Especial fim de ano!

10 motivos para não dar um cachorro de presente no Natal

Publicado - 07 Dezembro 2020 - 16h48

Atualizado - 06 Maio 2024 - 17h10

Com o Natal se aproximando, não tem jeito: começam a surgir várias ideias para presentear quem a gente ama nessa data especial. Uma que é muito bonita (e até romântica, inclusive) é dar um cachorro de presente para alguém que a gente sabe que gosta de doguinhos. Mas será que realmente vale a pena fazer isso? Como todos sabem, a adoção de cães deve ser uma escolha feita de coração, e não uma obrigação. O animal não é algo descartável e que se a pessoa não gostar, pode trocar. Por isso, geralmente não se recomenda dar cachorro de presente para ninguém. Se essa é uma ideia que tem passado pela sua cabeça, é melhor repensar. A seguir, separamos 10 motivos para não dar um cachorro de presente no Natal.

1) Adotar cachorro é algo sério que exige responsabilidade

Mesmo que a intenção seja das melhores, é preciso ter em mente que adotar cachorro não é brincadeira. Na verdade, isso requer muita responsabilidade e é importante que as pessoas envolvidas nesse processo estejam comprometidas com o bem-estar e a saúde do cãozinho. Lembre-se: um cachorro é uma vida! E, como qualquer ser vivo, ele precisa de vários cuidados no dia a dia. Tem que levar para passear, dar comida, limpar as necessidades do cãozinho, ter um tempo para brincar, levar no veterinário. São muitas tarefas indispensáveis na rotina do animal.

2) Nem todo mundo que gosta de cachorro quer ter um em casa

A pessoa que vai ser presenteada pode ser completamente apaixonada por cãezinhos, mas será que ela está disposta a conviver com um? Como já foi dito, ter um cachorro é sinônimo de responsabilidade, e isso pode causar um grande impacto na vida de quem recebeu esse presente. É preciso fazer várias adaptações na rotina e ter condições de arcar com os custos que vem junto com o cãozinho. Gostar de cachorro é fácil, mas cuidar de um pode ser bem difícil.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

3) Muitos fatores devem ser levados em consideração na hora de adotar cachorro

Não adianta simplesmente adotar cachorro sem pensar nas necessidades do animal. É uma raça de porte pequeno, médio ou grande? Qual é o espaço necessário para a criação do doguinho? No caso de cães de raça, será que a personalidade dele combina com a do novo tutor? Alguns cachorros precisam de mais atenção, outros são mais energéticos e ainda têm aqueles que são mais independentes. Ainda assim, é importante saber se o cachorro consegue se adaptar bem à rotina da nova família.

4) Os pets têm sentimentos e podem se apegar facilmente ao novo lar. Mas e se não der certo?

É necessário pensar em todos os cenários possíveis antes de dar um cachorro de presente. Pode ser que isso dê muito certo e todos saem felizes da história. Mas… e se não der? O cãozinho vai ficar super animado com seu novo lar e pode se apegar facilmente aos membros da família. O problema é que se decidirem não ficar com ele (por qualquer motivo que seja), o animal volta para adoção e pode ficar bastante triste com isso. Lembre-se que os cachorros também têm sentimentos.

5) Se a pessoa não gostar do presente, vai ser mais um abandono de cachorro no mundo

A pessoa pode adorar cachorros, mas nada garante que ela vai gostar de receber um como presente. Nem todo mundo tem condições de ter um doguinho ou quer assumir esse tipo de responsabilidade - afinal, trata-se de uma vida que requer bastante atenção e uma série de cuidados básicos. Logo, não se pode ignorar que existe o risco da pessoa devolver o animal para a adoção, e aí vai ser apenas mais um abandono de cachorro para entrar nas estatísticas.

 

Mulher segurando cãozinho marrom filhote com criança ao fundo
A adoção de cães deve ser um ato consciente e responsável

 

6) Os cães vivem bastante. Será que o futuro tutor está preparado para cuidar dele por tanto tempo?

 

Um cachorro não é algo descartável que, depois de brincar e fazer carinho, dá para deixar de lado. Pelo contrário, os peludos vivem, em média, 15 anos (e algumas raças podem viver mais ainda). Logo, o tutor do cãozinho deve estar consciente de que esse é um compromisso que ele vai assumir por bastante tempo, e deve prover tudo aquilo de que o animal precisa para ter uma vida boa.

