close
Cuidados

Cachorro triste? Saiba identificar se há algum problema de saúde ou comportamental em seu pet

Descubra os sinais que demonstram que o seu cachorro está triste!
Descubra os sinais que demonstram que o seu cachorro está triste!

Cachorro triste é de partir o coração, não é mesmo? Às vezes, é só um charme para ganhar um petisco, mas e quando esse olhar triste não passa nem depois de ganhar um pedaço da sua pizza? Por mais que a gente ache que nosso cachorro tem a melhor vida do mundo, que está tudo em ordem, eles também podem sofrer de tristeza por diversos motivos: ficar longe dos seus donos, mudança na rotina (seja uma casa nova ou a chegada de novos membros na família), confinamento e até mesmo depressão. Para entender os sinais que o seu cachorro transmite quando está triste e o que você pode fazer para ajudá-lo, o Patas da Casa preparou uma matéria com os sintomas e como você ajudar em casa caso.

Cachorro triste: quando desconfiar que tem alguma coisa errada

No processo de domesticação dos cachorros, eles aprenderam que o olhar de tristeza pode fazer com eles “dominem” os seus donos. Assim, conseguem amolecer o coração dos humanos e ganha carinho, passeios e até mesmo comida. Mas, você sabe identificar quando essa carinha não é interesse e sim sintoma de tristeza real? Veja abaixo quais são os sinais que mostram que ele está de fato triste.

1) Mudança de comportamento: latir ou parar de latir bruscamente, não acordar no mesmo horário de sempre e deixar o brinquedo preferido de lado podem ser alguns sinais que seu cachorro não está bem;

2) Automutilação: lamber além do habitual, morder o corpo e o rabo a ponto de perder pelos também pode ser sinal que ele está triste;

3) Vômito e diarreia: se for acompanhado de outros sintomas suspeitos, o cachorro vomitando ou com diarreia podem ser sinais de tristeza. Episódios frequentes de vômito e diarreia podem indicar outras doenças. Consulte o veterinário para o diagnóstico e tratamento corretos;

4) Perda de apetite: se o seu cachorro não é de negar comida, a falta de apetite pode ser um sinal de alerta;

5) Destruição de móveis quando estiver sozinho em casa: esse é um sinal típico do cachorro que sofre com ansiedade de separação e pode causar tristeza extrema nos cachorros. Fique atento a arranhões nas portas, por exemplo.

Cachorro triste: saiba o que pode deixá-los assim

Brinquedos para gatos: faça o quiz e descubra qual o tipo preferido do

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Você passou um tempo fora de casa e quando voltou seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato costuma te acordar?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato reage ao ver uma caixa de papelão?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual dessas definições mais combina com a personalidade do seu gato?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Se seu gato fosse humano, qual desses comportamentos ele mais teria?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual desses brinquedos reciclados seu gatinho mais adoraria?

Question Header Background

O arranhador é o brinquedo ideal para seu felino! Seu gato faz a festa com brinquedos que “não são” brinquedos! Seu bichano é apaixonado pelos brinquedos clássicos!
    A viagem dos donos ou a chegada de um bebê na casa podem causar tristeza no cachorro
    A viagem dos donos ou a chegada de um bebê na casa podem causar tristeza no cachorro

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    Cachorros são animais muito sensíveis. Qualquer mudança no dia a dia da família, seja material ou emocional, podem provocar diversos comportamentos no seu bichinho. Tudo varia de cachorro para cachorro, mas alguns motivos são mais comuns e podem te ajudar a identificar o motivo da tristeza mais rapidamente e, assim, buscar tratamento.

    1) Mudança de lar: uma mudança de casa pode deixar o cachorro sem referências. Ele perde o cantinho preferido para a soneca da tarde, por exemplo. Além disso, uma mudança sempre é acompanhada de pouca atenção dos donos devido ao cansaço e quantidade de tarefas. Aprender o novo local do xixi e do cocô também pode ser estressante para os cães mais velhos;

    2) Separação dos donos: normalmente, em um divórcio dos donos, o cachorro vai ficar com apenas um deles e, caso não tenha crianças na família, é bem provável que ele perca o contato com o outro. O cachorro provavelmente vai se acostumar com o tempo, mas no começo ele pode sofrer bastante;

    3) Viagem dos donos: nem sempre é possível incluir o cachorro na viagem de férias e eles acabam ficando em casa com alguma supervisão ou hospedagens para pets. O cão não tem a noção de quantos dias a família ficará fora e nem falam com os donos ao telefone para matar a saudade (isso até pode ser pior, já que o reconhecimento da voz pode resultar em frustração ao não encontrar o humano em casa). Por isso, o ideal é deixar o cachorro com alguém que ele tenha algum vínculo;

    4) Chegada de um novo membro na família: por mais feliz que a família esteja, a chegada de um novo animal ou bebê pode causar ciúmes no mais velho. Para isso, existem alguns truques: um deles é levar uma peça de roupa do bebê antes para o cachorro cheirar e se acostumar, sempre com muito carinho. Quando o recém-nascido já estiver em casa, deixe o cachorro se aproximar aos poucos, ou seja, quando ele demonstrar que está pronto. Não force o contato, isso pode piorar a situação. No caso de outro animal, brincar com os dois ao mesmo tempo pode ajudar;

    5) Morte de familiar: essa situação pode ser bem traumática para a família e para o animal. Como a perda do familiar vem acompanhada de muita tristeza em casa, os cachorros podem sentir e ficar deprimidos. Por mais difícil que seja, esse pode ser o momento de fortalecer esse vínculo: muitos carinhos e ficar na cama agarradinho podem fazer bem tanto ao cachorro quanto ao dono;

    6) Clima hostil em casa: o clima de hostilidade entre seus humanos pode deixar os cachorros bem tristes. Dependendo da situação, o animal pode ser negligenciado, além de perder seus momentos de brincadeiras e carinhos. Como são muito sensíveis, brigas em casa podem deixá-los agitados e, consequentemente, muito tristes.

