Cuidados

6 motivos para não permitir que seu gato saia de casa

Manter o gato dentro de casa contribui para que ele viva uma vida mais longa e tranquila ao seu lado!
Manter o gato dentro de casa contribui para que ele viva uma vida mais longa e tranquila ao seu lado!

Os gatos são animais muito curiosos e, por isso, gostam de explorar o ambiente dentro e fora de casa. O problema é que o mundo externo traz diversos riscos para a saúde dos felinos, tornando ainda maior a necessidade de instalar uma tela de proteção para gatos em sua casa. Quer saber quais são os principais motivos para manter o seu gato em casa? Confira abaixo!

1) Os gatos podem entrar em contato com pulgas, carrapatos e outros parasitas

Manter o gato dentro de casa é uma ótima maneira de impedir ou, pelo menos, reduzir bastante o risco dele ser infestado por pulgas, carrapatos e outros tipos de parasitas que seriam facilmente encontrados no mundo exterior, especialmente em parques, praças e outras áreas arborizadas, geralmente muito frequentadas por outros animais. Alguns parasitas, inclusive, trazem riscos para os tutores, como a toxoplasmose, uma doença que o gato pode contrair na carne de hospedeiros intermediários (como pombos e ratos) ou nas fezes de outros gatos já infectados.

2)Gatos podem ser infectados com FIV ou FELV

Além dos parasitas, outro risco para a saúde dos gatos que saem de casa é entrar em contato com doenças como FIV e FELV, respectivamente uma versão da AIDS e da leucemia felinas. Ambas as doenças são causadas por vírus, incuráveis e altamente transmissíveis entre os gatos, seja pela saliva, sangue ou urina. A melhor forma de prevenção é manter seu pet longe de gatos desconhecidos, já que eles podem ou não carregar a doença.

3) Brigas com outros animais podem causar lesões sérias e até mesmo infecções

Os gatos domésticos têm personalidades bem variadas, mas, em geral, costumam ser bem territorialistas. Dentro de casa, esse comportamento pode gerar algumas brigas relativamente amistosas com outro pet, mas, na rua, interagindo com animais desconhecidos, as consequências podem ser muito mais graves. Gatos podem voltar para casa com arranhões sérios, que podem infeccionar e até mesmo botar a vida do pet em risco.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

question quiz stamp

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

Question Header Background
question quiz stamp

As crises alérgicas costumam acontecer:

Question Header Background
question quiz stamp

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Question Header Background
question quiz stamp

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Question Header Background
question quiz stamp

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

Question Header Background
question quiz stamp

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

Question Header Background

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    Os gatos são curiosos, mas eles se beneficiam de uma vida na segurança do ambiente interno.
    Os gatos são curiosos, mas eles se beneficiam de uma vida na segurança do ambiente interno.

    Mais Lidas

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
    Cuidados dos animais

    Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

    O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
    Cuidados dos animais

    Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

    Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
    Cuidados dos animais

    O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

    Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
    Cuidados dos animais

    5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

    Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

    4) Gatos não acostumados com o mundo externo podem ser atropelados

    O conceito de atravessar na faixa, quando o sinal está vermelho, infelizmente não é inato para todas as espécies. Por isso, mesmo os ágeis gatos podem se ver em uma situação inesperada no meio da rua e, por serem animais pequenos, podem ser atropelados, especialmente em vias movimentadas ou mal iluminadas. Além do perigo nas ruas, os gatos podem se machucar em cercas e grades.

    5) Os gatos geralmente voltam para casa, mas podem acabar se perdendo em suas aventuras

    Gatos tem um bom senso de direção e, no geral, conseguem retornar para casa, especialmente por serem animais que valorizam o território seguro, com disponibilidade de alimento, água fresca e afeto. No entanto, mesmo esses exímios navegadores podem acabar se perdendo em suas aventuras, ou até mesmo podem ser “resgatados” por alguma alma caridosa. Por isso, especialmente se você mora em uma casa ou um apartamento no térreo, é importante que seu pet use uma coleira de gato com identificação, com suas informações de contato, para que consigam te localizar caso o felino fuja de casa.

