close
Vômito

6 cuidados com gatos para evitar vômitos e diarreia

Atualizado em 15 de abril de 2021 às 19h11

Publicado em 15 de abril de 2021 às 19h11

Vômito e diarreia são bem comuns na rotina dos felinos, mas alguns hábitos podem ajudar a prevenir esses problemas
Vômito e diarreia são bem comuns na rotina dos felinos, mas alguns hábitos podem ajudar a prevenir esses problemas

O vômito e diarreia em gatos são condições que sempre ligam o alerta nos tutores. Geralmente sintoma de algum outro problema de saúde, o gato vomitando ou com diarreia pode representar tanto uma reação natural do organismo felino quanto uma doença mais grave. O sistema digestivo do gato é sensível e pode ser afetado por uma simples alteração na alimentação. Para que você saiba o que fazer para evitar as condições do gato vomitando e com diarreia, o Patas da Casa separou algumas dicas!

1) Trocar a ração de forma gradual é fundamental para não deixar o gato com diarreia

Qualquer mudança na alimentação dos felinos pode provocar vômito ou deixar o gato com diarreia. Por conta disso, a readaptação ao novo alimento deve ser feita de forma gradual. A ração do gato antiga deve ser misturada com o novo alimento por pelo menos sete dias. A quantidade da comida antiga deve ser diminuída gradualmente durante esse período até que o gato se alimente exclusivamente da nova ração. Dessa forma, o organismo do seu pet vai assimilando a mudança aos poucos.

Além disso, comer rápido demais é um comportamento que também provoca vômito em gatos. Por isso, é necessário observar se o seu bichano está muito empolgado com o novo alimento. Para reduzir os riscos, o tutor pode alimentar o gato com refeições menores e com mais frequência, até notar que o animal está comendo mais devagar. Oferecer ração em uma superfície ampla e rasa também ajuda, pois o pet não consegue abocanhar quantidades maiores do que deveria de uma vez só.

2) Gato com diarreia: não ofereça comidas humanas para o pet

As quantidades de gordura muito elevadas podem comprometer significativamente a saúde do gato. É por isso que é totalmente contraindicado oferecer comidas humanas para o pet, já que alguns ingredientes podem provocar vômito e diarreia em gatos. É essencial que a dieta do pet seja composta exclusivamente por uma ração para gatos de boa qualidade. Os petiscos podem ser oferecidos periodicamente como forma de recompensa ou para agradar o felino.

3) Manter as visitas ao veterinário em dia faz parte dos cuidados com gatos mais essenciais

Levar o animal de estimação ao veterinário somente quando ele apresenta um problema de saúde é um descuido cometido por muitos pais de pets. Tanto gatos como cachorros devem ter uma rotina de visitas ao profissional especializado para checar a saúde. Lembre-se que os vômitos e a diarreia são sintomas de outras condições que estão afetando o gato, por isso, manter os check-ups em dia vai ajudar a identificar qualquer problema com antecedência. 

Faça o teste e descubra qual a personalidade dominante do seu gato!

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Como seu gato reage com a chegada de visitas em casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você está pensando em adotar mais um gatinho. Qual seria a reação do seu felino?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você precisa levar seu gato ao veterinário e na fila ele encontra outro felino. Como ele reage?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato fica incomodado quando as portas de casa ficam fechadas?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta com os outros animais da casa?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Você acabou de chegar em casa depois de muito tempo fora. O seu gato:

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Seu gato deitou em cima da sua cama e dormiu. Qual a sua reação, humano?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seu gato se comporta na hora de se alimentar?

Question Header Background

Gato-humano! Seu gato não perde a oportunidade de estar ao seu lado Gato solitário! Seu gato tem uma personalidade mais quieta e reservada Gato-gato!  Seu gato gosta da companhia de outros felinos Gato curioso! Seu gato está sempre em busca de novas aventuras Gato caçador! Seu gato tem os instintos selvagens mais aflorados
    A alimentação não é único fator que deve ser levado em conta na hora de prevenir o vômito e diarreia em gatos
    A alimentação não é único fator que deve ser levado em conta na hora de prevenir o vômito e diarreia em gatos

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    4) Cuidar da pelagem do gato ajuda a evitar os vômitos provocados pelas bolas de pelo

    A formação de bolas de pelo no estômago do gato é uma condição que pode provocar vômito esporádicos. Ao fazer a autolimpeza com a língua, é normal que o gato acabe ingerindo uma grande quantidade de pelos no processo. Há quem acredite que as bolas de pelo são normais, mas não se engane: os fios irritam a mucosa gástrica e provocam os vômitos, que de forma alguma são saudáveis para a saúde do animal.  Escovar os pelos do bichinho frequentemente é uma das formas de evitar a ingestão dos pelos e, consequentemente, causar os vômitos de bolas de pelo. 

    5) Manter as vacinas do gato em dia ajuda a evitar doenças que causam vômitos e diarreia

    Vacinar o gato sem atrasos é essencial para a qualidade de vida do pet. Como dito anteriormente, a diarreia e vômito podem ser sintomas de doenças graves, que muitas vezes são prevenidas com vacina, como é o caso da panleucopenia felina. Atrasar a vacina não é uma opção e pode fazer com que seja necessário repetir todo o ciclo de imunização.

