Saúde

Cachorro espirrando: quando devo me preocupar?

Cachorro espirrando nem sempre é sinal de coisa grave: veja quando se preocupar e o que fazer!
Cachorro espirrando nem sempre é sinal de coisa grave: veja quando se preocupar e o que fazer!

O pai de pet que nunca achou fofo ver o próprio cachorro espirrando que atire a primeira pedra! Mesmo que seja bonitinho e, na maior parte dos casos, algo inofensivo, a frequência de espirros do seu animal pode ser um sinal que deve chamar a sua atenção. Assim como acontece com os humanos, os espirros podem ser a reação do organismo do cachorro uma série de coisas e você precisa saber em quais casos a ajuda do veterinário é necessária. Por isso, a gente reuniu aqui embaixo tudo o que você precisa saber sobre o espirro de cachorro para garantir o melhor cuidado para o seu amigo quando ele precisar. 

Cachorro espirrando de vez em quando: nesses casos, não há necessidade de preocupação

A primeira coisa em que você precisa prestar atenção ao perceber que o seu cachorro está espirrando e pode precisar de ajuda é a frequência em que os espirros acontecem. Se eles são raros no dia a dia do seu amigo, é bem provável que ele só esteja tentando expulsar algum corpo estranho que entrou por ali: a causa pode ser um pouco de poeira, um pedacinho de grama, um inseto pequeno que veio junto de farejadas para reconhecer um novo caminho… qualquer coisa que pode causar incômodo à região das narinas do animal.

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    O cachorro espirrando muito deve sempre ser levado ao veterinário, principalmente se houver sangue
    O cachorro espirrando muito deve sempre ser levado ao veterinário, principalmente se houver sangue

    Mais Lidas

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?
    Saúde animal

    Cachorro ofegante: quais problemas o sintoma pode indicar?

    Encontrar o cachorro ofegante não é uma questão incomum na vida dos tutores. Normalmente, os peludos ficam mais cansados depois de um longo passeio ou brincadeiras, mas quando não houve nenhum estímulo é preciso ficar atento. Observe alguns sinais do cachorro ofegante: língua pra fora pode indicar calor ou cansaço, agora se o sintoma estiver acompanhado de tremores ou cachorro com dificuldade de respirar, o ideal é levá-lo imediatamente ao veterinário. Para saber como diferenciar e se há necessidade de buscar ajuda médica, nós conversamos com Ricardo Duarte, que é docente do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário FMU, de São Paulo.

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio
    Saúde animal

    Vermífugo para cachorro: veterinária tira todas as dúvidas sobre o intervalo de uso do remédio

    Você certamente já ouviu falar em vermífugo para cães. Mas sabe, exatamente, para que ele serve? Quem tem animal de estimação precisa estar atento a uma série de cuidados para manter a saúde do bichinho em dia - e usar esse remédio no período certo é uma dessas medidas indispensáveis para a proteção do pet. Como o nome já indica, o medicamento previne doenças causadas por vermes, como a Dirofilaria immitis, Toxocara canis e Giárdia sp.

    Cachorro espirrando muito: o que pode ser?

    Quando o espirro acontece de forma mais frequente, com intervalos curtos entre um e outro e por mais de um dia inteiro, a ida ao veterinário é indispensável. Além disso, vale a pena ficar atento ao comportamento do animal para tentar reparar em algum outro sintoma que pode ajudar o profissional a diagnosticar o que o seu amigo tem.

    O cachorro com nariz escorrendo e espirrando, por exemplo, pode estar com a gripe canina, doença que também é conhecida como tosse dos canis. Ela tem sintomas muito parecidos com o da gripe dos humanos — inclusive a secreção nasal — e pode ser causada por um vírus ou uma bactéria. O cachorro espirrando sangue, por sua vez, pode ter a condição causada por alguma inflamação da gengiva ou no trato respiratório do animal. Além disso, a expulsão de sangue também pode ser causada por um tumor benigno nas narinas do cachorro. 

    Por último, os espirros alérgicos, que são causados por algum ativo que incomode o animal. O alérgeno pode ser desde um cheiro muito forte (comum aos produtos de limpeza e químicos, como a acetona) até poeira, ácaros e pólen. Ou seja: fique atento aos ambientes que o animal tem frequentado para tentar identificar qual é o gatilho da situação. 

    Cachorro espirrando: remédio caseiro pode não ser a melhor solução

    Não importa se os espirros são causados pela gripe canina ou por alguma alergia: assim que você perceber que o animal está espirrando muito, o ideal é pedir ajuda ao seu veterinário de confiança e não medicar o animal sem prescrição. Quando a situação é causada por uma alergia recorrente e você já tem um remédio receitado como orientação para os momentos de crise, tudo bem, o animal pode ser medicado. Em qualquer outro caso, é melhor que o seu amigo seja examinado e diagnosticado antes de tomar qualquer medicamento que pode ou não cooperar para a melhora do quadro de espirros.  

    Espirro reverso em cães: saiba o que é e como identificar no seu amigo

    Se num espirro normal o seu cachorro coloca o ar para fora, no espirro reverso, como o próprio nome já diz, ele puxa o ar para dentro do corpo através das narinas — e não, isso não parece com a respiração normal. Ele faz um som parecido com uma tosse abafada nesse momento. As causas do espirro reverso são parecidas com a do espirro comum e ele é mais comum em cachorros braquicefálicos, que têm a anatomia do focinho e das vias respiratórias diferenciadas. 

