Quando acontece uma obstrução intestinal, cachorro pode apresentar alguns sintomas tanto no seu comportamento e quanto na aparência dos seus dejetos. Em incidentes mais graves, a obstrução intestinal canina pode resultar em intestino perfurado, caso que pede mais delicadeza e cuidado no tratamento. Mas você sabe as causas, sintomas e como evitar que o cachorro tenha um quadro de obstrução intestinal seguida de intestino perfurado? Para ajudar, convidamos o médico veterinário Fábio Ramires para nos esclarecer as dúvidas mais comuns. Ele também nos contou como prevenir essa condição que machuca os peludinhos. Confira!

Obstrução intestinal: cachorro e os sintomas comuns

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Não tenho pets
Tenho cão
Tenho gato
Tenho cão e gato
Autorizo receber comunicações e publicidade da NESTLÉ®.

Antes de falar sobre o intestino perfurado do cachorro, é necessário explicar sobre um problema anterior que pode resultar nesta condição: a obstrução intestinal canina. O médico veterinário Fábio Ramires explica que a obstrução é como uma barreira do fluxo habitual da digestão canina: “É um impedimento do fluxo do bolo fecal e/ou a seção do peristaltismo”, detalha.

Várias causas levam a esse quadro, desde a própria alimentação ou algum pedacinho do brinquedo que o cachorro engoliu por acidente. Fábio Ramires esclarece: "As causas podem ser diversas, dentre elas, corpo estranho, má formação congênita, infeccioso, intussuscepção (uma espécie de dobradura intestinal) ou neoplasias”, mostra.

Essa é uma condição muito comum e que faz com que a maioria dos cães em algum momento da vida possa sofrer este desconforto, quando não são tomados os devidos cuidados. Portanto, como identificar a obstrução intestinal em cães? Mesmo sendo no intestino, alguns sinais externos mostram que o peludinho não tá legal. O médico veterinário aponta que os sintomas mais comuns não são diferentes de uma obstrução intestinal humana: “Geralmente, em casos de obstrução, o animal pode apresentar vômitos e diarreia”, responde.


Alguns brinquedos causam obstrução intestinal, cachorro tem sintomas dolorosos
Alguns brinquedos causam obstrução intestinal, cachorro tem sintomas dolorosos

Cachorro com intestino perfurado: sintomas e tratamento

Os sintomas de perfuração intestinal canina geralmente ocorrem durante uma obstrução intestinal. Afinal, essa primeira condição pode ocorrer por interferência de algum agente externo que o cão ingeriu, seja partes de brinquedos ou qualquer outro objeto (perfurante ou não) que estava pela casa: daí, além da obstrução, o cachorro pode ter o intestino perfurado por esse objeto. Fábio Ramires confirma: "Se a causa da obstrução for um corpo estranho, temos sim a possibilidade de perfuração do intestino. Temos como sintomas mais graves vômitos e diarreia com sangue, além da perda de apetite”.

O tratamento de uma perfuração intestinal é extremamente delicado, podendo exigir intervenção cirúrgica. Fábio Ramires diz que ela é necessária, tanto para a remoção do objeto, quanto para a reabilitação do órgão afetado. Em uma ocorrência mais leve, onde há somente a obstrução, em um mês o cão já está recuperado: “Temos a cura em casos leves e nos demais casos. Cada caso leva tempos diferentes. Mas o tempo de cura clínica pode variar de 15 a 30 dias”, aponta o médico veterinário.

Mesmo após o tratamento, ele também menciona que em alguns cenários o cachorro pode sofrer as sequelas da perfuração, e diz que o peludinho vai precisar de uma alimentação diferenciada e uso de medicamentos para facilitar a digestão: “Podemos observar em alguns casos sequelas como diminuição do peristaltismo (movimentação mais lenta do bolo alimentar) e estenose do lúmen intestinal (estreitamento do intestino). Em casos de sequelas pós-traumas intestinais, são indicadas alimentações mais leves, como a alimentação natural, e/ou o uso de medicamentos que liquefazem as fezes, como os laxantes”, diz.

Obstrução intestinal X constipação canina

O cachorro com fezes presas sempre preocupa os tutores e traz dúvidas se o caso é de obstrução intestinal ou constipação canina. As diferenças estão em alguns detalhes dos sintomas. Fábio Ramires explica que a constipação pode não ter alguns sintomas clássicos da obstrução: “Em casos de constipação, nem sempre temos vômitos ou diarreia”, diz. Comportamento mais apático, falta de apetite e demora para defecar são sinais de alerta para ambos os quadros. Entretanto, para sanar qualquer dúvida e desconforto canino, é essencial buscar auxílio de um profissional: “O mais indicado para diferenciação é o exame de imagem (Ultrassonografia Abdominal)”, responde Fábio Ramires.

O tratamento também é diferente em cada caso e o ideal é que os tutores não busquem receitas caseiras ou algo do tipo para aliviar o animal: “A avaliação pelo tutor em casa não é segura, o ideal é procurar um Médico Veterinário, que vai solicitar um exame de imagem e a prescrever de medicamentos, como laxantes, quando necessário”, aconselha. Se você notou cão com intestino preso e está se perguntando o que é bom para soltar o intestino do cachorro lembre-se que alguns alimentos prendem o intestino do pet, principalmente aqueles de consumo humano, como arroz e frango.

Como prevenir a obstrução intestinal em cães

Além de sentir dor, o cachorro com intestino perfurado pode ter sequelas que mudam sua forma de consumir alimentos por toda a vida. Então por que não evitar e prevenir uma situação dessas em casa? Fábio Ramires dá algumas dicas, desde alimentação a brinquedos e outras doenças: “A prevenção de alterações intestinais pode ser feita com alimentação adequada, cuidado com os brinquedos para evitar que soltem pedaços que podem se tornar corpos estranhos, vacinação com intuito de evitar doenças infectocontagiosas que podem levar a perfurações intestinais e principalmente a alimentação sem ossos”, informa. Sobre os brinquedos de cachorro, o ideal é evitar aqueles muito pequenos ou com muitos apetrechos, que podem se soltar durante a brincadeira.

Saiba que o tempo que o alimento leva para ser digerido no organismo do cachorro pode ser de 10 horas a 2 dias, dependendo da dieta canina. Então, a demora para ir ao banheiro nem sempre é motivo de preocupação. Mas todos os cuidados com o cachorro são importantes, principalmente com algumas raças que são propensas a ter alguma condição digestiva, como o cachorro Golden Retriever. Então mantenha alimentação e vacinas em dia, cuide bem da higiene canina e preste atenção no comportamento do animal. E além de tudo isso, analise bem ococô do cachorro e sua urina também, pois é nos dejetos que podemos perceber se algo interno está legal ou não. Urina ou cocô com sangue, secreções ou cores diferentes do habitual indicam problemas de saúde.

Redação: Erika Martins

Edição: Mariana Fernandes