    6) O vermífugo para gatos é essencial para evitar problemas com diarreia

    Os parasitas são uma das causas mais comuns da diarreia em gatos. Fazer a vermifugação preventiva do felino é uma forma de evitar a condição. As verminoses são perigosas e ainda podem evoluir para estados de saúde mais graves, principalmente quando não diagnosticadas no início.

    Redação: Hyago Bandeira

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Próxima matéria

    Diabete canina: 5 sinais da doença para ficar atento

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa
    Raças

    Ragamuffin: características, temperamento, cuidados... conheça essa raça de gato que tem a pelagem longa

    O Ragamuffin é uma raça de gato muito amável e carinhosa. Não muito conhecido no Brasil, o gato ragamuffin se originou a partir do cruzamento com felinos da raça Ragdoll. É considerado um gato gigante e pode chegar até os 9kg. O "Ragamuffin cat" pode ter a pelagem e olhos de diferentes cores. Uma característica marcante é o jeito brincalhão e o fato de amar colo. O Ragamuffin é ideal para famílias com crianças e outros animais.

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o
    Raças

    Gato Manês: descubra curiosidades, características, personalidade e cuidados com o "Manx cat"

    Diferente de quem prefere cachorros, os amante de felinos normalmente não se importam tanto com a raça antes de comprar ou adotar um gatinho. Mas mesmo que isso não seja um fator primordial na hora de escolher seu amigo de quatro patas, é bom saber que existem diferentes tipos de raça de gato. Dentre elas, o “Manx cat” - também conhecido como Gato Manês - é uma das mais populares e que carrega uma característica muito particular: os animais dessa raça não têm rabo. Parece esquisito, mas o que falta de rabo, sobra em amor! Saiba mais sobre a raça de gato que vai conquistar o seu coração a seguir.

    Gravidez é motivo para abandono de gatos? Veja os mitos, cuidados e como fazer a adaptação correta
    Cuidados

    Gravidez é motivo para abandono de gatos? Veja os mitos, cuidados e como fazer a adaptação correta

    O abandono de animais - especialmente de gatos - durante a gravidez é mais comum do que se imagina. Alguns médicos fazem essa recomendação porque acreditam que o contato direto com felinos na gestação pode trazer riscos à saúde da mãe e do feto. A toxoplasmose na gravidez, assim como a alergia a gato, são as principais preocupações. Mas será que isso realmente deve ser um motivo para doar o pet? A grávida pode ter gato tomando todos os cuidados?

    Ver Todas >

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com sangue nas fezes: o que fazer?

    Se você reparar seu gato com sangue nas fezes, é importante ficar atento. Essa situação é um sintoma comum a inúmeras doenças que podem afetar o bichano. Ao defecar fezes com sangue, o gato pode estar com uma inflamação no cólon ou até mesmo com um tumor no sistema digestivo. O sangue nas fezes do gato é um sintoma presente até mesmo nas verminoses mais comuns. Seja qual for a causa do gato fazendo fezes com sangue, sempre significa que algo está errado com o animal. 

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação
    Saúde animal

    Cachorro engasgado: veterinária ensina o que fazer nessa situação

    Saber um pouquinho de primeiros socorros veterinários vai ser muito útil se você acha que um cachorro parece engasgado - inclusive, é algo que pode salvar a vida do seu pet nessas horas! Seja porque ele comeu muito rápido ou tentou engolir alguma coisa que não devia, se deparar com um cachorro engasgado em casa é sempre um momento de desespero para qualquer pai de pet. Não saber como resolver essa situação é super comum e, ao mesmo tempo, um hábito perigoso: nunca se sabe quando você vai precisar socorrer o seu amigo em casa. 

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!
    Saúde animal

    Cinomose: sintomas mais comuns da doença. Aprenda a identificar os sinais!

    Os sintomas de cinomose canina são facilmente confundidos com outras doenças de cachorro e infelizmente pode até mesmo levar o animal à morte. Mais comum em filhotes não vacinados, a cinomose é altamente contagiosa e em alguns casos pode deixar sequelas que vão acompanhar o pet por toda a vida. É importante estar atento a qualquer sinal da cinomose em cães que ainda não completaram o calendário de vacinação, pois é uma doença que evolui rapidamente para um quadro grave. Ou seja, é uma situação de emergência!

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir
    Saúde animal

    Giárdia canina: o que é, como tratar e o que fazer para prevenir

    A giárdia canina é uma doença com alta contaminação entre os cães. O cachorro que a contrai sente bastante desconforto no sistema digestivo, com diarreia e vômitos frequentes. Comum principalmente no verão, a giardíase canina pode se apresentar de maneira mais leve ou mais grave. Sem tratamento, a giárdia canina pode matar o cachorro contaminado se ele não receber o tratamento adequado logo no início da infecção. Além disso, a giárdia canina pega em humanos e tem maior chance de atacar filhotes de cachorro. 

    Ver Todas >