close
Vacina

Tosse dos canis: entenda como funciona a vacina de gripe para cachorro

Atualizado · 07 de abril de 2022 · 17h50

Publicado · 07/04/2022 · 17h50

  A vacina de gripe para cachorro é a principal forma de prevenção  da doença
A vacina de gripe para cachorro é a principal forma de prevenção da doença

O cachorro gripado é algo que pode ocorrer, principalmente quando a temperatura esfria com a chegada do outono e inverno. Os problemas respiratórios resultam no cachorro espirrando ou tossindo. Apesar de não ser transmissível para humanos, a Doença Respiratória Infecciosa Canina (DRIC), também conhecida como gripe canina ou tosse dos canis, é uma infecção viral altamente contagiosa que atinge cães domésticos e afeta principalmente o trato respiratório superior. A principal forma de prevenção contra a doença é a vacina de gripe para cachorro e existem 3 variações do fármaco que oferecem proteção contra os vírus causadores da doença. Já vacinou seu doguinho? Reunimos tudo o que você precisa saber sobre a vacina para cachorro contra a gripe canina!

Como a gripe canina é transmitida?

A gripe em cachorro é comumente causada pelo vírus da gripe Influenza A, mas também pode ser ocasionada por outros dois agentes: Vírus da parainfluenza canina, Adenovírus canino tipo 2 e Herpesvírus canino. A patologia é transmitida por gotículas aerossóis contendo secreções respiratórias da tosse do cachorro, espirros e até latidos. Cachorros saudáveis em contato próximo com outros animais infectados em locais públicos, como o parque de cachorro, correm maior risco de serem infectados.

A gripe canina também pode ser transmitida indiretamente por meio de objetos (brinquedos, potes de comida e água e coleiras, por exemplo) ou pessoas que estiveram em contato com cães infectados. É importante limpar e desinfetar objetos que estiveram em contato com um cão infectado para evitar a exposição de outros cães ao vírus. Da mesma forma, a pessoa que esteve em contato com um cão infectado deve lavar as mãos e limpar as roupas para evitar a propagação do vírus.

Como sei se preciso vacinar meu cachorro com a vacina de gripe canina?

A gripe canina é uma doença transmissível pelo contato de um animal contaminado com outro saudável. Se o seu cachorro tem contato frequente com outros doguinhos, ele provavelmente está vulnerável à contaminação pelos vírus causadores da doença e, consequentemente, necessita ser imunizado para evitar ser infectado. Se você costuma levar seu cãozinho para passear em parques para doguinhos, deixa que ele passeie com um passeador de cachorros que leva vários animais juntos, hospedar ele em hotéis para cachorros ou até tem o costume de levá-lo ao pet shop para tomar banho com frequência, é indicado vacinar seu peludo.

Cachorros que são muito expostos ao convívio de outros cães precisam de mais cuidados com relação à prevenção contra a gripe, e a vacina de cachorro é a forma mais eficiente de proteger os peludos.

Como a vacina contra gripe canina funciona?

A vacina contra a gripe canina tem o objetivo de estimular o organismo do cãozinho a produzir anticorpos sem ele ter sido contaminado pelo vírus, para fortalecer o mecanismo de defesa do sistema imunológico contra o agente infeccioso. No caso específico das vacinas contra a gripe canina, que são feitas com o vírus inativo, o objetivo delas é fazer com que o organismo do cãozinho esteja preparado para combater os vírus causadores da doença. Com a aplicação da vacina, o corpo cria uma memória imunológica, que é a produção antecipada de anticorpos específicos para o antígeno viral, que irão reconhecer o agente rapidamente em caso de infecção e combatê-la de forma muito mais rápida e eficiente.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
      Existem 3 tipos de vacina para gripe em cachorro: injetável, oral e intranasal
    Existem 3 tipos de vacina para gripe em cachorro: injetável, oral e intranasal

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Conheça os tipos de vacina de gripe para cachorro

    Atualmente, existem três tipos de vacina de cachorro contra a gripe canina: a injetável, a intranasal e a vacina oral. Todas as variedades do fármaco são bastante eficazes e podem ser administradas em cachorros de todas as idades dentro da faixa etária vacinal, mas quem deve indicar a melhor opção é o veterinário. Veja como cada uma funciona:

    Vacina contra gripe canina injetável

    A vacina injetável é o tipo mais comum, sendo injetada diretamente no tecido do animal. À princípio, ela possui duas doses no primeiro ano de vacinação,  intervalo de 15 a 21 dias entre as doses, e deve ter reforços anuais ao longo da vida do cãozinho. Os doguinhos devem receber a primeira vacina da gripe enquanto ainda são filhotes, com cerca de 3 meses de idade. 

