Comportamento animal

Repelente para cachorro funciona? Saiba como agem os produtos que impedem que seu cachorro morda os móveis

Publicado - 16 Outubro 2019 - 15h49

Atualizado - 19 Abril 2024 - 13h50

Muitas vezes, a adoção de um cachorrinho filhote vem acompanhada de alguns móveis e objetos destruídos. Isso ocorre pelo excesso de energia, vontade de desbravar o mundo, troca de dentes ou mesmo pela falta de estímulos contra o tédio. Existem muitas maneiras de lidar com esse problema, mas algumas alternativas para impedir esse comportamento podem funcionar. É o caso repelente para cachorro. É uma composição própria, vendida em pet shops no formato de um borrifador. O cheiro mais forte impede que os cães destruam objetos “proibidos”. Algumas versões do repelente podem até ajudar na tarefa de educar o animal para fazer xixi no lugar certo. Conheça mais sobre esses produtos e a indicação de uso!

Repelente para cachorro: olfato aguçado dos caninos ajuda no treinamento

Cachorros são animais com uma capacidade olfativa poderosa: podem sentir cheiros à distância e identificar até mesmo qual foi o cachorro que passou por aquele lugar antes dele. Com as doenças gradativas da idade, os cães podem ter a visão e a audição comprometidas, mas nunca o olfato, já reparou isso? Antes de fazer xixi, por exemplo, os cães costumam cheirar o local onde há a poça e, dependendo do que ali entendem, marcam por cima ou não. A mesma coisa acontece na hora de conhecer outro cãozinho: eles cheiram o bumbum um dos outros, pois o ânus canino libera um odor específico que faz com que eles saibam quem é aquele animal que está diante deles.

Os repelentes em spray possuem um cheiro forte e um gosto meio desagradável. Por isso, os cães não ficam perto da área em que esse odor se concentra, pois incomoda suas narinas.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

 

Repelente para cachorro não destruir tudo que vê pela frente

Geralmente, ao crescer e se tornar adulto, o cão deixa para trás a mania de morder os móveis. Quando filhote, os dentinhos costumam incomodar muito e morder as coisas pode aliviar a sensação de incômodo. Então, na falta de objetos próprios para isso, o filhote vai procurar qualquer coisa pra destruir, e nisso se vão móveis, chinelos, carregadores, entre outras coisas. Se quando adulto o cão insistir nesse comportamento, é necessário avaliar se ele está tendo as suas necessidades assistidas. É importante ter uma rotina de passeios, investir em brinquedos e mordedores para garantir o enriquecimento do ambiente e trabalhar a ansiedade canina da melhor forma. 

O repelente precisa ser aplicado diariamente - às vezes, até mais de uma vez ao dia. Somente com a aplicação eficaz e diária é que o produto realmente vai servir para o seu propósito. Aplicando o spray todos os dias, uma hora o cão vai associar que aquele local não tem um cheiro confortável e eventualmente se afastará. Não precisa se preocupar com a saúde do cãozinho: o repelente não é tóxico e, apesar do cheiro, não vai causar nenhum dano ao animal. 

 

Tutor agachado na altura de cão acariciando-o dentro de uma cozinha
O uso do repelente para cachorro não causa nenhum dano à saúde do animal, apenas evita que ele morda ou marque o local onde foi aplicado o produto

 

Repelente para cachorro não fazer xixi no lugar errado

Outra função do repelente é educar o cãozinho na hora de acertar o lugar do xixi e cocô. Algumas opções do produto são específicas para esse treinamento. Além do repelente que é aplicado nas áreas “proibidas” para as necessidades, existem opções em spray que podem ser colocados exatamente no lugar delimitado para ser o banheiro do cachorro - o cheiro atrai os cães para aquele local. 

