Adestramento

Cachorro que late muito em casa: o que fazer?

Descubra por que o seu cachorro tem latido mais do que o normal em casa
Descubra por que o seu cachorro tem latido mais do que o normal em casa

Lidar com o latido de cachorro no dia a dia é algo normal para quem escolhe ter a companhia de um peludo em casa. No fim das contas, essa é uma das únicas maneiras que o seu animal tem de se comunicar e demonstrar uma série de coisas — desde o medo de alguma coisa até uma dor, por exemplo. Ainda assim, quando o animal late muito em casa, o barulho pode começar a incomodar e gerar transtornos para você e os vizinhos. Por isso, o melhor a fazer nessa situação é tentar entender as razões por trás de tanto latido. Para te ajudar nesse momento, a gente conversou com o adestrador Max Pablo sobre os motivos que levam os cachorros a aumentarem a intensidade dos latidos em casa. Dá uma olhada! 

Afinal de contas, por que o cachorro late muito em casa?

A primeira coisa que você precisa saber na hora de começar a lidar com o seu cachorro latindo é que isso nunca acontece sem motivos. Algumas raças, sim, tem uma probabilidade maior de latir, mas até nesses casos o barulho de cachorro é justificado. "O cachorro pode latir muito em casa por causa de ansiedade por separação, tédio, estresse, acúmulo de energia ou para tentar avisar algo, não necessariamente nessa ordem", explicou Max.  

Em alguns desses casos, os latidos não são o único sinal que o cachorro dá de que alguma coisa está errada: "Normalmente, eles também roem os móveis, as paredes e as quinas de objetos, fazem xixi pela casa e podem apresentar comportamentos piores, como automutilação, queda de pelos e perda de apetite", contou o adestrador. Esses sinais variam de acordo com a situação em que o cachorro está vivendo e os mais sérios, certamente, têm a ver com níveis altos de estresse e incômodo. É importante ficar sempre atento ao comportamento do animal para identificar esses e outros problemas. 

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    O adestramento ajuda bastante no controle dos latidos em excesso do seu cachorro
    O adestramento ajuda bastante no controle dos latidos em excesso do seu cachorro

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos
    Comportamento animal

    Por que os gatos afofam as cobertas e os humanos

    Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem. Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia. Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

    Você pode investir no adestramento de cães para ajudar na melhora do problema

    Além de ser um processo cheio de benefícios para o comportamento do seu cachorro, o adestramento, quando feito de forma positiva, também pode ajudar no caso de animais que latem muito. Segundo Max, "a liderança e os exercícios diários de adestramento  promovidos pelos tutores trazem benefícios que sempre visam o equilíbrio mental e físico do cão, a independência e a estabilidade energética. No geral, o cachorro será muito mais feliz e saudável, eliminando diversos problemas comportamentais e possíveis represálias de vizinhos".  

    Três dicas do adestrador para ter um cão feliz e saudável em casa

    "A melhor coisa que você pode fazer é treinar o cão antes que esse problema comece a se desenvolver, sempre com a ajuda de um profissional capacitado, mas caso o problema já tenha começado, existem as três regras básicas para um cão feliz e saudável. Elas são, nessa ordem: exercício, disciplina e afeto", explicou Max.

    Boa parte dos problemas que causam o excesso de latidos nos cachorros da sua casa podem ser resolvidos com essas três regrinhas. A necessidade de exercícios costuma variar de acordo com a raça e o porte do animal. Por isso, vale a pena conversar com o veterinário sobre a melhor forma de fazer o seu cachorrinho se movimentar. A disciplina vem com o adestramento, sempre com a orientação de um profissional e estímulos positivos — nada de métodos que funcionam à base da ameaça, ok? O afeto é a parte fácil: proporcione para o seu cachorro um ambiente seguro e amoroso!

    Redação: Ariel Cristina Borges

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Próxima matéria

    Brinquedos para cachorro com barulho: por que eles amam tanto?

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    Tudo que você precisa saber sobre a cama para cachorro: tamanhos, tipos, conforto e até como fazer em casa
    Cachorro

    Tudo que você precisa saber sobre a cama para cachorro: tamanhos, tipos, conforto e até como fazer em casa

    A cama para cachorro é um acessório indispensável na rotina dos doguinhos. Afinal, assim como nós, os nossos amigos de quatro patas também precisam de um lugar para dormir, certo? No entanto, antes de decidir comprar a cama do cachorro, muitos tutores se sentem inseguros ou com dúvidas sobre qual é a melhor opção para acomodar os cães. São tantos modelos diferentes e inovadores no mercado que realmente fica difícil saber qual vai agradar mais o pet.

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar
    Cachorro

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar

    Todo mundo sabe que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas será que você realmente conhece o seu amigo de quatro patas? Existem várias curiosidades sobre cachorro que muitas vezes surpreendem a gente. Seja por causa de um comportamento canino que não faz muito sentido na nossa cabeça - como o hábito de “cavar” antes de dormir -, ou seja porque nunca pesquisamos muito a fundo sobre a anatomia do cachorro. 

    Ver Todas >

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?
    Comportamento animal

    Cachorro na janela do carro: por que eles amam tanto?

    É bem provável que você já tenha visto um cachorro na janela do carro curtindo o ventinho no rosto ou até tenha presenciado o seu doguinho fazer isso. Essa é uma situação super comum, principalmente quando os donos decidem viajar com cachorro de carro ou nas idas para o veterinário. Mas já parou para se perguntar por que esses bichinhos gostam tanto de ficar com a cabeça na janela? Será que é só por uma questão de aventura, ou existe explicação por trás do comportamento?

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?
    Comportamento animal

    Como escolher a bolinha para cachorro ideal de acordo com a idade, tamanho e energia do seu pet?

    Quem nunca viu um cachorro correndo atrás de uma bola? A  bolinha para cachorro  é clássica e um dos brinquedos preferidos desses animais. Qualquer cãozinho quando vê uma bola se diverte bastante, principalmente aqueles mais energéticos e ativos. Porém, engana-se quem pensa que toda bolinha é igual, porque há uma infinidade de modelos que podem ser comprados. Não existe um melhor que o outro, mas sim o que é mais adequado para cada tipo de cachorro, levando em conta a idade, tamanho e nível de energia.

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)
    Comportamento animal

    Adestrar gato: como é o processo de aprendizagem dos felinos? (spoiler: é bem diferente dos cães)

    O adestramento de cachorro é super conhecido por aí, mas algumas pessoas não sabem que os gatos domésticos também pode ser treinados. Adestrar gato também promove muitos benefícios à rotina do pet, além de aproximá-lo do tutor e mudar comportamentos inadequados. No entanto, o processo de adestramento do gato é bem diferente do que já estamos acostumados com os cães. 

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil
    Comportamento animal

    Como socializar gatos? 5 segredos para tornar tudo mais fácil

    Um dos grandes desafios que vários tutores enfrentam é não saber como socializar gatos corretamente, o que pode desencadear problemas de convivência, como ciúmes e brigas. Normalmente, o período mais indicado para fazer a socialização é quando o gato ainda é um filhotinho, porque ele ainda está se adaptando ao mundo e fica mais fácil de apresentá-lo a novas experiências. 

    Ver Todas >