close
Comportamento

Como deixar seu gato feliz e confortável com as visitas nas comemorações de fim de ano?

Atualizado · 23 de dezembro de 2021 · 14h59

Publicado · 23/12/2021 · 14h59

Para deixar um gato feliz nessa época do ano, o tutor deve ter alguns cuidados especiais
Para deixar um gato feliz nessa época do ano, o tutor deve ter alguns cuidados especiais

As festas de fim de ano se aproximam, e quem tem pets em casa precisa se preocupar também com o bem-estar dos animais nessa época do ano (especialmente se vai rolar alguma comemoração no seu lar). Mas como saber se o gato está feliz, triste ou estressado com tantas celebrações? Bom, é muito simples: o comportamento felino às vezes é difícil de ser interpretado, mas quem conhece bem a personalidade do seu amigo já tem uma noção de como o bichano vai se sentir com a festividade.

Se você pretende fazer alguma reunião na sua casa, e quer saber como acalmar um gato estressado e deixá-lo mais confortável e feliz com a situação, é só continuar lendo! Conversamos com a bióloga Juliana Damasceno, que é especialista em comportamento felino, e ela deu algumas dicas importantes para aumentar o conforto do seu pet.

Gato estressado: por que as festas de fim de ano podem incomodar o animal?

Existem muitas situações que podem deixar um gato estressado. Para começar, é necessário pensar que passamos por um longo período de isolamento social e muitos felinos simplesmente não estão mais acostumados com a presença de visitas. “Um gato já tem tendência de encarar pessoas diferentes em casa como um tipo de ameaça. Agora, então, isso é ainda mais evidente, já que esses animais não tiveram contato com muitas pessoas durante o isolamento. Por isso, é importante considerar o que é estressante ou não para eles”, ressalta.

Alguns “gatilhos” são comuns e acabam deixando o gato estressado

Segundo a bióloga, um dos maiores gatilhos é a invasão do espaço dos felinos. “Muitos gateiros têm o costume de pegar o animal e levar para a visita ver, mas isso é uma prática que faz com que o gato se sinta ameaçado e é algo que deve ser evitado. A maioria dos gatos não gosta de colo, não gosta de aproximações muito invasivas (ainda mais se eles não conhecerem o odor, a pessoa, a movimentação geral).”

Outra questão importante é a relação com crianças. Embora alguns gatos sejam amigáveis com os pequeninos, também existem pets que se sentem ameaçados e com medo dos menores. “Crianças têm costume de falar alto e correr na direção. Isso tudo deixa o gato amedrontado. Os gatos encaram humanos que eles não conhecem como perigo. E aí o gato estressado pode agir de uma maneira mais introspectiva e apática”.

Nessas circunstâncias, o animal pode até mesmo deixar de usar a caixinha de areia, se alimentar e se hidratar. “Além de estar com o sistema de alerta ligado, às vezes o gato precisa atravessar a casa para fazer suas necessidades e comer, mas com a presença de visitas ele deixa de fazer isso. Então para quem vai receber convidados, é preciso multiplicar os recursos dos gatos e aumentar essa exposição para que eles tenham acesso aos locais de uma maneira mais facilitada”.

Como acalmar um gato estressado?

Para garantir o bem-estar dos nossos bichanos, é fundamental pensar em “rotas de fuga” para que eles possam se esconder e se sentirem mais confortáveis diante de qualquer incômodo. Um gato escondido não deve ser encarado como um problema, e sim como uma maneira que o próprio animal tem de se preservar.

Uma dica de Juliana é promover refúgios para os gatos se abrigarem, inclusive. “O ideal é ter tocas e espaços onde eles se sintam seguros pra se esconderem dessas ameaças e, principalmente, fazer com que eles se sintam confortáveis nesses locais. Uma cobertinha, um cheirinho agradável, uma temperatura adequada, um ambiente que tem uma proteção sonora para eles são pontos importantes. Também é recomendado que o tutor faça com que eles tenham rotas de fuga. Se eles forem surpreendidos pela visita ou por outra situação, que eles consigam sair dali”.

Os estímulos sonoros são super recomendados e são uma forma de como acalmar um gato estressado. “Existem músicas para gatos que a gente encontra em aplicativos e playlists. Isso cria um conforto auditivo. Já para a queima de fogos, o ideal é a gente manter o ambiente o mais abafado possível e tentar realizar um pré-treinamento de dessensibilização a esse ruído. O tutor pode colocar no YouTube para tocar música de fogos bem baixinha e enquanto isso faz carinho, brinca, oferece um alimento favorito, faz com que esse gato tenha uma associação positiva com esse ruído. Todo dia vale fazer uma sessão breve com estímulos positivos e quanto mais confortável ele for ficando com aquele som baixo, você vai aumentando gradativamente até chegar no dia dos fogos”.

