Cachorro

Veterinária tira todas as dúvidas sobre a balanopostite canina, infecção que atinge o pênis do cachorro

Publicado - 01 Abril 2021 - 17h11

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Você já ouviu falar na balanopostite canina? Essa é uma doença que atinge o pênis do cachorro e que traz muita preocupação para os tutores, pois causa muito incômodo para o animal e ainda dificulta a micção. Por não ser um problema muito abordado, a maioria das pessoas ainda têm muitas dúvidas sobre a balanopostite em cães, como quais são as causas e os principais sintomas da doença. Para esclarecer todas essas questões sobre esse problema de saúde de cachorro, entrevistamos a médica veterinária Luciana Capirazzo, que atende na rede VET Popular. Confira o que ela nos explicou sobre a balanopostite canina.

Balanopostite em cachorro: o que é e quais as causas desse quadro?

O pênis do cachorro pode sofrer com várias doenças bem desagradáveis, e a balanopostite canina é uma delas. “Trata-se de uma inflamação do prepúcio, que é a pele que recobre o pênis do animal”, explica a especialista. Mas como isso acontece, afinal de contas?

Existem vários fatores que podem contribuir para o desenvolvimento da infecção: “Traumas, lambedura, picada de insetos e presença de corpos estranhos são algumas das causas mais comuns”. No entanto, é importante ter em mente que as bactérias responsáveis pela balanopostite em cães geralmente vivem no corpo do próprio cão. O problema está, na verdade, na proliferação excessiva desses micro-organismos, que podem acabar desencadeando um quadro infeccioso no pênis do cachorro. Além disso, também não se pode descartar a hipótese da inflamação surgir por consequência de uma doença pré-existente, como a parafimose.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Vale destacar que animais de qualquer idade podem desenvolver a balanopostite canina. Então não importa se é um cachorro filhote, adulto ou idoso: todo cuidado é pouco com a saúde do seu cachorro macho.

balanopostite canina: cachorro deitado se lambendo
Balanopostite em cães pode fazer o animal lamber o pênis em excesso

Balanopostite: cachorro que lambe a região do pênis em excesso é um sinal

 

Descobrir se o seu cãozinho está com balanopostite canina não é uma tarefa muito difícil, mas requer muita atenção por parte do tutor, principalmente para notar as mudanças de comportamento do animal. Conhecer um pouco da anatomia do cachorro também é importante para verificar possíveis alterações no corpo dele. De acordo com Luciana, os principais sintomas que devem ser observados são:

• Dificuldade para urinar

• Presença de secreção purulenta na região do pênis

• Lambedura excessiva do local 

• Odor forte

Portanto, ao perceber que o cachorro está lambendo as partes íntimas com muita frequência, o ideal é analisar a região para ver se existem outros indícios de infecção. Fique de olho também na quantidade de vezes que o cachorro faz xixi por dia, porque às vezes a dificuldade para urinar pode interferir nisso e o animal acaba “prendendo” o xixi, o que não faz bem para a saúde dele. 

Como é feito o diagnóstico da balanopostite canina?

Ao suspeitar da doença, não deixe de procurar a orientação de um médico veterinário o quanto antes para dar início ao tratamento mais adequado. Mesmo com os sintomas evidentes, é importante ter a confirmação do diagnóstico feita por um profissional da área. “A avaliação clínica é feita por meio de inspeção visual e de um exame específico como cultura e antibiograma da secreção”, explica Luciana. Com isso, é possível chegar a uma conclusão, e só depois é que o médico veterinário poderá indicar a melhor forma de tratar o problema.

 

Balanopostite em cães: tratamento pode ser cirúrgico ou com uso de medicamentos

 

Antes de tudo, o profissional precisa analisar o que desencadeou o quadro infeccioso no pênis do cachorro para, então, decidir o melhor tratamento. A explicação para isso é que, no caso da balanopostite canina, tratamento vai depender principalmente da causa do problema, não sendo possível descrever uma única metodologia terapêutica sem conhecimento prévio do quadro do paciente. Mas, de uma maneira geral,  em alguns casos pode ser recomendado o uso de anti-inflamatórios e antibióticos para o tratamento. A limpeza regular do pênis do cachorro também é fundamental para garantir a boa recuperação do cãozinho - a higienização deve ser feita com soro fisiológico ou água.

Em casos mais graves, porém, o veterinário também pode indicar procedimentos mais invasivos para tratar a balanopostite canina, como cirurgias. “Dependendo da causa - como alguns traumas -, a cirurgia pode ser um dos tratamentos disponíveis”. A retirada do pênis, inclusive, geralmente é algo que preocupa muitos tutores, mas isso depende do nível da infecção: no caso de morte das células e tecidos, pode ser necessária a retirada do órgão.

Por fim, também é importante evitar o contato direto do cachorro com a região que está sendo tratada - seja com medicamentos ou depois de uma cirurgia -, ou isso pode atrasar a recuperação do cachorro ou até agravar o quadro. O uso de colar elizabetano é muito importante para evitar que esse tipo de situação aconteça.

A castração de cachorro pode ajudar a prevenir a balanopostite canina?

Como muitos sabem, a castração de cachorro é um procedimento que vai muito além de evitar a gravidez, pois também é uma forma de cuidado com a saúde do animal. Dentre os vários benefícios da castração, podemos destacar a prevenção de uma série de doenças, como o câncer de testículo ou problemas na próstata. Além disso, as chances de balanopostite canina são reduzidas, e por isso essa acaba sendo uma medida preventiva contra a doença. 

Além disso, a médica veterinária também destaca outras atitudes que podem ser adotadas na prevenção da balanopostite em cães: “O animal deve ser mantido em um ambiente limpo e ficar atento a qualquer alteração de comportamento. Caso observe mudanças, é importante levar o cachorro ao veterinário assim que possível”.

Redação: Juliana Melo

Gato

Gato solta pum? Descubra se é normal os felinos terem gases ou não e o que fazer

Você já se perguntou se o gato solta pum igual os humanos? Por mais estranho que pareça, essa é uma dúvida que pode surgir quando se...

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Gato

Gato se lambendo muito: esses são os motivos mais comuns para a lambedura excessiva, segundo os especialistas

É muito comum ver um gato se lambendo no dia a dia para se limpar. Isso faz parte da rotina de higiene deles. A língua desses animai...

Cachorro

"Tapete de lamber": esse brinquedo interativo para cachorro ajuda a reduzir ansiedade, tédio e estresse. Veja como funciona!

Um brinquedo interativo para cachorro que vem conquistando cada vez mais pais de pet é o tapete de lamber. Se você nunca ouviu falar...

Gato

Gato solta pum? Descubra se é normal os felinos terem gases ou não e o que fazer

Você já se perguntou se o gato solta pum igual os humanos? Por mais estranho que pareça, essa é uma dúvida que pode surgir quando se...

Cachorro

Como medir cachorro para comprar coleira, roupas, camas e outros acessórios: veja o guia e nunca mais erre!

Saber como medir cachorro corretamente pode ajudar você na hora de comprar diversos acessórios para o seu pet. Coleira para cachorro...

Gato

Gato se lambendo muito: esses são os motivos mais comuns para a lambedura excessiva, segundo os especialistas

É muito comum ver um gato se lambendo no dia a dia para se limpar. Isso faz parte da rotina de higiene deles. A língua desses animai...

Cuidados

Como fazer o gato beber mais água: essas são as 6 dicas dadas por um veterinário para aumentar a hidratação do pet

Saber como fazer o gato beber água é uma das grandes preocupações entre os tutores. Isso porque é da natureza dos felinos não se hid...

Ver todas