A bola de pelo em gatos é um problema bem conhecido de quem convive com um felino. Mas, apesar de comum, essa é uma situação que requer um olhar mais atento dos tutores. O acúmulo de pelos dentro do organismo felino abre portas para uma série de problemas mais graves, principalmente se não for eliminado. É nessas horas que saber como ajudar gato com bola de pelo faz toda a diferença para a saúde e bem-estar do animal.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

E qual é a melhor maneira de fazer isso, afinal? Será que investir em um remédio para gato expelir bola de pelo é uma boa opção? Entenda a seguir quais atitudes devem ser tomadas e como lidar com um gato com bola de pelo!

Bola de pelo em gatos: qual a explicação?

Os gatos são animais extremamente higiênicos por natureza, e é por isso que eles gastam uma boa parte do dia cuidando da auto limpeza. Enquanto se lambem, porém, esses animais acabam ingerindo uma certa quantidade de pelos mortos que ficam espalhados pelo seu corpo. No sistema digestivo, os pelos se acumulam até formarem o que nós conhecemos como bola de pelo. O gato, por sua vez, acaba expelindo o material junto com secreções gástricas, saliva e até mesmo resto de alimentos por meio de vômitos.

No geral, os próprios gatos são capazes de expulsar as bolas de pelos do organismo, mas em alguns casos uma ajudinha é necessária. Por isso, é importante observar alguns sintomas que indicam um gato com bola de pelo “presa” no organismo, como:

  • apatia
  • cansaço
  • fraqueza
  • falta de apetite
  • regurgitações
  • ânsia de vômito
  • prisão de ventre

Como fazer o gato vomitar bola de pelo?

Ao suspeitar do problema, é bom saber como fazer o gato vomitar bola de pelo. Uma das técnicas indicadas nessa situação é passar uma camada de vaselina na pata do animal. Isso faz com que o gatinho comece a lamber a região para tentar retirar o produto. Ao fazer isso, ele acaba engolindo partículas de vaselina que funcionam como um laxante para gato, facilitando a remoção das bolas de pelo. O gato também pode passar pelo mesmo procedimento com o uso de manteiga ou malte no lugar da vaselina.

Além disso, o uso de algumas plantas pode ser de grande ajuda. As gramas para gato são fontes de fibras e melhoram o trânsito intestinal, facilitando a expulsão das bolas de pelos. Você pode comprá-las prontas no pet shop ou até optar por plantá-las em casa, servindo também como uma opção de enriquecimento ambiental para os felinos.

Mas atenção: apesar de dar uma “ajudinha”, esses recursos nem sempre são totalmente eficazes. Tudo vai depender da quantidade de pelos de gato acumulados no organismo do pet e se eles estão bloqueando o sistema digestório do animal ou não. Dependendo da gravidade do caso, é imprescindível buscar ajuda de um médico veterinário.

 

Para evitar um gato com bola de pelo, a escovação é um cuidado muito importante

Para evitar um gato com bola de pelo, a escovação é um cuidado muito importante

 

 

Remédio para gato expelir bola de pelo funciona?

 

Os métodos caseiros costumam ser grandes aliados na hora de como ajudar o gato a vomitar bola de pelo. Mas para quem gosta de seguir algo mais “tradicional”, é sempre válido conversar com um profissional da área para saber mais informações sobre produtos indicados para isso (ainda mais se o seu gatinho costuma ter problemas com bolas de pelo com certa frequência). 

Uma opção, por exemplo, são as pastas para remoção de bolas de pelo que são feitas exclusivamente com essa finalidade, e, ainda por cima, tem um gostinho bem atrativo para os felinos. Para usar, o procedimento é o mesmo que com a vaselina ou manteiga: basta aplicar o produto na pata do gato e esperá-lo lamber e digerir aquilo.

Para evitar bola de pelo, gato precisa de escovações frequentes e de uma boa alimentação

Existem vários cuidados que devem ser tomados para que a bola de pelo não seja um problema na vida do seu amiguinho. Um deles é a escovação: é fundamental separar um tempinho durante a semana para escovar os pelos do gato. Dependendo da quantidade e comprimento de pelos, essa escovação deve ser mais frequente ou menos. Além disso, uma dieta balanceada e nutritiva é outro fator que ajuda a prevenir a bola de pelo. Gato precisa de uma ração rica em proteínas, fibras e outros nutrientes.

Por último, mas não menos importante: não esqueça de incentivar a hidratação do seu bichano. Todos sabem da dificuldade que felinos têm de ingerir água, mas esse é um hábito que deve ser estimulado para evitar vários problemas que vão desde a bola de pelo em gato, até doenças renais.

Redação: Juliana Melo