close
Passeio

Coleira cabresto: entenda como funciona o acessório e em quais casos é recomendado

A coleira cabresto é indicada para cães que puxam muito no passeio
A coleira cabresto é indicada para cães que puxam muito no passeio

A coleira com cabresto ajuda o tutor a lidar com cães que puxam muito no passeio. Sua posição ao redor do focinho pode trazer a impressão de que o animal está incomodado, mas na verdade, a coleira cabresto para cachorro é muito traz alguns benefícios. Ela faz parte do time de coleiras anti-puxão, ou seja, aquelas que são perfeitas para cachorro que é mais descontrolado e ansioso durante o passeio. Se você quer saber como funciona uma coleira cabresto e em que casos ela é mais recomendada, confira as dicas que o Patas da Casa separou a seguir!

Coleira cabresto para cachorro é muito segura e não machuca o animal

A coleira cabresto é muitas vezes comparada a uma focinheira por conta do seu formato, que possui algumas tiras posicionadas em volta do pescoço e do focinho do cachorro. Por isso, é comum encontrar pessoas que acham que o animal se sente mal e que é um jeito cruel de controlar o cão. Mas pelo contrário, a coleira cabresto é uma forma bastante humana de ajudar seu animal a ficar menos agitado e a ter um comportamento mais tranquilo ao andar na rua. A guia cabresto é bem resistente e possui boa capacidade de tração, o que ajuda a dar segurança tanto ao pet quanto ao tutor, sem deixar o animal ferido. Quando colocada da forma correta, não machuca e nem incomoda de forma alguma seu animal, trazendo apenas vantagens.

Guia cabresto: entenda como ela funciona no aprendizado do seu animal

A coleira cabresto é também uma coleira anti-puxão para cachorro. Ela ajuda o tutor a conter o animal que costuma puxar muito durante o passeio. Por isso, é eficaz na educação do cão. Esse modelo de coleira faz com que o cachorro vire para o lado, interrompendo o ritmo do passeio, toda vez que tenta puxar. A coleira cabresto é bem resistente, então não é preciso forçar. Sua firmeza e propriedade de tração fazem o animal perceber que deve parar. Aos poucos, o cão vai entendendo que não é ele quem deve conduzir o passeio, e sim o tutor. O treinamento com reforço positivo é fundamental, tanto na adaptação do novo acessório quanto nas primeiras caminhadas. Por isso, antes de colocar a coleira, evite fazer associações negativas e sempre recompense o cachorro para ele ver que não tem perigo.

A coleira cabresto precisa ser colocada justa ao corpo, mas sem ficar apertada

A coleira cabresto para cachorro possui tiras que envolvem o pescoço e o focinho do animal. Mas é preciso ter cuidado na hora de colocar para que não fique muito apertada. Não prenda de maneira muito forte, pois isso pode machucar o animal e até impedir que ele abra a boca. Lembre-se que a coleira cabresto não é uma focinheira, portanto, não deve limitar nenhum movimento do pet. Ela deve ficar justa no focinho, mas o ideal é deixar um espaço livre de um ou dois dedos. Assim, o animal não fica desconfortável e a coleira cabresto consegue cumprir bem o seu papel.

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A coleira cabresto para cachorro ajuda os cães mais agitados a se comportarem melhor no passeio
    A coleira cabresto para cachorro ajuda os cães mais agitados a se comportarem melhor no passeio

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    A coleira cabresto é indicada principalmente nos casos de cães muito agitados

    A principal função da coleira cabresto é segurar o animal de forma segura quando ele estiver puxando demais durante o passeio. Por isso, a coleira cabresto para cachorro é recomendada para os pets mais agitados e/ou desobedientes. Se parece que é seu cãozinho que te leva para passear e não ao contrário, pode ser uma boa ideia considerar adquirir uma coleira cabresto. Cachorro em processo de adestramento também é um outro caso em que esse tipo de coleira é recomendado. Como o animal fica bem mais controlado e responde melhor aos comandos do tutor, o processo de adestramento fica mais fácil ao utilizar esse acessório. Portanto, a coleira cabresto é muito boa para os animais que estão começando a aprender a se comportar e a andar ao lado do tutor. Mas fique atento a um detalhe ao usar a coleira: não é todo cachorro que pode usar. Cachorro com focinho pequeno e cães braquicefálicos, como Pug e Bulldogs, costumam se sentir desconfortáveis com o acessório, que acaba não cumprindo a sua função por conta do formato diferente na área do corpo do pet.

