close
Antipulgas

Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

Atualizado · 24 de junho de 2022 · 17h16

Publicado · 23/06/2022 · 19h05

 A coleira antipulgas para gatos é muito útil na proteção contra vários parasitas
A coleira antipulgas para gatos é muito útil na proteção contra vários parasitas

Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

Mas você sabe como esse tipo de coleira funciona e em que casos ela é indicada? Quanto tempo dura a coleira antipulgas para gatos e o que levar em consideração na hora de comprar uma dessas para o seu amigo? Tire todas essas dúvidas a seguir com o guia que o Patas da Casa preparou sobre o acessório de gato!

O que é uma coleira antipulgas?

Assim como existe a coleira antipulgas para cachorro, também existe a coleira antipulgas para gatos. Ambas têm a mesma função: eliminar pulgas e carrapatos do corpo do animal e evitar que novos parasitas surjam e infestem o bichano. Ou seja, muito além de ser uma forma de como tirar pulga de gato, a coleira antipulgas também tem uma ação preventiva que deixa os bichanos protegidos em tempo integral.

O acessório é perfeito para aqueles gatos que têm o hábito de perambular pela vizinhança, ou até mesmo para quando o tutor decide viajar com o gato ou fazer passeios ao ar livre. Também é um recurso útil para animais que vivem em casas com quintais e jardins, e são uma ótima aliada na hora de visitar o veterinário.

Como funciona a coleira antipulgas e carrapatos para gatos?

Ao ser colocada em volta do pescoço do gato, a coleira antipulgas libera uma substância que é considerada tóxica para pulgas e outros parasitas, como os carrapatos. Conforme o gatinho se movimenta, o conteúdo vai se espalhando pelo corpo e atinge todo o comprimento da pelagem, mantendo o pet protegido contra possíveis invasores por bastante tempo. Ah, e não se preocupe: o produto químico que é liberado na pelagem afeta somente os parasitas e não faz mal para gatos nem cachorros. Portanto, o contato direto e frequente com a coleira antipulga não oferece risco de intoxicação ou outros problemas de saúde aos pets.

Dependendo da marca, a coleira antipulgas e carrapatos também atua como um repelente contra outros perigos, como os mosquitos. O acessório é uma forma eficiente de evitar o contato com o mosquito-palha, transmissor da leishmaniose em gatos, e outras espécies de mosquitos, como Culex, Anopheles e Aedes, que são os principais vetores da dirofilariose felina (verme do coração).

Uma atenção especial deve ser dada aos filhotes de gato, que só podem usar a coleira antipulgas por volta de seis semanas de vida (mas isso também pode variar de acordo com cada fabricante). Leia atentamente a embalagem do produto!

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
     Coleira antipulgas: gatos filhotes podem usar o produto, mas faixa etária deve estar indicada na embalagem
    Coleira antipulgas: gatos filhotes podem usar o produto, mas faixa etária deve estar indicada na embalagem

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    O tempo de duração da coleira antipulgas varia de acordo com o fabricante

    Uma dúvida comum entre os pais de pet é sobre quanto tempo dura a coleira antipulgas para gatos. Nesse sentido, uma das maiores vantagens de escolher o produto é que, ao contrário de outras formas de prevenção (como spray, comprimidos, shampoos ou sabonetes específicos), a coleira oferece um efeito a longo prazo.

    O intervalo de tempo varia muito de fabricante para fabricante, mas geralmente costuma ser de, no mínimo, dois meses de proteção. Isso quer dizer que seu gatinho pode usar o acessório por dois meses ininterruptos e não vai sofrer com infestações de parasitas (e nem com a picada de mosquitos, em alguns casos).

    Algumas coleiras antipulgas podem ser usadas por até oito meses sem precisar de troca. Elas tendem a ser um pouco mais caras do que aquelas que têm um período menor de proteção, mas vale a pena pesquisar qual é o melhor modelo para você e o seu animal de estimação.

    Por que investir na coleira antipulga?