7) Criança e cachorro até pode ser uma boa combinação, mas lembre-se que os animais não são brinquedos

Geralmente, as pessoas acham que dar um cachorro para criança como presente pode ser uma boa ideia, mas não é bem assim. Muita coisa deve ser pensada antes de tomar esse tipo de decisão, como a idade da criança e também do animal. Um filhote é muito frágil para ser entregue nas mãos de uma criança de 5 anos, por exemplo. O cãozinho pode ser confundido com uma espécie de “brinquedo” e acabar se machucando durante as brincadeiras com a criança. Então, muito cuidado!

8) Ter um cachorro pode trazer custos que o futuro tutor não está preparado para gastar

Não tem jeito: quem quer ter um amigo de quatro patas precisa estar preparado financeiramente para isso. Os custos com um cão podem variar bastante, mas fazem parte da realidade dos tutores. Tem que comprar ração, petiscos, brinquedos, produtos de higiene específicos para cachorro como shampoo, escova de dente, lenços umedecidos, tapete higiênico, remédio para pulgas e carrapatos e ainda ter uma quantia separada para os custos com veterinário, vacinas e possíveis imprevistos. Por isso, não adianta simplesmente dar um cachorro de presente sem levar em consideração se o futuro tutor vai ter condições de arcar com essas despesas. 

9) O cão demanda atenção e cuidados. E se a pessoa não tiver tempo para isso?

É bom demais ter um cãozinho do lado para o que der e vier, mas é necessário que o tutor tenha tempo disponível para cuidar do seu novo amigo de quatro patas. Ou seja, uma pessoa com uma rotina muito agitada e cheia de compromissos pode ter uma certa dificuldade de conciliar as duas coisas ao mesmo tempo, e a experiência de viver com um cãozinho pode não ser tão legal (nem para o animal, e nem para o tutor).

10) A adoção de cães deve ser feita por livre e espontânea vontade

A partir do momento em que você resolve dar um cachorro de presente para alguém, você não está permitindo que a pessoa escolha isso, e a adoção de cães é um ato que deve vir do coração. Portanto, talvez uma boa ideia seja procurar por outros presentes para quem gosta de cachorro em vez de simplesmente dar um de Natal. Você pode encontrar vários artefatos com essa temática, como uma caneca de cachorro, almofada ou blusinha estampada com animais, entre vários outros acessórios. É muito menos arriscado e a pessoa pode gostar bem mais!

Redação: Juliana Melo

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Cachorro

O Pastor Belga é bravo? 10 características sobre a personalidade da raça para conhecer antes de levar um pra casa

Elegante, leal e imponente, o Pastor Belga é um cão admirado em todo mundo. Procurados tanto pela capacidade de proteger territórios...

Adote um animal

Spitz Alemão ou Lulu da Pomerânia: 10 curiosidades para conhecer um dos cachorros pequenos mais populares do Brasil

O Spitz Alemão é famoso por ser um cachorro pequeno e peludo bem fofo e simpático. Ele surgiu na Alemanha e é considerado uma das ra...

Cachorro

Cinomose: 7 fatos para entender melhor uma das doenças de cachorro mais graves que existem

A cinomose é uma das doenças caninas mais perigosas e sérias que existem. Altamente contagiosa e frequentemente fatal, essa doença p...

Comportamento

Como saber se o gato te escolheu como dono: 6 coisas para observar e descobrir se você é o humano favorito do seu pet

O sonho de todo gateiro é ser a pessoa favorita dos bichanos. Mas como saber se o gato te escolheu como dono? Será que existem indíc...

Adote um animal

50 nomes para cadelas pretas: ideias criativas para te ajudar a nomear o pet recém-adotado

Encontrar uma lista com 50 nomes para cadelas recém-adotadas não é uma tarefa muito difícil. Afinal, existem milhares de inspirações...

Comportamento

Sonhar com gato é bom ou ruim? Veja o que os especialistas têm a dizer sobre o significado desses sonhos

Existem diferentes formas de se interpretar um sonho, principalmente quando envolvem animais de estimação. Sonhar com gato, por exem...

Cachorro

O Pastor Belga é bravo? 10 características sobre a personalidade da raça para conhecer antes de levar um pra casa

Elegante, leal e imponente, o Pastor Belga é um cão admirado em todo mundo. Procurados tanto pela capacidade de proteger territórios...

Ver todas