Vacina

Vacina para cachorro: quais doenças a v10 previne?

  Vacinas para cachorro: a v10 é uma das principais imunizações que seu amigo deve tomar anualmente
Vacinas para cachorro: a v10 é uma das principais imunizações que seu amigo deve tomar anualmente

Assim como as pessoas, os cachorros também precisam de um esquema de vacinação completo, fundamental na prevenção de diversas doenças. Afinal, os anticorpos adquiridos durante a amamentação não vão durar para sempre. A vacina v10 é uma das principais formas de prevenção e pode ser considerada uma das grandes aliadas dos doguinhos! Você sabe para que ela serve e como ela funciona? Tire todas as suas dúvidas a seguir e confira mais detalhes sobre a v10!

O que é a v10? Entenda como a vacina de cachorro funciona!

Também conhecida como décupla, a vacina v10 é uma das principais formas de imunização necessárias para garantir a saúde do seu cachorro. Embora previna apenas sete doenças, a vacina recebe esse nome porque conta com 10 antígenos vacinais de 10 vírus distintos em sua composição. O grande diferencial da v10 é a possibilidade de preservar ao máximo o seu bichinho. Afinal, em vez de encarar dez picadas diferentes, o cão pode amenizar esse momento de estresse e se proteger contra diversas enfermidades de uma vez só. Os bichinhos agradecem!

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
      A vacina v10 protege o cachorro de sete doenças, incluindo parvovirose e cinomose
    A vacina v10 protege o cachorro de sete doenças, incluindo parvovirose e cinomose

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Confira as doenças prevenidas pela vacina v10 e saiba as particularidades de cada uma 

    - Cinomose: é uma doença infectocontagiosa causada por um vírus e, inicialmente, pode provocar diarreia, vômito e falta de apetite. Em casos mais graves, a cinomose pode acarretar pneumonia e atingir o sistema neurológico, causando convulsões, tiques e espasmos no animal.  

    - Parvovirose: gerada por um vírus muito resistente chamado parvovírus canino, a parvovirose é o terror dos filhotinhos não vacinados. A doença causa sintomas como crises de diarreia e vômito intenso, às vezes com perda de sangue. Além disso, a parvovirose destrói a camada interna do intestino e faz com que os animais sofram desidratação.  

    - Coronavirose: conhecida por ocasionar uma diarreia com coloração alaranjada e sem odor fétido. Além disso, a doença também causa vômito, perda de apetite, lacrimejamento, febre e letargia.  

    - Adenovirose: a doença causada pelo adenovírus tipo 1 é responsável por provocar um quadro de hepatite infeccioso no cachorro. Já a enfermidade gerada pelo vírus do tipo 2 costuma causar infecções respiratórias no animal.  

    - Parainfluenza: essa doença é altamente contagiosa e acontece com mais frequência em animais que vivem em grupo. A parainfluenza canina causa problemas respiratórios e pode ser ainda mais cruel em filhotes ou cachorros debilitados.  

    - Hepatite infecciosa canina: causada pelo adenovírus canino tipo 1, a hepatite infecciosa canina pode ser transmitida até mesmo pela saliva e mucosa nasal do cachorro. A doença conta com sintomas como vômito, diarreia, aspecto amarelado na pele, na mucosa da boca e nos olhos.  

    - 4 tipos de leptospirose: a doença, que é facilmente disseminada entre animais e pessoas, causa diarreia, vômito, emagrecimento excessivo e urina escura. A enfermidade ataca o fígado e os rins e pode provocar lesões bastante sérias no cachorro infectado.  

     

      A vacina v10 deve ser aplicada no cachorro ainda filhote
    A vacina v10 deve ser aplicada no cachorro ainda filhote

    Vacina para cachorro filhote: quando aplicar a vacina v10? 

    Os filhotinhos de cachorro recebem uma boa carga de anticorpos prontos durante a amamentação. Porém, como nem tudo são flores, essa ajuda da natureza vai perdendo a eficácia com o passar das semanas. Para que o bichinho não fique exposto a doenças, a melhor coisa a se fazer é dar início à vacinação. 

    A partir dos 42 dias de idade, o pet já pode receber a primeira aplicação da v10. A vacina é composta por três doses, com um intervalo de 21 dias entre uma e outra. O reforço da prevenção deve ser feito uma vez por ano em cães adultos. É muito importante estar atento a esses prazos, viu? A imunização completa deve ser feita dentro do período recomendado para que não haja riscos à saúde do seu dog.  