    Existem vários motivos para aderir ao uso da coleira antipulgas e carrapatos! O maior deles é a proteção garantida do seu amigo de quatro patas, independentemente do estilo de vida que ele leva. Apesar da criação indoor ser a melhor maneira de criar estes animais, alguns gatinhos têm um espírito aventureiro e os tutores permitem que eles tenham livre acesso às ruas. Porém, isso os deixa muito vulneráveis a infestações de parasitas e outros problemas graves de saúde.

    Se esse for o caso, pelo menos uma parte do problema já é solucionado com as coleiras antiparasitárias - mas lembramos que, de toda forma, o mais recomendado é manter o animal dentro de casa sem nenhum acesso ao lado de fora. Mesmo estando protegido contra pulgas e carrapatos, o gato pode adoecer facilmente ao entrar em contato com outros animais que vivem nas ruas. Além disso, ele fica exposto a várias outras situações preocupantes, como acidentes e maus-tratos.

    Quando se trata de gatos domésticos caseiros, a coleira antipulgas e carrapatos também pode ser muito útil! Ainda que o seu gatinho não saia de casa com frequência, corre o risco de ele sofrer uma infestação durante uma simples visita ao veterinário ou viagem, por exemplo. Se um cachorro e gato vivem juntos na mesma casa, também corre o risco de o felino pegar pulga e carrapato do amigo canino, já que os cães normalmente têm contato constante com outros animais. Por isso, vale a pena apostar na proteção contra invasores por garantia!

    Qual a melhor coleira antipulgas para gatos?

    Para proteger o seu pet dos parasitas, muitos tutores ficam em dúvida sobre qual a melhor coleira antipulgas para gatos. A resposta para isso vai depender de alguns fatores, como o tempo de proteção desejado, recursos financeiros, adaptação do animal ao acessório e estilo de vida que ele leva (se é mais caseiro ou mais rueiro, por exemplo). Por isso, vale a pena consultar um médico veterinário de confiança para avaliar a melhor opção e não errar na escolha! Como nem sempre os gatinhos gostam de ter uma coleira no pescoço, outras alternativas também podem ser avaliadas para mantê-lo seguro.

      A coleira antipulgas e carrapatos deve ficar com um espaço de dois dedos entre o acessório e o pescoço do animal
    A coleira antipulgas e carrapatos deve ficar com um espaço de dois dedos entre o acessório e o pescoço do animal

    4 dúvidas sobre a coleira antipulgas para gatos

    1) Qual é o princípio ativo das coleiras antipulgas?

    As substâncias presentes na coleira antipulgas e carrapatos mudam de uma marca para outra, por isso não é possível definir um único princípio ativo. O que não muda, porém, é que esses componentes químicos são tóxicos para os parasitas e são liberados na pelagem do animal. A eficácia do produto é comprovada, mesmo que cada marca tenha seu próprio princípio ativo.

    2) Como colocar a coleira antipulgas em gatos?

    Para usar a coleira antipulga, basta colocá-la ao redor do pescoço do animal e ajustá-la de acordo com o diâmetro do pescoço. É importante que ela não fique muito apertada para não deixar o animal sufocado. Uma dica é garantir que o espaço entre o pescoço e a coleira tenha pelo menos dois dedos de folga para garantir o conforto do pet.

    3) A coleira antipulgas pode ser molhada?

    O ideal é não molhar a coleira antipulgas para cachorro e gato. Se acontecer, não tem muito problema porque a água não estraga o produto, mas cada vez que é molhado, isso pode reduzir o tempo de eficácia da coleira. Ou seja, se você compra um acessório com validade de oito meses, mas molha frequentemente, ele pode não resistir bem durante os oito meses.

    4) O gato mordeu a coleira antipulgas. Ele corre perigo?

    Não é o ideal, mas seu gatinho não vai estar em perigo por ter mordido acidentalmente uma coleira antipulga. Como já foi dito, as substâncias que são liberadas por este produto afetam exclusivamente os parasitas, então não fazem mal aos felinos. Se forem ingeridas, porém, é importante ficar atento a qualquer sinal de que seu amigo não está bem para buscar ajuda veterinária o quanto antes.

