animal sobe em um local que ele não pode subir. Em vez de usar o “não”, use o comando para ele sair de cima, ou seja, o “desce”. Assim, ele vai entender o que você espera que ele faça!

3 - Recompensar um comportamento errado

“Se toda vez que o seu cachorro chorar, você for acudir, ele vai aprender que deve fazer isso todas as vezes que quiser a sua atenção”, explica Kati Yamakage. “Comportamento certo ou errado, quando reforçado, tende a se repetir sempre.” Isso não significa que você não deve prestar atenção no choro do seu cachorro, mas sim entender quando aquele choro é utilizado para conseguir atenção. É importante ensinar o cachorro a ficar sozinho, investindo em enriquecimento ambiental. Cães também devem ser independentes.

4 - Postura corporal errada

Muitos cães conseguem aprender o que o dono deseja por um simples comando gestual. Por isso que a sua postura corporal é fundamental na hora de adestrar cachorro. “Quando for ensinar um comando, é importante que não fique falando a todo momento e nem se movimentando desnecessariamente. Lembre-se que o cão está atento a todos seus movimentos, todas as gesticulações. Então, você deve, antes de qualquer coisa, planejar qual o gesto que você vai inserir para que o dog aprenda e lhe apresente o comportamento. Deve sempre inserir o comando com gestos simples e claros. Desta forma, ele conseguirá aprender muito mais rápido”, explica Kati.

5 - Tom de voz

A mesma dica vale para o seu tom de voz na hora de ensinar um cachorro. Como os cães não entendem a língua dos humanos, eles aprendem pela associação de palavras. Por isso que um adestrador de cachorro utiliza somente comandos para treinar o cão. O tom de voz deve ser neutro, uma vez que os cachorros conseguem perceber as emoções de seus donos. Isso é fundamental para que o momento do treino seja de calma e não de obrigação e frustração.

6 - Não estabelecer uma rotina

É importante que o cãozinho tenha uma rotina. Ele deve ter horários para comer e passear. Um cão que não tem uma rotina de passeios, pode vir a se tornar um cão frustrado, ansioso e agressivo, dificultando o adestramento. Eles também precisam de um cronograma de alimentação, chamado de manejo alimentar. “O dono deve determinar os horários que o cachorro fará suas refeições. Se a comida fica disponível o dia todo, ele fará as necessidades o dia todo”, explica a adestradora.

Como educar um cachorro: por que é importante entender a linguagem dos nossos cães?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Como adestrar cachorro: observe a linguagem corporal do seu cão para entender como ele está se sentindo
    Como adestrar cachorro: observe a linguagem corporal do seu cão para entender como ele está se sentindo

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Adestrar um cachorro é educar o animal para ter uma relação harmoniosa com a família, com pessoas e outros cães. Quanto mais cedo for feito o adestramento, maior será a probabilidade de evitar erros tão comuns na educação dos cachorros, como destruição de móveis, mordidas que podem ou não machucar e problemas de ansiedade. Para isso, é importante entender a linguagem dos cães, como eles pensam e reagem. Cada comportamento feito pelo cachorro tem um propósito, inclusive o choro e latidos. Aprenda a identificar esses sinais e sua relação com ele vai melhorar muito!

    Redação: Júlia Cruz

    Brincadeiras para cachorro:

    Próxima matéria

    Brincadeiras para cachorro: "posso deixar meu pet brincar com gravetos que ele encontra na rua?"

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Quais são as raças de cachorro que mais sentem calor? Veja quais cuidados tomar!
    Raças

    Quais são as raças de cachorro que mais sentem calor? Veja quais cuidados tomar!

    Com o verão se aproximando, é inevitável pensar no conforto e bem-estar dos nossos pets. Sabe-se que, assim como os humanos, os animais também podem sentir calor nos dias mais quentes. Contudo, o que poucas pessoas imaginam é que existem algumas raças de cachorro específicas que sofrem mais com as altas temperaturas desta estação. Pensando nisso, o Patas da Casa separou que raças são essas e quais cuidados devem ser tomados para amenizar o desconforto dos peludinhos durante essa época do ano.

    Quais são os melhores cachorros para apartamento que ficam sozinhos? Veja as raças recomendadas!
    Raças

    Quais são os melhores cachorros para apartamento que ficam sozinhos? Veja as raças recomendadas!

    Ter um melhor amigo de quatro patas trará muita alegria ao lar, mas a adoção ou compra de um filhote de cachorro precisa ser pensada com muita responsabilidade. Se você mora em um apartamento e passa muito tempo fora de casa, é importante pensar bem antes de ter um doguinho. A ausência dos donos pode provocar estresse e ansiedade nos cães, fazendo com que eles tenham comportamentos indesejados. Além do mais, alguns cachorros podem sofrer com a limitação de espaço de um apartamento, ainda mais quando passam muito tempo sozinhos. 

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno
    Saúde

    Pug com alergia: saiba quais os tipos mais comuns da raça de cachorro pequeno

    Há quem pense que todos os cães enfrentam o mesmo tipo de problemas ao longo da vida, mas não é bem assim. Algumas raças de cachorro têm detalhes muito característicos na anatomia que favorecem o desenvolvimento de condições específicas. Uma prova disso são os casos de alergias em Pugs: por causa das dobrinhas e rugas que têm pelo corpo, eles acabam tendo uma propensão maior a desenvolver diferentes tipos de dermatites alérgicas. Por isso, ao dar as boas-vindas a um Pug na sua casa, o ideal é que você saiba o que pode causar essas alergias e como reagir caso o seu animalzinho apareça com algo do tipo. Hoje, o Patas da Casa vai ao seu socorro: descubra, aqui embaixo, mais sobre esse problema!

    Ver Todas >

    Como é a personalidade do Bulldog Inglês?
    Comportamento animal

    Como é a personalidade do Bulldog Inglês?

    Dentre tantas raças de cachorro que existem, uma das mais adoráveis e cativantes certamente é o Bulldog Inglês. “Mas eles não são mal humorados?” - é o que muitos se perguntam, principalmente por causa da carinha de rabugento típica da raça. A verdade é totalmente diferente disso: qualquer pessoa que tem a chance de conviver com um cachorro Bulldog Inglês sabe bem como esses animais podem ser amorosos e brincalhões. 

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?
    Comportamento animal

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Roer e morder são necessidades naturais dos cães. Esse hábito também é associado à saúde mental, já que os mordedores próprios ajudam o animal a relaxar. Além disso, disponibilizar os brinquedos ideais para cachorro morder evita que o animal desconte sua energia nos móveis e objetos da casa, principalmente quando ele é filhote. O casco para cachorro é uma opção muito utilizada para redirecionar as mordidas, mas o "brinquedo" divide opções: o objeto prejudica o cachorro de alguma forma?

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Ver Todas >