    Uma boa dica é, se possível, vacinar o animal em casa mesmo. Os cachorros se sentem mais seguros quando estão no próprio território e, de quebra, pertinho dos tutores. Fora que, para um cão que ainda não passou pela vacinação, sair de um ambiente controlado pode ser perigoso. A vacina deve ser aplicada por um veterinário somente após um cuidadoso exame clínico. Desta forma, o profissional poderá garantir que o cachorro está sadio e já vermifugado.

    A vacina v10 tem efeitos colaterais?

    A competência imunológica do cachorro pode influenciar a resposta à vacinação. Os efeitos colaterais não são muito comuns, mas podem se manifestar. Os mais frequentes são: febre, inchaço na região da aplicação e sensação de desânimo. Não se desespere se o bichinho sentir dor no local durante 24 horas (ou um pouquinho mais), ardência, polidipsia (sede excessiva) e letargia. Isso é normal e pode ocorrer!  

     

    Redação: Doris Marinho

     

    Botulismo em cães: saiba tudo sobre a doença

    Próxima matéria

    Botulismo em cães: saiba tudo sobre a doença

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?
    Ração

    Ração para cachorro: quais os erros mais comuns na hora de alimentar um cãozinho?

    É normal cometer alguns erros quando se trata da alimentação do cachorro, principalmente no caso de quem nunca teve um bichinho de estimação antes. Com o tempo e as orientações do veterinário, o tutor geralmente aprende o que o cão pode ou não pode comer, qual melhor ração para cachorro e a quantidade certa de comida que deve ser oferecida para o pet no dia a dia. O perigo é quando esses erros continuam acontecendo, porque isso pode acabar prejudicando a saúde do cachorro futuramente.

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?
    Saúde

    Quais as doenças genéticas de cachorro mais comuns?

    Uma das melhores coisas para os pais e mães de pet é ver seus filhos de quatro patas fortes e saudáveis. Contudo, às vezes mesmo com todos os cuidados necessários para cuidar da saúde do animal, o cachorro pode acabar adoecendo, e, em alguns casos, o principal motivo para isso é a herança genética. Como muitos sabem, algumas raças de cachorro são mais predispostas para o desenvolvimento de certas doenças e, por isso, é preciso ter um cuidado redobrado com esses cães. A seguir, reunimos as doenças genéticas de cachorro consideradas mais comuns e quais as principais raças que são afetadas por elas.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Ver Todas >

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?
    Saúde animal

    Idade dos gatos: quais as doenças mais comuns em cada fase?

    A contagem da idade dos gatos é bem diferente do que a gente imagina: depois de completar um ano, o felino já atinge a fase adulta. O que poucas pessoas sabem é que algumas doenças de gato são mais comuns quando o animal é filhote, e outras são mais frequentes quando ele é adulto ou idoso. Por isso, depois de adotar um pet, é fundamental ficar atento a saúde do gato e saber quais patologias são mais comuns em cada fase de vida.

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?
    Saúde animal

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    A coleira antipulgas para cachorro tem se tornado uma das formas mais procuradas por tutores para acabar com infestações no cãozinho. Só quem já teve um bichinho que sofreu com pulgas e carrapatos sabe como é muito importante cuidar para que isso não aconteça mais e tratar da maneira mais rápida possível. Com cada vez mais gente apostando na coleira para cachorro antipulgas e carrapatos, é importante saber como exatamente ela funciona e quais cuidados precisam ser tomados para que ela cumpra sua função da melhor forma possível.

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?
    Saúde animal

    Quais doenças de cachorro são mais comuns no inverno?

    Não são só os humanos que ficam mais propensos a ficar doentes no inverno. Algumas doenças de cachorro também são mais frequentes e intensas durante a época mais fria do ano. Isso acontece porque as defesas do organismo tendem a cair com as temperaturas mais baixas. Portanto, é importante manter seu cãozinho agasalhado e sempre com as vacinas em dia. Os problemas mais comuns são aquelas que acometem o sistema respiratório, mas cachorros com problemas nas articulações também sofrem.

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos
    Saúde animal

    Pneumonia felina: entenda como a doença se manifesta nos gatos

    Assim como nos humanos, a pneumonia em gatos é uma doença bastante comum e pode surgir como uma consequência de gripes comuns. O problema ocorre quando há uma infecção no pulmão, e pode ter causas associadas a fatores externos ou internos. O tratamento precisa ser imediato, pois é uma doença que evolui rapidamente e pode até levar a óbito. O Patas da Casa reuniu informações essenciais para entender como a pneumonia felina se manifesta.

    Ver Todas >