    Além da coleira antipulgas, gatos também precisam viver em um ambiente limpo

    Não basta apenas comprar uma coleira para gato ou coleira para cachorro antipulgas e carrapatos: o tutor também deve ter uma atenção especial com a limpeza do ambiente onde o animal vive, principalmente após infestações. Tanto as pulgas quanto os carrapatos têm um ciclo de vida acelerado e são parasitas que podem muito bem ficar “escondidos” na casa mesmo depois de terem sido eliminados do corpo do seu amigo de quatro patas. Isso quer dizer que quando você menos esperar, vai ter que lidar com a pulga de gato ou com um gato com carrapato de novo!

    Para evitar que isso aconteça, é fundamental fazer uma limpeza profunda de todos os espaços da casa, garantindo que nenhum parasita sobreviva. Existem receitas caseiras e produtos específicos que ajudam nessa desparasitação. Algumas dicas são:

    • Misturar água com sal

    Basta adicionar algumas colheres de sal em um balde com água. Em seguida, você deve passar a solução com um paninho em todos os cômodos da residência. O uso de borrifadores também é útil nesses casos. Essa técnica funciona bem no chão e em móveis no geral. Já para a limpeza de tapetes e carpetes, o recomendado é utilizar sal puro.

    • Preparar uma solução de água com limão

    Para fazer esta receita, você deve cortar um limão em quatro partes iguais e deixar ferver em uma panela com 500 mL de água. Depois de levantar a fervura, desligue o fogo e deixe a solução descansar por cerca de 12 horas. Em seguida, é só transferir um líquido para um frasco de spray e borrifar a solução por toda a casa. Ela pode ser usada em móveis, sofá, cama e outros espaços.

    Redação: Juliana Melo

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Próxima matéria

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça
    Raças

    Gato Singapura: tudo que você precisa saber sobre a raça

    Com uma beleza extraordinária, o gato Singapura deixa qualquer um babando. Esse felino de pequeno porte é considerado uma das menores raças de gato que existem. Entretanto, suas características físicas singulares não param por aí: os olhos grandes e expressivos são outra particularidade da raça. Além disso, a raça Singapura possui uma personalidade dócil e amigável. Ficou curioso para conhecer mais sobre essa raça de gato?

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)
    Raças

    Khao Manee: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de gato tailandesa (e muito rara!)

    O Khao Manee tem um grande potencial para ser um dos grandes queridinhos entre os apaixonados por gatos. Com olhos de cores marcantes e pelo branquinho, o felino desta raça possui uma aparência rara que chama atenção e é uma ótima companhia para qualquer família. De origem tailandesa, esse gatinho é super amigável e ama estar ao lado dos seus humanos - e até mesmo de outros animais. Para conhecer mais a fundo o gato Khao Manee, o Patas da Casa separou as principais informações sobre esse bichano incrível. Dá uma olhada!

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato
    Raças

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato

    Já ouviu falar no gato Turkish Van? Também chamado de Van Turco ou o contrário, Turco Van, o animal desta raça é muito cobiçado e especial aos olhos dos amantes de felinos. Extremamente dócil e cativante, não é muito difícil entender por que as pessoas se apaixonam por esse bichano de pelagem felpuda e macia. Mas afinal, que outras características são típicas desta raça de gato? Como é a personalidade dele? Que cuidados são necessários no dia a dia do gatinho? Para desvendar todas essas questões, preparamos uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o Van Turco. Dá só uma olhada!

    Ver Todas >

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período
    Saúde animal

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Durante o cio de cadela, a cachorra passa por algumas mudanças comportamentais. Isso acontece porque nesse período há um aumento nos níveis de hormônios, o que acaba influenciando diretamente o comportamento da cachorra. Assim, o momento do cio de cachorro fêmea acaba sendo um momento sensível tanto para ela quanto para o tutor. Entender o que se passa com a cadela no cio é o primeiro passo para aprender a lidar melhor com o pet nesse período.

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Ver Todas >