No grande dia, não deixe também de investir na associação positiva com brinquedos, carinho e alguns petiscos - isso pode até mesmo deixar o gato feliz! E, claro, sempre respeitando o gato naquele lugar de segurança que ele encontrou, como Juliana destaca. “Esse refúgio deve ser sempre um lugar onde o gato não é invadido, onde não é forçado a interação, onde ele não é retirado, para ele entender que ali é um lugar que ele está protegido”.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    No caso de um gato estressado com as visitas, o tutor deve oferecer um refúgio seguro para o pet
    No caso de um gato estressado com as visitas, o tutor deve oferecer um refúgio seguro para o pet

    Mais Lidas

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!
    Comportamento animal

    A cor da pelagem do gato determina a personalidade dele? Veja o que a ciência tem a dizer!

    Gato cinza, branco, preto, laranja, rajado ou com cores misturadas: o que não falta é variedade quando o assunto é a cor do gato. Esse, inclusive, acaba sendo um dos maiores critérios que os tutores usam na hora de adotar um bichano e, acredite se quiser, isso pode ajudar bastante a entender o comportamento do animal no dia a dia. Nem todo mundo sabe, mas é possível definir a personalidade dos gatos pela cor (ou pelo menos chegar muito próximo disso).

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?
    Comportamento animal

    Linguagem canina: por que seu cachorro vira a cabeça quando você fala com ele?

    A linguagem corporal canina é tão expressiva que às vezes é possível entender os cães mesmo que eles não falem. Seja qual for a personalidade do cachorro, todos têm um comportamento canino tão revelador que, só de movimentar as orelhas, já dá para perceber o que o pet sente ou quer. Porém, não são apenas os humanos que compreendem a linguagem de cachorro. Já aconteceu de você falar algo com seu cãozinho e ele, imediatamente, virar a cabeça?

    Saiba como evitar fugas de um gato estressado ou assustado

    A grande preocupação de muitos tutores é ter que encarar um problema como “meu gato sumiu durante as festas de fim de ano”. Então como evitar que isso aconteça? Para começar, toda a casa deve estar com telas de proteção nas janelas e o tutor deve manter as portas de acesso à rua sempre fechadas. “Deve-se preservar a segurança em primeiro lugar, então mesmo tendo o ambiente telado, o ideal é a gente ter tudo fechadinho e, em locais mais quentes, tentar fazer um controle de temperatura de outra forma com o ar-condicionado, ventilador ou bacias com água gelada ou gelo para aumentar a ventilação”.

    Como deixar seu gato feliz e confortável perto das visitas?

    Se a ideia é tentar fazer com que o gato se sinta feliz com a presença de outras pessoas em casa, a aproximação entre os convidados e o animal deve acontecer aos poucos e sempre de forma mediada pelo tutor. “Ao invés da visita ir lá dar um petisquinho pro gato, é o próprio tutor que começa fazendo essa ponte. E é sempre muito importante o dono ter em mente de que ele é a fonte de segurança do pet. Então não se deve demonstrar nenhum desconforto e não repreender o gato se ele exibir algum comportamento não sociável frente a visita”.

    Ainda seguindo as orientações da bióloga Juliana, é importante educar a visita no sentido de entender que o gato precisa de um tempinho para ganhar confiança porque ele está exibindo medo. “O ideal é redirecionar a atenção do gato pra algo positivo, mas por meio do tutor”.

    Se for passar as festas de fim de ano fora, o gato precisa de alguns cuidados

    Se a ideia é viajar ou passar a noite fora, vale preparar o ambiente para que o gatinho não se sinta incomodado com o barulho dos vizinhos ou dos fogos de artifício na virada de ano. “A gente faz todo esse mesmo preparo, abafa som, cria refúgio, distribui e multiplica recursos pra eles terem facilidade de acesso. O ideal é que a pessoa que está programando ficar um tempo de fora tenha alguém para cuidar dos pets neste período de ausência”.

    É bom ter em mente, inclusive, que os cuidados vão além de trocar e limpar a caixinha de areia, bem como trocar a ração e água. “Os gatos precisam de contato humano positivo. E pra que esse contato humano seja positivo, é necessário uma adaptação prévia com essa pessoa que ele não conhece, essa pessoa que vai vim cuidar dele”. Uma opção nesses casos é contratar uma cat sitter, que já tem experiência com esse tipo de coisa. No entanto, se você tem algum parente ou amigo que tenha afinidade com felinos e que se dispõe a cuidar dele, também é algo que deve ser considerado.