    Vacina de gripe canina intranasal

    A versão intranasal da vacina é aplicada diretamente no nariz dos doguinhos. Ela pode prevenir até três tipos de agentes respiratórios e conta com apenas uma dose e, assim como a injetável, necessita de reforço anual.

    Vacina oral contra gripe em cachorros

    A vacina oral contra a gripe canina foi lançada recentemente e ainda é uma novidade da medicina veterinária. Por ser administrada via oral, ela é de fácil aplicação e muito eficaz pois reduz a  ocorrência, intensidade, frequência e duração dos sintomas da gripe em cachorros.A primeira dose é aplicada uma vez só e requer reforços anuais. A idade mínima para a vacinação é de 8 semanas de vida.

    A vacina contra a gripe canina é eficaz?

    A vacina da gripe canina é eficiente, mas, assim como qualquer imunizante, não garante que o seu cachorro vai estar completamente imune à doença. Ela reduz as chances de contágio e evita que o doguinho desenvolva sintomas graves da gripe. Além disso, fique atento a um detalhe sobre a vacinação de cachorro: pode demorar de 7 a 15 dias para fazer efeito. Esse é o tempo que o organismo do animal leva para reconhecer as substâncias e produzir anticorpos contra o vírus causador da doença. Nesse meio tempo, o animal ainda está suscetível a ser infectado e desenvolver a doença, mesmo que de forma branda. Por isso, é importante mantê-lo afastado dos outros cães durante esse período, evitando inclusive os passeios na rua.

    Em quais casos o cachorro não pode receber a vacina contra gripe canina?

    A  vacina de gripe canina é segura para a maioria dos cachorros, mas, em alguns casos, ela pode ser contraindicada. Geralmente, essa contraindicação é momentânea, como em casos de vacinar cachorro filhote abaixo da faixa etária de imunização, cães que estão com a imunidade muito baixa ou que possuam alergia a algum componente da fórmula, cachorros gripados ou que tiveram a doença recentemente ou que apresentem alguma condição específica, como doenças crônicas ou um quadro de imunossupressão grave. O veterinário deverá indicar a recomendação específica para o caso de cada animal e decidir se a imunização deve ser realizada ou não.  

      A vacina de gripe canina pode ser administrada quando o cão ainda é filhote
    A vacina de gripe canina pode ser administrada quando o cão ainda é filhote

    Efeitos colaterais da vacina de gripe canina

    Assim como qualquer medicamento, a vacina para gripe canina pode causar efeitos colaterais dos doguinhos. Na maioria das vezes, os cachorros não demonstram sentir nenhum tipo de sintoma após receberem a vacina, mas pode acontecer em alguns casos. Os sintomas mais comuns entre os peludos são o inchaço no local da aplicação da injeção, porque o líquido do fármaco ainda está presente na região, causando irritação na área. Além disso, os cãezinhos também podem ficar mais sonolentos e molinhos por algumas horas. A perda de apetite, aumento da temperatura corporal e dores no corpo também podem ocorrer após a aplicação da vacina e são considerados comuns.

    Caso estes sintomas persistam ou o animal tenha outras reações mais graves e incomuns, como coceira intensa, edema, vômito, diarreia, salivação excessiva, tremores e falta de ar, procure a orientação do veterinário com urgência. 

    Estes sintomas agudos podem indicar que algo não está bem com o cachorrinho e ele pode estar apresentando uma reação alérgica grave aos componentes da vacina. Para garantir que seu cachorro não tenha nenhum problema em relação à vacina, é importante realizar um hemograma completo antes de receber o imunizante. Desta forma, o veterinário poderá avaliar o estado de saúde do animal e verificar se o peludo está com a imunidade alta e preparado para combater o agente infeccioso. 

    Como cuidar do seu cãozinho após a vacinação contra gripe canina?