    Coleira cabresto: veja algumas dicas para usar o acessório da melhor maneira possível 

    Para tirar o melhor proveito possível e todas as vantagens da coleira cabresto, é importante seguir alguns cuidados. O primeiro e mais importante é se lembrar sempre de que não é para dar fortes puxões. A coleira já é resistente, então utilize gestos bem calmos e gentis. A força nunca deve ser usada para controlar seu amigo. Por isso, lembre-se sempre também de nunca deixar a coleira cabresto muito apertada. Nesse caso, o efeito vai ser o oposto: um cachorro nervoso e incomodado, que ficará mais agitado ainda. Além disso, não deixe seu cão ficar o dia inteiro com a coleira. Permita que seu animal se acostume aos poucos. No começo, coloque apenas por alguns minutos, sempre recompensando o cachorro com petiscos e carinho. Depois, vá aumentando esse tempo, para que ele se sinta mais à vontade com o acessório. Quando seu cachorro já estiver acostumado com a coleira, é hora de passear na rua. Seguindo todos os cuidados, a coleira cabresto é um ótimo aliado na educação do seu cachorro.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Próxima matéria

    Como treinar o Rottweiler para evitar comportamentos agressivos? Veja as dicas de um adestrador!

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Transfusão de sangue em cães: como é o procedimento, como doar e em quais casos é recomendado?
    Histórias reais

    Transfusão de sangue em cães: como é o procedimento, como doar e em quais casos é recomendado?

    Você já ouviu falar sobre transfusão de sangue em cães? Nós estamos tão acostumados a ver campanhas de doação de sangue humano, que às vezes esquecemos que os cãezinhos também podem precisar desse recurso vital. Apesar dos bancos de sangue veterinários não serem tão comuns com os de pessoas, eles existem – principalmente nos grandes centros urbanos – e ajudam a salvar muitas vidas.

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!
    Saúde

    Plano de saúde para gatos: quais são as vantagens? Entenda melhor o serviço!

    O plano de saúde para gatos pode ser uma ótima alternativa para quem tem um felino em casa! Os pets fazem parte da família e, como qualquer ente querido, demandam atenção e cuidados especiais. No caso dos gatinhos, essa série de precauções inclui check-ups anuais, vacinas e visitas frequentes ao consultório veterinário. Manter essa rotina saudável não precisa, necessariamente, ser um peso no orçamento.

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!
    Alimentação

    Vitamina para cachorro: veterinária explica em quais situações os suplementos são recomendados!

    Quando falamos da alimentação dos nossos peludos, sempre surge aquela preocupação em relação aos nutrientes. A ração é suficiente para que se mantenham fortes e saudáveis ou é necessário inserir uma vitamina para cachorro nessa rotina? A verdade é que depende de muitos fatores e um deles é o estado geral da saúde e a idade do animal. A escolha de uma ração de qualidade é determinante para oferecer todos os nutrientes que ele precisa. Cães filhotes, idosos e cadelas prenhas, por outro lado, podem acabar precisando de um suplemento vitamínico. Para entender melhor em quais situações a vitamina para cachorro é recomendada, conversamos com a Caroline Mouco Moretti, médica veterinária e diretora clínica do Grupo Vet Popular. Veja o que a especialista falou!

    Ver Todas >

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?
    Comportamento animal

    Border Collie merle: qual a explicação genética para o nascimento de cães com essa característica?

    O Border Collie merle tem uma variação de pelagem que encanta qualquer um, mas também traz muitas dúvidas. Qual a explicação para essa cor de cachorro? A pelagem merle deriva de algum problema genético? A saúde do pet é prejudicada por isso? São muitas perguntas, que nem sempre têm uma resposta fácil. O Border Collie merle tem um aspecto “marmorizado" na pelagem, que normalmente se apresenta nas versões blue merle (tons que variam do preto ao cinza misturado ao branco) e red merle (pelagem branca com tons avermelhados ou marrom). 

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer
    Comportamento animal

    Arranhador para gatos: benefícios, todos os tipos e modelos e como fazer

    O arranhador para gatos é um acessório indispensável na casa de todo felino. Além de ser uma forma de estimular a interação do animal com o ambiente, o arranhador é um brinquedo divertido que ajuda a aliviar o incômodo das unhas crescendo e mantém os instintos primitivos dos pets. Existem vários tipos de arranhadores para gatos, feitos com diferentes materiais e que podem ser indicados de acordo com o padrão de comportamento do seu amiguinho. 

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?
    Comportamento animal

    Cachorro que come fezes: quais são as causas da coprofagia canina?

    O cachorro que come fezes é uma situação que pode acontecer por diferentes motivos, mas sempre causa estranhamento entre os tutores. O hábito, também chamado de coprofagia canina, às vezes é encarado como algo engraçadinho, mas precisa de muita atenção. Isso porque a ingestão de fezes a longo prazo pode ser um verdadeiro problema para a saúde do seu amigo de quatro patas, que pode ser facilmente infectado por parasitas, bactérias e outros microrganismos presentes no dejeto.

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?
    Comportamento animal

    Gato Siamês e vira-lata: como identificar cada um?

    O gato Siamês é uma das raças mais populares no Brasil. Já a raça de gato SRD (Sem Raça Definida), o famoso gato vira lata, também não fica para trás. Você com certeza já deve ter se esbarrado por aí com um filhote de gato vira-lata que tem as características do gato Siamês (olhos azuis, pelagem acinzentada e extremidades num tom mais escuro). Esse é um Siamês mestiço, conhecido como Sialata, uma mistura entre os dois. Mas como diferenciar os tipos de gatos siameses e vira-latas? 

    Ver Todas >