    Redação: Ariel Cristina Borges

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Próxima matéria

    O que a doença do carrapato causa no organismo do cachorro?

    Gato espirrando: devo me preocupar? Saiba quando procurar um veterinário!
    Saúde

    Gato espirrando: devo me preocupar? Saiba quando procurar um veterinário!

    É tão raro ver um gato espirrando que a maioria dos donos até se assustam ao ouvir um espirro felino. O espirro funciona como uma proteção do corpo à algo que esteja irritando as mucosas nasais. Mas é muito importante observar o seu animal: acompanhado de outros sintomas, o gato espirrando pode significar que ele esteja ficando doente. Antes de partir para o diagnóstico de rinotraqueíte, uma doença respiratória muito comum nos felinos, mantenha a calma e observe o seu amigo.

    Cortador de unha para cachorro: devo ter um em casa? Como escolher?
    Cuidados

    Cortador de unha para cachorro: devo ter um em casa? Como escolher?

    Mais que uma questão estética, aprender como cortar unha de cachorro é essencial para a saúde, bem-estar e convivência do bichinho. Uma unha bem aparada pode evitar infecções, facilitar a locomoção, além de impedir que o seu amigo de quatro patas machuque pessoas da sua família ou outros animais domésticos. A não ser que o seu cão seja extremamente ativo e passeie muito, é improvável que as unhas do animal se desgastem por conta própria. Obviamente, você pode levá-lo a um profissional, mas às vezes é preciso aparar as unhas com uma frequência maior que o esperado (alguns tutores providenciam o corte assim que ouvem o “tic tic tic” das patinhas no chão).

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão
    Adoção

    Quanto custa manter um cachorro? Um guia completo com a média de gastos mensais com um cão

    Ter um cachorro em casa é uma experiência incrível para mães e pais de pet, mas os momentos de alegria vêm acompanhados de muitas responsabilidades… e gastos (muitos gastos). Ração, vacina, brinquedos, remédios e veterinário são os principais custos que você precisa ter frequentemente com o animal. É justamente por isso que, antes de comprar ou adotar um pet, é preciso pensar nos gastos que isso vai demandar - e que devem entrar no orçamento da família. Para te ajudar a bater o martelo e decidir se consegue ou não arcar com um amigo de quatro patas, montamos um guia completo com uma média dos gastos que você provavelmente terá. Chega mais!

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais
    Pequenos

    Tudo sobre o cachorro Pug: origem, saúde, personalidade, características físicas e muito mais

    É praticamente impossível não se apaixonar por um cachorro da raça Pug! Com os famosos olhos esbugalhados, focinho achatado e corpo compacto e rechonchudo, o cãozinho é um dos queridinhos dos brasileiros. São tantas características que fazem do Pug um animal único, que fica até difícil saber por onde começar. Pensando nisso, o Patas da Casa preparou uma matéria bem especial para todos os amantes da raça Pug. A seguir, descubra mais sobre a origem, personalidade, cuidados com a saúde e qual é o preço desse doguinho tão carismático!

    Ver Todas >

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos
    Saúde animal

    8 mitos e verdades sobre a saúde dos gatos

    Quando se trata da saúde de gato, uma coisa é certa: todo o cuidado é pouco. Embora exista a lenda de que os bichanos possuem sete vidas, alguns cuidados específicos influenciam diretamente no bem-estar e, principalmente, na expectativa de vida do seu amigo. Ainda assim, é comum que alguns tutores tenham dúvidas sobre as medidas necessárias para proteger o seu pet e evitar as principais doenças de gato, especialmente os gateiros de primeira viagem. 

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?
    Saúde animal

    Batimentos cardíacos de cachorro: qual a frequência considerada normal e como medir?

    Todo mundo sabe que os cães são donos de um enorme coração, sempre dispostos a dar muito amor e carinho para quem quiser receber. Contudo, é sempre importante ficar atento a possíveis alterações no coração de cachorro, e saber como medir os batimentos cardíacos do animal pode ajudar bastante nessas horas. Mas então, como analisar isso da forma correta? Qual é a frequência considerada normal quando se trata dos batimentos cardíacos de um cachorro?

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?
    Saúde animal

    Infecção urinária em gatos: quais são as mudanças comportamentais mais comuns?

    A infecção urinária em gatos é um quadro mais comum do que se imagina quando se trata da saúde dos bichanos. Embora seja associada à baixa ingestão de água, a doença pode ser causada por uma série de fatores, que variam desde causas bacterianas à estresse e ansiedade. Quando não tratada, a patologia pode causar bastante incômodo ao animal, o que pode ser percebido com algumas mudanças no comportamento do gato. 

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias
    Saúde animal

    Conheça algumas vacinas para gatos não obrigatórias

    As vacinas para gatos são fundamentais na prevenção de diversas doenças felinas. Por isso, ao adotar um bichano, uma das principais orientações dos veterinários é que o seu pet passe pela atualização de vacinas obrigatórias, como a antirrábica e a quádrupla felina, que previne doenças como a panleucopenia e rinotraqueíte. Ainda assim, elas não são suficientes para proteger o animal de todas as patologias que ele pode adquirir ao longo da vida.

    Ver Todas >