    Os sintomas leves podem ser comuns logo após a vacinação, mas devem receber alguns cuidados para aliviar o incômodo do animal. Caso o seu doguinho demonstre alguma reação após receber a vacina, é importante tomar alguns cuidados:

    - Evite tocar o local da aplicação, que pode estar dolorido e o manuseamento pode piorar a dor do bichinho;

    - Evite pegar seu cachorro no colo, deixe-o quietinho no canto dele; 

    - Caso o veterinário tenha liberado, dê analgésicos e antitérmicos em caso de dor e febre;

    - Deixe o cãozinho descansar e dormir para se recuperar;

    - Ofereça água fresca e deixe comida à disposição;

    - Fique atento aos sintomas e, em caso de dúvidas, contate seu veterinário de confiança.

    Ainda é preciso ter cuidados de prevenção contra a gripe canina mesmo após a vacinação?

    O imunizante contra a tosse dos canis faz parte da lista de vacinas não obrigatórias. Como a vacina não garante que o seu cachorro está completamente imune ao vírus, isso significa que ele ainda corre o risco, mesmo que pequeno, de ser infectado. Por isso, é preciso ainda seguir os protocolos de cuidado para evitar que o seu cãozinho pegue a doença: mantenha-o sempre bem nutrido e hidratado para fortalecer o sistema imunológico, leve-o regularmente ao veterinário, evite o compartilhamento de pote de água e comida com cachorros desconhecidos, tenha cautela ao levar o doguinho a lugares com muitos cachorros e, durante o inverno, proteja-o do frio. Lembre-se que a vacina é essencial mas, ainda assim, é preciso prevenir a infecção no dia a dia.

    Redação: Fernanda Orrico

    Edição: Luana Lopes

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana
    Grandes

    Cane Corso: tudo que você precisa saber sobre a raça de cachorro gigante de origem italiana

    Um dos cãezinhos mais surpreendentes é o Cane Corso. Embora ele não seja tão popular quanto outras raças de cachorro grande, como o Labrador e o Golden Retriever, o Cane Corso é dono de um enorme coração e tem uma personalidade incrível. Algumas pessoas podem até se intimidar com o tamanho e a postura imponente do doguinho, mas só quem convive com um Cane Corso sabe como estes cães são adoráveis e carinhosos.

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença
    Saúde

    Gripe canina, tosse canina ou tosse dos canis: conheça mais sobre as causas, sintomas e tratamento da doença

    Em algumas regiões do país, dizer que alguém está com "tosse de cachorro" é sinal de que a pessoa está com tosse seca, geralmente provocada por alguma irritação na garganta. O que muita gente não sabe é que, no mundo dos animais, o cachorro com tosse muitas vezes está doente — e a condição dele é bem parecida com algo comum para humanos: a gripe. Geralmente, a gripe canina (também conhecida como tosse canina ou tosse dos canis) é uma doença leve, mas se não for tratada pode virar algo mais sério. 

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?
    Passeio

    Hotel pet friendly: como funcionam as hospedagens que aceitam cachorros?

    Viajar com cachorro é uma experiência incrível, mas que precisa de atenção. O primeiro passo é procurar por um hotel pet friendly - isto é, um hotel ou pousada que aceita animais de estimação - para que tudo seja perfeito. Existe hotel que aceita cachorro, mas que tem algumas limitações como quantidade de pets por quarto e que tem restrições quanto ao porte do animal (a maioria costuma aceitar apenas animais pequenos ou, no máximo, de porte médio). No entanto, também existem hotéis totalmente pet friendly que são praticamente o paraíso na terra para os nossos amiguinhos de quatro patas.

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão
    Cuidados

    Creche para cachorro: entenda o serviço, quando é necessário e quais são os benefícios para o seu cão

    Os cães são animais que, na maior parte do tempo, não gostam de ficar sozinhos - afinal, antes de serem domesticados, eles viviam livres em matilhas. Com a vida urbana, muitos cães acabam não recebendo os estímulos adequados para gastar energia e socializar com outros animais e pessoas. Para auxiliar a vida do tutor, que nem sempre consegue estar perto de seu pet durante o dia, existem muitas alternativas. Uma delas é a creche para cachorro: uma acomodação diária em que você pode deixar seu amigo em um lugar totalmente adaptado para cães.

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >