close
Cuidados

Cachorro sente frio? Saiba identificar se o animal está desconfortável com a temperatura

Atualizado · 21 de fevereiro de 2022 · 10h24

Publicado · 11/09/2019 · 13h58

Veja como você pode evitar que o seu cachorro sinta muito frio
Veja como você pode evitar que o seu cachorro sinta muito frio

Conforme os dias mais frios do ano vão chegando, é comum que a gente tire do armário os casacos mais pesados e acessórios que vão ajudar a manter a nossa temperatura equilibrada. Para os doguinhos da sua casa, o cenário pode variar de acordo com a raça e com o ambiente em que ele costuma ficar, mas se questionar se cachorro sente frio quando os termômetros caem é super comum. Os pelos são suficientes para a proteção do animal ou você precisa fazer alguma coisa para que ele fique mais confortável? Descubra, aqui embaixo, como identificar se o seu cachorro está com frio mesmo e como resolver o problema!

Alguns cachorros são mais sensíveis às mudanças de temperatura

Os cachorros sentem frio, sim, mas assim como acontece com os humanos, alguns deles são mais sensíveis às temperaturas baixas e, consequentemente, precisam de mais cuidados nesses dias. Os filhotes e idosos, que normalmente já têm a saúde mais frágil, são os primeiros da lista. Além deles, cachorros de porte pequeno, magrinhos e com pelo curtinho costumam sentir mais a queda dos termômetros. Mesmo que o seu amigo não se encaixe em nenhum desses quadros, é sempre bom analisar o ambiente, principalmente se ele costuma ficar no quintal ou em áreas descobertas da casa ou do apartamento. Se o clima estiver muito frio para você, provavelmente também está para ele — e é melhor errar por proteger demais do que de menos, certo? 

Os sinais de que o seu cachorro está com frio

Além de ficar de olho no clima em geral, você também pode observar alguns sinais que o seu cachorro dá quando está com frio. Fique atento se ele: 

  • tem tremores pelo corpo;
  • está com a temperatura do corpo muito baixa - sinta principalmente pelas orelhas, focinho e almofadinhas das patas;
  • passa muito tempo deitado bem encolhido (geralmente, ele junta as patinhas e recolhe o rabo);
  • procura cantinhos para deitar e tentar se aquecer;
  • está dormindo mais do que o normal;
  • "reclama" choramingando por onde vai;
  • ficou com a respiração e movimentos mais lentos.
Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Quando está com frio, o cachorro costuma se esconder em cantinhos para tentar se aquecer
    Quando está com frio, o cachorro costuma se esconder em cantinhos para tentar se aquecer

    Mais Lidas

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 12 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente.

    Quanto tempo vive um gato?
    Cuidados dos animais

    Quanto tempo vive um gato?

    Afinal, um gato vive quantos anos? Não é mistério que a companhia de um bichano muda a vida de qualquer pessoa para melhor, e, se dependesse de nós, nossos gatinhos viveriam para sempre. No entanto, isso não é possível e muitos tutores têm dúvidas quando o assunto é a expectativa de vida. Gato, querendo ou não, é como se fosse um filho, e é muito fácil se apegar a esses animais no dia a dia. 

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    Como aquecer o seu cachorro durante os dias frios

    A primeira coisa que você pode fazer para aliviar o desconforto do seu cachorro quando o clima estiver frio é colocar o bichinho dentro de casa — principalmente durante a noite. Se você não consegue fazer isso por qualquer motivo, o ideal é oferecer a opção de um cantinho quente e confortável, protegido da chuva e do sereno para o cachorro poder se esquentar. Vale colocar um tapete, cobertor ou, até mesmo, um edredom na casinha ou na cama dele para aumentar as fontes de calor e diminuir o contato dele diretamente com o chão. 

    As roupinhas de frio também são uma ótima opção para esses dias. Você pode comprar as versões próprias para os animais ou aproveitar as camisetas que já têm em casa e não usa mais. Nesse caso, é importante amarrar a barra da peça na altura da barriga do animal para evitar que ele se suje quando precisar fazer xixi e cocô. Quem prefere dar uma chance às versões de roupa para cachorro disponíveis nos pet shops pode encontrar, além das camisas mais fininhas, versões reforçadas, de moletom ou plush e são ideais para os grupos de cachorros que sentem mais frio citados lá em cima.

    O que a exposição ao frio pode causar no seu cachorro

    Além do desconforto inicial, deixar o seu cachorro exposto ao frio sem proteção por muito tempo pode trazer consequências de diferentes intensidades para a saúde dele. Uma das principais é o resfriado, que tem sintomas parecidos com o dos humanos, como espirros, secreções do focinho e dos olhos e indisposição. Além disso, é sempre bom lembrar de deixar a vacina para Gripe Canina - também conhecida como a "tosse dos canis" - em dia, com reforços anuais.

    A queda da temperatura corporal do bichinho também pode causar hipotermia e baixar a imunidade — o que pode ser a porta de entrada para uma série de outros problemas, como infecções causadas por vírus e bactérias. 

    Em casos mais sérios e mais comuns aos cães de rua, que foram abandonados, o congelamento das extremidades do corpo também pode ser uma consequência. Isso acontece quando a temperatura corporal cai muito, ele fica com muito frio e, como defesa, o organismo direciona o fluxo do sangue para os órgãos vitais. Nesses casos, as patinhas, pernas, cauda, focinho e orelhas podem ser prejudicados. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Próxima matéria

    Coleira com identificação: quais informações colocar na plaquinha do seu cachorro?

    Como saber se o cachorro está com febre? Saiba identificar a temperatura do seu pet
    Saúde

    Como saber se o cachorro está com febre? Saiba identificar a temperatura do seu pet

    Uma das partes mais difíceis de cuidar de animais de estimação é, justamente, o momento em que eles ficam doentes e você não sabe exatamente o que está acontecendo. Assim como acontece com os humanos, no organismo de um cachorro com febre provavelmente tem algo fora do comum que vai além do aumento da temperatura. Para te ajudar a identificar essa condição no seu cãozinho, nós conversamos com a veterinária Isabela Pires, do Rio de Janeiro, e ela explicou como você pode medir a temperatura e saber se o seu cachorrinho está quente. Dá uma olhada!

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro
    Raças

    Kelpie Australiano: saiba tudo sobre a raça de cachorro

    O que não faltam são raças de cachorro para a gente se apaixonar, e o Kelpie Australiano é só mais um doguinho dessa lista! De origem australiana, esse é um dos poucos cães que foram desenvolvidos no país - mas isso não foi um impedimento para logo depois conquistarem muitos fãs ao redor do mundo. Com um jeitinho bem amigável, brincalhão e inteligente, o Kelpie Australiano - também chamado de Australian Kelpie - tem tudo para ser uma companhia incrível para o seu dia a dia. 

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena
    Pequenos

    Boston Terrier: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequena

    Para quem sempre sonhou em ter um cachorro de raça pequeno, o Boston Terrier é a companhia certa! Embora ele ainda seja muito confundido com o Bulldog Inglês, o cãozinho desta raça tem qualidades únicas e excepcionais. Amigáveis, brincalhões e com muita energia, os cachorros da raça Boston Terrier são muito fáceis de lidar no dia a dia e amam agradar seus tutores. Além disso, eles são super adaptáveis e conseguem conviver bem em praticamente qualquer lugar. 

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante
    Grandes

    Dogue Alemão: origem, porte, saúde, temperamento... saiba tudo sobre a raça de cachorro gigante

    Uma das raças de cachorros gigantes mais famosas é a do Dogue (ou Dog) Alemão, que também é conhecida como cão Dinamarquês. O motivo para isso é simples: trata-se da mesma raça do famoso personagem de desenho animado Scooby Doo. Mas a verdade é que o cão Dogue Alemão vai muito além do seu tamanho e aparência robusta: ele é um amigo de quatro patas extremamente leal, dócil e carinhoso. 

    Ver Todas >

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?
    Cuidados dos animais

    Por que gato não pode usar coleira com guizo?

    A coleira com guizo em gatos está longe de ser o presente ideal para o seu amigo felino. Apesar de parecer uma boa estratégia para localizar o animal dentro de casa, o sininho que costuma vir pendurado na coleira incomoda bastante os bichanos e pode deixá-los bem estressados. Isso não quer dizer que você deve abrir mão de uma coleira de identificação para o seu pet. O único cuidado deve ser em relação ao guizo na coleira no gato, que deve ser evitado. 

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?
    Cuidados dos animais

    Quantas caixas de areia um gato precisa ter disponível em casa?

    A caixa de areia para gatos é um objeto que não pode faltar em nenhuma casa com felinos. É lá que o bichano vai fazer as necessidades seguindo seu instinto natural, sem sujar a casa e com privacidade. Porém, é comum surgirem dúvidas acerca do uso do acessório. Afinal, qual a quantidade recomendada de caixa de areia para gatos dentro de casa? Apenas uma é suficiente ou o gato precisa de várias espalhadas? 

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet
    Cuidados dos animais

    Gatos domésticos: o que é criação indoor, qual a importância e como preservar a segurança do seu pet

    Os gatos domésticos são sinônimo de muito amor, companheirismo e diversão. Mas antes de abrir as portas para um bichinho de estimação, é importante fazer toda a adaptação da casa para recebê-lo do jeito certo. Os felinos normalmente têm um espírito bem aventureiro e gostam de explorar tudo ao seu redor. O problema é que às vezes isso inclui o mundo exterior e pode trazer à tona situações como “meu gato sumiu” ou “perdi meu gato”.

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!
    Cuidados dos animais

    Coleira antipulgas também protege o cachorro da leishmaniose? Veja o comparativo!

    A coleira antipulgas é um acessório que faz toda a diferença na vida de quem tem um ou mais cães. Mas você sabia que existem produtos que, além de combater as pulgas, também ajudam a afastar outros problemas indesejados, como carrapatos e mosquitos? É aí que entra a coleira contra leishmaniose! Para quem não sabe, a leishmaniose canina é uma doença transmitida pelo mosquito-palha considerada muito perigosa e que pode debilitar bastante a saúde do animal.

    Ver Todas >