Receitas de repelente caseiro para cachorro

Muitos donos não podem pagar o preço de um repelente próprio para evitar a destruição de móveis ou impedir que o cão faça xixi no lugar errado. Por sorte, existem muitas alternativas para esse produto, com itens encontrados em supermercados e que podem ter um preço bem mais em conta. O segredo é investir em cheiros fortes, que podem incomodar o olfato do cão, mas sem causar nenhum problema a sua saúde. Lembre-se que nenhum spray pode funcionar para sempre: em casos onde o comportamento persiste, pode ser necessário procurar ajuda profissional. Veja 3 receitas de repelente caseiro para cachorro não roer móveis e nem fazer xixi no lugar errado!

 

Tutora acaricia e acalma cachorro no meio de sala de estar
Receitas de repelente caseiro para cachorro são uma boa opção para mantê-los longe dos móveis

 

Repelente feito com álcool, cânfora e citronela

Uma boa receita caseira de repelente que não agride o animal é uma composta por álcool, citronela e cânfora. Basta misturar todos os ingredientes em um recipiente e colocar no borrifador para aplicar nos móveis e objetos. Você vai precisar de:

  • 1 litro de álcool de cereais, que pode ser encontrado no mercado mesmo;

  • 100ml de essência de citronela - você encontra em mercados ou lojas de departamento;

  • 2 colheres de sopa de pasta de cânfora, vendido em farmácias.

Cães não gostam de cheiros cítricos

Cães não costumam gostar de cheiros cítricos e o uso de limão e laranja também pode ajudar a repelir esses comportamentos indesejados: basta retirar o suco das frutas, diluir com água e borrifar nos locais onde o cão não deve ir.  

Receita com vinagre e cânfora

A receita caseira à base de vinagre também funciona. Basta colocar 15 pedrinhas de cânfora em 200ml de vinagre de álcool e esperar que dissolvam. Após isso, acrescente 400 ml de álcool e coloque tudo em um borrifador. Aplique onde seu cão não deve urinar ou destruir. 

Repelente para cachorro: ingredientes não recomendados

Na hora de fazer uma receita de repelente caseiro é importante usar apenas ingredientes que não oferecem riscos ao animal. Pimenta é um exemplo: apesar de ainda ser usado por alguns donos, o condimento (em suas variadas formas) podem incomodar bastante as mucosas dos cachorros caso seja ingerido ou aspirado. É bom evitar também os produtos com amônia: estudos divergem se o composto repele os cães pelo cheiro forte ou se, por se assemelhar ao cheiro de urina, os incentiva a urinar ainda mais nos locais. De toda forma, é melhor manter distância desses produtos pela sua saúde do seu pet!

Redação: Julia Cruz

Saúde

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Comportamento

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Saúde

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Alimentação

Veja o motivo desta comida ser considerada a pior de todas para a saúde do seu cachorro

Nem tudo que a gente come é liberado para os cães. Alguns alimentos, inclusive, são considerados bastante tóxicos e prejudiciais par...

Saúde

Faz mal dar calmante para cachorro? O vet do meu cãozinho disse que somente nessas situações é recomendado o uso

Você já se perguntou em algum momento se pode dar calmante para cachorro? Tem tutores que procuram o medicamento para lidar com o co...

Comportamento

Gato não acredita no que vê quando percebe que seus humanos arrumaram um jeito de vigiar sua intimidade

A câmera para monitorar pet é um ótimo investimento para os tutores que passam muito tempo fora de casa, mas estão sempre preocupado...

Cuidados

Por que os gatos saem correndo depois de usar a caixa de areia? Um dos motivos pode ter a ver com instinto selvagem

Bastante higiênicos, os felinos se acostumam desde cedo a usar a caixa de areia para gatos. Para eles, é algo totalmente natural e q...

Saúde

O que acontece se um cachorro grande cruzar com uma cadela pequena?

O cruzamento de cachorro faz parte do comportamento natural e instintivo desses animais. Os machos estão sempre prontos e disponívei...

Ver todas