Alimentação animal

Troca de ração de cachorro: passo a passo de como substituir sem traumas

Publicado - 08 Agosto 2022 - 16h01

Atualizado - 22 Maio 2024 - 14h11

São muitas as situações em que a troca da ração de cachorro é necessária. No início da vida, o pet come a ração para filhote de cachorro, rica em nutrientes essenciais para o desenvolvimento sadio do animal. Depois, precisa mudar a ração para a versão adulta. Ao ficar mais velho, é a vez da ração para cachorro idoso, que previne problemas de saúde típicos da idade. Além disso, a troca de ração pode ser recomendada também por problemas de saúde. A ração renal, por exemplo, é fundamental para cães com problemas nos rins. Às vezes, o tutor também precisa dessa mudança por questões financeiras, sendo necessário investir em uma ração de cachorro mais barata ou mais cara.

Alguns tutores, porém, sofrem com esse processo pois, logo após a troca, alguns cães deixam de comer. Muitas pessoas até mesmo pensam que mudar a ração do cachorro faz mal, mas não é bem assim. O problema normalmente não está na ração de cachorro em si, mas em como a troca foi feita. A mudança brusca não é boa para o animal, pois pode deixá-lo doente e estressado, levando assim aos casos em que cachorro não quer comer ração. Para te ajudar, o Patas da Casa preparou um passo a passo de como fazer a troca da ração de cachorro de maneira saudável. Confira!

Passo 1) Converse com o veterinário antes de trocar ração de cachorro

 

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Jovem veterinária fazendo carinho em cachorro dourado e branco em consultório médico
Para saber quando mudar a ração do cachorro e como fazer a troca do jeito certo, converse com um especialista

 

Trocar a ração de cachorro é fundamental em certos momentos, mas atenção: não faça isso sem conversar com um veterinário antes. Apenas o profissional sabe quando mudar a ração do cachorro e qual deve ser implementada sem trazer problemas à saúde do animal. Um dos maiores erros dos tutores é justamente trocar a alimentação do nada sem avaliar antes se é mesmo necessário e como fazer da forma correta. 

Muitas vezes, o tutor pensa que a ração para filhote de cachorro já pode ser excluída quando, na verdade, ainda é necessária. Ou então, demora a oferecer a ração para cachorro idoso quando ele já está nessa fase da vida e precisa de certos nutrientes que só esse tipo de alimento pode fornecer. Nos casos em que o tutor precisa trocar de ração por questões financeiras, o aconselhamento veterinário também não pode faltar. Ter esse apoio profissional evita problemas após a mudança.

Passo 2) Adicione 25% da ração de cachorro nova na ração antiga, aumentando gradativamente

 

Pessoa segurando pote cheio de ração enquanto cachorro branco com manchas marrons come
A troca de ração deve ser feita aos poucos para que o animal se acostume

 

Trocar a ração de cachorro não é algo feito de um dia para o outro. Pelo contrário: você precisará de ao menos uma semana para concluir o processo com eficiência. 

  • Nos dois primeiros dias da mudança da dieta, coloque 25% da ração de cachorro nova misturada à ração antiga. Dessa forma, o animal já vai sentir um pouquinho da diferença, mas nem vai ligar tanto pois vai estar mascarado;

  • No 3º e no 4º dia, você já pode colocar 50% da ração nova misturada com a antiga;

  • Já no 5º e no 6º dia, a ração de cachorro já tomará 75% do comedouro, contra 25% da antiga. 

Vale ressaltar que essas medidas são variáveis. Isso significa que se você vir que o cachorro não quer comer ração durante esse processo, volte atrás e diminua a concentração de ração nova, adicionando mais apenas quando perceber que o animal já está aceitando melhor. 

