Se você já se perguntou se o cachorro tem dente de leite, a resposta é sim! Assim como o humano quando criança, o filhote de cachorro troca de dente normalmente, e os cuidados com a saúde bucal devem começar logo na primeira fase de vida do animal. Para isso, o Patas da Casa separou um guia com tudo que você precisa saber sobre dente de leite de cachorro.

Seu cachorro é mais ativo ou preguiçoso? Descubra com esse teste!

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Como é o dente de leite do cachorro?

Assim como os bebês, o filhote de cachorro nasce sem nenhum dente, já que se alimenta exclusivamente do leite materno até a quarta ou sexta semana de vida, podendo se estender até a oitava. Durante essas primeiras semanas de vida, os 28 dentes de leite do cachorro começam a surgir.

A primeira dentição canina possui caninos, dentes pontiagudos que servem para rasgar o alimento; incisivos, que servem para raspar alimentos; e os pré-molares, que ajudam a triturar e mastigar. Todos esses dentes são pequenos, finos, temporários e bem afiados. Por não serem permanentes, eles também são bem frágeis e bem branquinhos visualmente. 

Mas com quantos meses o cachorro perde os dentes de leite? 

O tempo da queda dos dentes temporários varia muito de acordo com cada cãozinho, mas costuma ocorrer aproximadamente após o terceiro mês de vida do animal. A partir desse momento, os dentes permanentes começam a nascer.

A troca de dente do cão filhote é sutil e pode ser imperceptível para o tutor, porque cai naturalmente e, na maioria das vezes, não causa dor alguma ao animal. Inclusive, é bem comum eles engolirem o dente de leite, mas fique tranquilo porque isso não faz nenhum mal para a saúde do cachorro.

Diferente dos filhotes, o cachorro adulto possui 42 dentes permanentes, que irão acompanhar o seu pet pelo resto da vida, e são divididos em 12 incisivos, 4 caninos, 16 pré-molares e 10 molares. 

E quando o dente do cachorro não caiu?

É preciso manter uma rotina de cuidados com o dente de leite de cachorro

A troca de dentes dos filhotes costuma ser um processo muito tranquilo, mas é preciso ficar de olho se o dente do cachorro não caiu. Isso porque se a queda não ocorrer, os dentes permanentes podem nascer por cima do provisório e desalinhar a arcada e mordida, prejudicando até a alimentação. O mais indicado nesses casos é levar o seu pet para um veterinário para extração, para que não seja necessário um cachorro de aparelho dentário

Principais cuidados com os dentes de leite do cachorro

Manter uma rotina de cuidados bucais desde cedo é essencial para prevenir doenças como o tártaro em cachorro e a gengivite. Por isso, é importante saber como escovar os dentes do cachorro e introduzir esse hábito quando eles ainda são filhotes, já que é um período em que eles se acostumam mais facilmente. Esse é um ótimo momento para que o dono preste atenção e veja se a saúde bucal do seu pet está em dia. 

Como os dentes no início da vida do cão ainda são muito frágeis, outro cuidado que o tutor deve ter é oferecer brinquedos mais molinhos, como mordedores para cachorro filhote.  O processo de dentição costuma incomodar um pouco os pets, então além de entreter o animal, eles vão diminuir o impacto da transição dentária.