Cachorro

Atrofia progressiva da retina em cães tem cura? Veterinário tira todas as dúvidas sobre o problema

Publicado - 25 Março 2021 - 19h00

Atualizado - 09 Maio 2024 - 20h44

Thiago Ferreira / Médico veterinário oftalmologista

CRMV 4257-SC

Formado em Medicina Veterinária pela Universidade do Estado de Santa Catarina e doutor em oftalmologia veterinária em 2019 pela Universidade Federal do Paraná.

Juliana Melo / Repórter

Jornalista formada pela Facha (Faculdades Integradas Hélio Alonso). Sempre amei o universo pet e meu sonho sempre foi ter um cachorro ou gato, mas essa ainda é uma realidade um pouco distante pra mim. Me sinto um pouco Felícia perto dos bichinhos, e acho fantástico poder entender um pouco melhor o comportamento deles e ajudar tantos tutores por aí!

A oportunidade de entrar na equipe do Patas da Casa foi incrível, porque apesar de não ter um pet, sempre tive muita vontade de conhecer e compreender melhor esse universo. Hoje me sinto praticamente uma ‘expert’ em comportamento de cães e gatos e uma das maiores incentivadoras da adoção animal.

• Filme com animal preferido: “Sempre ao Seu Lado”
• Uma raça de cachorro: Dachshund
• Uma raça de gato: Maine Coon
• A curiosidade favorita sobre cachorros: A maneira como um cão se comporta depende principalmente da criação que ele recebe
• A curiosidade favorita sobre gatos: Os gatos enxergam os humanos como seus semelhantes (basicamente como se fôssemos gatos gigantes)
• Sobre o que mais gosta de escrever no universo pet: Comportamento animal
• Um aprendizado: Adotar um cachorro ou gato é uma das decisões mais bonitas que alguém pode tomar, mas que precisa ser feita com muita responsabilidade
• Nome de pet favorito: Bilbo

As doenças nos olhos de cachorro são mais comuns do que a gente pensa. Catarata, uveíte, conjuntivite, glaucoma… são vários os problemas que podem afetar a visão dos nossos pets. A atrofia progressiva da retina em cães, por exemplo, é uma doença degenerativa que acomete várias raças de cachorro e que pode deixar o animal cego a longo prazo. Para entender melhor do que se trata esse quadro, quais são as causas e como é feito o tratamento desse problema no olho do cachorro, o Patas da Casa conversou com o veterinário oftalmologista Thiago Ferreira, de Florianópolis. Veja o que ele disse!

Atrofia progressiva da retina em cães: o que é e quais as causas da condição?

Mesmo com o nome complexo, não é muito difícil de entender do que se trata essa doença nos olhos de cachorro. O especialista explica: “Resumidamente, a atrofia progressiva da retina em cães é uma morte generalizada das células da retina, chamadas de fotorreceptores. Isso acontece por causa de uma programação errada no DNA dessas células, gerando uma reação em cadeia dentro da célula que leva à morte”.

Ao contrário de outros problemas no olho do cachorro que podem ter origens externas, a atrofia da retina em cães é causada principalmente pelos fatores genéticos do animal. “A genética influencia nisso porque hoje os tipos de atrofia progressiva da retina se diferenciam justamente pelos genes. Os genes, por sua vez, são responsáveis pela codificação do DNA para determinadas características e, dentre essas mesmas características pode estar o desenvolvimento de proteínas que levam a célula ocular à morte”, conta o oftalmologista. Por isso, até então, os fatores genéticos são tidos como os agentes causadores da atrofia da retina em cães.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Doença no olho do cachorro: a atrofia progressiva da retina não tem sinais clínicos aparentes

Segundo o especialista, os sintomas estão diretamente relacionados com as células que estão sendo degeneradas, principalmente no início da doença. “As primeiras células que morrem são chamadas de bastonetes, que são células que trabalham melhor com pouca luz. Então os cães passam a enxergar mal no escuro ou em ambientes com pouca luz”, explica o médico veterinário. Em casa, normalmente não é muito fácil de perceber isso porque o cachorro já tem uma familiaridade com o espaço, mas em lugares desconhecidos o cachorro pode acabar esbarrando em objetos ao redor se estiver escuro.

“O olho do cachorro não apresenta sintomas externos visíveis. O que pode acontecer é o animal desenvolver uma catarata secundária a esse processo degenerativo, em função dos radicais livres e substâncias oxidantes da retina. Isso pode causar uma catarata, então esse é o único sinal externo que as pessoas acabam vendo”, conclui Thiago.