Passo 3) Por volta do 7º dia, faça a troca completa da ração do cachorro

 

Cachorro marrom escuro comendo em pote verde escuro com suporte de madeira
A ração de cachorro nova já não vai ser mais tão estranha a partir do 7º dia

 

Quando chegar no 7º dia dessa troca de ração gradual, você já pode 100% da ração de cachorro nova no potinho! Com esse cuidado, o animal vai se acostumando com o sabor aos poucos até chegar nesse momento em que a ração nova não será uma novidade abrupta. A ideia de que mudar a ração do cachorro faz mal não está correta. Seguindo esses cuidados, o cãozinho vai se adaptar sem estranhar e sem deixar de comer durante e após o processo. 

Lembre-se sempre que a troca de ração pode levar mais tempo. Portanto, não se desespere se após uma semana você ainda não conseguir colocar 100% de ração nova no potinho. Vá fazendo essa troca com paciência e determinação até chegar ao resultado esperado. 

Passo 4) Se o cachorro não quer comer ração nova de jeito nenhum, fique alerta

 

Cão preto deitado no chão ao lado de potes de comida e água cheios
Quando o cachorro não quer comer, pode ser que ele esteja com algum problema de saúde

 

O que fazer quando o cachorro não quer comer mesmo depois de seguir todos os passos? Antes de tudo, é importante entender por que isso está acontecendo. Às vezes, a ração de cachorro nova realmente não agradou o animal, talvez por sabor, consistência ou cheiro. Por isso, tente fazer toda a troca de ração novamente, mas tentando um novo tipo. Outra dica do que fazer quando o cachorro não quer comer após a troca da ração é verificar se o comedouro está adequado. Cheque se ele está em um local acessível e livre de odores (não coloque o pote perto do banheirinho, por exemplo) e confira se a altura está correta.

Se o cachorro não quiser comer ração mesmo depois de escolher outra opção e com o comedouro adequado, é importante ficar de olho em outros sinais. A falta de apetite é sintoma de diversas doenças que podem afetar a saúde do cachorro. Verifique se o animal está apático, triste, com diarreia, vômito, dores e febre. Se perceber esses sinais, leve-o imediatamente a um veterinário para realização de exames.

Redação: Maria Luísa Pimenta 

Edição: Luana Lopes

Cachorro

"Hachiko - Para Sempre": novo filme inspirado na comovente história do leal cachorro japonês chega aos cinemas

Se você é uma daquelas pessoas que amam um bom filme de cachorro, temos uma boa notícia: um novo longa-metragem chegou aos cinemas n...

Cachorro

O Chow Chow é perigoso e hostil? Saiba o que é mito e o que é verdade sobre a personalidade da raça de cachorro

O Chow Chow é um cachorro de porte médio, super peludo e conhecido por ter a língua azul. A raça, de origem chinesa, conquista muito...

Cachorro

Samoieda: saiba como ter um cachorro da raça russa e outras curiosidades sobre a convivência com esse pet

O Samoieda é um dos cachorros mais bonitos que existem! Com uma pelagem branquinha e uma fisionomia que lembra bastante um lobo, a r...

Cachorro

Dogo Argentino: 10 curiosidades para conhecer o cachorro parecido com Pitbull

O Dogo Argentino é um cachorro grande e imponente. Em um primeiro momento, ele pode até assustar quem não conhece, principalmente po...

Adoção

8 características do Gato de Pelo Curto Inglês (British Shorthair)

Você conhece o gato de Pelo Curto Inglês? Esse é um felino bastante apreciado por gateiros no geral, principalmente por conta da sua...

Cuidados

Quantos anos vive um gato? 5 perguntas e respostas sobre a idade dos gatos

Uma pergunta que, mais cedo ou mais tarde, todo tutor faz é: quantos anos vive um gato? E a verdade é que se o pet receber todos os ...

Cachorro

"Hachiko - Para Sempre": novo filme inspirado na comovente história do leal cachorro japonês chega aos cinemas

Se você é uma daquelas pessoas que amam um bom filme de cachorro, temos uma boa notícia: um novo longa-metragem chegou aos cinemas n...

Comportamento

Filme para assistir com meu gato: 11 filmes protagonizados por gatinhos para ver acompanhado do seu pet

Quem precisa de uma noite badalada quando você pode aproveitar o momento para assistir filmes do lado do seu bichinho de estimação, ...

Ver todas