    6) Pessoas podem oferecer riscos ao seu gato

    Outras pessoas podem ser um fator de risco para gatos que saem de casa para explorar o mundo. Infelizmente, alguns humanos não gostam de animais e se sentem no direito de colocar veneno misturado com alimentos em suas casas, o que pode intoxicar e até mesmo matar o seu felino. Para garantir que seu gato esteja protegido dessas pessoas ruins, faça sua parte e deixe o pet em casa, onde você sabe que ele será protegido e amado!

    Redação: Gerhard Brêda

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Próxima matéria

    Como fazer uma toca para gato com papelão, madeira e feltro?

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato
    Raças

    Norueguês da Floresta: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    O gato Norueguês da Floresta chama a atenção por onde passa, principalmente por conta do seu porte. Essa é uma raça de gato grande e que tem o corpo bem robusto, coberto por pelos longos e lisos, que deixam o bichano com uma aparência bem fofa e apertável. Também é um animal super gentil e carinhoso, e por isso consegue conquistar a todos com facilidade. 

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa
    Adoção

    Adotar gato: os produtos que o tutor precisa comprar antes de levar o bichano para casa

    A empolgação de adotar gato muitas vezes toma conta da gente, mas essa não pode ser uma atitude impulsiva. Pelo contrário, deve ser muito bem planejada para fornecer tudo que o bichano precisa nos primeiros dias. Os gatos preenchem o ambiente com muito amor e alegria, mas também exigem alguns cuidados especiais com a higiene, alimentação e outras coisinhas. Felizmente existem alguns produtos capazes de ajudar a deixar o animal mais familiarizado e confortável no seu novo lar, como a caixa de areia para gatos. 

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano
    Adoção

    Adotar gato: 10 motivos que vão fazer você querer se apaixonar por um bichano

    “Quero adotar um gato”. Se esse pensamento já passou alguma vez pela sua cabeça é porque falta pouco para um bichano te conquistar de vez - e, acredite, os gatos conseguem isso com uma facilidade incrível. Sim, é isso mesmo: por trás do jeitinho reservado, esses animais são puro amor e companheirismo, e tem tudo para se tornar grandes amigos dos humanos.

    Ver Todas >

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?
    Cuidados dos animais

    Bolsa ou caixa de transportes para gatos: qual a melhor opção para carregar o seu pet?

    Alguns acessórios facilitam bastante a vida de qualquer tutor, como a caixa de transporte para gatos e a bolsa de transporte para gatos - especialmente na hora de passear com o felino. Mas qual deles é a melhor opção para o seu bichano? A resposta vai depender de uma série de fatores, como o comportamento do gato, o trajeto que será percorrido e a adaptação do felino ao acessório. 

    Como descartar fezes de cães corretamente?
    Cuidados dos animais

    Como descartar fezes de cães corretamente?

    Você sabe onde descartar fezes de cachorro? Mesmo tendo experiência com animais, muitos tutores ainda tem dúvidas do que fazer com os dejetos do doguinho e até descartam de forma errada. O cocô do cachorro é considerado lixo sanitário. Por isso, saber como descartar fezes de cães, tanto em casa como na rua, corretamente é uma questão de saúde pública. 

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio
    Cuidados dos animais

    O que colocar na casinha do cachorro para aquecer? Veja dicas de como manter seu pet longe do frio

    Com a chegada do inverno, muitos tutores logo se perguntam como aquecer o cachorro no frio. A preocupação faz todo sentido, afinal de contas, os doguinhos sentem frio mesmo possuindo uma fofinha camada de pelos sobre o corpo. Por isso, é natural que os pais de pet comecem a buscar maneiras de diminuir os efeitos das baixas temperaturas nos cães durante a época mais fria do ano.

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade
    Cuidados dos animais

    Acessórios para gatos idosos: 5 produtos que vão melhorar a vida do bichano na terceira idade

    Quem é tutor de gato idoso sabe o quanto é importante que alguns cuidados sejam tomados na terceira idade. Tornar a velhice do seu bichano mais confortável fará toda a diferença, garantido mais segurança e bem-estar ao seu pet. A terceira idade felina demanda não só adaptações na rotina do animal, como também adequações no espaço em que ele vive. Por isso, investir em alguns acessórios para gatos idosos é o mais recomendado. Nesse sentido, listamos 5 produtos que podem melhorar a vida do seu bichano durante a velhice. Dá só uma olhada!

    Ver Todas >