 

Veterinário examinando olhos de cachorro com uso de instrumento específico

 

Como é feito o diagnóstico da atrofia da retina em cães?

 

Por meio da avaliação clínica é possível diagnosticar estágios moderados e avançados da atrofia progressiva da retina, mas, conforme o oftalmologista explica, nos estágios iniciais nem sempre é fácil de identificar isso devido à pouca alteração no fundo do olho. “O que pode-se fazer é um teste chamado reflexo foto pupilar cromático, que é uma medida qualitativa da contração da pupila por uma luz com filtro vermelho e azul. Contudo, o que fecha mesmo o diagnóstico é a eletrorretinografia”. O exame serve para avaliar a resposta da retina aos estímulos luminosos e é muito recomendado antes da cirurgia de catarata em cães para saber se o quadro é secundário ou não à atrofia progressiva da retina.

Atrofia progressiva da retina em cães: tratamento é feito com uso de antioxidantes

Muitos tutores se perguntam se a atrofia progressiva da retina em cães tem cura, mas infelizmente a resposta é não. “Essa doença no olho do cachorro acaba progredindo para a cegueira. O tratamento mais indicado é com o uso de antioxidantes (luteína, licopeno, vitamina C e E, selênio, zinco) para retardar a evolução do problema, mas em algum momento o paciente acaba ficando cego”, informa o médico. Algumas pessoas acreditam que esse tipo de tratamento é um pouco polêmico porque, segundo Thiago, ele não consegue intervir onde a doença realmente atua, no entanto, ele é capaz de atrasar a morte celular e proteger as células que ainda não apresentaram o defeito genético. 

“As células que ainda funcionam podem acabar morrendo por causa de uma célula vizinha, que libera uma substância chamada glutamato. O glutamato pode destruir e matar outras células saudáveis, então os antioxidantes, de certa forma, protegem essas células, embora isso não tenha sido comprovado cientificamente ainda. O que eu vejo na prática é os pacientes que fazem esse tipo de tratamento tem uma permanência maior da visão por muito mais tempo do que aqueles que não fazem uso dessa medicação”, finaliza.

É possível prevenir essa doença no olho de cachorro?

Manter as consultas com o veterinário sempre em dia pode ajudar bastante no diagnóstico precoce, mas prevenir totalmente a atrofia da retina em cães não é possível. Então, se o paciente tem no DNA dele esse gene, vai acabar desenvolvendo a doença. “O que se tem feito nos Estados Unidos é mapear geneticamente os pacientes,  para verificar se tem algum defeito nos genes específicos para a doença. Se ele for afetado, preventivamente pode-se fazer um tratamento pela manipulação viral, mas é um estudo muito recente e que ainda não teve resultados conclusivos. Os resultados preliminares têm mostrado que isso funciona, mas ainda é um tratamento muito caro - em torno de 10 a 20 mil dólares - e no Brasil é inviável”, conta Thiago.

Redação: Juliana Melo

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Esses são os 6 sinais mais comuns de verme de gato: alguns passam despercebidos até se você for um tutor muito atento

Assim como o verme em cachorro filhote e adulto, um dos problemas mais preocupantes que podem afetar os bichanos é o verme de gato. ...

Lulu da Pomerânia, Spitz Alemão e Zwergspitz são a mesma raça? Diferentes nomenclaturas causam confusão entre adotantes

O Spitz Alemão é uma das raças de cachorro favoritas para quem vive em apartamento. Além de pequeno, esse cãozinho conhecido pela pe...

Esses são os 210 nomes de cachorro macho mais famosos: encontre a melhor ideia para chamar o pet que acabou de adotar

Escolher um nome de cachorro macho nem sempre é fácil, já que a variedade de opções pode deixar muitos tutores perdidos. É possível ...

O menor gato do mundo é selvagem, praticamente cabe na palma da mão e tem a pelagem laranja

Quando pensamos no menor gato do mundo, é inevitável não considerar algumas raças de gato domésticas que são famosas pela baixa esta...

O cachorro mais popular de todos: saiba qual é a raça mais pesquisada no Brasil em 2024

As raças de cachorro mais populares geralmente incluem nomes como o Shih Tzu, Golden Retriever e Yorkshire. Mas sabia que tem um cão...

Plantei essa grama de gato e meus pets ficaram loucos: dá pra fazer com um ingrediente barato que você tem em casa

A grama de gato é uma plantinha cheia de benefícios e totalmente segura, cultivada especialmente para os bichanos. Além de deixar os...

Ver todas