close
Saúde

Cinomose: sintomas da doença são perceptíveis em quais fases da doença?

Atualizado · 18 de maio de 2021 · 19h14

Publicado · 18/05/2021 · 19h14

Sintomas da cinomose afetam principalmente os sistemas digestivo, respiratório e nervoso
Sintomas da cinomose afetam principalmente os sistemas digestivo, respiratório e nervoso

Algumas doenças de cachorro acometem não só um, mas vários sistemas do corpo do bichinho. Esse é o caso da cinomose canina, que tem três fases distintas e pode atingir os sistemas digestivo, respiratório e nervoso do animal. Como são três regiões completamente diferentes, os sintomas da cinomose variam bastante conforme a doença progride. Para conseguir identificar o quadro, é importante saber quais sinais são percebidos em cada fase.

O que é a cinomose canina?

A doença de cachorro cinomose é infectocontagiosa e viral, causada por um vírus da família Paramyxovirus. É um quadro altamente contagioso e pode levar à morte ou causar sequelas no cachorro. O contágio acontece por meio do contato com objetos ou secreções de animais infectados, mas também pode ocorrer pelas vias aéreas, com a respiração do ar contaminado. Filhotes de cachorro, cães idosos ou animais que estejam com o imunológico enfraquecido são os mais afetados. O vírus se replica na corrente sanguínea do paciente e, em seguida, atravessa o corpo inteiro. Por isso, pode afetar vários sistemas do corpo do cãozinho, em especial o digestivo, o respiratório e o nervoso.

Cinomose canina: sintomas digestivos incluem vômitos e diarreia

A primeira fase costuma acontecer quando o vírus afeta o sistema digestório do cãozinho. Um dos principais e mais conhecidos sintomas de cinomose é o cachorro com diarreia, mas existem outras alterações que devem ser observadas. As principais são:

  • Diarreia
  • Vômito
  • Falta de apetite
  • Dor no abdômen

Cinomose: sintomas respiratórios podem causar febre e tosse

Na segunda fase da cinomose canina, sintomas costumam estar relacionados à respiração. Dessa forma, quando o sistema respiratório é afetado, quadros de pneumonia em cachorro podem aparecer, então é preciso tomar bastante cuidado. Dentre os sintomas estão:

  • Tosse
  • Pneumonia
  • Secreção no nariz e nos olhos
  • Dificuldade de respirar
  • Febre
  • Cansaço
Qual raça de gato você é?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

O que você mais gosta de fazer nos momentos de lazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se você pudesse se descrever com uma palavra, quais das opções a seguir escolheria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Alguém te chamou para sair para um lugar inusitado, o que você pensa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica depois de dormir pouco na noite anterior?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você viajou e se perdeu em uma cidade que não conhece muito: o que passa pela sua cabeça?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Quais dessas características você procuraria em um pet?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

O que seus amigos próximos pensam sobre você?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você gosta de curtir as férias?

Question Header Background

Sua personalidade aventureira combina com o Bobtail Japonês! Você é divertido assim como o gato Siamês! Sua personalidade ranzinza combina com o gato Maine Coon! Você é preguiçoso como um gatinho Persa!
    A cinomose canina tem três fases, cada uma com sintomas diferentes
    A cinomose canina tem três fases, cada uma com sintomas diferentes

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Sintomas: cinomose pode evoluir para convulsões e dificuldades motoras

    Na última fase da cinomose canina, o sistema nervoso é acometido. É o momento mais grave da doença e que requer muitos cuidados para evitar que  o cão chegue a óbito ou que tenha sequelas graves. Nesse cenário, os sintomas de cinomose que precisam de atenção são:

    • Tremores 
    • Contrações musculares involuntárias
    • Convulsões
    • Paralisia
    • Alteração no comportamento
    • Dificuldade motora

    Sintomas da cinomose também podem afetar a pele do cachorro

    Ao longo das fases da cinomose canina, sintomas cutâneos também podem ser observados. Por isso, vale ficar de olho nas seguintes alterações na pele do cachorro: 

    • Pústulas abdominais (bolinhas na pele com pus)
    • Focinho e patas mais ásperas, como uma espécie de crosta
    • Conjuntivite 
    • Erupções cutâneas

    Não hesite em correr para o veterinário se seu cachorro apresentar algum desses sintomas. A cinomose é uma doença grave e que precisa de tratamento adequado e rápido para evitar que o pior aconteça com seu bichinho.