    Meu cachorro está triste: saiba como você pode ajudar o seu animalzinho

    Além de muito carinho - e alguns petiscos -, os donos podem criar um ambiente mais acolhedor para o cachorro. Durante mudança de casa, por exemplo, você pode manter os brinquedos preferidos sempre acessíveis, ter calma em ensinar o novo cantinho do xixi, passear e mostrar como a casa nova também pode ser acolhedora. Em casos da chegada de um bebê, é importante não esquecer do carinho e mostrar que ele não vai perder o posto de “bom garoto” da casa, ele só ganhou um companheiro para a bagunça! Cada caso precisa ser analisado individualmente e, caso perceba que o quadro está durando muito tempo, procure ajuda veterinária para o diagnóstico correto e o melhor tratamento.

    Redação: Mariana Almeida 

    Gatos trocam de dente? Entenda mais sobre a dentição felina

    Próxima matéria

    Gatos trocam de dente? Entenda mais sobre a dentição felina

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Chihuahua: personalidade, saúde, cuidados e mais... saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno

    O cachorro Chihuahua é, sem dúvidas, uma das raças mais queridas do mundo. Ele conquistou as telonas do cinema com o filme “Legalmente Loira”, e mostrou a todos que tamanho definitivamente não é documento. A raça de cachorro Chihuahua é uma das menores e mais corajosas que existe. Embora não se saiba ao certo como e quando o primeiro cãozinho nasceu, uma coisa é certa: o Chihuahua é apaixonante, companheiro e muito destemido. 

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados
    Grandes

    Tudo sobre o cachorro Boxer: origem, personalidade, saúde, características físicas e cuidados

    Se você sempre sonhou em ter um cachorro grande dentro de casa, a raça Boxer certamente é uma opção que não vai te decepcionar. Por trás da aparência robusta e que pode ser considerada até um pouco intimidante para alguns, existe um cãozinho companheiro e com muito amor para oferecer aos seus humanos. Conheça um pouco mais sobre o comportamento da raça, cuidados com a saúde e quanto custa um cachorro Boxer.

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?
    Saúde

    Como é a saúde do Husky Siberiano? A raça de cachorro tem propensão para desenvolver alguma doença?

    É praticamente impossível resistir ao charme de um Husky Siberiano. A raça tem uma forte presença, com pelos brilhantes e um olhar penetrante que às vezes até chega a intimidar. Mas quem pensa que eles são cães agressivos devido à semelhança com lobos se engana. No fundo, o Husky Siberiano (filhote ou adulto) é um super companheiro, carinhoso e bastante apegado a sua família. O problema é que a raça pode ter alguns probleminhas de saúde no decorrer da sua vida, mesmo que ele receba todos os cuidados necessários. A seguir, separamos as principais doenças que podem acometer a saúde do cachorro Husky.

    Ver Todas >

    Cachorro de rua: o que fazer ao resgatar um animal abandonado?
    Cuidados dos animais

    Cachorro de rua: o que fazer ao resgatar um animal abandonado?

    Ver um cachorro de rua precisando de ajuda sempre é uma situação bem delicada. No caso de um cachorro machucado ou em situação de maus-tratos, por exemplo, pode ser necessário fazer o resgate do animal. Mas qual o manejo correto de um cachorro que está sentindo dor ou que tem medo? E se o cachorro aparentar ter dono e está perdido? Como cuidar de um cachorro abandonado após o resgate? 

    Fralda para cachorro: quais são as indicações de uso?
    Cuidados dos animais

    Fralda para cachorro: quais são as indicações de uso?

    Todo mundo que tem um pet provavelmente já ouviu falar da fralda para cachorro em algum momento. O acessório costuma ser recomendado para animais que precisam de cuidados especiais e que não conseguem ter total controle sobre as suas necessidades fisiológicas, como é o caso de cães idosos. Por conta disso, a fralda de cachorro é um acessório bastante atípico e que só é indicado em situações muito específicas. 

    Quantos dias um gato pode ficar sozinho?
    Cuidados dos animais

    Quantos dias um gato pode ficar sozinho?

    Você sabe quantos dias um gato pode ficar sozinho? Por seu comportamento independente e inteligência, muitas pessoas acreditam que os felinos podem ser deixados sozinhos em casa por um longo período de tempo. A verdade é que esse é um verdadeiro mito sobre a criação dos felinos domésticos. Um gatinho não pode ser deixado sozinho por muito tempo e existem vários fatores que podem interferir nisso. 

    5 dicas para usar o cortador de unha para cachorro
    Cuidados dos animais

    5 dicas para usar o cortador de unha para cachorro

    O cortador de unha para cachorro é um item indispensável na rotina do pet. Aparar as unhas do doguinho está além de uma questão estética: o cuidado é muito importante para o bem-estar do animal. O momento ideal para cortar unha de cachorro é quando elas estão mais aparentes ou fazendo barulho ao caminhar pela casa. Mas apesar de cortar unha de cachorro ser essencial, muitos tutores ainda possuem receio de fazer a prática sozinhos em casa. 

    Ver Todas >