    Redação: Juliana Melo

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    Próxima matéria

    Gato-do-deserto: a raça de gato selvagem que fica com tamanho de filhote durante toda a vida

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano
    Cuidados

    5 cuidados com cachorro para não deixar de lado no novo ano

    A chegada de um novo ano geralmente vem acompanhada de uma lista de metas e objetivos para se colocar em prática. Mas você já parou para pensar que seu amigo de quatro patas também pode ser incluído nessa aventura? Com a correria do dia a dia, é muito comum que alguns cuidados com cachorro sejam cada vez mais deixados de lado, como os passeios diários ou os banhos quinzenais. O problema é que manter esses cuidados é essencial para garantir a saúde e bem-estar dos pets, então os tutores precisam encontrar na agenda um tempo para se dedicarem aos amigos de quatro patas. 

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?
    Saúde

    Parasitas em gatos: como deixar o felino longe desses incômodos?

    Apesar de não se falar muito nos parasitas em gatos, essa é uma preocupação que você deve ter constantemente. Mesmo que ele viva dentro de casa e não tenha acesso à rua, o gato pode ser contaminado por pulgas, carrapatos, ácaros e vermes. Esses pequenos invasores se instalam na pele ou no organismo do seu bichano e podem provocar incômodos e até doenças graves. Por outro lado, não é difícil prevenir os parasitas de gatos: basta inserir alguns cuidados na rotina do animal, como remédios e até mudanças na limpeza do ambiente em que ele vive.

    O que é Matatabi? Tudo sobre a erva parecida com catnip que afasta o estresse e deixa seu gato mais feliz
    Comportamento

    O que é Matatabi? Tudo sobre a erva parecida com catnip que afasta o estresse e deixa seu gato mais feliz

    Você sabe o que é matatabi? Se ainda não conhece, a gente te explica: assim como o catnip, essa é uma plantinha que vem ganhando cada vez mais popularidade entre os gateiros de plantão. Isso porque ao usar o matatabi, gato é beneficiado de diversas formas: além de ficar mais relaxado, os componentes presentes nele ajudam a aliviar os estresses e as tensões do pet. Ou seja, o resultado é seu gato feliz e mais disposto, o que contribui significativamente para o seu bem-estar e qualidade de vida.

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Ver Todas >

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?
    Comportamento animal

    Gato arrepiado: o que o comportamento significa?

    O pelo de gato exerce uma função importante tanto na proteção do corpo e da pele, como também na linguagem corporal felina. Sim, é isso mesmo: mesmo sem um vocabulário, os bichanos são capazes de expressar sentimentos e vontades com movimentos, posições específicas e até mesmo com o estado da pelagem. Se você já viu um gato arrepiado, deve entender do que estamos falando!

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?
    Comportamento animal

    Como treinar cachorro para frequentar locais pet friendly?

    O termo “pet friendly” nunca esteve tão em alta quanto agora. Todo mundo sabe que os cães são grandes companheiros dos humanos e carregam até o título de melhores amigos. Mas, mesmo fazendo parte da nossa família há tanto tempo, foi recentemente que esses pets conquistaram um “espaço” definitivo nos momentos de lazer dos tutores. É aqui que entra a ideia de pet friendly: hotéis, pousadas, restaurantes, shoppings, mercados e vários outros estabelecimentos hoje em dia recebem os peludos de braços abertos (em alguns cidades, como no Rio de Janeiro, é lei!).

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção
    Comportamento animal

    Gatos famosos: conheça os 10 personagens felinos mais icônicos da ficção

    Ao decidir abrir as portas de casa para um bichano, vários tutores se inspiram em nomes de gatos famosos para apelidar o próprio pet. E acredite: existem muitas referências de gatinhos bem populares, principalmente quando entramos no mundo da ficção. Filmes, séries, quadrinhos, gibis, animações: em todos esses cenários é possível encontrar personagens totalmente icônicos.

    Comportamento do gato: aprenda alguns exercícios para estimular a cognição do seu pet
    Comportamento animal

    Comportamento do gato: aprenda alguns exercícios para estimular a cognição do seu pet

    Oferecer brinquedos interativos para gatos e investir em exercícios mentais normalmente são uma excelente forma de estimular as habilidades cognitivas do seu amigo de quatro patas. Afinal, mesmo que os felinos não tenham a mesma capacidade de raciocínio dos seres humanos, eles são bem inteligentes e capazes de aprender muita coisa. Além do mais, quando os instintos selvagens dos gatos são instigados, a cognição também é estimulada. 

    Ver Todas >