    Redação: Maria Luísa Pimenta

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Próxima matéria

    Quais são as raças de cachorro braquicefálico? Shih Tzu, Bulldogs, Pug e muito mais

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?
    Saúde

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?

    A contagem da idade dos gatos é bem diferente do que a gente imagina: depois de completar um ano, o felino já atinge a fase adulta. O que poucas pessoas sabem é que algumas doenças de gato são mais comuns quando o animal é filhote, e outras são mais frequentes quando ele é adulto ou idoso. Por isso, depois de adotar um pet, é fundamental ficar atento a saúde do gato e saber quais patologias são mais comuns em cada fase de vida.

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina
    Saúde

    Hiperadrenocorticismo em cães: o que é, quais os sintomas e como tratar? Saiba tudo sobre a doença endócrina

    Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver um quadro de hiperadrenocorticismo. Também chamada de Síndrome de Cushing, a doença acontece quando a hipófise, glândula responsável por produzir hormônios que regulam o funcionamento da parte endócrina do organismo, passa a não funcionar corretamente. A hiperadrenocorticismo é popularmente conhecido por atingir cachorros idosos e, por isso, seus sintomas podem ser facilmente confundidos com o envelhecimento natural dos animais. Sendo assim, é importante ficar atento aos sinais do seu cãozinho e sempre investigá-los. Para entender melhor o assunto, o Patas da Casa conversou com a veterinária Gabriela Teixeira, que contou tudo sobre o hiperadrenocorticismo em cães. Confira!

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Sarna em cachorro: como tratar e quais os sintomas da doença?
    Saúde

    Sarna em cachorro: como tratar e quais os sintomas da doença?

    A sarna em cachorro é conhecida por causar bastante incômodo no cãozinho infectado. Mesmo sendo uma condição frequente, pouca gente sabe que a sarna canina pode ser ser causada por diferentes tipos de ácaros que se alojam na pele. Assim, os sintomas e tratamentos necessários variam dependendo de acordo com cada tipo. 

    Ver Todas >

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?
    Saúde animal

    Mordida de cachorro: o que fazer ao ser atacado por um cão?

    Levar uma mordida de cachorro é sempre uma situação inesperada. Seja de um animal desconhecido ou do seu próprio pet, um ataque pode ser muito perigoso. Pela mordida, o cachorro pode transmitir muitas doenças ao homem, sejam infecções mais brandas ou doenças graves, como a raiva. Como não podemos prever que um cão vai nos atacar, é importante estar sempre preparado. 

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?
    Saúde animal

    Pancreatite canina: como é a recuperação da doença?

    Quando o cachorro desenvolve pancreatite canina, é muito importante começar a tratar desde cedo. A doença é considerada uma das mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro, além de uma das mais graves. A pancreatite no cachorro acomete o pâncreas e debilita todo o sistema digestivo, trazendo sintomas bem desconfortáveis ao animal. A demora no diagnóstico pode acabar levando o animal a óbito. O cachorro com pancreatite canina precisa iniciar o tratamento o quanto antes para conseguir se recuperar. 

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?
    Saúde animal

    Dente de gato: como preservar a saúde bucal do seu felino?

    A pasta e a escova de dente para gatos são os principais aliados para a boa higiene bucal dos felinos. Escovar os dentes do gato evita doenças, previne o mau hálito e preserva os dentinhos. Seja quando o gato troca de dente ou quando já é um bichano idoso, a dentição felina requer cuidados especiais em todas as fases da vida. Saber como escovar os dentes do gato corretamente é o primeiro passo para garantir a higiene bucal, além de uma alimentação balanceada. 

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?
    Saúde animal

    Giárdia canina: como funciona a vacina contra a doença?

    A giárdia canina é uma doença infecciosa causada por um protozoário que pode acometer cães, gatos e seres humanos. Essa zoonose ocorre quando o cachorro ingere cistos do protozoário, que podem estar presentes na água e alimentos. Além disso, como os cachorrinhos são animais que usam a boca para diversas funcionalidades, é possível que o pet colete o parasita lambendo um brinquedo, bebendo água de uma poça ou mastigando algum objeto. Ficar de olho em como prevenir a doença é muito importante, visto que a giárdia em cães é transmitida para outros animais com facilidade. 

    Ver Todas >